Calcular Gravidez Pelo Dia Da Relação?

Como calcular o tempo de gravidez pelo dia da relação?

Com quantas semanas de gravidez estou? – Uma das suas primeiras perguntas depois de descobrir que engravidou provavelmente será “Como calcular com quantas semanas estou?” Curiosamente, há duas maneiras de medir a idade do bebê durante a gravidez: a idade gestacional e a idade fetal.

Porém, profissionais de saúde geralmente usam somente a idade gestacional por ser considerada mais precisa. Falaremos mais sobre isso abaixo, mas saber o tempo de gravidez ajuda a ter uma ideia mais clara do dia previsto para o nascimento. Este é outro nome para a data provável do parto (DPP), ou seja, é o período mais favorável para o início do trabalho de parto.

Porém, como explicaremos abaixo, essa data é apenas uma estimativa, portanto você pode se preparar para dar à luz a qualquer momento nas duas semanas antes e depois da data provável do parto.

Com quantas semanas estou de gravidez? Idade gestacional

Para acompanhar a gestação e calcular a data provável do parto, os médicos usam a idade gestacional. A gestação é o tempo de gravidez em semanas e a idade gestacional é contada a partir do último período menstrual até a data atual. Ou seja, é o número de semanas desde o primeiro dia da última menstruação até agora.

Com quantas semanas estou de gravidez? Idade fetal

O outro método de medida é a idade fetal. Enquanto a idade gestacional mede o tempo de gestação em semanas, a idade fetal é a idade real do bebê em crescimento. Para fazer esse cálculo, conte o tempo transcorrido em semanas desde a data da concepção (cerca de duas semanas depois da DUM em um ciclo de 28 dias, mas isso varia dependendo da duração do ciclo) até a data atual.

Como contar a gravidez após relação?

Como usar uma calculadora de gravidez – Como dissemos, a calculadora de gravidez vai levar em conta como início da gestação o primeiro dia da última menstruação, mesmo que a data não seja exata. A partir dessa data, contamos os meses a cada 30 dias ou de quatro em quatro semanas para fechar um mês de gestação.

A partir disso, normalmente a gestação poderá ser de 39, 40 ou 41 semanas, considerando que o bebê nasça a termo, no tempo certo. Ou seja, não seja prematuro. Ao fechar 12 semanas, encerra-se o terceiro mês (primeiro trimestre) e entra-se no quarto mês, iniciando o segundo trimestre, e assim por diante até chegar ao terceiro trimestre (9 meses).

Na verdade, a calculadora gestacional é útil por conta da contagem ser por semanas e não por meses. Afinal, alguns meses possuem 31 dias, fazendo diferença para o dia do parto.

  • Por isso que o mais correto para se estimar um dia mais exato para o parto é contar por semanas, a cada aniversário da semana.
  • No entanto, em caso de ciclos desregulados ou ovulação tardia, a calculadora de gravidez é menos eficiente, por isso é sempre bom contar com a ajuda do ultrassom durante o pré natal.
  • Além disso, casos em que a gravidez foi descoberta mais tarde também podem ser mais difíceis de serem calculados.

Há calculadoras gestacionais que também mostram o signo o bebê, quando ele já poderá ser sentido na barriga e quando os trimestres de gestação se fecham ou que já fecharam. Ela pode ser utilizada a qualquer momento durante a gestação ou até antes da gravidez para fins de planejamento.

Como calcular dia gravidez?

Em geral o cálculo da idade gestacional é baseado na data da última menstruação, conhecida como DUM. Neste caso, é muito simples. Verifica-se a quantidade de dias que se passaram da DUM até o dia do cálculo e divide-se por 7.

Quando se dá a concepção?

A origem da vida inicia-se pela união de um óvulo da mãe a um espermatozóide do pai. Dois dias e meio depois, o óvulo fecundado já se subdivide em várias células microscópicas. Para as mulheres com ciclos de 28 dias, a ovulação acontece por volta do 14º dia do ciclo.

  • Esse é um bom período para engravidar.
  • Faça uma dieta rica em frutas e vegetais; pratique exercícios regularmente; inicie um suplemento de ácido fólico, principalmente, se você era usuária de pílulas anticoncepcionais.
  • O folato (ácido fólico ou folacina) é uma vitamina hidrossolúvel do complexo B.
  • Suas principais fontes dietéticas são os vários tipos de feijão, vegetais de folha, fígado de galinha, fígado de gado, espinafre, brócolis e cereais.
You might be interested:  Como Calcular A Area Do Trapezio?

Pare de fumar, tomar bebidas alcoólicas e usar medicações sem prescrição médica. Fique longe de substâncias tóxicas e descanse bastante. A partir do momento da ovulação, na segunda semana após o início da menstruação, o útero sofre profundas modificações para receber o futuro embrião em desenvolvimento.

  1. Seu revestimento interno (o endométrio) torna-se espessado e ricamente vascularizado, sob a ação dos hormônios produzidos pelos ovários.
  2. O óvulo já está quase pronto para abandonar o ovário e seguir pela trompa ao encontro dos espermatozóides; o tão esperado momento da fecundação.
  3. Muito raramente, o ovário pode liberar dois óvulos.

Mais raramente ainda, três. Muito mais raramente ainda, quatro. Ou seja: nestes casos podem estar vindo dois, três ou quatro herdeiros ao mesmo tempo. A gravidez de trigêmeos tem uma chance natural de acontecer de cerca de 1/6.400 gestações; quadrigêmeos naturais são muito mais raros ainda, cerca de 1/512.000 gestações.

  1. Há poucos registros de gestações quíntuplas, sextuplas e séptuplas, que aconteceram de forma natural.
  2. No entanto, após o aparecimento dos tratamentos de indução da ovulação e da FIV, esse número já não é tão raro assim.
  3. Cerca de 2/3 dos trigêmeos nascidos atualmente, advêm dessas formas de tratamento para a infertilidade.

CONSELHO PARA O PAPAI Entre os dias 12 e 16 do ciclo (para mulheres com ciclo regular de 28 dias) você já deve saber o que fazer. É claro que nesse momento esperamos que você realmente saiba como fazer!!! Também não é nosso objetivo ensinar isso agora.

Apesar dessa ser a melhor parte da sua atuação na gravidez, é importante lembrar que ela não termina aqui. Ainda tem muito chão pela frente. No início da terceira semana após o início da menstruação acontece a concepção. Os espermatozóides encontram-se com o óvulo na trompa e o milagre da vida começa. É um processo que leva cerca de 24 horas.

Um espermatozóide pode sobreviver mais de 48 horas no canal genital feminino. Dessa forma ele tem tempo suficiente para transitar pelos órgãos genitais internos da mulher, movendo-se através do canal vaginal, cérvix, útero e trompas de Falópio. Para fazer esse caminho, eles gastam cerca de 10 horas.

  • Dos 300 milhões de espermatozóides depositados na vagina após a ejaculação (quantidade suficiente para engravidar um número de mulheres igual a 2 vezes a população do Brasil – não diga isto a ninguém) apenas cerca de 100 a 300 mil atingem as trompas.
  • Apesar de vários espermatozóides penetrarem o revestimento externo do óvulo, apenas um irá fertilizá-lo.

Essa passagem pelo revestimento do óvulo leva cerca de 20 minutos. No centro do óvulo, os cromossomos da mãe e do pai se aproximam e milhares de informações genéticas se juntam para formar os cromossomos de seu bebê. A fusão dos núcleos do espermatozóide e do óvulo marca a formação do zigoto e o fim da fecundação.

  • Já é possível observar os núcleos masculino e feminino, ao microscópio, 18 horas após a concepção.
  • É nesse momento que o sexo de seu filho é determinado, graças ao cromossomo sexual do esperma do papai (X ou Y).
  • Portanto, se você não gostar do sexo de seu bebê, você já sabe o endereço do departamento de reclamações: o seu marido – ele é o responsável.

MÚLTIPLOS Se dois óvulos são liberados pelos ovários e são fecundados por dois espermatozóides diferentes, serão gerados gêmeos fraternos (dizigóticos). Os gêmeos fraternos podem ser do mesmo sexo ou de sexos diferentes e vão ser tão parecidos ou diferentes quanto quaisquer irmãos não gêmeos.

Se um óvulo é fecundado e depois se divide em dois, serão gerados os gêmeos idênticos. Os gêmeos idênticos possuem o mesmo conjunto de cromossomos, por isso terão o mesmo sexo, mesma cor de cabelos e olhos, mesmo tipo de sangue, etc. A incidência natural de gêmeos é cerca de 1/80 gestações. Somente 1/3 dos gêmeos são idênticos (monozigóticos).

Em caso de trigêmeos, quadrigêmeos, etc. qualquer combinação é possível. Três (ou quatro ou mais) óvulos podem ser fertilizados, gerando trigêmeos ou quádruplos fraternos, etc. Um óvulo fertilizado pode se dividir em triplos idênticos e assim por diante.

Nesta semana o embrião em desenvolvimento está caminhando pela trompa em direção ao útero. O zigoto começa a se dividir formando 2, 4, 8, 16 e várias células agrupadas de forma esférica. Durante essas divisões passaram-se o 2º, 3º, 4º e 5º dias após a concepção. No final desta semana ou no início da próxima vai começar o processo do embrião se ligar ao revestimento uterino (implantação), e nesse momento ele recebe o nome de blastocisto.

Durante a implantação do blastocisto no útero pode haver um pequeno sangramento vaginal. Não se alarme, isso é normal. No entanto, a grande maioria das mulheres não percebe que a implantação está começando. No final da quarta semana as células do zigoto se multiplicam enquanto ele caminha pela trompa, dando origem a uma minúscula estrutura (cerca de 0,2 mm de diâmetro – 5 vezes menor que a cabeça de um alfinete) que consiste de várias células agregadas em torno de uma pequena cavidade cística (bolha de água) denominada blastocisto.

  • Assim que o blastocisto adentra a cavidade uterina inicia-se a fase de implantação, ou seja, o futuro bebê vai procurar o melhor lugar do revestimento uterino para se instalar.
  • O blastocisto não anda com pá, mas é capaz de cavar o revestimento uterino.
  • O sítio ideal de implantação se situa na parede posterior do corpo uterino na direção da coluna da mãe.
You might be interested:  Calcular Média No Excel?

Essas células dividem-se em dois grupos – um para formar a placenta e outro para formar o bebê. No final desta semana deveria vir a menstruação, mas se você engravidou, logicamente, ela não aparecerá. Alguns dos primeiros sintomas de gravidez são muito semelhantes aos que você costuma sentir no pré-menstrual: cansaço, sensibilidade mamária e alterações de humor.

Como fazer as contas da fecundação?

1. Como saber o dia exato que engravidei pela data da última menstruação (DUM) – Essa técnica leva o nome de DUM, pois leva em consideração a ” data da última menstruação “. Ao levar em conta o funcionamento do ciclo menstrual explicado acima, em geral, a concepção pode acontecer com cerca de 11 a 21 dias após o primeiro dia da menstruação.

Assim, se você sabe quando foi o primeiro dia da sua última menstruação, é possível estimar um período de 10 dias em que possa ter acontecido a concepção. Isto é, a fecundação do óvulo e, consequentemente a gravidez. Para isso, basta somar 11 e 21 dias à data do primeiro dia da última menstruação para ter uma data provável.

Por exemplo, se a última menstruação aconteceu no dia 2 de fevereiro, a concepção poderá ter acontecido entre os dias 13 a 23 de fevereiro. Assim, como pode-se perceber, não há uma data específica, mas uma probabilidade.

O que muda no corpo com 2 semanas de gravidez?

A futura Mamãe na 2ª Semana de Gravidez – Nesse momento o útero estará sofrendo profundas modificações para receber o futuro embrião em desenvolvimento. Ele está sendo preparado para abrigar o futuro bebê. O revestimento interno do útero (chamado de endométrio) torna-se espessado e ricamente vascularizado, sob a ação dos hormônios produzidos pelos ovários. O óvulo já está quase pronto para abandonar o ovário e seguir pela trompa ao encontro dos espermatozóides; o tão esperado momento da fecundação, Entre os dias 12 e 16 do ciclo (para mulheres com ciclo regular de 28 dias) você já deve saber o que fazer. Deixe a coisa acontecer, a natureza é sábia. Ovulação vista em exame de, O folículo ovariano (F) possui uma pequena área chamada stigma (S) aonde é possível ver um líquido viscoso que carrega o óvulo sendo liberado do ovário. Para mulheres com ciclos de duração diferente é um pouco diferente para saber o,

  1. A primeira metade do ciclo (antes da ovulação) pode variar de mulher para mulher.
  2. Entretanto a segunda metade é regular e tem cerca de 14 dias.
  3. Portanto se você menstrua a cada 35 dias, o seu período fértil será 35 menos 14, ou seja, 21 dias.
  4. Pra deixar a coisa bem fácil desenvolvemos uma que você poderá utilizar pra ajudar a saber a melhor data para engravidar.

Mulheres com irregularidade menstrual, quando é difícil determinar a duração do ciclo, não é possível prever quando vai ocorrer a ovulação. Eventualmente seu médico poderá solicitar exames para determinar o seu período fértil.

Como saber o dia que minha mãe engravidou de mim?

É possível saber o dia exato da fecundação? – Se sua dúvida é ” quando engravidei? ” saiba que não é possível dizer exatamente em que dia que ocorreu a fecundação. Isso acontece pois o é relativamente extenso. Como o espermatozóide pode sobreviver por até 5 dias, umas relação sexual 5 dias antes de ovular pode produzir uma gestação.

  • Já o óvulo é viável por cerca de 24 horas, então é possível engravidar até um dia depois da ovulação.
  • Além disso, as mulheres ovulam APROXIMADAMENTE 14 dias depois da menstruação, quando o ciclo é de 28 dias.
  • Se o ciclo for maior ou menos a ovulação poderá ocorrer antes ou depois.
  • Por isso é difícil dizer o dia exato da fecundação, mas é possível ter uma idéia.
You might be interested:  Calculadora Álcool Ou Gasolina?

Para ser o mais preciso possível, utilize na nossa calculado o mesmo método que o seu médico utiliza para calcular sua idade gestacional, seja a data da última menstruação, data provável do parto ou a idade gestacional estimada pelo seu primeiro exame de ultrassom.

Como saber se estou grávida após 3 dias da relação?

Primeiros dias de gravidez: quais são os sintomas do início da gestação – CURA Medicina Diagnóstica Você sabia que os primeiros sintomas da gravidez podem aparecer antes do atraso da menstruação? Mas é preciso ficar atenta, pois muitas vezes os sintomas passam despercebidos.

  • Estes começam a se manifestar logo nas primeiras semanas após a fecundação.
  • Identificando mais de um dos sintomas abaixo, realize um exame de sangue para medir o nível do hormônio Beta HCG.
  • Conheça alguns deles: Mamas sensíveis e inchadas – As alterações hormonais deste período estimulam as glândulas mamárias preparando a mulher para a amamentação, o que pode provocar dores e inchaço nos seios.

Também é possível observar a aréola ficar mais escura que o normal pelo aumento de fluxo sanguíneo na região. Alterações de humor – O desequilibro hormonal é responsável por uma montanha-russa de emoções durante a gestação. As mudanças físicas também ajudam nas alterações de humor.

  1. Pés inchados, dores na coluna e dor abdominal fazem qualquer humor subir e descer rapidamente.
  2. Cólica e inchaço abdominal – As intensas alterações pélvicas que acontecem provocam o inchaço abdominal.
  3. Desconforto abdominal pode ocorrer nos meses iniciais da gestação por conta do funcionamento mais lento do organismo.

A dor é semelhante à cólica menstrual e de fraca a média intensidade. Corrimento rosa – Esse é um indício característico do começo da gravidez. O corrimento cor-de-rosa é um vestígio de sangue causado pela entrada do espermatozoide no óvulo e pelo seu deslocamento até o útero.

Esse corrimento, geralmente, ocorre minutos após a relação ou até 3 dias depois do contato íntimo. Cravos, espinhas e pele oleosa – A gestante pode observar logo nas primeiras semanas um aumento da oleosidade da pele, o que pode ocasionar o surgimento ou piora de cravos e espinhas. Cansaço excessivo – As alterações hormonais e a diminuição da quantidade de açúcar no sangue provocam sensação de cansaço e sonolência durante o dia.

Estes sintomas podem ser percebidos logo no inicio da gravidez. Enjoos – Com a produção elevada de hormônio progesterona, a mulher pode sentir enjoos constantes, principalmente nas primeiras horas da manhã. As náuseas surgem após o 1° mês da gestação e pode persistir por toda a gravidez.

  1. Alteração no olfato e paladar – As gestantes podem sofrer mudanças no paladar.
  2. Desejos específicos e aversões alimentares são comuns durante o período.
  3. Aumento da frequência urinária – Há um aumento da frequência urinária após cerca de seis semanas da gravidez.
  4. O sintoma perdura até o final da gestação, já que o crescimento do feto comprime a bexiga, reduzindo sua capacidade de armazenamento e fazendo com que pequenos volumes desencadeiem a vontade de urinar.

Atraso menstrual – O atraso menstrual é o sinal clássico de gravidez. Porém, cerca de 1/3 das grávidas apresentam pequenos sangramentos que podem ser confundidos com menstruação. Algumas mulheres têm ciclos menstruais muito irregulares, portanto, é preciso ficar atenta à causa desse atraso.

Quantos dias o óvulo se implanta no útero?

Implantação: o que acontece após a fertilização do óvulo – Demora cerca de 6-12 dias para o óvulo fecundado viajar até o útero e se prender na parede do útero no processo conhecido como implantação (1,8). O óvulo é empurrado em direção ao útero pelos cílios (1).

Quanto tempo após a relação ocorre a nidação?

Quanto tempo após a relação sexual ocorre a nidação? – Com a fecundação do óvulo pelo espermatozoide, forma-se o zigoto; e com a divisão celular, o embrião. Essas etapas ocorrem nas primeiras horas após a relação sexual. Para que ocorra a nidação, são necessários entre 5 e 7 dias, a depender do ciclo de ovulação da mulher.