Calcular Queda De Tensão?

Como calcular a queda de tensão?

A esmagadora maioria das fontes te ensina a calcular a queda de tensão em um circuito com a seção do cabo já especificada, e então é necessário repetir o cálculo com bitolas diferentes para saber qual utilizar. Esse processo por tentativa e erro acaba sendo mais lento e trabalhoso.

  1. Nós, da Brasiltec, lhe ensinaremos a chegar no resultado de forma direta.
  2. Você determina a queda de tensão máxima, e o método lhe indicará qual a seção mínima do cabo.
  3. Sabendo que os condutores ficam ligados em série com a carga, podemos afirmar que a corrente elétrica que circula por ambos é a mesma, enquanto a tensão se divide.

A parcela dos volts que ficam nos cabos é chamada de queda de tensão. Na maioria dos casos, o valor máximo admitido de queda de tensão entre o quadro e a carga é 4%. Adotando esse valor, e supondo que a tensão nominal seja 220V, nosso valor máximo de queda de tensão é 8,8V (220 × 4 ÷ 100).

A corrente elétrica que usaremos em nosso exemplo de instalação é de 32A. Para obter a resistividade máxima do cabo em circuitos monofásicos, devemos dividir esse valor de tensão, em volts, pela corrente, em amperes. Temos 8,8 ÷ 32 = 0,275Ω. Considerando que temos 100m entre o painel e a carga, devemos considerar 200m no cálculo (o dobro), já que a corrente elétrica precisa ir por um condutor e voltar pelo outro.

Neste caso, cada metro do cabo pode ter no máximo 0,001375Ω. Agora basta consultar qual bitola tem a resistividade por metro igual ou menor ao valor calculado. Abaixo está uma tabela genérica, mas o sugerido é consultar na tabela do fabricante do cabo, pois haverá pequenas variações: Neste caso, a menor bitola aceitável é de 16mm². Recapitulando as etapas de forma resumida: Em circuitos trifásicos, as etapas são as mesmas. O detalhe que muda é em relação ao comprimento dos condutores, pois em vez de multiplicar a distância por 2, é necessário multiplicar por 1,73. Neste caso fica da seguinte forma: A seção do cabo também pode ser obtida através da resistividade do cobre, alumínio, ou qualquer outro material, mas sabendo que na prática ela muda de acordo com o fabricante, acabamos tendo um resultado menos próximo do real. Esse método leva em consideração somente o critério da queda de tensão.

O que é uma queda de tensão?

Dessa vez irei falar um pouco sobre instalações elétricas, que como outras competências são complementares a construção civil. Como dizia um professor que lecionava Mecânica dos Fluidos na faculdade e era Físico Nuclear: “Engenheiro tem que saber de tudo, independente da sua especialidade”.

A queda de tensão é uma anomalia que provoca uma diminuição da tensão de um condutor, por conta do aumento da resistência elétrica devido à distância. Sendo assim, supondo que no começo de uma instalação elétrica é medido uma tensão de 220v, ao final da mesma pode ser que esta medição seja de 190v. Mas calma, eu não falei claramente o que causa a queda de tensão, geralmente esta anomalia ocorre por conta da distância que o condutor percorre entre o quadro elétrico até tomadas e lâmpadas, desta forma quanto maior a distância maior será a queda de tensão.

Se fizermos uma breve comparação com hidráulica, podemos entender um pouco melhor o que causa a queda de tensão. Suponhamos que nosso condutor elétrico é uma tubulação de água, neste caso também há uma perda de carga devido a distância e a resistência do material, quanto maior o comprimento de uma tubulação de água, maior será a perda de carga distribuída, sendo assim a pressão inicial é maior do que a pressão ao final da tubulação e esta anomalia ocorre de forma similar em instalações elétricas.

Devo ressaltar que a queda de tensão é um fator preocupante para condutores que percorrem distancias muito grandes, como em edificações comerciais e industriais, pois provocam porcentagens de queda de tensão maiores, que poderão prejudicar o funcionamento de equipamentos, como: liga/desliga de chuveiros elétricos, lâmpadas fracas e entre outros.

A ABNT NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão em seu capítulo 6.2.7.2, determina que em caso nenhum a queda de tensão deve ser maior do que 4%. Uma das soluções que costuma ser adotadas para que a queda de tensão esteja abaixo do 4% é o aumento da seção do condutor, isso pode ser feito por meio do cálculo de queda de tensão e com o auxílio dos catálogos dos fabricantes de condutores elétricos.

You might be interested:  App Para Calcular Rescisão?

Como calcular o fio que devo usar?

Através de uma conta simples, que envolve a Tensão (volts), a Potência (watts) e a Corrente Elétrica (ampères), podemos calcular a bitola do fio ou cabo. Para isso use a fórmula: I = P/U, onde I é Corrente, P é Potência e U é Tensão.

Como calcular a queda de tensão na resistência?

Demonstração visual da queda de tensão elétrica: – Na figura abaixo temos uma bateria de 9V que fornece energia elétrica para o circuito, permitindo que o LED de aproximadamente 2V e 20mA acenda. Neste exemplo o resistor 350 ohms é um elemento resistivo, responsável pela queda de tensão elétrica, para evitar que o LED seja danificado.

Ao passar corrente elétrica pelo resistor o LED acende, demandando assim uma quantidade de tensão elétrica que a bateria deve ser capaz de fornecer. Nota-se que nas baterias e pilhas existem sinais de (+) e um de (-), os quais representam a diferença de potencial, onde o (+) representa um potencial elétrico maior em relação ao outro polo da bateria, sendo que o potencial mais elevado é por onde a corrente elétrica sai da fonte.

O polo (-) da bateria representa um potencial menor, que é por onde a corrente elétrica retorna, dessa forma fazendo um ciclo, que neste caso permanece até a fonte descarregar e não suportar fornecer mais energia elétrica para a carga. Circuito em série, bateria e LED. O circuito acima é um circuito em série, pois se trata de um circuito cujo os componentes estão ligados sequencialmente numa única malha. A corrente elétrica flui por todo o circuito, passando por cada resistor ou elemento em sequência, ou seja, a corrente elétrica é a mesma em todos os pontos do circuito. Lei de ohm, queda de tensão elétrica. A queda de tensão elétrica causada pelo resistor foi de 7V, assim mantendo a integridade do LED, restando apenas 2V para alimentá-lo. No caso dos circuitos em paralelo é um pouco diferente, como podemos observar o esquema do circuito na imagem abaixo. Demonstração do circuito em paralelo. A análise para tensão elétrica é ainda mais simples, porque a tensão elétrica que os resistores (cargas) “enxergam” é a mesma que a tensão elétrica nominal da bateria, portanto possuem o mesmo valor, devido todas as cargas estarem conectas ao mesmos pontos. Circuito misto ligação de LED’s. O resistor está em série com o LED e existe três associações de LED’s com resistores que estão em paralelo entre si e também a paralelo com a bateria, caracterizando um circuito de associação série paralelo.

You might be interested:  Calcular Rescisão Por Acordo?

Qual a tensão da Baixa Tensão?

Baixa tensão — BT – Outra classificação da NR-10 é a baixa tensão. Neste ponto, a tensão está entre 50 volts e 1.000 volts para corrente alternada e entre 120 volts e 1.500 volts para corrente contínua, entre fases ou entre fase e terra.

Porque 110 e não 127?

Descubra as principais diferenças entre 110V e 220V – A principal diferença entre as duas voltagens mais comuns no mundo é a corrente de energia. Em 220V, uma corrente menor é necessária, podendo ter fios mais finos. Já a 110V, agora 127V, utiliza um fluxo maior de corrente. No fim, o consumo é medido em kilowatts hora. Então, a média não muda muito em relação ao custo para o consumidor. Inúmeros equipamentos de informática, como os notebooks, utilizam a tecnologia Autovolt, que reconhece a voltagem, sem problemas aos usuários. Imagem: André Fogaça/Olhar Digital

Qual a porcentagem de queda de tensão máxima permitida?

1 – Limites de queda de tensão fixados pela NBR 5410: 4% para as instalações alimentadas diretamente pela rede de distribuição pública de baixa tensão ; e 7% para as insta- lações que contam com subestação própria ou com geração própria. Além disso, a queda de tensão máxima admissível nos circuitos terminais é de 4%.

Qual a tensão da rede trifásica?

Como funciona o sistema trifásico no Brasil? – A energia trifásica no Brasil é um método comum de geração, transmissão e distribuição de, É o método mais comum usado por redes elétricas no Brasil para transferir energia. Também é usado para alimentar motores grandes e outras cargas pesadas (como bombas de piscina, ar-condicionados centrais, etc.

Qual a diferença entre tensão de linha e de fase?

Nomenclatura: ◦ Tensão de linha: é a tensão entre duas linhas. ◦ Tensão de fase: é a tensão no enrolamento ou na impedância de cada ramo. ◦ Corrente de linha: é a corrente na linha que sai do gerador ou a corrente solicitada pela carga.

You might be interested:  Calcular Quantas Calorias Devo Ingerir Por Dia Para Emagrecer?

Quanto maior a tensão menor a?

Descubra os níveis de tensão de resistência – A tensão é a diferença de potência de dois pontos. De maneira mais simples, ela pode ser exemplificada da seguinte forma: no condutor, a diferença entre a fonte geradora de energia e o equipamento (fritadeira, churrasqueira, etc.).

A unidade de medida da tensão é o Volt (V). Os níveis de tensão que alimentam residências e indústrias podem variar de localidade. No Brasil, há vários níveis de : 115 Volts, 127 Volts, 220 Volts, 254 Volts, 240 volts, 230 volts, 380 Volts e 440 Volts. A ANEEL, Agência Nacional de Energia Elétrica, disponibiliza em seu site os níveis de tensão secundárias de cada cidade.

As tensões 380/220V, por exemplo, indicam que a tensão de linha é 380V, e a tensão de fase, 220V. A tensão de linha é a medição entre duas fases diferentes, e a de fase, a medição entre fase e neutro. As tensões apresentam algumas diferenças nem sempre perceptíveis.

Quantos Watts o fio 2-5 aguenta 220V?

Quantas tomadas posso ligar no mesmo fio 2.5? – Pode-se dizer que um fio de 2.5mm pode alimentar cerca de dez tomadas comuns, de até 100 watts, Esse tipo de fio é capaz de suportar uma potência de até 1500 watts, desde que a instalação seja feita adequadamente.

Por isso, sempre que a instalação é feita, deve-se considerar uma boa margem de segurança para que a potência não ultrapasse o limite do fio. Se o limite de um fio for ultrapassado, vários problemas em cadeia podem acontecer. E muitas vezes, esse problema não é percebido de maneira ágil para que se possa intervir e corrigir.

Por isso, sempre que você vai fazer um projeto elétrico, conte com um estudo técnico e detalhado feito por um profissional, Nunca coloque fios e instalações na base do “achismo”, pois isso pode trazer graves problemas. Quantas tomadas posso ligar no mesmo fio 2.5?

Qual fio para suportar 4000 Watts?

Verifique a compatibilidade

Tensão Potência Fiação (mm²)
220 V 4000 W 4
220 V 4500 W 4
220 V 4700 W 4
220 V 5500 W 4

Quanto suporta um cabo de 4mm?

O cabo de 4,0mm² chega a suportar 32A dependendo do método de instalação.

Qual a porcentagem de queda de tensão?

A norma NBR 5410 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão define que a queda de tensão máxima permitida em um circuito terminal é de 4%.