Identifique Na Tabela Qual Amostra Corresponde As Substancias Excretadas Por Pombos?

O que os pombos excretam?

Excreção e coordenação das aves. Aves: coordenação e excreção As aves são animais que têm como seu principal excreta o ácido úrico. Esse excreta é retirado do sangue por meio dos rins e de lá é conduzido diretamente à uretra, onde é eliminado pela cloaca. A glândula de sal está presente em todas as aves marinhas Algumas espécies de aves marinhas, que ingerem peixes e água do mar, possuem a chamada glândula de sal, localizada perto dos olhos do animal. O sal ingerido pelo animal cai na corrente sanguínea e é levado para as glândulas para ser eliminado.

O excesso de sal é eliminado pelas narinas do animal na forma líquida. A estrutura da glândula de sal é similar à estrutura dos rins dos mamíferos. Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 As aves, segundo especialistas, são animais muito inteligentes. O seu sistema nervoso apresenta doze pares de nervos cranianos, sendo que o seu encéfalo é mais desenvolvido do que nos répteis.

As aves possuem os sentidos da visão e da audição muito aguçados, o que lhes permite enxergar de longe o alimento e se comunicar através de sons com outras aves. Muitas aves migram em certas épocas do ano para regiões onde o clima seja mais favorável e onde haja maior oferta de alimento.

Qual a principal substância excretada pelos animais?

Mamíferos, peixes cartilaginosos e anfíbios excretam a ureia, um produto menos tóxico.

Qual é a principal substância nitrogenada excretada pelas aves?

Graduada em Ciências Biológicas (UNISUAM, 2010) Graduada em Zootecnia (FAGRAM, 2006) Este artigo foi útil? Considere fazer uma contribuição: Ouça este artigo: O organismo do ser vivo passa por diversas etapas que são necessárias para que ele esteja e seja equilibrado ( homeostase ).

Amônia (NH 3 ): substância muito tóxica que necessita de muita água para ser diluída. Se difunde facilmente através dos tecidos animais. Animais aquáticos como peixes e anfíbios eliminam amônia, e são chamados de amoniotélicos; Uréia (CON 2 H4.) : substância menos tóxica que a amônia, pode ficar uma maior quantidade de tempo no organismo e o ser humano e os outros mamíferos eliminam, são chamados de ureotélicos. É sintetizada no fígado dos vertebrados a partir da reação da amônia e o gás carbônico, representando uma estratégia adaptativa de alguns animais terrestres; Ácido úrico (C 5 H 4 N 4 O 3 ) : é pouco tóxico e pode ser eliminado em pequena quantidade de água, é praticamente insolúvel e pode ser armazenado por um longo período no organismo. As aves e os répteis eliminam o ácido úrico também. O embrião que se desenvolve no interior da casca de ovo dessas classes, produzem ácido úrico – morreriam intoxicados se produzissem amônia ou uréia. São chamados de uricotélicos.

Os animais que vivem na terra que não dispõem de quantidades grandes de água necessitam converter a amônia em substâncias menos tóxicas e solúveis, como uréia ou ácido úrico. Seres vivos como os nematelmintos parasitas como o Ascaris ou lombriga podem excretar amônia e uma quantidade de uréia.

Os moluscos aquáticos de água salgada eliminam amônia e os moluscos de água doce eliminam uréia. O excesso destes excretas nitrogenadas leva o corpo a uma quebra da homeostase, O acúmulo de amônia leva a uma intoxicação, com sintomas de vômitos, perda de vontade de comer alimentos ricos em proteínas, interrupções que cessam e recomeçam na coordenação dos movimentos musculares voluntários, irritabilidade, letargia e atraso mental.

No ser humano o resultado final do metabolismo das purinas gera o ácido úrico e o excesso de ingestão de alimentos que contenham purinas irá provocar o acúmulo de cristais de ácido úrico nas articulações, ossos e rins, o que pode gerar uma doença reumática chamada de gota, um processo inflamatório muito doloroso.

Quais são os produtos de excreção dos animais?

A excreção é o processo pelo qual os animais eliminam substâncias nitrogenadas tóxicas produzidas durante o metabolismo celular. Alguns animais excretam amônia e outros transformam a amônia em uréia e ácido úrico.

Qual o produto de excreção das aves?

Excreção e coordenação das aves. Aves: coordenação e excreção As aves são animais que têm como seu principal excreta o ácido úrico. Esse excreta é retirado do sangue por meio dos rins e de lá é conduzido diretamente à uretra, onde é eliminado pela cloaca. A glândula de sal está presente em todas as aves marinhas Algumas espécies de aves marinhas, que ingerem peixes e água do mar, possuem a chamada glândula de sal, localizada perto dos olhos do animal. O sal ingerido pelo animal cai na corrente sanguínea e é levado para as glândulas para ser eliminado.

O excesso de sal é eliminado pelas narinas do animal na forma líquida. A estrutura da glândula de sal é similar à estrutura dos rins dos mamíferos. Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 As aves, segundo especialistas, são animais muito inteligentes. O seu sistema nervoso apresenta doze pares de nervos cranianos, sendo que o seu encéfalo é mais desenvolvido do que nos répteis.

As aves possuem os sentidos da visão e da audição muito aguçados, o que lhes permite enxergar de longe o alimento e se comunicar através de sons com outras aves. Muitas aves migram em certas épocas do ano para regiões onde o clima seja mais favorável e onde haja maior oferta de alimento.

Qual o tipo de excreção das aves?

Sistema Digestório e Excretor – Apresentam sistema digestório completo, iniciando-se na boca que não possui dentes e é revestida por uma estrutura rígida chamada de bico que, como já falado, é adaptado de acordo com a dieta específica do animal, Após passar pela boca, o alimento segue rumo ao estômago, chamado aqui de proventrículo, passando pela faringe, pelo esôfago e pelo papo que tem como função principal umedecer e amolecer os alimentos,

Ao chegar ao proventrículo, o alimento passa pelas etapas de digestão química, com auxílio das enzimas digestivas presentes no local. Saindo do proventrículo, o alimento chega a uma estrutura exclusiva das aves: a moela, também chamada de ventrículo (não confunda com o ventrículo do sistema digestório com os dois ventrículos presentes no coração do sistema circulatório).

A função principal da moela é triturar o alimento que ali chega, ela é composta por paredes musculares grossas que se contrai para promover a trituração alimentar. Enquanto o proventrículo é responsável pela digestão química do alimento, a moela é responsável pela digestão mecânica, função similar a dos dentes presentes nos demais Cordados.

  1. Após a moela, o bolo alimentar, agora triturado, migra para o intestino, onde ocorre a absorção e reabsorção de nutrientes e água e a digestão é então finalizada, com as fezes saindo pela cloaca, região presente tanto no aparelho digestório, quanto excretor e reprodutor.
  2. As aves liberam suas excretas pela cloaca e na forma de ácido úrico, composto nitrogenado insolúvel em água, o que permite maior economia de água pelo organismo.
You might be interested:  Tabela De Composição De Alimentos Usp Baixar?

Além disso, as aves liberam sua urina junto com as fezes, por isso as excretas das aves são mais pastosas.

Quais são as substâncias excretadas?

O que é o Sistema Excretor – O sistema excretor – também conhecido como sistema urinário – é o responsável pela excreção, Esse processo é o mecanismo utilizado pelo organismo para a eliminação de substâncias tóxicas e/ou em grande quantidade. A excreção garante, assim, o equilíbrio das condições fisiológicas do organismo. Essas excretas são resíduos da quebra de proteínas e ácidos nucléicos que devem ser eliminados, pois são tóxicos ao organismo. Esse produtos podem ser encontrados na forma de amônia, ácido úrico e uréia, O ser humano apresenta como excreta principal a uréia, excretando amônia e ácido úrico em menor quantidade.

  • A uréia é formada no fígado e lançada no sangue,
  • O sistema excretor realiza a filtração do sangue e elimina a uréia através da urina.
  • É importante ressaltar a diferença entre evacuação e excreção,
  • Na primeira, são eliminadas as fezes, formadas principalmente por resíduos não digeridos dos alimentos e bactérias, enquanto que na segunda ocorre a eliminação, pela urina, de resíduos provenientes da atividade celular dos tecidos do corpo.

📚 Você vai prestar o Enem? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Quais animais excretam uréia?

Produtos da excreção dos vertebrados – Mundo Educação A excreção é um dos mecanismos que promove a homeostasia. Esta última consiste na liberação dos resíduos do metabolismo, sendo a maioria destes, tóxica. Para que a excreção ocorra, devem ser executados três processos: filtração seletiva dos fluidos corporais; reabsorção das substâncias filtradas úteis ao organismo e secreção das substâncias não-necessárias ao organismo para o meio externo.

  • O produto do metabolismo de aminoácidos é o amoníaco.
  • Este reage com a água, resultando em íon amônia (NH4+), bastante tóxico, mas muito solúvel em água.
  • Desde que haja uma boa disponibilidade desta, liberar amônia não é um problema.
  • Entretanto, por se difundir facilmente nos tecidos, a ausência de água pode causar sérios danos aos animais.

Peixes ósseos e alguns anfíbios têm como produto de excreção, a amônia. Como esses animais são aquáticos ou semi-aquáticos, a perda desta juntamente com água, na excreção, não vem a ser um problema. Estes animais são denominados amoniotélicos. A partir da amônia, a uréia, menos tóxica, é produzida no fígado dos mamíferos, peixes cartilaginosos, alguns anfíbios e alguns répteis, e é eliminada via urina.

Estes são os ureotélicos. Répteis e aves têm a amônia resultante transformada, no fígado, em ácido úrico – menos tóxico que os outros dois e menos solúvel em água – que será excretado junto com as fezes do animal. A excreção de ácido úrico é uma boa estratégia de evitar perda de água nestes animais terrestres, chamados uricotélicos.

Assim, podemos perceber que o hábitat e excreção de produtos nitrogenados estão fortemente relacionados! Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉

Por Mariana Araguaia Graduada em Biologia

: Produtos da excreção dos vertebrados – Mundo Educação

Como são classificados os tipos de excretas?

Animais: amoniotélicos, uricotélico e ureotélicos, respectivamente.

Quais os 3 principais tipos de excretas nitrogenadas?

2ª Etapa: Sistema urinário humano – Pergunta norteadora: Como é formada a urina? O sangue humano precisa ser filtrado antes de voltar ao coração, para a retirada dos resíduos metabólicos produzidos pelas células. Esse processo ocorre nos rins, estruturas que se localizam na região abdominal dorsal.

  1. É a partir da filtração do sangue que é formada a urina.
  2. Mas nem tudo que é filtrado é eliminado, pois existe uma grande reabsorção de água, entre outros nutrientes e sais que podem ser úteis ao organismo.
  3. O processo de filtração do sangue é controlado por ação hormonal, principal do ADH.
  4. Para conhecer o processo de filtração do sangue e formação da urina, assista ao seguinte vídeo: “Sistema excretor urinário – funcionamento”,Acesso em 10 de novembro de 2022.

A partir da leitura, responda às perguntas propostas abaixo: 1) Quais órgãos constituem o sistema urinário humano? 2) Quais as funções dos rins? 3) Como é chamada a unidade funcional dos rins? 4) Explique o processo de formação da urina, desde o glomérulo até o seu armazenamento, que se dá na bexiga.

O que os animais excretam?

A excreção é o processo pelo qual os animais eliminam substâncias nitrogenadas tóxicas produzidas durante o metabolismo celular. Alguns animais excretam amônia e outros transformam a amônia em uréia e ácido úrico.

O que é produto de excreção?

Como funciona o Sistema Excretor – A excreção da urina é realizada pelos rins A eliminação de substâncias prejudiciais ou que estão em excesso em nosso corpo é chamada de excreção, processo que permite o equilíbrio interno do nosso organismo. Os produtos da excreção são denominados “excretas”, que são lançadas das células para o líquido que as banha (líquido intersticial), e daí são passadas para a linfa e para o sangue.

No processo de degradação de glicídios e lipídeos são produzidos gás carbônico e água. As proteínas também são metabolizadas, e do seu metabolismo resultam substâncias prejudiciais ao organismo entre elas, o gás carbônico e os produtos nitrogenados, como a amônia, a ureia e o ácido úrico. Há também a água e os sais minerais, com destaque para o cloreto de sódio (o principal componente do sal de cozinha).

Para eliminar essas substâncias, a excreção é realizada através da urina, da respiração e do suor. Entenda, na sequência, como é feita a excreção desses resíduos.

O que é o processo de excreção de exemplo?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Excreção é o processo pelo qual os produtos residuais do metabolismo e outros materiais sem utilidade são eliminados do organismo, Este processo é realizado pelos pulmões, rins e pele, Não confundir com secreção, quando a substância eliminada pela célula pode ter um fim específico.

You might be interested:  Tabela De Classificação Do Campeonato Português?

Quais são os principais produtos de excreção nitrogenada dos animais?

Três são os tipos de excretas nitrogenadas produzidas pelos animais vertebrados. Elas se formam a partir do metabolismo de compostos nitrogenados, como ácidos nucleicos e principalmente proteínas. Acontece que dependendo a disponibilidade de água pelo animal, essa excreta é liberada do corpo de uma forma: amônia, ácido úrico ou ureia. Sabe-se que

Qual o principal produto de excreção eliminado pelos mamíferos?

Características fisiológicas dos mamíferos –

O sistema digestório dos mamíferos é completo. Nos ornitorrincos e nas equidnas, ele inicia-se no bico e termina na cloaca, diferentemente das outras espécies, em que se inicia na boca e termina no ânus. O sistema cardiovascular dos mamíferos apresenta um coração com quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), assim como nas aves.

A circulação é fechada, já que o sangue corre exclusivamente no interior de vasos sanguíneos (artérias, arteríolas, veias, vênulas e capilares), e dupla, uma vez que apresenta dois circuitos (o circuito pulmonar e o sistêmico), o que significa que o sangue passa duas vezes pelo coração. A circulação desses animais é completa, pois o sangue rico em gás carbônico não se mistura com sangue rico em oxigênio.

Nos mamíferos, a excreção ocorre graças à presença de dois rins, que garantem a filtração do sangue e a formação da urina. Após a urina ser formada, ela segue em direção aos ureteres, que a conduzirão até a bexiga, local onde a urina fica armazenada até sua liberação.

sistema n ervoso c entral (SNC) : formado pelo cérebro e medula espinhal; sistema n ervoso p eriférico (SNP) : formado pelos nervos e gânglios.

Os mamíferos apresentam um sistema sensorial complexo, sendo possível observar a presença dos seguintes sentidos:

visão, audição, olfato, tato, paladar,

Em golfinhos e morcegos, é também possível verificar a capacidade de detectar barreiras e objetos em ambientes, durante sua locomoção, por meio da chamada ecolocalização, que se baseia na emissão de ondas ultrassônicas por esses animais e a posterior análise do eco gerado.

Onde ocorre a excreção?

Excreção da Urina – A excreção através da urina inicia em um processo realizado pelos rins. Eles funcionam como um filtro que retém as impurezas do sangue e o deixa em condições de circular pelo organismo. Os rins participam do controle das concentrações plásmicas de íons, como sódio, potássio, bicarbonato, cálcio e cloretos.

Ciclo da Ureia Sistema urinário

Quem excreta amônia?

Produtos da excreção dos vertebrados A excreção é um dos mecanismos que promove a homeostasia. Esta última consiste na liberação dos resíduos do metabolismo, sendo a maioria destes, tóxica. Para que a excreção ocorra, devem ser executados três processos: filtração seletiva dos fluidos corporais; reabsorção das substâncias filtradas úteis ao organismo e secreção das substâncias não-necessárias ao organismo para o meio externo.

O produto do metabolismo de aminoácidos é o amoníaco. Este reage com a água, resultando em íon amônia (NH4+), bastante tóxico, mas muito solúvel em água. Desde que haja uma boa disponibilidade desta, liberar amônia não é um problema. Entretanto, por se difundir facilmente nos tecidos, a ausência de água pode causar sérios danos aos animais.

Peixes ósseos e alguns anfíbios têm como produto de excreção, a amônia. Como esses animais são aquáticos ou semi-aquáticos, a perda desta juntamente com água, na excreção, não vem a ser um problema. Estes animais são denominados amoniotélicos. A partir da amônia, a uréia, menos tóxica, é produzida no fígado dos mamíferos, peixes cartilaginosos, alguns anfíbios e alguns répteis, e é eliminada via urina.

Estes são os ureotélicos. Répteis e aves têm a amônia resultante transformada, no fígado, em ácido úrico – menos tóxico que os outros dois e menos solúvel em água – que será excretado junto com as fezes do animal. A excreção de ácido úrico é uma boa estratégia de evitar perda de água nestes animais terrestres, chamados uricotélicos.

Assim, podemos perceber que o hábitat e excreção de produtos nitrogenados estão fortemente relacionados! Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉

Por Mariana Araguaia Graduada em Biologia

: Produtos da excreção dos vertebrados

Que produto nitrogenado está presente na excreção dos répteis e aves?

Exercícios sobre os produtos da excreção dos vertebrados – Mundo Educação Questão 3 (UFRS) Os animais, por meio de seu metabolismo, produzem substâncias que devem ser excretadas. Entre elas, encontramos as nitrogenadas. A substância _ é a menos tóxica dos catabólitos nitrogenados e também a menos solúvel em água, sendo a excreta de _ e _,

  • a) 1 – (a) – (b).
  • b) 2 – (b) – (c).
  • c) 3 – (b) – (c).
  • d) 4 – (d) – (e).
  • e) 5 – (d) – (e).

Questão 4 (Asces) O sistema urinário é responsável pela excreção de metabólitos celulares com vistas a manter a homeostase corporal. Considerando a ureia como produto metabólico, que tipo de dieta aumenta sua excreção do organismo humano?

  1. a) Massas, pois são ricas em carboidratos.
  2. b) Carnes brancas, pois são ricas em proteínas.
  3. c) Vegetais, pois são ricos em vitaminas.
  4. d) Frituras, pois são ricas em gordura.
  5. e) Lanches salgados, pois são ricos em cloreto de sódio.

Respostas Resposta Questão 1 Alternativa “c”. Mamíferos, peixes cartilaginosos e anfíbios excretam a ureia, um produto menos tóxico. Resposta Questão 2 Alternativa “b”. Animais aquáticos excretam amônia, pois a eliminação dessa substância é facilitada por ser solúvel em água e por esses animais viverem em ambientes aquáticos, onde há grande quantidade de água disponível.

  • Resposta Questão 3 Alternativa “c”.
  • A substância ácido úrico é a menos tóxica dos catabólitos nitrogenados e também a menos solúvel em água, sendo a excreta de répteis e aves.
  • Resposta Questão 4 Alternativa “b”.
  • Os excretas nitrogenados são resultantes do metabolismo das proteínas, portanto, a excreção de ureia aumenta com o consumo de carnes.

: Exercícios sobre os produtos da excreção dos vertebrados – Mundo Educação

Onde as aves eliminam as fezes?

Faz mal deixar a calopsita comer as próprias fezes? – Desde cedo aprendemos que as fezes e a urina são originadas daquilo que não pôde ser utilizado pelo organismo. Tomando como exemplo a fisiologia dos seres humanos, os rins são responsáveis pela filtragem do sangue.

  1. Nesse processo, as toxinas são removidas pelos néfrons e posteriormente eliminadas pela urina.
  2. Já a massa fecal é formada após a passagem do bolo alimentar por estômago e intestino, onde o bolo é digerido e tem seus nutrientes absorvidos pelo organismo.
  3. Aquilo que não pôde ser assimilado pelo nosso corpo segue para o intestino grosso, onde perde parte da água e se transforma na massa fecal a ser excretada em nossas idas ao banheiro.

O sistema excretor das aves é muito diferente do nosso. Nele, tanto a urina quanto as fezes de calopsita são armazenadas num único órgão, a cloaca. Eis porque as aves eliminam tudo ao mesmo tempo. Apesar das adaptações, o princípio é o mesmo: é por meio do sistema excretor que o organismo elimina aquilo que é tóxico ou que não tem serventia.

Logo, não faz sentido que o cocô de calopsita seja ingerido pela ave, não é mesmo? Outro motivo importante para não deixar a calopsita comendo fezes é o fato de os excrementos serem fontes de contaminação. Como exemplo, vale citar a giardíase, cujos cistos são eliminados pelas fezes de animais contaminados.

Ao ingerir os próprios excrementos, a ave ficará sujeita a uma reinfestação por esses parasitas.

You might be interested:  Tabela De Desconto Do Irrf Na Folha De Pagamento?

O que tira cocô de pombo?

Como limpar fezes de pombos corretamente – Agora vamos às lições práticas. Você já aprendeu sobre as doenças transmitidas pelas fezes dos pombos. Também conheceu outros estragos que a praga causa no longo prazo. O que fazer, então, para eliminar essa sujeirada tão perigosa? A higienização do local deve ser realizada com cuidado.

  1. Nunca limpe o local com vassoura, Ao varrer a poeira, ela fica suspensa no ar, certo? O mesmo acontece com partículas dos dejetos. Espalhadas pela área, elas acabam sendo inaladas por pessoas – e podem conter esporos de fungos ou outros microrganismos nocivos.
  2. Evite, também, o pano seco, Esse acessório de limpeza dá uma “tapeada”, ajudando a remover as sujidades mais grossas. No entanto, não é suficiente para eliminar todos os vestígios dos pombos. É necessário recorrer a uma substância desinfetante.
  3. Lave a sujeira com água clorada, Uma solução contendo um copinho de água sanitária para cada litro de água da torneira funciona muito bem para eliminar as fezes de pombo. Aliás, lembre-se de sempre diluir o produto antes de manuseá-lo. A alta concentração de cloro pode causar irritação nos olhos, na garganta e no nariz.
  4. Use máscara, Você deve cobrir as vias aéreas (nariz e boca) com uma máscara. Esse cuidado evita uma eventual inalação de esporos. Sem contar que diminui as chances de alergia por conta da água sanitária! Lave a máscara imediatamente após o uso ou, se for a versão descartável, jogue-a no lixo.
  5. Jamais alimente os pombos, Essas criaturas permanecem onde houver comida. Portanto, deposite o lixo em latões fechados, mantenha o pátio limpo e guarde a ração de seu pet em potes com tampa. Essas são boas medidas para afastar as pragas naturalmente.

Saiba mais: Incidência de pombos aumenta no verão

O que tem no cocô de pombo?

Excrementos de pombos: doenças e danos – Há uma explicação: as fezes de aves contêm ureia e creatinina, que são nutrientes para Cryptococcus. Portanto, quando as fezes se desidratam no ambiente, podem conter grande quantidade de esporos que, ao serem levados pela corrente de ar, podem ser inalados por seres humanos e animais.

Ainda conforme o dr. Flávio, a maioria dos humanos infectados (que inalaram o fungo), não apresenta nenhuma manifestação clínica, mas “pacientes imunodeprimidos por aids, HIV, transplantados de órgãos sólidos (rim, fígado, etc), usuários de corticosteroides e imunobiológicos podem ter mais risco de desenvolver criptococose”, esclarece.

De acordo com o infectologista, a forma mais comum da doença é a meningite (processo inflamatório das meninges) ou meningoencefalite criptocócica (infecção causada pelo Cryptococcus neoformans ). Essa doença acomete 250 mil pacientes no mundo todos os anos e chega a matar 20% dos infectados, dependendo do país.

O que o cocô de pombo faz?

Doenças transmitidas pelos pombos – Segundo o médico, as fezes de pombos podem transmitir algumas doenças. “Entre elas: salmoneloses (intoxicação alimentar), psitacose (febre dos papagaios), histoplasmose (infecção fúngica) e a criptococose (infecção pulmonar), além de doenças alérgicas”, alerta.

Qual a doença que as fezes de pombo?

HDT alerta sobre doença do pombo Mal é causado por fungos do gênero Cryptococcus e que, dependendo do caso, pode matar Dois homens morreram recentemente em Santos, litoral de São Paulo, devido à criptococose, conhecida popularmente como “doença do pombo”.

  • A criptococose é uma doença infecciosa adquirida por aspiração dos fungos Cryptococccus neoformans e Cryptococcus gattii, que podem ser encontrados nas fezes de pombos urbanos e levar à morte dos indivíduos acometidos.
  • Detectado também em fezes de morcegos, em troncos de árvores e frutas secas, o fungo atinge primeiramente o pulmão, podendo infectar todo o corpo.

A infectologista do Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Christiane Kobal, explica que após a inalação dos esporos desse fungo, inicialmente o pulmão é comprometido e à medida que o fungo se desenvolve, ele consegue se espalhar em outros locais do corpo.

“O fungo se propaga por meio da corrente sanguínea, podendo atingir o sistema nervoso e evoluir para meningite, uma complicação grave da criptococose”, assinala. A médica destaca que o fungo Cryptococcus neoformans causa a doença preferencialmente em pessoas com sistema imunológico comprometido, como as pessoas que vivem com HIV/Aids, pacientes com câncer, pessoas em tratamento com corticosteroides e com doenças autoimunes.

“A outra forma do fungo é o Cryptococcus gattii, que afeta tanto pessoas saudáveis como pessoas com imunidade baixa, podendo se manifestar de forma mais grave”, explica. Os sintomas da doença variam de acordo com o estado imunológico de cada pessoa, podendo ocorrer de dois dias a mais de 18 meses, sendo eles: dores de cabeça, febre, vômito, rigidez na nuca, alterações da visão, fraqueza, dor no peito, confusão mental, náusea, falta de ar, formigamento nos braços e nas pernas.

  1. Obal ressalta que os sintomas são semelhantes a muitas outras doenças, como meningites bacterianas e virais, pneumonias ou outras doenças infecciosas febris.
  2. É recomendado que o paciente se dirija ao pronto socorro para que seja confirmado o diagnóstico e, assim, tratado com o medicamento antifúngico.

A demora no diagnóstico e tratamento pode levar o paciente ao óbito bem como ocasionar sequelas neurológicas graves”, destaca. Em 2018, o HDT atendeu 61 casos de pacientes com criptococose em Goiás. Neste ano já foram registrados dez casos. A doença passou a ser notificada pelo hospital a partir de 2013, com um total de 267 casos contabilizados até junho deste ano.

É importante frisar, que a maioria dos casos de notificações da criptococose são relacionados à pacientes que vivem com HIV/Aids, por ser uma doença oportunista. Precauções Como a infecção é causada por fungos que se proliferam principalmente em fezes de aves, como as dos pombos, a infectologista alerta que o recomendado é evitar o contato com esses animais.

“É orientado evitar alimentar e abrigar esses tipos de aves. Os locais onde houver o acúmulo de fezes devem ser limpos com água e cloro”, esclarece. O Ministério da Saúde também recomenda a utilização de equipamento de proteção individual, sobretudo de máscaras, na limpeza de galpões onde há criação de aves ou aglomerado de pombos.