Calcular Margem De Contribuição?

Como calcular a margem de contribuição?

Sendo assim, calcule a receita total somando todas as vendas da empresa em um determinado período. Depois, calcule os custos e despesas e, em seguida, subtraia da receita total, o resultado será a margem de contribuição: Margem de contribuição = receita total – custos e despesas variáveis.

Como calcular MC margem de contribuição?

Margem de contribuição: o que é e como calculá-la no seu negócio Primeiramente, para iniciar, precisamos partir de um pressuposto: como está a saúde financeira do seu negócio? Está sendo possível atingir todas as metas propostas durante o ano? Caso a resposta seja não e está em busca de uma solução para aumentar o lucro, é importante conhecer a margem de contribuição do seu negócio! Neste artigo, abordaremos sobre a margem de contribuição e sobre as suas métricas e como utilizá-las na estratégia da sua empresa.

O que é margem de contribuição? Como calcula-la; A importância de calcular a margem de contribuição; Como otimizar a gestão do seu negócio.

De antemão, como uma das principais KPI’s financeiras, a margem de contribuição é um tipo de lucro obtido pela diferença entre a receita recebida na venda de um ou mais produtos e os respectivos custos e as despesas variáveis. Entenda agora essas definições e compreenda os objetivos da empresa.

Margem: Em primeiro lugar, a margem é o que protege os custos e despesas variáveis, em outras palavras, é todo o valor gasto com os produtos e serviços. Contribuição: Já neste caso, essa ação possui uma única responsabilidade – pagar os seus custos e despesas fixas para que seja possível gerar lucro para o caixa.

Ainda mais, a margem de contribuição é uma forma de visualização dos valores que “sobram” do seu preço de venda, após a subtração dos custos e despesas variáveis (como por exemplo a matéria-prima, custos de venda e as tributações) do serviço e/ou produto.

  1. O valor correspondente será o lucro total da venda e deve ser utilizado para a quitação de custos e despesas fixas.
  2. A princípio, a margem de contribuição é responsável pelo pagamento das obrigações mensais, além da geração de caixa para a loja.
  3. Para o cálculo, é utilizado a seguinte fórmula: Margem de contribuição (MC) = Preço das vendas (PV) – (Custos Variáveis (CV) + (DV) Despesas Variáveis).

Além disso, por meio dessa conta, são geradas informações sobre o lucro e o valor mínimo pelo qual um produto e/ou serviço pode ser vendido. Por isso, é importante compartilhar esses números com os funcionários da empresa, para que todos estejam cientes das informações, permitindo novas negociações e evitando prejuízos.

You might be interested:  Calcular Taxa De Juros Compostos?

Caso ainda esteja com dúvida, veja esse exemplo:Pense em suas contas pessoais, ou seja, calcularemos o quanto você recebe pelo seu trabalho e dividiremos entre as despesas variáveis daquele mês e, além disso, conta-se com uma margem para futuros imprevistos ou também para capitalizar seus recursos. Ainda assim, como dito no parágrafo acima, para realizar o cálculo da margem de contribuição, necessita-se a aplicação da fórmula: MC = PV – (CV + DV) Agora, iremos exemplificar de uma forma mais prática para que você possa entender melhor.

Digamos que na sua loja, você vende camisas esportivas e que cada camisa é vendida por R$70,00. Para a confecção das camisas, alguns custos são variáveis. Por não terem valores fixos, eles alteram de acordo com o valor da produção, ou seja, variam conforme com a quantidade de camisas produzidas.

Nesse sentido, os custos variáveis definissem como as despesas corporativas relacionadas à produção: matéria-prima, mão-de-obra temporária e energia elétrica. Nesse caso, os custos ficam em R$20,00. E nas despesas variáveis, são as despesas corporativas que possuem relação com a produção, como: fretes e entregas, impostos por vendas e salários de vendedores.

Nesse cálculo, os custos fecham em R$16,00. Mas, caso você não tenha custos ligados à produção, há também gastos fixos, como: aluguel, impostos, conta de internet, equipe fixa, entre outros. Vamos supor que na sua empresa de camisas esportivas, todos esses custos e despesas fixas somam o valor de R$20,00.

  1. Sendo assim, a produção necessita de realizar o pagamento e é a partir desse ponto que entra a margem de contribuição.
  2. MC = 70 – (20 + 16) = 34.
  3. Portanto, neste caso, o valor de R$34,00 é a margem de contribuição unitária de cada camisa esportiva.
  4. Por meio desse cálculo, a sua empresa saberá quantas camisas são necessárias para vender para que seja possível o pagamento de todas as contas.

No caso do exemplo acima, temos o valor de R$20.000. Conseguiu compreender? Dessa forma, a primeira função da margem de contribuição é te ajudar a precificar os seus produtos e/ou serviços corretamente e garantir que não ocorra nenhum prejuízo. Ainda mais, ela também pode ser uma auxiliadora para a definição de insights dos seus recursos de maneira mais apropriada.

Assim, você conseguirá pensar, de forma mais ampla, sobre as estratégias de marketing e vendas. E, para que você também consiga controlar toda a gestão da sua empresa, a GestãoClick é um software ideal que te ajuda a controlar todas as áreas importantes da sua empresa. Ele engloba desde o controle de vendas, gestão financeira, controle de estoque, emissão de notas fiscais e boletos.

You might be interested:  Planilha Para Calcular Revisão Fgts Grátis?

E muito mais! Comece agora o e conheça todas as nossas soluções disponíveis para você! QUER VENDER MAIS NA BLACK FRIDAY? O GestãoClick ajuda você a impulsionar seus resultados! : Margem de contribuição: o que é e como calculá-la no seu negócio

Qual o valor da margem de contribuição?

Como calcular a margem de contribuição? – O cálculo da margem de contribuição total é bem simples. Para calculá-la, basta aplicar a seguinte fórmula:

margem de contribuição = valor de vendas – (custos variáveis + despesas variáveis)

Vale ressaltar que esta conta nos faz chegar na margem total. Logo, há outro tipo de margem de contribuição, que é a margem de contribuição unitária.

Qual a diferença entre lucro e margem de contribuição?

Qual a diferença entre margem de contribuição e margem de lucro? – Enquanto a margem de lucro analisa o percentual que sobra depois de uma venda, a margem de contribuição se mostra como um dado mais detalhado para entender melhor se a empresa está dando lucro depois de descontadas todas as despesas fixas da operação.

  1. Ela ainda possibilita o planejamento no volume de vendas a partir dos dados de lucratividade para que se possa entender qual o ponto de equilíbrio, ou seja, a meta de vendas para que a empresa possa sair do prejuízo e começar a dar lucro a partir de suas vendas.
  2. Então, esses dois conceitos caminham juntos e são muito importantes para analisar a saúde de uma empresa, quais são os próximos passos na gestão financeira do negócio e o que pode ser feito para melhorar a operação.

Ao fazer o cálculo, por exemplo, da margem de contribuição, é possível entender mais sobre os custos fixos e diminuí-los, negociar melhores preços para os custos variáveis, tentar aumentar o preço de venda do produto e mudar a estratégia fiscal para diminuir a incidência de impostos.

Tudo isso são medidas que podem ser instauradas para aumentar a margem de contribuição e diminuir o ponto de equilíbrio, fazendo com que a empresa precise vender menos para cobrir os custos fixos e consiga chegar ao lucro cada vez mais rápido. Então, essas são formas de manter uma empresa lucrativa e em constante crescimento.

Por isso, embora estes sejam conceitos diferentes que podem ser facilmente confundidos, pois eles caminham juntos para uma análise mais profunda da saúde financeira do seu negócio.

O que é MC de uma empresa?

A margem de contribuição unitária serve para avaliar a saúde financeira da empresa. O objetivo da organização é que a MC seja alta o suficiente para cobrir os gastos das operações empresariais e, ainda, convertê-la em saldo positivo.

You might be interested:  Calculadora Da Próxima Menstruação?

O que é margem de contribuição na empresa?

O que é margem de contribuição? – Margem de contribuição é o mesmo que ganho bruto sobre as vendas, ou seja, o que sobra de receita para a empresa depois de pagar o custo de produção e os impostos sobre os produtos e serviços (as chamadas despesas variáveis).

Esse dinheiro restante é usado para pagar os gastos fixos da empresa (aluguel, folha de pagamento, manutenção, etc.) e constituir o lucro do negócio para sócios e acionistas. Logo, a margem de contribuição é um indicador fundamental para avaliar o desempenho financeiro da empresa, pois mostra se a receita é suficiente para pagar os custos e as despesas fixas e, ainda assim, lucrar.

O termo “contribuição”, no caso, se refere a quanto o valor de venda do produto ou serviço contribui para cobrir os gastos do negócio. Logo, o empreendedor pode calcular a média da margem de contribuição para todos os produtos e serviços e também fazer o cálculo unitário.

Como se calcula o PEC?

PEC = Custos e Despesas Fixos / Margem de Contribuição Ou seja, a empresa precisa vender no mínimo 430 unidades do seu produto para pagar todas as suas contas e não ter prejuízos.

O que é o CMV?

O que é CMV (Custo da Mercadoria Vendida)? –

  • O Custo da Mercadoria Vendida (CMV) é um importante conceito contábil e financeiro que representa o valor total dos custos incorridos por uma empresa na produção ou aquisição de mercadorias que foram posteriormente vendidas durante um determinado período de tempo.
  • Essa métrica é fundamental para calcular o lucro bruto de uma empresa, pois subtrai-se o CMV das receitas de vendas para determinar esse lucro.
  • Os custos que compõem essa métrica incluem despesas diretas relacionadas à produção ou compra de mercadorias, como matéria-prima, mão-de-obra direta e despesas indiretas associadas à produção, como custos de armazenamento, depreciação de equipamentos e transporte.
  • É importante que as empresas entendam o que é CMV e calculem esse valor de maneira precisa para avaliar sua eficiência operacional, estabelecer preços de venda adequados e tomar decisões estratégicas.
  • Usa-se essa métrica frequentemente nas demonstrações financeiras das empresas e desempenha um papel fundamental na análise do desempenho financeiro e na tomada de decisões de gestão.

Como se calcula o PEC?

PEC = Custos e Despesas Fixos / Margem de Contribuição Ou seja, a empresa precisa vender no mínimo 430 unidades do seu produto para pagar todas as suas contas e não ter prejuízos.