Calculadora De Notação Cientifica?

Como fazer cálculo em notação científica?

Transformar um número em notação científica – Veja abaixo como transformar os números em notação científica de forma prática: 1º Passo : Escrever o número na forma decimal, com apenas um algarismo diferente de 0 na frente da vírgula.2º Passo : Colocar no expoente da potência de 10 o número de casas decimais que tivemos que “andar” com a vírgula.

  • Primeiro “andar” com a vírgula, colocando-a entre o 3 e o 2, pois desta forma ficaremos apenas com o algarismo 3 antes da vírgula;
  • Para colocar a vírgula nesta posição verificamos que tivemos que “andar” 4 casas decimais, visto que nos números inteiros a vírgula se encontra no final do número. Neste caso o 4 será o expoente da potência de 10.
  • Escrevendo em notação científica: 3,2,10 4

Exemplo 2 A massa de um elétron é de aproximadamente 0,000000000000000000000000000911 g. Transforme esse valor para notação científica.

  • Primeiro “andar” com a vírgula, colocando-a entre o 9 e o 1, pois desta forma ficaremos apenas com o algarismo 9 (que é o primeiro algarismo diferente de 0) antes da vírgula;
  • Para colocar a vírgula nesta posição “andamos” 28 casas decimais. É necessário lembrar que ao colocar a vírgula depois do 9, o número ficou com um valor maior, então para não modificar seu valor o expoente ficará negativo;
  • Escrevendo a massa do elétron em notação científica: 9,11,10 – 28 g

Como transformar um número em exponencial?

Excel para Microsoft 365 Excel 2021 Excel 2019 Excel 2016 Excel 2013 Excel 2010 Excel 2007 Mais.Menos O formato Scientific exibe um número em notação exponencial, substituindo parte do número por E+ n, no qual E (expoente) multiplica o número anterior por 10 para a potência n.

  1. Selecione as células que deseja formatar. Para obter mais informações, consulte Selecionar células, intervalos, linhas ou colunas em uma planilha, Dica: Para cancelar uma seleção de células, clique em qualquer célula da planilha.
  2. Na guia Página Início, clique no pequeno botão Mais ao lado de Número,
  3. Na lista Categoria, clique em Scientific,
  4. Usando as setas pequenas, especifique as casas Decimais que você deseja exibir. Dica: O número que está na célula ativa da seleção na planilha aparece na caixa Exemplo para que você possa visualizar as opções de formatação de número selecionadas.

Além disso, lembre-se de que:

  • Para formatar rapidamente um número na notação científica, clique em Científico na caixa Formato de Número ( guia Página Principal, grupo Número). O padrão para notação científica é duas casas decimais.
  • Um formato de número não afeta o valor real da célula que o Microsoft Excel usa para efetuar cálculos. O valor real pode ser visto no barra de fórmulas.
  • O limite máximo para precisão de número é de 15 dígitos, portanto, o valor real mostrado na barra de fórmulas pode mudar para números grandes (mais de 15 dígitos).
  • Para redefinir o formato de número, clique em Geral na caixa Formato de Número ( guia Página Principal, grupo Número). As células formatadas com o formato Geral não usam um formato de número específico. No entanto, o formato Geral usa notação exponencial para números grandes (12 ou mais dígitos). Para remover a notação exponencial de números grandes, você pode aplicar um formato de número diferente, como Number,

Como calcular multiplicação de notação científica?

Divisão – Para realizar a divisão na notação científica, realizamos a divisão dos dois números, mantendo a base 10 e subtraindo os dois expoentes. Assim como na multiplicação, não precisamos ter o mesmo expoente para realizar a divisão. Logo, será dado pela seguinte fórmula: \ Sendo:

a: um número maior ou igual a 1 e menor que 10; b: um número maior ou igual a 1 e menor que 10; m: expoente dado por um número inteiro; n: expoente dado por um número inteiro;

Exemplo: \

Quem e o pai da notação científica?

Arquimedes, o pai da notação científica.

O que é notação científica 8 ano?

A notação científica é uma forma de escrever números usando potência de 10. É utilizada para reduzir a escrita de números que apresentam muitos algarismos.

Como transformar um número decimal em notação científica?

Como transformar um número em notação científica? – Para transformar um número em notação científica, precisamos escrevê-lo na forma: \(a\times ^n\) Com 1 ≤ a e n inteiro. Para isso, é fundamental conhecer as propriedades da potenciação, principalmente em relação ao deslocamento da vírgula quando multiplicamos um número por uma potência de base 10 e em relação ao sinal do respectivo expoente.

3.700.000

Esse número pode ser escrito como 3.700.000,0. Note que, nesse caso, a deve ser igual a 3,7. Assim, é necessário deslocar a vírgula seis casas decimais para a esquerda. Logo, \( 3,7\times ^6\) é a representação em notação científica de 3.700.000, ou seja: \(3.700.000=3,7\times ^6\) Observação : Para verificar se a representação está correta, basta resolver a multiplicação \(3,7\times ^6\) e observar que o resultado é igual a 3.700.000.

149.600.000.000

Esse número pode ser escrito como 149.600.000.000,0. Note que, nesse caso, a deve ser igual a 1,496. Assim, é necessário deslocar a vírgula 11 casas decimais para a esquerda. Logo, \( 1,496\times ^ \) é a representação em notação científica de 149.600.000.000, ou seja: \(149.600.000.000=1,496\times ^ \) Observação: Para verificar se a representação está correta, basta resolver a multiplicação \(1,496\times ^ \) e observar que o resultado é igual a 149.600.000.000.

0,002

Note que, para esse número, a deve ser igual a 2. Assim, é necessário deslocar a vírgula três casas decimais para a direita. Logo, \(2,0\times ^ \) é a representação em notação científica de 0,002, ou seja: \(0,002=2,0\times ^ \) Observação: Para verificar se a representação está correta, basta resolver a multiplicação \(2,0\times ^ \) e observar que o resultado é igual a 0,002.

0,000000015

Note que, para esse número, a deve ser igual a 1,5. Assim, é necessário deslocar a vírgula oito casas decimais para a direita. Logo, \(1,5\times ^ \) é a representação em notação científica de 0,000000015, ou seja: \(0,000000015=1,5\times ^ \) Observação: Para verificar se a representação está correta, basta resolver a multiplicação 1,5 × 10 -8 e observar que o resultado é igual a 0,000000015.

Qual e a notação científica de 0 0004?

NOTAO CIENTFICA Professor Diminoi A notação científica é uma ferramenta bastante utilizada não só na Matemática, mas também na Física e Química. Ela nos permite escrever e operar números que, quando escritos em sua forma original, exigem grande paciência e esforço, já que, ou são números muito grandes, ou muito pequenos.

  • Imagine, por exemplo, você escrevendo a distância entre o planeta Terra e o Sol em quilômetros ou escrevendo a carga de um próton em coulomb.
  • Ou seja, é uma maneira de escrever um número muito grande ou muito pequeno de modo a facilitar sua multiplicação, divisão, soma ou subtração.
  • Exemplos – A massa de um elétron é de cerca de 0.000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 910 938 22 kg.

Escrito em notação científica = 9,109 382 2.10 -31 kg. – A massa da Terra é de cerca de 5 973 600 000 000 000 000 000 000 kg. Escrito em notação científica = 5,9736,10 24 kg. – A circunferência da Terra é de aproximadamente 40 000 000 m. Escrito em notação científica = 4,10 7 m.

Se o numero aumente o expoente da potência diminoi, Se o número diminoi o expoente da potência aumenta,

Exemplos: a) 238,10 7 = 2,38,10 9 b) 0,238,10 7 = 2,38,10 6 c) 238,10 -7 = 2,38,10 -5 d) 0,238,10 -7 = 2,38,10 -8 Exercícios de fixação 01) Escreva os valores em notação científica (resolvidos) a) 200 = 2,10 2 d) 200000 = 2,10 5 c) 200 000 000 = 2,10 8 d) 200 000 000 000 000 000 = 2,10 17 e) 1 200 000 000 000 = 1,2,10 12 f) 0,02 = 2,10 -2 g) 0,002 = 2,10 -3 h) 0,000 000 002 = 2,10 -9 i) 0,00000000000000000016 = 1,6,10 -19 Multiplicação com Notação Científica Observação: – Multiplica-se os valores de base dez. – Soma-se ou subtrai os expoentes.02) Efetue as multiplicações a) 2.10 2,3.10 2 = 6,10 4 b) 6,10 5,12.10 9 = 72,10 14 = 7,2,10 15 c) 8.10 2,3.10 -2 = 24,10 0 = 24,1 = 24 d) 9.10 9,2.10 9 = 18,10 9,10 9 = 18,10 18 = 1,8,10 19 e) 5.109,2.10 13 = 10,10 9,10 13 = 10,10 22 f) 9.10 9,2.10 -4,0,5.10 3 = 9,10 9,10 -4,10 3 = 9,10 12,10 -4 = 19,10 8 g) 9.10 9,2,10 5,12,5.10 -6 = 225,10 9,10 5,10 -6 = 225,10 14,10 -6 = 225,10 8 = 2,25,10 10 h) 15.10 -9,2,10 -9,12,10 4 = 360,10 -9,10 -9,10 4 = 360,10 -18,10 4 = 360,10 -14 = 3,6,10 -12 Divisão com Notação Científica No Numerado e no Denominador – Multiplica-se os valores que não tem base dez (se for o caso) – Divide-se os valores que não tem base dez (se for o caso) – Soma-se ou subtrai os expoentes. – A base dez que esta dividindo passa multiplicando trocando o sinal de expoente (- passar para +) e (+ passa para -) – Soma-se ou subtrai os expoentes.03) Efetue as divisões. a) 6,10 8 / 3,10 3 = 3,10 8 / 10 3 = 3,10 8,10 -3 = 3,10 5 b) 9,10 8 / 3,10 -3 = 3,10 8 / 10 -3 = 3,10 8,10 3 = 3,10 11 c) 9,10 8 / 2,10 5 = 4,5,10 8 / 10 5 = 4,5,10 8,10 -5 = 4,5,10 3 d) 25.10 8 / 2.10 8 = 12,5.10 8 / 10 8 = 12,5,10 8,10 -8 = 12,5,10 0 = 12,5,1 = 12,5 e) 9.10 8 / 18.10 -3,0,5.0 8 = 9.10 8 /9.10 -3,10 8 = 10 8 / 10 -3,10 8 = 10 8 / 10 5 = 10 8,10 -5 = 10 3 f) 2,10 -3 / 20,10 3 = 0,5,10 -3 / 10 3 = 0,5,10 -3,10 3 = 0,5,10 0 → 0,5,1 = 0,5 g) 99,10 -8 / 99,10 -8 = 10 -8 / 10 -8 = 10 -8,10 8 = 10 0 = 1 A adição na Notação Científica Nesses casos, podemos somar os coeficientes e conservar a potência de base dez. Fórmula Geral para adição na notação científica (x,10 a ) + ( y,10 a ) = (x + y),10 a Observação: é necessário deixar os expoentes com os mesmos valores. Exemplo: 1,28,10 8 + 4,10 5 1º passo: igualar os expoentes 1280.10 5,4.10 5 2º passo: somar ou subtrair as bases diferentes de dez = (1280 + 4 ),10 5 = 1284,10 5 3º deixar de modo ideal = 1,284,10 8 Exemplo: Efetue a adição das notações científicas abaixo: a)1,2,10 2 + 11,5,10 2 = (1, 2 + 11.5),10 2 = 12,7,10 2 = 1,27.10 3 b)0,23,10 -3 + 0,4,10 -3 = (0,23 + 0,4),10 -3 = 0,63,10 -3 = 6,3.10 -4 c)200 + 3,5,10 2 = 2,10 2 + 3,5,10 2 = (2 + 3,5),10 2 = 5,5,10 2 Nesse exemplo, tivemos que transformar 200 para 2. Ao fazer isso, obtemos a mesma ordem de grandeza para as duas notações científicas. A subtração na Notação Científica Subtraímos os coeficientes na notação cientifica quando as ordens de grandeza da base dez são iguais. Fórmula Geral para subtração na notação científica (x,10 a ) – ( y,10 a ) = (x – y),10 a Exemplo: Obtenha os resultados das subtrações abaixo: a) 34,567,10 3 – 5,6,10 3 = (34,567 – 5,6),10 3 = 28,967,10 3 = 2,8967,10 4 b) 1,14,10 -2 – 0,26,10 -2 = (1,14 – 0.26),10 -2 = 0,88,10 -2 = 8,8,10 -3 c) 25,4,10 2 – 12,3,10 3 = 25,4,10 2 – 123,10 2 = (25,4 – 123),10 2 = – 97,6,10 2 = – 9,76,10 3 Tivemos que transformar 12,3 para 123 pois a ordem de grandeza escolhida para a base dez foi o número 2, Algarismos Significativos Os algarismos significativos são os algarismos que têm importância na exatidão de um número, por exemplo, o número 2,6 7 tem três algarismos significativo s. Se expressarmos o número como 2,6700, entretanto, temos cinco algarismos significativo s, pois os zeros à direita dão maior exatidão para o número. Os exemplos abaixo têm 4 algarismos significativos: 56,00 0,2301 00000,00001000 1034 Algarismos Duvidosos Ao realizar a medição de algum objeto, nunca teremos a medida exata do objeto, utilizando uma régua, por mais precisa que seja. Isso porquê o último algarismo dessa medição, será duvidoso, Uma régua comum tem divisões de centímetros e milímetros. Ao medir um lápis, por exemplo, nota-se que o comprimento dele tem 13,5 cm, pois aparentemente ele fica em cima dessa medida. Porém não podemos ter certeza quanto ao algarismo 5 desse número. Poderia ser 13,49 ou 13,51, Então este último algarismo é chamado de duvidoso, e representamos com um traço em cima: 13,5, Observação: Em qualquer número, o algarismo duvidoso será o último algarismo significativo, contando da esquerda para direita.9,9999998 = o algarismo duvidoso é o 8 14,79234320 = o algarismo duvidoso é o 0 1,00000 = o algarismo duvidoso é o últim o zero Ordem de Grandeza Ordem de grandeza de uma medida é uma estimativa de potência de base 10 mais próxima de uma determinada medida. Geralmente quando estudamos alguns exercícios envolvendo cálculos sobre questões de Física, Química ou Matemática, optamos pelo valor aproximado de uma grandeza. Essa opção ocorre por diversos motivo s, pois, em alguns casos, faltam-nos dados para a realização correta dos cálculos e, em outros, não há um valor exato, Imagine que você e mais três amigos resolveram acampar em uma mata por um período de sete dias. Sem ter a certeza de que encontrariam água limpa para beber, vocês resolveram levar água em quantidade suficiente para toda a viagem. Então, qual é a quantidade de água que vocês devem levar? Em geral, para fazermos cálculos aproximados, precisamos de certa dose de intuição e algum conhecimento referente à situação estudada. No nosso exemplo, podemos partir do fato de que devemos beber cerca de dois litros de água por dia. Como são quatro escoteiros, são necessários pelo menos oito litros de água por dia. Em uma semana, o número de litros de água que cada pessoa necessitará é 56. Para dar certa margem de segurança, podemos arredondar esse número para 60. Assim, o ideal é que as pessoas levem pelo menos 60 litros de água. Esse é um exemplo básico do caso em que não existe um valor exato, pois o que se pode fazer é um cálculo aproximado. Quando nossos cálculos são aproximados, costumamos dar o resultado final, ou seja, a resposta expressa em potência de 10 mais próxima do resultado encontrado. A resposta dada dessa maneira costuma ser chamada de ordem de grandeza, Utilizamos a notação científica para escrever números reais em produto de potência de base dez. A estrutura utilizada é a seguinte: a,10 b a = coeficiente, também chamado de mantissa; b = expoente, que é a ordem de grandeza. Qualquer número pode ser escrito como notação científica. Para isso, basta transformá-lo em um produto que possua os elementos mantissa e ordem de grandeza. Podemos dividir a ordem de grandeza em dois casos: Caso 1: O deslocamento da vírgula é para a esquerda quando o valor do número é muito grande. A ordem de grandeza é a quantidade de posições deslocadas e, nesse caso, é positiva. Exemplos: 34578 = 34578,0 → A vírgula deve ser deslocada para a esquerda e ficará à direita do primeiro algarismo significativo (termo numérico que expressa a exatidão do número). Assim, ela estará entre os números 3 e 4578. Como a vírgula foi deslocada quatro casas à esquerda, a representação da notação científica é a seguinte: 34578,0 = 3,4578,10 4 Isso porque: 3,4578,10 4 3,4578,10000 4578 Caso 2: a vírgula será deslocada para a direita quando o valor do número for muito pequeno. A ordem de grandeza da potência de base dez será negativa. Exemplos: 0,000036 → Como a vírgula será deslocada para a direita, a ordem de grandeza será negativa. O número possui dois algarismos significativos, e a vírgula deve ficar à direita do primeiro algarismo significativo; logo, estará entre os números 3 e 6. Como a vírgula foi deslocada cinco casas à direita, a notação científica desse número é a seguinte: 0,000036 = 3,6,10 -5 Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Isso porque: 3,6,10 -5 3,6,1 = 10 5 3,6,1 = 100000 3,6 = 100000 0,000036 Mantissa: é obtida pelo posicionamento da vírgula à direita do primeiro algarismo significativo (termo numérico que expressa a exatidão do número). Exemplos: 0,0034 → Possui dois algarismos significativos, que são 3 e 4, Devemos deslocar a vírgula para o primeiro algarismo mais significativo e, em seguida, representar o número como um produto de base 10. Desloque a vírgula da esquerda para a direita até o primeiro algarismo mais significativo, que é o 3,0003,4 Da origem de onde estava a vírgula até o número 3, foram deslocadas três casas. Por esse motivo, a ordem de grandeza da base 10 é – 3,3,4,10 -3 7456,35 → Possui seis algarismos significativos, que são: 7, 4, 5, 6, 3 e 5, A vírgula deve ser deslocada para que possamos representar o número como um produto de base 10 com expoente. Desloque a vírgula da direita para a esquerda até o primeiro algarismo mais significativo, que é o 7,7,45635 Da origem de onde estava a vírgula até o número 7, deslocamos três casas. Por esse motivo, a ordem de grandeza da base 10 é + 3.7,45635,10 +3 0,0678 → Possui três algarismos significativos, que são 6, 7 e 8, A vírgula deve ser deslocada para que o número seja representado em termos de potência de base 10. Desloque a vírgula da esquerda para a direita até o primeiro algarismo mais significativo.6,78 Da origem de onde estava a vírgula até o número 6, deslocamos duas casas. Por esse motivo, a ordem de grandeza da base 10 é -2, Exemplos Mil = 1000 = 10 3 Milhão = 1 000 000 = 10 6 Bilhão = 1 000 000 000 = 10 9 Trilhão = 1 000 000 000 000 = 10 12 Quatrilhão = 1000 000 000 000 000 = 10 15 Notação Científica – Resolvidos 01) Considere o número 0,00000000000002, converta-o em notação científica. Resolução: Primeiro encontramos o número significativo, deslocando a vírgula até o número 2. O expoente é o total de vezes que deslocamos a vírgula, 14, e é negativo pois temos um número decimal menor que 0. Resposta: 2,10 -14 02) O número 349000 em notação científica corresponde a: Resolução: O primeiro número significativo é 3, então temos: 3,49000 O valor do expoente é a quantidade de vezes que deslocamos a vírgula para a esquerda até encontrar um número significativo, pois temos: 349000,0 Então, como deslocamos 5 vezes, temos a seguinte notação: Resposta: 3,49,10 5 03) Escreva o número 0,0004 em notação científica. Resolução: Devemos primeiro deslocar a vírgula para depois do número 4, então temos: 4,0 Como deslocamos 4 vezes a vírgula até o número 4, assim o valor do expoente da notação científica será -4, pois se trata de um número decimal menor que 0. Resposta: 4,10 -4 04) Como escrevemos 5,10³ na forma decimal? Resolução: Como o valor do expoente é positivo, temos que adicionar após o número 5, três zeros. Portanto, 5,10³ = 5000 Curiosidade: Se o expoente fosse negativo seria deslocar a vírgula para a esquerda, então teríamos: 0,005.05) Faça a adição e subtração 6,5,10³ e 2,3,10³. Resolução: Adição : 6,5,10 3 + 2,3,10 3 (6,5 + 2,3),10 3 8,8,10 3 Subtração 6,5,10 3 – 2,3,10 3 (6,5 – 2,3),10 3 4,2,103 Observação: Lembrando que na adição e subtração os expoentes das notações devem ser iguais.06) Realize a divisão e multiplicação das notações científicas: 5,10³ e 2,3,10². Resolução: Divisão: 5,10 3 ÷ 2,3,10 2 (5 ÷ 2,3),10 3 – 2 2,17,10 1 Na divisão realizamos a divisão dos coeficientes, repetimos a base 10 e subtraímos os expoentes. Multiplicação: na multiplicação realizamos o produto dos coeficientes, repetimos a base 10 e somamos os expoentes. (5,10 3 ), (2,3,10 2 ) ( 5,2,3),10 3+2 11,5,10 5 Neste caso, 11, 5,10 5 não está na forma padronizada, a mantissa deve ser igual ou maior que 1 e menor que 10. Portanto, temos que fazer um ajuste. Então, vamos deslocar a vírgula uma casa à esquerda e somar 1 ao expoente. Portanto e resposta final assim: 1,5,10 6 07) (PM-ES-Exatus) Sabe-se que a população de determinada cidade é de 5.000.000 habitantes, e que 35% dessa população tomou a vacina contra gripe, sendo que 60% das pessoas vacinadas eram crianças. Portanto, o número de crianças que tomaram a vacina contra gripe é igual a: (A) 1,05 x 10 4 (B) 1,05 x 10 5 (C) 1,05 x 10 6 (D) 1,75 x 10 5 (E) 1,75 x 10 6 Resolução: 5000000,35/100 175000000/100 1750000 1750000,60/100 1050000 1,05,10 6 08) (TRF 4 – FCC) Um número escrito na notação científica é expresso pelo produto de um número racional x por 10 n, sendo 1 ≤ x < 1 0 e n um número inteiro. Dessa forma, a expressão do número abaixo na notação científica é: (A) 2,08 ×10 5 (B) 2,88 ×10 5 (C) 2,08 ×10 4 (D) 2,88 ×10 4 (E) 2,08 ×10 3 Resolução: 09) A constante de Avogadro é uma importante grandeza que relaciona o número de moléculas, átomos ou íons existentes em um mol de substância e seu valor é de 6,02 x 10 23, Escreva esse número em forma decimal. Resolução: 602 000 000 000 000 000 000 000.

You might be interested:  Calcular Gastos De Viagem?
Como o expoente da potência de 10 é positivo, devemos andar com a vírgula da esquerda para direita. A quantidade de casas decimais que devemos andar é de 23. Como após a vírgula já temos dois algarismos, devemos adicionar mais 21 algarismos 0 para completar as 23 posições que vírgula andou. Dessa forma, temos: 6 vírgula 02 espaço x espaço 10 à potência de 23 espaço igual a espaço 602 espaço 000 espaço 000 espaço 000 espaço 000 espaço 000 espaço 000 espaço 000 espaço Sendo assim, em 1 mol de matéria há 602 sextilhões de partículas.10) Em notação científica, a massa de um elétron em repouso corresponde a 9,11 x 10 −31 kg e um próton, nessa mesma condição, tem massa de 1,673 x 10 -27 kg.

Quem possui maior massa? Resolução: O próton possui maior massa. Escrevendo os dois números em forma decimal, temos: Massa do elétron 9,11 x 10 -31 = 0,000000000000000000000000000000911 Massa do próton 1,673 x 10 -27 = 0,000000000000000000000000001673 Observe que quanto maior o expoente da potência de 10, maior o número de casas decimais que compõem o número.

O sinal de menos (-) indica que a contagem deve ser feita da esquerda para direita e de acordo com os valores apresentados a maior massa é a do próton, pois seu valor está mais próximo de 1.11) (ENEM) As exportações de soja no Brasil totalizaram 4,129 milhões em toneladas no mês de julho de 2012 e registraram um aumento em relação ao mês de julho de 2011, embora tenha havido uma baixa em relação ao mês de maio de 2012 A quantidade, em quilogramas, de soja exportada pelo Brasil no mês de julho de 2012 foi de: (A) 4,129 x 10 3 (B) 4,129 x 10 6 (C) 4,129 x 10 9 (D) 4,129 x 10 12 (E) 4,129 x 10 15 Resolução: 4,129 x 10 9 Podemos dividir a quantidade de soja exportada em três partes: 4,129 milhões toneladas A exportação é dada em toneladas, mas a resposta deve estar em quilogramas e, por isso, o primeiro passo para resolver a questão é fazer a conversão de toneladas para quilogramas.1 tonelada = 1 000 kg = 10 3 kg São milhões de toneladas exportadas, sendo assim, devemos multiplicar quilogramas por 1 milhão.1 milhão = 10 6 10 6 x 10 3 10 6+3 10 9 Escrevendo o número de exportações em notação científica, temos 4,129 x 10 9 quilogramas de soja exportada.12) (ENEM) Uma das principais provas de velocidade do atletismo é a prova dos 400 metros rasos.

No Campeonato Mundial de Sevilha, em 1999, o atleta Michael Johnson venceu essa prova, com a marca de 43,18 segundos. Esse tempo, em segundo, escrito em notação científica é (A) 0,4318 x 10 2 (B) 4,318 x 10 1 (C) 43,18 x 10 0 (D) 431,8 x 10 -1 (E) 4 318 x 10 -2 Resolução: Embora todos os valores das alternativas sejam formas de representar a marca de 43,18 segundos, apenas a alternativa b está correta, pois obedece as regras da notação científica.

  • O formato utilizado para representar os números é N,10 n, onde: N representa um número real maior ou igual a 1 e menor que 10.
  • O n é um número inteiro que corresponde ao número de casas decimais que a vírgula “andou”.
  • A notação científica 4,318 x 10 1 representa 43,18 segundos, pois a potência elevada a 1 tem como resultado a própria base.4,318 x 10 1 = 4,318 x 10 = 43,18 segundos.13) Representar a massa da Terra em notação científica Resolução: A massa da Terra é dada por 5 960 000 000 000 000 000 000 000 kg.

É um número maior que 1. Existem 22 zeros à direita do número. Para facilitar a representação deste número vamos usar potências de dez (com expoente positivo, pois os zeros estão à direita do 596), ou seja, vamos representá-lo em notação científica. Assim: 1º passo: q uais são os algarismos diferentes de zero? 596; 2° passo: quantos zeros tem o número? 22 zeros; 3° passo: representá-lo em notação científica: Multiplicamos o número diferente de zero (596) por 10 elevado a quantidade de zeros (+22) que existem no número, ou seja, 596,10 22 kg Para que o 5 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 2 casas decimais para esquerda do 596.

Mas, se deslocarmos a vírgula duas casas para a esquerda, o expoente positivo de base 10 aumenta de dois números, ou seja, 5,96,10 24 kg 14) Representar o número 0,00000000000000000016 C (Coulomb) em notação científica. Resolução: Este número representa o valor da carga do elétron. É um número menor que 1.

Existem 19 zeros neste número. Para facilitar a representação deste número vamos usar potências de dez (com expoente negativo, pois os zeros estão à esquerda do 16), ou seja, vamos representá-lo em notação científica. Neste caso: 1º passo: quais são os algarismos diferentes de zero? 16; 2° passo: quantos algarismos têm depois da vírgula, contando com os zeros e com o 16? 20 algarismos.

Representamos por -20, pois os zeros estão à esquerda do 16; 3° passo: representá-lo em notação científica: Multiplicamos o número diferente de zero (16) por 10 elevado a quantidade de algarismos que existem depois da vírgula (contando com os zeros e com o 16), ou seja, -20. Assim: 16,10 -20 C Para que o 1 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 1 casa decimal para esquerda do 16.

Mas, se deslocarmos a vírgula uma casa decimal para a esquerda, o expoente negativo de base 10 aumenta (lembrando que -19 é maior que -20) de um número, ou seja, 1,6,10 -19 C 15) Expressar 567,9 em notação científica Resolução: Neste caso, sabemos que 567,9 = 567, 0,10 0 Observação: todo número elevado a zero é 1, portanto 10 elevado a zero é igual a 1.5,679 = 567, 0,10 2 Para que o 5 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 2 casas decimais para esquerda do 567,9.

  1. Mas, se deslocarmos a vírgula duas casas decimais para a esquerda, o expoente de base 10 aumenta de dois números, ou seja, 16) Expressar 3456,9 em notação científica.
  2. Resolução: Sabemos que 3456,9 = 3456,9,10 0 Observação: todo número elevado a zero é 1, portanto 10 elevado a zero é igual a 1.3456,9 = 3,4569,10 3 17) Expressar 414,8,10 4 em notação científica.

Resolução: Para que o 4 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 2 casas decimais para esquerda do 414,8. Mas, se deslocarmos a vírgula duas casas decimais para a esquerda, o expoente de base 10 aumenta de dois números, ou seja, 4,148,10 6 18) Expressar 0,000566 em notação científica Resolução: 1º passo: quais são os algarismos diferentes de zero? 566; 2° passo: quantos algarismos têm depois da vírgula, contando com os zeros e com o 566? 6 algarismos.

  1. Representamos por -6, pois os zeros estão à esquerda do 566.3° passo: representa-lo em notação científica: É um número menor que 1.
  2. Multiplicamos os número diferente de zero (566) por 10 elevado a quantidade de algarismos que existem depois da vírgula (contando com os zeros e com o 566), ou seja, -6.

Assim: 566,01 -6 Para que o 5 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 2 casas decimais para esquerda. Mas, se deslocarmos a vírgula duas casas para a esquerda, o expoente negativo (-6) de base 10 aumenta de dois números (lembrando que -4 é maior que -6), ou seja, 5,66,01 -4 19) Expressar 0,00033 em notação científica Resolução: 1º passo: quais são os algarismos diferentes de zero? 33; 2° passo: quantos algarismos têm depois da vírgula, contando com os zeros e com o 33? 5 algarismos.

  • Representamos por -5, pois os zeros estão à esquerda do 33.3° passo: r epresentá-lo em notação científica: É um número menor que 1.
  • Multiplicamos os número diferente de zero (33) por 10 elevado a quantidade de algarismos que existem depois da vírgula (contando com os zeros e com o 33), ou seja, -5.
  • Assim: 33,10 -5 Para que o 3 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 1 casa decimal para esquerda do 33.

Mas, se deslocarmos a vírgula uma casa para a esquerda, o expoente negativo (-5) de base 10 aumenta de um número (lembrando que -4 é maior que -5), ou seja, 3,3,10 -4 20) Expressar 0,000000651 em notação científica Resolução: 1º passo: quais são os algarismos diferentes de zero? 651; 2° passo: quantos algarismos têm depois da vírgula, contando com os zeros e com o 651? 9 algarismos.

  1. Representamos por -9, pois os zeros estão à esquerda do 651.3° passo: representá-lo em notação científica: É um número menor que 1.
  2. Multiplicamos os número diferente de zero (651) por 10 elevado a quantidade de algarismos que existem depois da vírgula (contando com os zeros e com o 651), ou seja, -9.

Assim: 651,10 -9 Para que o 6 fique na frente da vírgula, vamos deslocá-la 2 casas decimais para esquerda do 651. Mas, se deslocarmos a vírgula duas casas para a esquerda, o expoente negativo (-9) de base 10 aumenta de dois números (lembrando que -7 é maior que -9), ou seja, 651,10 -7 Questões de Vestibular/ENEM/ETEC 01) (FUVEST) As células da bactéria Escherichia coli têm formato cilíndrico, com 8 x 10 −7 metros de diâmetro.

  • O diâmetro de um fio de cabelo é de aproximadamente 1 x 10 −4 metros.
  • Dividindo-se o diâmetro de um fio de cabelo pelo diâmetro de uma célula de Escherichia coli, obtém-se, como resultado: (A) 125 (B) 250 (C) 500 (D) 1000 (E) 8000 02) (ENEM) A gripe é uma infecção respiratória aguda de curta duração causada pelo vírus influenza.

Ao entrar no nosso organismo pelo nariz, esse vírus multiplica-se, disseminando-se para a garganta e demais partes das vias respiratórias, incluindo os pulmões. O vírus influenza é uma partícula esférica que tem um diâmetro interno de 0,00011 mm. Disponível em: www.gripenet.pt.

  1. Acesso em: 2 nov.2013 (adaptado).
  2. Em notação científica, o diâmetro interno do vírus influenza, em mm, é (A) 1,1 × 10 -1 (B) 1,1 × 10-2 (C) 1,1 × 10 -3 (D) 1,1 × 10 -4 (E) 1,1 × 10 -5 03) (ENEM) A Agência Espacial Norte Americana (NASA) informou que o asteroide YU 55 cruzou o espaço entre a Terra e a Lua no mês de novembro de 2011.

A ilustração a seguir sugere que o asteroide percorreu sua trajetória no mesmo plano que contém a órbita descrita pela Lua em torno da Terra. Na figura, está indicada a proximidade do asteroide em relação à Terra, ou seja, a menor distância que ele passou da superfície terrestre. Disponível em: http://noticias.terra.com.br (adaptado). Com base nessas informações, a menor distância que o asteroide YU 55 passou da superfície da Terra é igual a (A) 3,25,10 2 km (B) 3,25,10 3 km (C) 3,25,104 km (D) 3,25,10 5 km (E) 3,25,10 6 km 04) (PM-ES-Exatus).

  1. Sabe-se que a população de determinada cidade é de 5.000.000 habitantes, e que 35% dessa população tomou a vacina contra gripe, sendo que 60% das pessoas vacinadas eram crianças.
  2. Portanto, o número de crianças que tomaram a vacina contra gripe é igual a: (A) 1,05 x 10 4 (B) 1,05 x 10 5 (C) 1,05 x 10 6 (D) 1,75 x 10 5 (E) 1,75 x 10 6 05) Um livro de Física tem 800 páginas e 4,0 cm de espessura.

A espessura de uma folha do livro vale, em milímetros: (A) 2,5,10 -2 (B) 5,0,10 -2 (C) 1,0,10 -1 (D) 1,5,10 -1 (E) 2,0,10 -1 06) Considerando que cada aula dura 50 minutos, o intervalo de tempo de duas aulas seguidas, expresso em segundos, é de: (A) 3,0,10² (B) 3,0,10³ (C) 3,6,10³ (D) 6,0,10³ (E) 7,2,10³ 07) (ENEM – 2015) As exportações de soja no Brasil totalizaram 4,129 milhões em toneladas no mês de julho de 2012 e registraram um aumento em relação ao mês de julho de 2011, embora tenha havido uma baixa em relação ao mês de maio de 2012.

A quantidade, em quilogramas, de soja exportada pelo Brasil no mês de julho de 2012 foi de: (A) 4,129,10 3 (B) 4,129,10 6 (C) 4,129,10 9 (D) 4,129,10 12 (E) 4,129,10 15 08) (ENEM) Um petroleiro possui reservatório em formato de um paralelepípedo retangular com as dimensões dadas por 60 m x 10 m de base e 10 m de altura.

Com o objetivo de minimizar o impacto ambiental de um eventual vazamento, esse reservatório é subdividido em três compartimentos, A, B e C, de mesmo volume, por duas placas de aço retangulares com dimensões de 7 m de altura e 10 m de base, de modo que os compartimentos são interligados, conforme a figura. Suponha que ocorra um desastre quando o petroleiro se encontra com sua carga máxima: ele sofre um acidente que ocasiona um furo no fundo do compartimento C. Para fins de cálculo, considere desprezível as espessuras das placas divisórias. Após o fim do vazamento, o volume de petróleo derramado terá sido de (A) 1,4 x 10 3 m 3 (B) 1,8 x 10 3 m 3 (C) 2,0 x 10 3 m 3 (D) 3,2 x 10 3 m 3 (E) 6,0 x 10 3 m 3 09) (ETEC) O raio da Terra, no Equador, é de aproximadamente 6.400.000 metros, e a distância aproximada da Terra à Lua é de 384.000.000 metros. Podemos também apresentar corretamente o raio da Terra e a distância da Terra à Lua, respectivamente, por. (C) (A) 6,4 x 10 3 metros, e 3,84 x 10 5 metros (B) 6,4 x 10 -6 metros, 3,84 x 10 8 metros (C) 6,4 x 10 6 metros, e 3,84 x 10 8 metros (D) 6,4 x 10 8 metros, e 3,84 x 10 10 metros 10) (FUVEST) As células da bactéria Escherichia coli têm formato cilíndrico, com 8 x 10 −7 metros de diâmetro. O diâmetro de um fio de cabelo é de aproximadamente 1 x 10 −4 metros. Dividindo-se o diâmetro de um fio de cabelo pelo diâmetro de uma célula de Escherichia coli, obtém-se, como resultado: (A) 125 (B) 250 (C) 500 (D) 1000 (E) 8000 11) (CEFET-MG) Nos trabalhos científicos, números muito grandes ou próximos de zero, são escritos em notação científica, que consiste em um número x, tal que 1 < x < 10 multiplicado por uma potência de base 10, Assim sendo, 0,00000045 deve ser escrito da seguinte forma: (A) 0,45.10 -7 (B) 4,5.10 -7 (C) 45.10 -6 (D) 4,5.10 -8 (E) 4,5.10 -5 12) (ENEM) As exportações de soja no Brasil totalizaram 4,129 milhões em toneladas no mês de julho de 2012 e registraram um aumento em relação ao mês de julho de 2011, embora tenha havido uma baixa em relação ao mês de maio de 2012. A quantidade, em quilogramas, de soja exportada pelo Brasil no mês de julho de 2012 foi de: (A) 4,129 × 10 3 (B) 4,129 × 10 6 (C) 4,129 × 10 9 (D) 4,129 × 10 12 (E) 4,129 × 10 15 13) (Senai) Um livro de Física tem 800 páginas e 4,0 cm de espessura. A espessura de uma folha do livro vale, em milímetros: (A) 2,5,10 -2 (B) 5,0,10 -2 (C) 1,0,10 -1 (D) 1,5,10 -1 (E) 2,0,10 -1 14) (Senai) Considerando que cada aula dura 50 minutos, o intervalo de tempo de duas aulas seguidas, expresso em segundos, é de: (A) 3,0,10² (B) 3,0,10³ (C) 3,6,10³ (D) 6,0,10³ (E) 7,2,10³ 15) ( UFRGS) Um adulto humano saudável abriga cerca de 100 bilhões de bactérias, somente em seu trato digestivo. Esse número de bactérias pode ser escrito como (A) 10 9 (B) 10 10 (C) 10 11 (D) 10 12 (E) 10 13 GABARITO: 01A – 02D – 03D – 04C – 05B – 06C – 07C – 08D – 09C – 10A – 11B – 12B – 13B – 14D – 15C. Continua.

You might be interested:  Calcular Rescisão Por Acordo?

Como fazer conta de base 10?

As potências de base 10 são formadas pelo algarismo 1 seguido de zeros da quantidade do número do expoente. Se quisermos representar a potência de 10 25, teremos o número 1 seguido de vinte e cinco zeros.

Como somar potências de base 10?

Adição e subtração de potências de base 10 – A adição e a subtração de potências de base dez só podem ocorrer se seus expoentes são iguais. Assim, basta tratar as potências como valores inteiros. Uma potência de dez ao quadrado mais uma potência de dez ao quadrado é igual a duas potências de dez ao quadrado. Exemplo Caso os expoentes não forem iguais deve-se igualá-los e só depois somar ou subtrair.

Qual é a regra do sinal?

Resumo sobre a regra de sinais –

  • Ao se somar dois números de mesmo sinal, some os módulos e mantenha o sinal;
  • Ao se somar dois números de sinais diferentes o sinal do maior módulo permanece;
  • Ao se subtrair um número, podemos pensar que estamos somando o oposto deste número e usar a mesma regra da adição.
  • Ao se multiplicar dois números com mesmo sinal o resultado será positivo;
  • Ao se multiplicar dois números de sinais opostos o resultado será negativo.
  • Ao se dividir dois números com mesmo sinal o resultado será positivo;
  • Ao se dividir dois números de sinais opostos o resultado será negativo.

Quando o expoente é negativo a vírgula anda para?

– Quando o expoente é negativo os zeros ficam à esquerda do algarismo 1 e a vírgula separa a quantidade de casas decimais indicada pelo expoente.

O que significa a notação C?

Transcrição de vídeo – RKA – Existem dois vídeos inteiros da Khan Academy sobre o que é notação científica, porque nos preocupamos sobre isso, e eles também mostram alguns poucos exemplos. O que quero fazer nesse vídeo, é usar o livro Álgebra 1 do ck12.org, para fazer mais alguns outros exemplos de notação científica.

  • Vamos lá. Vamos pegar algumas coisas que estão escritas em notação científica.
  • Apenas como lembrete: notação científica é útil porque nos permite escrever números muito grandes ou muito pequenos de forma fácil para o nosso cérebro, para um: escrever, e dois: entender.
  • Vamos escrever alguns números.
  • Digamos que temos 3,102 vezes 10².

E o que eu quero escrever como apenas um valor numérico, já está em notação científica, está escrito como um produto com uma potência de 10. Como eu escrevo isso? É apenas um numeral. Bom, há o jeito devagar e o jeito rápido. O jeito devagar é, na verdade, exatamente a mesma coisa que 3,102 vezes 100, o que significa que se multiplicar 3,102 vezes 100, será 3, 1, 0, 2, com 2 zeros andando para trás, temos 1, 2, 3 números depois da vírgula decimal, e esta seria a resposta certa.

  1. Isto é igual a 310,2.
  2. Agora, a maneira mais rápida de se fazer isso, é só dizer: bom, olha, agora temos apenas o 3 na frente da vírgula decimal.
  3. Quando tenho algo vezes 10², estou essencialmente transferindo a vírgula decimal 2 para a direita.3,102 vezes 10² é a mesma coisa que, se transfiro a vírgula decimal 1, 2, e, por causa disso, 10² é a mesma coisa que 310,2.

Isso pode ser uma maneira mais rápida de fazer essa conta. Toda vez que multiplica por 10, anda a vírgula para a direita por um número. Vamos fazer outro exemplo: digamos que tivesse 7,4 vezes 10⁴. Bom, vamos fazer isso do jeito rápido. Vamos levar o decimal 4 para a direita.7,4 vezes 10⁴: vezes 10¹, você terá 74; vezes 10², você terá 740; (vamos ter que adicionar um zero aqui porque temos que mudar o decimal de novo) 10³ terá 7.400; 10⁴ terá 74.000.

  • Perceba: apenas peguei esse decimal e fui 1, 2, 3, 4 espaços.
  • Aí, isto é igual a 74.000.
  • Quando eu tinha 74 e tive que mudar o decimal uma casa a mais para a direita, por isso, tive que jogar um zero aqui, estou multiplicando por 10.
  • Outra forma de pensar sobre isso é: preciso de 10 espaços entre o decimal e, perdão, o dígito da frente e o decimal.

Bem aqui, tenho apenas 1 espaço, precisarei de 4 espaços. Então: 1, 2, 3, 4. Vamos fazer mais alguns exemplos, porque acho que, quanto mais exemplos fizermos, mais você entenderá o que está acontecendo. Tenho 1,75 vezes 10⁻³. Isso é notação científica, e quero apenas escrever o valor numérico disso.

Quando eleva algo ao negativo, vezes 10 à potência negativa, você muda o decimal para a esquerda. Então isso é 1,75. Se fizer vezes 10⁻¹, irá 1 para a esquerda, mas se fizer vezes 10⁻², irá 2 para a esquerda e teria que por um zero aqui. Se fizer vezes 10⁻³, irá 3 para a esquerda e teria que adicionar outro zero.

Você pega esse decimal e vai 1, 2, 3 para a esquerda. Nossa resposta seria 0,00175, que é a mesma coisa que 1,75 vezes 10⁻³. Outra forma de conferir que obteve a resposta certa é: se tiver um 1 bem aqui, se contar o 1,1 incluindo os zeros para a direita do decimal, deverá ser o mesmo que o expoente negativo aqui.

  • Temos 1, 2, 3 números após o decimal, é a mesma coisa que a potência negativa de 3.
  • Você está fazendo 1.000.
  • Então é 1.000 bem aqui.
  • Vamos fazer outro exemplo.
  • Na verdade, vamos misturar, vamos começar com algo que está escrito como um numeral e, então, escrevê-lo em notação científica.
  • Digamos que temos 120.000.

Isso é apenas seu valor numérico, e quero escrevê-lo em notação científica. Então posso escrever isso como: pego o dígito da frente: 1,2 vezes 10 a. e conto quantos dígitos há atrás do dígito da frente: 1, 2, 3, 4, 5.1,2 vezes 10⁵. Se quiser internalizar, porque isso faz sentido, 10⁵ é 10.000.1,2, perdão, 10⁵ é 100.000.

É 1,2 vezes 1, 2, 3, 4, 5, você tem 5 zeros. Isso é 10⁵.1,2 vezes 100.000 vai ser 120.000, será 1,1⁵ vezes 100.000. Então 120. Eu espero que esteja ficando claro. Vamos fazer outro exemplo: digamos que o valor numérico é um 1.765.244. E quero escrever isso em notação científica. Logo, pego o dígito da frente, 1, ponho um sinal decimal, todo o resto vai atrás do decimal, 7, 6, 5, 2, 4, 4.

E você conta quantos dígitos havia entre o dígito da frente, e acho que poderia imaginar o primeiro sinal decimal, porque poderia ter números que seguem indo por aqui, entre o dígito da frente e o sinal decimal. Temos 1, 2, 3, 4, 5, 6 dígitos. E isso é vezes 10⁶.10⁶ é 1 milhão.

  • É 1,765244 vezes 1 milhão, o que faz sentido.
  • Bem por cima, 1,7 vezes 1 milhão é 1,7 milhões.
  • Isso é 1,7 milhões, o que faz sentido.
  • Vamos a outro: como escrevo 12 em notação científica? Do mesmo jeito, é igual a 1,2 vezes, temos apenas 1 dígito entre o 1 e a vírgula decimal.
  • É 1,2 vezes 10¹ ou 1,2 vezes 10, que é certamente igual a 12.

Vamos fazer mais alguns exemplos, onde pegamos 10 elevado a uma potência negativa. Digamos que temos 0,00281 e queremos escrever isso em notação científica. O que você faz? Só tem que pensar: quanto dígitos têm para incluir o numeral da frente no valor? O que eu quero dizer é contar 1, 2, 3.

  1. O que queremos fazer é mover o decimal.1, 2, 3 espaços.
  2. Logo, uma forma que poderíamos pensar é: pode multiplicar.
  3. Para mover o decimal para a direita 3 espaços, você o multiplicaria por 10³.
  4. Mas se está multiplicando algo por 10³, está mudando os valores, também temos que multiplicar por 10⁻³.
  5. Apenas dessa forma você não mudará o valor.

Certo? Se multiplicar por 10³ vezes 10⁻³, 3 – 3 é zero, isso é apenas como multiplicá-lo por 1. O que isso irá equacionar? Se pego o decimal e o movo 3 espaços para a direita, essa parte aqui vai ser igual a 2,81. Somos deixados com esse aqui, vezes 10⁻³.

  • Uma forma bem rápida de fazer isso é só, digamos, deixa eu contar.
  • Incluindo o numeral da frente, quantos espaços tenho atrás do decimal? 1, 2, 3.
  • Será 2,81 vezes 10 elevado a -1, -2, -3.
  • Vamos fazer outro como aquele.
  • Deixa eu rolar isso para cima.
  • Vamos fazer outro como aquele.
  • Digamos que eu tenha 1, 2, 3, 4, 5, 6.

Quantos zeros temos nesse problema? Bom, só vou fazer alguma coisa aqui: 0,27. Se quisesse escrever isso em notação científica, você conta todos os dígitos até o 2 atrás da vírgula decimal.1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8. Isso será 2,7 vezes 10⁻⁸. Vamos fazer outro no qual começamos com o valor da notação científica e queremos ir para o valor numérico.

Só para misturar as coisas. Digamos que temos 2,9 vezes 10⁻⁵. Uma forma de pensar nesse numeral da frente, mais todos os zeros para a esquerda da vírgula decimal, serão 5 dígitos. Você tem um 2 e um 9, então irá ter 4 zeros a mais.1, 2, 3, 4. Dessa forma irá ter o seu decimal. Como eu sabia que eram 4 zeros? Porque estou contando, e são 1, 2, 3, 4, 5 espaços atrás da vírgula decimal, incluindo o numeral da frente.

Então é 0,000029. Só para verificar, faça pela outra técnica. Como escrevo isso em notação científica? Conto todos os dígitos, todos os zeros após a vírgula decimal, incluindo o numeral que não é zero. Temos 1, 2, 3, 4, 5 dígitos. Então é 10⁻⁵. Será 2,9 vezes 10⁻⁵.

  1. Novamente, isso não é apenas um tipo de magia, na verdade, faz muito sentido.
  2. Se quisesse obter esse número, 2,9, o que teria que fazer é mover o decimal sobre 1, 2, 3, 4, 5 vírgulas, bem assim.
  3. E fazer o decimal se mover sobre a direita por 5 pontos, digamos com 000029.
  4. Se multiplicar por 10⁵, também terei que multiplicar por 10⁻⁵, pois não quero mudar o número.

Esse aqui está apenas multiplicando algo por 1.10⁵ vezes 10⁻⁵ é 1. Portanto, essa parte bem aqui vai, essencialmente, mover o decimal 5 para a direita.1, 2, 3, 4, 5. Logo, isso será 2,9. Então vamos ter vezes 10⁻⁵. Enfim, espero que tenha achado esse exercício de notação científica bem útil.

Para que serve a notação científica no dia a dia?

Para que serve a notação científica A notação científica foi criada para facilitar a escrita de números extremamente grandes ou extremamente pequenos. Ela serve para representar grandezas muito grandes, como a distância da Terra ao Sol, ou muito pequenas, como o tamnho de um átomo.

Onde usamos a notação científica no dia a dia?

Bacharel em Matemática (FMU-SP, 2018) Mestre em Física Teórica (UNICSUL, 2020) Este artigo foi útil? Considere fazer uma contribuição: A notação científica é uma forma simplificada de escrever números muito grandes ou muito pequenos. Ela é muito utilizada na astronomia, na física e na química pois podemos representar números de moléculas, de átomos, distância entre corpos no espaço, entre outras medidas. A notação científica é sempre baseada em potências de 10. Então, podemos generalizar a forma com que um número é escrito nesta notação: A constante a é chamada de mantissa e b é a ordem de grandeza. A mantissa de um número em notação científica deve estar sempre no intervalo: Já a ordem de grandeza pode ser qualquer número inteiro. Vamos à alguns exemplos: 1. A distância da terra até o sol é de aproximadamente 149.597.870,691 km. O que nos dá em notação científica: ou, por um arredondamento: 2. A constante de Avogadro, muito utilizada na química, é da ordem de sextilhões. Este número é representado por notação científica, onde o seu valor aproximado é de: Note que nos exemplos acima, as ordens de grandeza são expoentes positivos. Praticamente, se movermos a virgula do número decimal 8 vezes (no primeiro exemplo) ou 23 vezes (no segundo exemplo), obteremos a forma original da escrita deste número. O contrário ocorre quando temos números muito pequenos onde a ordem de grandeza será um inteiro negativo, o que representa um número decimal muito pequeno: 3. Ou seja, o número é muito pequeno: 0,00000000000000000000000166054.

Quantos zeros tem a potência de 10¹⁰⁰?

Transcrição de vídeo – RKA5GM – Na ciência, você vai lidar com vários números, não importa se estuda Biologia, ou Química ou Física. Sempre há números envolvidos. Em muitos casos, os números são muito grandes. Há muitos, muitos números grandes. Números muito grandes, ou números muito, muito, muito, muito pequenos.

Números muito pequeninos. Você pode imaginar alguns números muito grandes. Se eu te perguntar, por exemplo: quantos átomos há no corpo humano ou quantas células há no corpo humano? Ou, qual o peso da Terra em quilogramas? Esses são números muito grandes. Se te perguntar o peso de um elétron, seria um número muito, muito, muito pequeno.

Em qualquer tipo de ciência, lidaremos com esse tipo de números. Como exemplo, deixa eu mostrar um dos números mais comuns que vai ver especialmente em Química, que é o número de Avogadro. Número de Avogadro. E se eu escrever do mesmo jeito que a gente escreve números, ele literalmente seria como.

  1. Vou fazer de outra cor, seria 6022, e então, em seguida, viriam outros 20 zeros: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20.
  2. Mesmo se eu colocar alguns pontos aqui, não vai ajudar muito para torná-lo mais legível.
  3. Deixa eu colocar alguns pontos.
  4. Ainda é um número grande, e nem.

Você sabe, se eu tivesse que escrever isso em um pedaço de papel, ou se tivesse que publicar um artigo sobre, digamos, o uso do número de Avogadro, demoraria muito para escrever. Além disso, é difícil dizer se esqueci algum zero, ou se talvez escrevi zero demais.

Então, isso é um problema. Existe uma maneira melhor de escrever isso? Sim. Existe uma maneira melhor de escrever do que escrever o número todo assim. Para escrever, literalmente, o 6 seguido pelos 23 dígitos, ou 6, 0, 2, 2 seguido pelos 20 zeros aqui. A resposta para a pergunta, caso esteja curioso, o número de Avogadro, se tivermos 12g de carbono, especialmente, 12g de carbono, -12, esse é o número de átomos que teríamos.

Sabemos que 12g são mais ou menos 1 sobre 83 de 1kg, isso nos dá uma ideia de quantos átomos estão por aí a qualquer momento. É um número enorme. O objetivo aqui não é ensinar um pouco de Química. É falar sobre uma maneira mais fácil de escrever isso. E a maneira mais fácil de escrever isso é chamada de “notação científica”.

Vai por mim! Mesmo se não parecer algo natural para você, realmente é uma maneira mais fácil de escrever coisas como essas. Vamos. Antes de mostrar como fazer, deixa eu mostrar a teoria oculta por trás da notação científica. Se eu te disser quanto é 10⁰, sabemos que é igual a 1. Quanto é 10¹ ? Bom, é igual a 10.

Quanto é 10² ? Isso é 10 vezes 10, é 100. Quanto é 10³ ? 10³ é 10 vezes 10 vezes 10, que é igual a 1.000. Acho que vemos o padrão geral aqui.10⁰ não tem zeros, sem zeros nele. Certo? 10¹ tem 1 zero.10², 10² tem 2 zeros. Finalmente, 10³ tem 3 zeros. Acho que você já sacou, 3 zeros.

  • Se eu fizer 10¹⁰⁰, como seria? Não quero escrever tudo aqui, mas seria 1 seguido por, você já sabe, 100 zeros, então teríamos vários zeros.
  • Se tivesse que contar todos esses zeros, teríamos 100 zeros bem aqui.
  • Na verdade, isso pode ser um fato interessante.
  • Você pode não saber qual o nome desse número, ele é chamado de.

Googol! Um googol! Se no início dos anos 90, alguém dissesse: “ei, sabe, isso é um googol”, você não pensaria no mecanismo de busca. Pensaria no número 10¹⁰⁰, que é um número enorme. Se, na verdade. é mais que o número de átomos, ou que o número de átomos estimado do universo conhecido.

  1. No universo conhecido, quer dizer, você sabe, levanta a pergunta do que mais existe lá fora.
  2. Mas li isso e não faz muito tempo, se me lembro exatamente.
  3. O universo conhecido é da ordem de 10⁷⁹ a 10⁸¹ átomos.
  4. Isso é claro, é uma aproximação, ninguém é capaz de contar isso.
  5. As pessoas apenas estimam, ou melhor, chutam mesmo.
You might be interested:  Calculadora De Ovulação Online?

Mas é um número enorme. Mas ainda mais interessante para você, esse número foi a motivação por trás do nome do famoso mecanismo de busca “Google”. Googol com “ol”. Eu não sei por que pronunciei “Google”, talvez eles tenham o nome do domínio. Talvez queiram armazenar toda essa informação.

Sei lá! Talvez esse é número de bytes de informação, ou é só uma palavra legal, também. O que quer que seja, pode ter sido, sabe. o número favorito do fundador. Mas é uma coisa legal. Enfim, eu estou viajando aqui. Isso é um googol, só 1 com 100 zeros, mas poderia escrever também como 10¹⁰⁰, que é claramente uma maneira mais fácil de escrever, é mais simples.

De fato, isso é tão difícil de escrever que eu nem me dei o trabalho de escrever. Demoraria muito tempo. Isso aqui são 20 zeros, 100 zeros teria enchido a tela, e você acharia entediante, então, eu nem escrevi. Então, claramente, é mais fácil de escrever.

  • Você pode muito bem pensar: “certo! Isso só é bom para potências de 10, certo? Mas como podemos escrever algo que não é uma potência direta de 10? Como podemos usar a força da simplicidade de alguma forma?” Para fazer isso, precisamos apenas perceber uma coisa.
  • Esse número.
  • Vamos escrever esse número como.

ele tem quantos dígitos? 1, 2, 3, e, então, 20 zeros, temos 23 dígitos depois dos 6. Certo? 23 dígitos depois dos 6. O que acontece, se eu usar isso. se eu tentar chegar perto dele com uma potência de 10? E se eu dissesse 10²³? Com essa cor roxa.10²³, isso é igual a quê? A 1 com 23 zeros.

Então, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, dá para ter uma ideia. Isso é 10²³. Podemos, de alguma forma, escrever esse número como se multiplicássemos esse por 6. O que é 6? Se multiplicarmos 6 vezes 10²³, o que obtemos? Bom, teremos apenas um 6 com 23 zeros.

Temos um 6 e, em seguida, teremos 23 zeros. Vamos escrever isso, teremos 23 zeros assim. Tudo que eu fiz. Se pegarmos 6 vezes isso, sabemos como multiplicar, temos 6 vezes esse 1, e obtemos 6, e 6 vezes todos os zeros vão resultar em zero. Teremos 6 seguido por 23 zeros.

  1. Isso é bastante útil, mas ainda não escrevemos esse número.
  2. Quer dizer, ele tinha uns 2 aqui.
  3. Como podemos fazer um pouco melhor? E se escrevêssemos como um decimal? Esse número aqui é idêntico a esse número, se os 2 fossem zero.
  4. Mas se quisermos colocar esses 2 aqui, o que podemos fazer? Poderíamos colocar alguns decimais aqui.

Poderíamos dizer que é o mesmo que 6,022 vezes 10²³. Agora, esse número é idêntico a esse número, mas na maneira de escrever é muito mais simples. Podemos verificar. Vai demorar bastante. Talvez a gente devesse começar com um número menor. Mas se multiplicar 6,022 vezes 10²³, vai obter esse número aqui.

Vai obter o número de Avogadro. Número de Avogadro. Apesar disso ser complicado, ou parecer pouco intuitivo no começo, isso é apenas um número escrito por extenso. Ele tem uma multiplicação e um 10¹. Você pode dizer: “Isso não é simples”, mas, na verdade, é, porque imediatamente sabemos quantos zeros há.

E é, obviamente, uma maneira muito mais curta de escrever esse número. Vamos fazer mais alguns. Eu comecei com o número de Avogadro, porque mostra verdadeiramente a necessidade da notação científica para que não tenhamos que escrever números assim várias vezes.

  1. Vamos fazer outros.
  2. Vamos apenas escrever os números em notação científica.
  3. Digamos que tem um número que seja o número 7.345, quero escrevê-lo em notação científica.
  4. Acho que a melhor maneira de pensar nisso é: 7.000 e 345.
  5. Como representar o 1.000? Bom, 10³ é 1.000.
  6. A gente sabe que 10³ é igual a 1.000.

Essencialmente, a maior potência de 10 que couber aqui é 7.000. Então, isso são 7.000. Em seguida, 0,3 vezes 1.000, 0,04 vezes 1.000. Não sei se isso ajuda. Podemos escrever isso como 7,345 vezes 10³, porque serão 7.000 + 0,3 vezes 1.000. Quanto é 0,3 vezes 1.000? 0,3 vezes 1.000 é 300.

Quanto é 0,04 vezes 1.000? É 40. Quanto é 0,005 vezes 1.000? É 5.7,345 vezes 1.000 é igual a 7.345. Vamos multiplicar, só para deixar claro. Se eu multiplicar 7,345 vezes 1.000, o jeito que eu faço, ignoro o “0”, só multiplico o 1 vezes esse número aqui, então temos 7, 3, 4, 5, e temos 3 zeros aqui, então os coloco no fim.

Tenho 3 casas decimais, 1, 2, 3.1, 2, 3, coloco o decimal aqui. E, está aí! 7,345 vezes 1.000 é mesmo 7.345. Vamos fazer mais alguns. Digamos que a gente queira escrever o número 6 em notação científica. Obviamente, não é necessário escrever em notação científica.

  • Mas como você faria? Qual a maior potência de 10, que cabe em 6? A maior potência de 10 que cabe em 6 é apenas 1.
  • Pode escrever como algo vezes 10⁰, que é apenas 1.
  • Certo? É apenas 1.6 é o que vezes 1? Bom, apenas 6.6 é igual a 6 vezes 10⁰.
  • Na verdade, não é necessário escrever assim, isso é muito mais simples.

Agora, e se quiséssemos representar algo assim? Comecei o vídeo dizendo: “ciência, você lida com números muito grandes e muito pequenos”. Digamos que tem um número. Vou fazer dessa cor. Digamos que temos o número 1. E temos 1, 2, 3, 4, e depois, digamos, 5 zeros, e temos seguido por um 7.

De novo, não é fácil lidar com esse número. Qual é a maior potência de 10 que cabe nesse número? Pela qual esse número é divisível? Vamos pensar. E todas as potências de 10 que fizemos antes eram positivas, ou seriam, sim, potências positivas de 10. Também poderíamos considerar potências negativas de 10.

Sabemos que 10⁰ é 1. Vamos começar por aqui.10⁻¹ é igual a 1/10, que é igual a 0,1. Vou mudar de cor. Vou fazer de rosa.10⁻² é igual a 1 sobre 10², que é igual a 1/100, que é igual a 0,01. Acho que entendeu a ideia. Deixa eu fazer só mais um para você entender bem.10⁻³ é igual a 1 sobre 10³, que é igual a 1/1000, que é igual a 0,001.

O padrão geral aqui é que 10 elevado a qualquer potência negativa é o número de casas decimais que teremos depois da vírgula. Aqui, não é o número de zeros. Aqui, 10⁻³, só temos 2 zeros, mas temos 3 casas decimais depois da vírgula. Qual é a maior potência de 10 que cabe nisso? Quantas casas decimais tenho depois da vírgula? Eu tenho 1, 2, 3, 4, 5, 6.10⁻⁶ é igual à vírgula.

Teremos 6 casas decimais depois da vírgula. O último ponto vai ser. ou a última casa vai ser 1. Então teremos 5 zeros e um 1. Isso é 10⁻⁶. Agora, esse número aqui é 7 vezes esse outro, certo? Se multiplicarmos isso vezes 7, obtemos 7 vezes 1, e em seguida temos 1, 2, 3, 4, 5, 6 números depois da vírgula.1, 2, 3, 4, 5 e 6.

Esse número vezes 7 é claramente igual ao número com o qual começamos. Podemos reescrever esse número. Podemos reescrever, em vez de escrever esse número todas as vezes. Podemos escrever como sendo igual a esse número. Ou podemos escrever como 7, é igual a 7 vezes esse número. Mas esse número não é melhor que esse outro.

Mas esse número é o mesmo que 10⁻⁶.7 vezes 10⁻⁶. Agora, pode imaginar. Bom, números como. imagine o número. e se tivéssemos um 7. Deixa eu pensar, se tivéssemos um 7 e um 3 bem aqui. O que podemos fazer? Bom, vamos para o primeiro dígito aqui. Porque essa é a maior potência de 10 que temos, que cabe nesse termo aqui.

  • Se quisermos representar isso.
  • Deixa eu escrever.
  • Vou fazer outro decimal parecido com aquele.
  • Vejamos, eu escrevi 0,0000516, quero representar isso em notação científica.
  • Vou para o primeiro dígito zero.
  • O primeiro que não é zero, não o primeiro zero, que está aqui. E ok.
  • Qual é a maior potência de 10 que cabe aqui? Será 1, 2, 3, 4, 5.

Será igual a 5,16. Então, eu pego o 5 aqui e todo o resto vai ficar depois da vírgula, vezes 10. Então essa é a maior potência de 10, que cabe neste primeiro número diferente de zero, é 1, 2, 3, 4, 5, 10⁻⁵. Vamos fazer outro exemplo. O que queria demonstrar era.

Vamos para o primeiro, vamos para o primeiro, começando da esquerda, o primeiro número diferente de zero. É a partir deles que se obtêm a potência. Foi daí que eu tirei meu 10⁻⁵, porque contei 1, 2, 3, 4, 5. Temos que contar esse número, como fizemos aqui. Todo o resto fica atrás da vírgula. Vamos fazer outro exemplo.

Se tivermos. E minha esposa sempre diz que tenho que escrever um zero na frente da vírgula, porque ela é médica, e se alguém não ver a vírgula, alguém pode ter uma overdose de remédios. Vamos escrever do jeito dela.0,0000000008192. Claramente, esse é um número bem desajeitado, não é? E sabe que pode esquecer de um zero, ou colocar demais, o que pode ser caro, se estiver fazendo uma pesquisa científica importante.

  1. Ou talvez, eu não iria prescrever remédios em uma dose tão pequena.
  2. Ou talvez, iria.
  3. Não quero entrar nesse papo.
  4. Mas como escreveria em notação científica? Começa no primeiro número diferente de zero.
  5. Se for começar da esquerda, será 8,192, eu coloquei a vírgula e escrevi 0,192 vezes 10 elevado a quanto? 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, tenho que incluir esse número, 10⁻¹⁰.

Acho que vai achar razoavelmente satisfatório que esse número é mais fácil de escrever que esse outro número. Agora, e essa é outra característica poderosa da notação científica. Digamos que temos esses dois números e queremos multiplicá-los, digamos que queira multiplicar o número por 0,005 vezes o número 0,0008.

Essa é uma multiplicação bem direta. Mas algumas vezes pode ficar meio estranho, especialmente, se estivermos lidando com 20 ou 30 zeros dos dois lados da vírgula. Vou colocar um zero aqui, para deixar minha mulher feliz. Ao fazer na notação científica, na verdade, fica mais simples. Esse termo pode ser reescrito como 5 vezes 10 elevado a quanto? Tenho 1, 2, 3 espaços depois da vírgula, 10³.

E isso é um 8, então temos vezes 8 vezes 10 elevado. desculpa, isso é 5 vezes 10⁻³. Isso é muito importante.5 vezes 10³ seria 5.000. Toma cuidado com isso. Esse termo igual a quê? Esse é 1, 2, 3, 4 casas depois da vírgula. Então, temos 8 vezes 10⁻⁴. Se multiplicarmos números, ou seja, se multiplicarmos esses dois termos é o mesmo que 5 vezes 10⁻³ vezes 8 vezes 10⁻⁴.

Não há nada de especial a respeito da notação científica. Significa, literalmente, o que está dizendo. Para a multiplicação, a gente pode escrever assim. E na multiplicação, a ordem dos fatores não importa. Então posso reescrever como 5 vezes 8 vezes 10⁻³ vezes 10⁻⁴. E quanto é 5 vezes 8? Sabemos que é 40.

Temos 40 vezes 10⁻³ vezes 10⁻⁴. E sabendo as regras dos expoentes, sabemos que, quando multiplicamos 2 números que têm a mesma base, podemos somar seus expoentes. A gente pode somar o – 3 e o – 4, fica igual a vezes 10⁻⁷. Vamos a outro exemplo. Digamos que temos que multiplicar o número de Avogadro.

  1. A gente sabe que é 6,022 vezes 10²³.
  2. Digamos que vamos multiplicar esse número por um número bem pequeno.
  3. Digamos que é 7,23 vezes 10⁻²².
  4. Esse é um número bem pequeno.
  5. Teremos uma vírgula, e em seguida teremos 21 zeros, e depois teremos um 7, um 2 e um 3.
  6. É um número bem pequeno.
  7. Mas, na multiplicação, quando fazemos na notação científica adequadamente 6,022 vezes 10²³ vezes 7,23 vezes 10⁻²², podemos trocar a ordem.

Então fica igual a 6,022 vezes 7,23, isso é uma parte. Então podemos fazer desta a primeira parte da notação científica, vezes 10²³ vezes 10⁻²². E agora, teremos que fazer um pouco de multiplicação decimal aqui. Vai ser um número.40 e poucos, se não me engano, não consigo fazer assim de cabeça.

  • Aqui, teremos isso vezes 10²³ vezes 10⁻²².
  • Basta somar os expoentes.
  • Temos 10¹, e esse número, qualquer que seja, vou deixar aqui, porque não tenho uma calculadora.7,23, vamos ver quanto vai ser.7,2, vejamos.0,2 vezes.
  • Isso é 1/5, vai ser 41 e alguma coisa.
  • Então, isso é aproximadamente 41 vezes 10¹.

Ou de outra maneira, é, aproximadamente, um pouco mais que 410. E, para ter um número exato, na verdade, temos que fazer essa multiplicação. Espero que vejam que a notação científica é muito útil para números muito grandes e muito pequenos, não somente é mais útil para entender os números e para escrevê-los, mas também para simplificar as operações entre os números.

Qual o tamanho de um átomo em notação científica?

C) O diâmetro de um átomo é da ordem de 1 nanômetro, ou seja, 0,0000000001.

Como saber a ordem de grandeza?

O que é ordem de grandeza? – A ordem de grandeza de um número é a potência de dez mais próxima desse valor. Para facilitar na hora de ver a ordem de grandeza, comumente colocamos o número em notação científica. Um exemplo é o número 27.000, que em notação científica fica na forma de 2,7.104, ou seja, sua ordem de grandeza é de 104.

Como calcular notação decimal?

7.3 Dividindo por uma potência de 10 – Para dividir um número decimal por 10, 100, 1000, etc, basta deslocar a vírgula para a esquerda 1, 2, 3, etc casas decimais. Por exemplo:

  1. \(247,5 ÷ 10 = 24,75\)
  2. \(247,5 ÷ 100 = 2,475\)
  3. \(247,5 ÷ 1000 = 0,2475\)

Quanto vale o número binário 101 em decimal?

Assim por exemplo o número binário 101 equivale ao número 5 no sistema decimal.

Como se escreve dez em notação científica?

Para escrever um número em notação científica devemos obedecer ao seguinte formato: A x 10B onde A deve ser um número que esteja entre 1 e 9, ou seja, deve ser maior ou igual a 1 e menor que 10 e B o número de zeros (ou casas decimais se o expoente for negativo) do número.

Como deslocar a vírgula em notação científica?

Mudança de posição da vírgula na notação científica Utilizamos a notação científica para expressar números muito pequenos, como 0,0000000003, ou muito grandes, como 123.500.000.000. A sua representação é dada em relação à base 10, isto é:

  • a,10 b
  • a = coeficiente 10 = base b = expoente
  • Para representar um número em notação científica, devemos escrevê-lo como produto. Veja:

2,3,10 +2 4,567,10 +3 394,56,10 -4 0,23563,10 -5 Observe que os expoentes da base 10 podem ser negativos ou positivos. O que determina esse fator é o deslocamento da vírgula. Para compreender isso melhor, entenda as duas regras a seguir: Primeira Regra: O expoente de base 10 será positivo quando deslocarmos a vírgula para a esquerda.

  1. → Número : 23458
  2. → A vírgula está depois do algarismo oito: 23458,
  3. → Deslocaremos a vírgula quatro casas à esquerda:

2345,8 234,58 23,458 2,3458 A vírgula foi deslocada 4 casas para a esquerda, logo, devemos multiplicar o número 2,3458 por um valor com base 10, que será: 10000 = 10 +4, Cada zero dos 10000 representa uma casa no deslocamento. Como o deslocamento foi para a esquerda, o expoente da base 10 é positivo.

  • O número 23458 em notação científica: 2,3458,10000 = 2,3458,10 +4 Segunda Regra: O expoente de base 10 será negativo quando deslocarmos a vírgula para a direita.
  • Nesse caso, devemos subtrair a quantidade de casas deslocadas no expoente de base 10.
  • Número : 0,0014 → Deslocaremos a vírgula 3 casas à direita: 00,014 000,14 0001,4 A vírgula foi deslocada três casas para a direita, logo, devemos multiplicar o número 1,4 por um valor com base 10, que será 1/1000 = 10 -3,

Cada zero representa uma casa no deslocamento. Como o deslocamento foi para a direita, o expoente da base 10 é negativo.

  • → O número 0,0014 escrito em notação científica: 1,4,10-3
  • Exemplos
  • Escreva os números abaixo como notação científica.
  • a) 0,00032
  • b) 53000
  • Solução:
  • a) 0,00032

A vírgula deve ser deslocada para a direita. Assim, o expoente da base 10 será negativo.00,0032 000,032 0000,32 00003,2

  1. Como deslocamos a vírgula 4 casas para a direita, representamos a notação científica da seguinte forma: 3,2,10 -4
  2. b) 53000

A vírgula deve ser deslocada 4 casas para a esquerda. Assim, o expoente de base 10 será positivo.5300,0 530,00 53,000 5,3000 Como deslocamos a vírgula 4 casas para a esquerda, representamos a notação científica da seguinte forma: 5,3,10 +4, : Mudança de posição da vírgula na notação científica

Como fazer o cálculo de potência?

Como calcular potência? – A potência pode ser calculada por meio da notação, isto é, multiplicar o número base por ele mesmo quantas vezes o expoente mandar. Assim, quando temos 5⁴, multiplicamos o cinco por ele mesmo quatro vezes seguida, totalizando 3125.

Como fazer potência de 10?

As potências de base 10 são formadas pelo algarismo 1 seguido de zeros da quantidade do número do expoente. Se quisermos representar a potência de 10 25, teremos o número 1 seguido de vinte e cinco zeros. Portanto, a potência 10 n é formada pelo algarismo 1 seguido de n-vezes o algarismo 0.