Calculadora Do Simples Nacional?

Calculadora Do Simples Nacional

Como simular imposto do Simples Nacional?

Suponha que o faturamento do mês seja de R$ 30 mil. A alíquota para esse exemplo é de 7,30%, com valor a deduzir de R$ 5.940,00. Aplicando a fórmula / RBT12, temos / 340.000,00 = 5,55%. Portanto, a alíquota efetiva a ser cobrada é de 5,55%.

Como calcular o Simples Nacional 2023?

Como é feito o cálculo do Simples Nacional? – Como dissemos, o DAS para empreendedores MEI é fixo para cada atividade, mas os cálculos do DAS para ME e EPP variam de acordo com as atividades, divididas em cada um dos 5 anexos acima. Portanto, para calcular o Simples Nacional, é preciso aplicar as informações da tabela da atividade de sua empresa e fazer os passos:

some todos os faturamentos nos últimos 12 meses para descobrir sua receita bruta;

verifique na tabela do anexo ao qual a sua atividade está sujeita qual a faixa de faturamento relativa à sua receita bruta;

confira na tabela a alíquota para a sua faixa de faturamento e valor a deduzir;

faça o cálculo da alíquota efetiva (a porcentagem que de fato vai pagar de imposto) seguindo a seguinte fórmula:

(receita bruta 12 meses x alíquota – valor a deduzir) ÷ receita bruta 12 meses;

agora, basta multiplicar a receita bruta pela alíquota efetiva encontrada e você terá o valor do seu DAS.

Para facilitar, veja o exemplo de cálculo para uma empresa do setor de comércio, cuja receita bruta nos últimos 12 meses foi de R$ 200.000 — ou seja, utilizaremos os valores da tabela do anexo I e da segunda faixa de faturamento. O cálculo fica assim: (receita bruta 12 meses x alíquota – valor a deduzir) ÷ receita bruta 12 meses (200.000 x 4% – 5.940) ÷ 200.000 = 0,0103 ou 1,03% 🠔 alíquota efetiva receita bruta 12 meses x alíquota efetiva = imposto devido no DAS 200.000 x 1,03% = R$ 2.060

You might be interested:  Calcular Tempo De Contribuição?

Qual o valor do imposto do Simples Nacional?

Simples Nacional – O Simples Nacional é um regime tributário simplificado exclusivo para as pequenas empresas, especialmente as MEs e EPPs, que faturam até 4,8 milhões anuais. O valor de impostos no Simples Nacional é de 9,3% do faturamento. Ao optar pelo Simples Nacional, a microempresa paga todos os impostos em uma única guia (), com alíquotas adequadas ao seu faturamento e segmento.

Como calcular o valor do imposto?

Como é calculado o imposto por dentro? – O cálculo de impostos “por dentro” pode parecer um pouco complicado à primeira vista, mas a lógica é bem direta. A fórmula geral para o cálculo é:

Preço da operação / (1 – alíquota)

Vamos usar um exemplo para ilustrar isso. Suponha que você tenha um produto que custa R$100,00, e sobre esse produto incide um imposto com alíquota de 20%. Usando a fórmula acima, teremos:

Preço da operação = R$100,00 / (1 – 0,20) Preço da operação = R$ 100 / 0,8 Preço da operação = R$ 125,00

O valor do imposto será então R$ 25. Inclusive, se você pegar o valor de R$ 125,00 multiplicar por 20%, teria o valor de R$ 25 que é exatamente o valor do imposto. Portanto, o cálculo de impostos “por dentro” é uma prática bastante comum, mas que requer um pouco de atenção e compreensão para saber exatamente quanto está sendo pago em impostos. Leia também:

Sistema de emissão de notas fiscais: como escolher o melhor? Como consultar a disponibilidade da Sefaz para NF-e?

Qual a tabela do Simples Nacional 2023?

ANEXO 3 – Tabela Simples Nacional 2023 – Serviços

Faixa Alíquota Receita Bruta em 12 Meses (em R$)
1a Faixa 6,00% Até 180.000,00
2a Faixa 11,20% De 180.000,01 a 360.000,00
3a Faixa 13,50% De 360.000,01 a 720.000,00
4a Faixa 16,00% De 720.000,01 a 1.800.000,00

Como fazer o cálculo do RBT12?

Como calcular a RBT12 no Simples Nacional? – A RBT12, sigla para identificar a Receita Bruta Acumulada dos últimos 12 meses de uma empresa, refere-se ao faturamento de um negócio no seu último ano de atividade. O cálculo da RBT12 é bastante simples, basta somar todo o faturamento bruto obtido nos últimos 12 meses, relativos à venda de produtos e/ou prestação de serviços.

Como calcular RBT12 no primeiro mês?

O que é o RBT12? Receita Bruta Acumulada nos 12 meses Reconhecido com o selo RA1000 por excelência no atendimento. Qipu é a Melhor Contabilidade Online do Brasil, O RBT12 compõe a maneira de calcular o imposto que deve ser pago por quem é e. Ele nada mais é do que a receita bruta acumulada por você nos últimos doze meses.

  • Se sua empresa ainda não tem doze meses de atividade para saber o valor do RBT12 deve ser feita uma projeção a partir da receita bruta do primeiro mês.
  • Ou seja, se você teve R$ 1.000 como seu primeiro faturamento, a projeção fica definida para R$ 1.000 x 12 meses = R$ 12.000.
  • Para calcular o a ser pago pelas MEs e EPPs, é preciso descobrir primeiro qual será a sua alíquota efetiva.
You might be interested:  Formula Para Calcular Porcentagem De Faltas?

E para descobrir a alíquota efetiva, é preciso fazer um outro cálculo. Nesse segundo cálculo serão considerados o RBT12, a alíquota da tabela do Simples Nacional e o valor a ser deduzido, que também está na tabela do Simples.

Vale lembrar que o cálculo deverá ser feito todos os meses, já que o RBT12 diz respeito aos últimos 12 meses de atividade, e não ao último ano.A fórmula para descobrir sua alíquota efetiva é: / RBT12

RBT12: Receita bruta acumulada nos 12 meses anteriores; ALIQ: Alíquota do Anexo em que você está inserido; PD: Parcela a deduzir (ela está na Tabela de Anexos do Simples).

BAIXE GRÁTIS O APLICATIVO | Ou acesse a Escaneine o QR Code com seu dispositivo Android ou IOS : O que é o RBT12? Receita Bruta Acumulada nos 12 meses

O que é a base de cálculo?

Base de cálculo é a grandeza econômica onde se aplica a alíquota para calcular a quantia de imposto a ser pago.

O que entra na base de cálculo do ICMS?

A base de cálculo do ICMS é o montante da operação, incluindo o frete e despesas acessórias cobradas do adquirente/consumidor.

Como é feito o pagamento do Simples Nacional?

Para pagar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) você deve proceder como qualquer outro boleto bancário: após emitir o documento no PGDAS é possível utilizar o código de barras e fazer a quitação online, nos caixas eletrônicos do seu banco ou mesmo em lotéricas.

  • Para gerar o DAS de cada mês, você deve utilizar o Programa Gerador de DAS (PGDAS).
  • Nesse sistema online você acessa com seu CNPJ e senha e pode emitir as guias de pagamento de impostos referentes aos meses em que ainda não fez a quitação, bem como pode verificar quais meses constam como pagos corretamente.
You might be interested:  Calcular Creatina Por Peso?

Ao emitir guias em atraso, o Programa já irá adicionar a multa que incide sobre o tempo de atraso do pagamento. Quando você abrir uma empresa pelo Simples Nacional, precisará contratar um serviço de contabilidade para lhe assessorar no negócio: fale com a Contabilizei no início do processo de abertura e já encaminhe sua documentação no melhor formato para o seu tipo de negócio.

Como reduzir a alíquota do Simples Nacional?

2 – ICMS ST no SIMPLES Nacional – Uma alternativa para reduzir o imposto em empresa do Simples Nacional é por meio dos itens que possuem o ICMS ST na entrada. ICMS ST é quando um produto tem o imposto recolhido antecipadamente pela indústria e não deve ser pago no SIMPLES.

Como é feito o cálculo do fator R?

Como faço o cálculo do fator R? – Para calcular o fator R, é preciso somar a folha de pagamento dos últimos 12 meses, e dividir pela receita bruta desse período. Os meses de apuração a se considerar, são os últimos 12 meses anteriores ao cálculo, e para não haver erros, é indispensável que um contador realize a computação das informações.

De maneira simplificada, se o resultado da divisão entre faturamento e folha de pagamento dos meses for igual ou superior a 28%, o imposto está inserido no anexo III, Já se o resultado for inferior aos 28% ele pertencerá ao anexo V, Os valores são os com gastos em folha de pagamento, pró-labore, salários, impostos, e a receita bruta da empresa, sem levar em consideração outras deduções.

Todos os valores são convertidos em porcentagem relativos ao fator R. Fator R = Total dos gastos com Folha de pagamento dos últimos 12 meses / Receita bruta acumulada dos últimos 12 meses. Um bom exemplo é, se uma empresa teve faturamento bruto de R$30.000,00 no mês de novembro deste ano, e acumulou R$360.000,00 nos últimos 12 meses e sua folha de pagamento desse mês de referência, foi R$15.000, 00.

O acumulado de folha de pagamento nos 12 meses foi de R$180.000,00, então, para o cálculo do Fator R, vamos fazer dessa forma: R$ 180.000,00/R$360.000,00 0,50 * 100 Fator R = 50% Portanto, nesse exemplo, como o resultado foi superior a 28%, o imposto da empresa de exemplo está inserido no anexo III,

Inscreva-se no canal para mais conteúdos sobre Contabilidade e Empreendedorismo!