Os Dados De Sequência Ou Binários Estão Truncados Na Tabela?

O que quer dizer dados de cadeia ou binários seriam truncados?

Manuais Online – Dados de cadeira ou binários seriam truncados O que fazer quando o sistema apresenta a mensagem: Dados de cadeia ou binários seriam truncados? Este tipo de mensagem é exibido geralmente quando o usuário preenche um campo com um valor maior do que ele suporta. B2U Sistemas 2022. Todos os direitos reservados. : Manuais Online – Dados de cadeira ou binários seriam truncados

O que são dados de cadeia ou binários?

Uma string binária é uma sequência de bytes. Ao contrário das strings de caracteres, que geralmente contêm dados de texto, as strings binárias são usadas para guardar dados como figuras, voz ou mídia mista.

O que é valor truncado SQL?

A Função TRUNCATE() no MySQL – A função TRUNCATE trunca (“corta”) um valor numérico, mostrando um número especificado de casas decimais. Note que esta função não arredonda valores, apenas oculta as casas decimais, de acordo com a quantidade que será exibida.

O que significa dado truncado?

Finalidade O formato de mascaramento Truncar Dados elimina todas as linhas de uma tabela. Se uma das colunas de uma tabela for mascarada usando o formato Truncar dados, a tabela inteira será truncada, portanto, nenhum outro formato de mascaramento pode ser usado para qualquer uma das outras colunas nessa tabela.

Nenhuma entrada é necessária.

Tipos de Dados Suportados

Caractere Numérico Data

Características

Combinável: Não Determinístico: Não se aplica Reversível: Não se aplica Exclusividade: Não se aplica

Exemplo Suponha que você queira mascarar dez tabelas em um esquema de banco de dados. Em uma das tabelas, todas as colunas contêm dados altamente confidenciais e, portanto, você não deseja compartilhar essa tabela. Você pode usar o formato de mascaramento Truncar Dados para eliminar todas as linhas dessa tabela.

O que significa o erro String Or Binary data would be Truncated?

SQL Server – String or binary data would be truncated: O que é, como identificar a causa raiz e como corrigir Visualizações: 38.157 views Tempo de Leitura: 8 minutos Fala pessoal! Nesse artigo, quero explicar a vocês exatamente o que significa a mensagem “String or binary data would be truncated”, como podemos identificar qual a string que está causando o erro, como ocultar essa mensagem de erro (se você quiser), o que a mudança na sys.messages impactou nesse tema a partir do SQL Server 2016+ e muito mais!

  • Então se você tem dificuldades de identificar e corrigir ocorrências dessa mensagem de erro, hoje será a última vez que isso ainda será um problema pra você.
  • Um dos erros mais comuns do SQL Server, a mensagem “String or binary data would be truncated” ocorre quando um valor está tentando ser inserido ou atualizado em uma tabela e ele é maior que o tamanho máximo do campo.
  • Exemplo 1 – Tamanho máximo do campo com 10 caracteres, string com 10:
  • Exemplo 2 – Tamanho máximo do campo com 10 caracteres, string com 11:
  • Exemplo 3 – Difícil identificar o erro

Reparem no exemplo 3. Não estou mais inserindo um valor fixo e sim de uma outra tabela. Esse tipo de situação pode parecer simples num cenário como o dos exemplos 1 e 2, mas quando você está inserindo vários registros, ainda mais levando dados de várias colunas, é difícil identificar qual registro e de qual coluna que está causando essa mensagem de erro e essa tarefa pode acabar gastando mais tempo do que você gostaria. Caso você queira ignorar o truncamento de strings em um determinado momento ou operação, você tem a opção de fazer isso no SQL Server, conforme já havia demonstrado no artigo, Eu não recomendo utilizar essa técnica de forma alguma, pois é uma solução que está apenas mascarando o problema e não corrigindo, mas eu gostaria de mostrar que isso existe e que é possível fazê-lo. Quando você utiliza o comando SET ANSI_WARNINGS OFF, você faz com que o motor do SQL Server não gere mais esse erro na execução, fazendo com que o seu texto de 14 caracteres seja truncado e armazenado na coluna de 10 caracteres. Os caracteres excedentes serão silenciosamente descartados, ignorando e mascarando um problema na gravação dos dados do seu sistema, sem que ninguém fique sabendo. Exemplo: SET NOCOUNT ON SET ANSI_WARNINGS OFF IF ((@@OPTIONS & 8) > 0) PRINT ‘SET ANSI_WARNINGS is ON’ IF (OBJECT_ID(‘tempdb.#Teste’) IS NOT NULL) DROP TABLE #Teste CREATE TABLE #Teste ( Nome VARCHAR(10) ) INSERT INTO #Teste VALUES (‘Dirceu Resende’) – 14 caracteres SELECT * FROM #Teste

  1. SET NOCOUNT ON
  2. SET ANSI_WARNINGS OFF
  3. IF ( ( @ @ OPTIONS & 8 ) > 0 ) PRINT ‘SET ANSI_WARNINGS is ON’

IF ( OBJECT_ID ( ‘tempdb.#Teste’ ) IS NOT NULL ) DROP TABLE # Teste

  • CREATE TABLE # Teste ( Nome VARCHAR ( 10 ) )
  • INSERT INTO # Teste
  • VALUES ( ‘Dirceu Resende’ ) – 14 caracteres
  • SELECT * FROM # Teste

ol>

  • Retorno com SET ANSI_WARNINGS ON (Padrão):
  • Retorno com SET ANSI_WARNINGS OFF:
  • O SQL Server 2019 foi lançado no dia 04 de novembro de 2019, durante o Microsoft Ignite, e com ele, uma gama enorme de novos recursos foram lançados oficialmente.
  • Um desses novos recursos, são as novas mensagens disponíveis na sys.messages, que eu já havia compartilhado com vocês no meu artigo desde o final de agosto de 2018:
  • Com essa mudança, agora ficou muito mais fácil identificar exatamente onde está ocorrendo o truncamento dos valores:
  • You might be interested:  Tabela De Preço De Anestesista 2022?

    Observação: Essa mudança na sys.messages do SQL Server 2019 começou na release CTP2.0 e até sair a versão final, não era ativado automaticamente, exigindo as mesmas alterações das versões 2017 e 2016 para funcionar. Com as alterações necessárias para essa implementação no SQL Server 2019, a Microsoft acabou liberando essa nova mensagem também nas versões 2016 (a partir do SP2 Cumulative Update 6) e 2017 (A partir do Cumulative Update 12).

    Onde é utilizado o código binário?

    O que é Código Binário? – Podemos definir o Código Binário como a linguagem utilizada em computadores, ou seja, trata-se da forma de comando de softwares para que o armazenamento de dados seja feito. Tal linguagem é denominada “Código Binário” porque um computador é capaz de decodificar apenas dois algarismos: 0 ou 1,

    Tais que significam dois estados de energia, onde 0 indica a ausência e 1 a presença. Dessa forma, o computador entende os termos binários, os quais podem representar inúmeros comandos, visto que todos os demais algarismos e letras serão compostos de códigos com os números 0 ou 1 para a execução de softwares.

    Logo, o Código Binário constitui uma linguagem específica que é criada por Desenvolvedores de Softwares, permitindo assim o armazenamento, decodificação e processamento de dados.

    Por que usamos números binários para a representação de dados?

    Mas para que serve isso? – O sistema binário é a base da tecnologia digital, qualquer dispositivo que tenha circuitos integrados (chips) só é possível graças a este sistema numérico. Por conta do sistema binário ser o sistema numérico mais simples, porque só usa dois dígitos, é possível armazenar e manusear os números em forma física, por exemplo, como a eletricidade que viaja através de um fio ou cabo, também como a luz que viaja através de uma fibra ótica, como campos magnéticos em um disco rígido ou ainda como sinais eletromagnéticos que viajam através do ar.

    Como um código binário pode ser representado?

    O código binário é um sistema de representação de dados e informações que usa apenas dois dígitos, 0 e 1. É um sistema de base 2, o que significa que cada dígito ou ‘bit’ tem dois valores possíveis: 0 ou 1.

    O que é truncar uma tabela?

    Use o comando TRUNCATE para remover todas as linhas de uma tabela. Isso tem o mesmo efeito que o comando DELETE, mas é mais rápido que o comando DELETE para tabelas grandes. Além disso, o comando TRUNCATE libera todo espaço em disco que é alocado para uma tabela, o que torna o espaço disponível para uso.

    Como truncar data no Oracle?

    solução! Olá Isabelle, Oracle usa o datatype DATE que armazena SEMPRE tanto data como hora. A função TRUNC tem como objetivo truncar uma DATA desprezando o conteúdo HORA. SELECT TRUNC(SYSDATE,’HH24′) FROM DUAL; Desse modo ao submeter o comando acima o resultado é data.

    Como truncar valores em Python?

    Operadores e Operandos¶ Operadores são símbolos especiais que representam computações como adição, multiplicação e divisão. Os valores sobre os quais o operador trabalha são chamados de operandos, Todas as expressões abaixo são válidas em Python, cujo significado é mais ou menos óbvio: 20 + 32 hora – 1 hora * 60 + minuto 5 ** 2 ( 5 + 9 ) * ( 15 – 7 ) Os símbolos +, -, e *, e o uso de parênteses para agrupamento, significam em Python o mesmo que na matemática.

    1. O asterisco ( * ) é o símbolo para multiplicação, e ** é o símbolo para exponenciação.
    2. Adição, subtração, multiplicação e exponenciação fazem exatamente o que você espera.
    3. Print(2 + 3) print(2 – 3) print(2 * 3) print(2 ** 3) print(3 ** 2) Quando um nome de variável aparece no lugar de um operando, ela é trocada pelo valor a que a variável se refere antes da operação ser realizada.

    Por exemplo, suponha que desejamos converter 645 minutos no equivalente em horas. Em Python 3, a divisão é indicada pelo símbolo /, que sempre resulta em um número float. minutos = 645 horas = minutos / 60 print(horas) E se agora desejássemos saber quantas horas cheias e minutos restantes havia em 645 minutos? Para ajudar nesse tipo de questão, Python nos fornece um segundo tipo de operador de divisão.

    1. Essa versão, chamada divisão inteira, usa o operador //,
    2. Ela sempre trunca o resultado para o menor inteiro mais próximo.
    3. Print(7 / 4) print(7 // 4) minutos = 645 horas = minutos // 60 print(horas) Olhe cuidadosamente os primeiros dois exemplos acima: observe que o resultado da divisão real é 1.75, mas o resultado da divisão inteira é simplesmente 1,

    Tome cuidado ao escolher o operador correto, dependendo do caso. Se você está trabalhando com expressões onde precisa de números reais, use o operador /, Se você deseja um resultado inteiro, use //, O operador resto ( modulus ) trabalha em inteiros (e em expressões inteiras) e fornece o resto da divisão inteira do primeiro operando pelo segundo.

    • Em Python, o operador resto é o sinal de porcentagem ( % ).
    • A sintaxe é a mesma da dos outros operadores.
    • Quociente = 7 // 3 # Divisão inteira print(quociente) resto = 7 % 3 print(resto) Assim, 7 dividido por 3 é 2 quando usamos divisão inteira e o resto é 1.
    • O operador resto é surpreendentemente útil.

    Por exemplo, Por exemplo, você pode verificar se um número é divisível por outro—se x % y é zero, então x é divisível por y, Além disso, você pode extrair o dígito ou dígitos mais à direita de um número: x % 10 resulta no dígito mais à direita de x (unidade).

    De forma similar, x % 100 retorna os últimos dois dígitos (dezena e unidade). numero = 75 dezena = numero // 10 unidade = numero % 10 print(“Dezena:”, dezena) print(“Unidade:”, unidade) Finalmente, retornando ao nosso exemplo dos minutos, o operador resto é extremamente útil para fazer conversões, digamos, de minutos para horas e minutos.

    Se partirmos de um número qualquer de minutos (ex: 150), o programa a seguir usa divisão inteira e resto para converter esse número para HH:MM. Execute o programa passo a passo para ter certeza que você entendeu como os operadores são usados para calcular os valores corretos.

    You might be interested:  Tabela Salário Polícia Civil Mg 2021?

    data-7-1: Qual valor é exibido pelo seguinte comando? 4.5O / operador faz uma divisão exata e retorna um float.5O / operador faz uma divisão exata e retorna um float.4O / operador faz uma divisão exata e retorna um float.2O / operador faz uma divisão exata e retorna um float.

    data-7-2: Qual valor é exibido pelo seguinte comando? 4.25- O operador // faz uma divisão inteira e retorna um resultado inteiro.5- O operador // faz uma divisão inteira e retorna um resultado inteiro, mas trunca o resultado da divisão. Ele não arredonda.4- O operador // faz uma divisão inteira e retorna o resultado inteiro truncado.2- O operador // faz uma divisão inteira e retorna o resultado inteiro (não o resto).

    data-7-3: Qual valor é exibido pelo seguinte comando? 4.25O operador % retorna o resto da divisão 5O operador % retorna o resto da divisão 4O operador % retorna o resto da divisão 2O operador % retorna o resto da divisão

    : Operadores e Operandos¶

    O que é resultado truncado?

    Descrição. Trunca um número para um inteiro removendo a parte fracionária do número.

    O que pode substituir a palavra truncado?

    4 sinônimos de truncado para 2 sentidos da palavra truncado: 1 mutilado, cortado. Escreva textos incríveis em segundos com nossa nova ferramenta de Inteligência Artificial.2 inacabado, incompleto.

    O que é um texto truncado?

    Omitir parte importante de um texto ou de uma obra literária (ex.: a censura truncou dois capítulos do livro).

    O que quer dizer string or binary data would be Truncated the statement has been terminated?

    Fala, pessoal! Com o lançamento do SQL Server 2019 vieram diversas novidades, mas gostaria de destacar uma, pois já sofri muito com esse erro. Quem já sofreu também sabe o quanto é difícil e vai adorar essa novidade! Vamos ao cenário: irei criar um exemplo bem simples, mas você vai se identificar bastante.

    CREATE TABLE TB_DADOS ( CAMPO1 VARCHAR(10), CAMPO2 VARCHAR(10), CAMPO3 VARCHAR(10), CAMPO4 VARCHAR(10), CAMPO5 VARCHAR(10), CAMPO6 VARCHAR(10), CAMPO7 VARCHAR(10), CAMPO8 VARCHAR(10), CAMPO9 VARCHAR(10), CAMPO10 VARCHAR(10), CAMPO11 VARCHAR(10), CAMPO12 VARCHAR(10), CAMPO13 VARCHAR(10), CAMPO14 VARCHAR(10), CAMPO15 VARCHAR(10), CAMPO16 VARCHAR(10), CAMPO17 VARCHAR(10), CAMPO18 VARCHAR(10), CAMPO19 VARCHAR(10), CAMPO20 VARCHAR(10), CAMPO21 TINYINT ) Primeiro criamos uma tabela com 21 colunas (sempre com nomes bem padronizados), diga-se de passagem, com poucas colunas, mas pode levar para o seu mundo real, onde você deve ter tabelas com 200 colunas ou mais – diz aí nos comentários qual a maior quantidade de colunas que você já encontrou em uma tabela.

    O próximo passo é alimentar nossa tabela com um comando de Insert: INSERT INTO TB_DADOS VALUES( ‘RAFAEL’, ‘FELIPE’, ‘JUNIOR’, ‘REGINALDO’, ‘ANDRE’, ‘SANDRO’, ‘SAMUEL’, ‘JONATAS’, ‘BRUNA’, ‘ALICE’, ‘CAROLINE’, ‘CHRISTOFFER’, ‘JOAO’, ‘JOSEVALDO’, ‘ALEXSANDRA’, ‘SONIA’, ‘FLAVIO’, ‘FABRICIO’, ‘EDNER’, ‘RICK’, 10 ) No momento do Insert, recebemos a seguinte mensagem: Msg 8152, Level 16, State 30, Line 27 String or binary data would be truncated. The statement has been terminated. A operação de Insert foi abortada, pois alguns dados seriam truncados – isso significa que algum texto informado nos valores estourou a capacidade do tipo de dados.

    1. No nosso caso, VARCHAR(10).
    2. Algum nome ultrapassou 10 caracteres, mas qual deles? Imagine uma lista com 200 nomes: como saber qual texto está estourando a capacidade do tipo de dados? O exemplo acima está simples – ainda teríamos que analisar cada nome para ver qual deles tem mais de 10 caracteres: um trabalho árduo onde você pode gastar um bom tempo para encontrar.

    Eu acredito que muitos já sofreram e ainda sofrem com essa mensagem. A partir do SQL Server 2019 teremos um tratamento para esse erro que facilitará muito nossas vidas. Msg 2628, Level 16, State 1, Line 27 String or binary data would be truncated in table ‘db_SQL19.dbo.TB_DADOS’, column ‘CAMPO12′. Truncated value: ‘CHRISTOFFE’. Agora você receberá na mensagem com o nome da coluna que está recebendo os dados acima da capacidade do tipo de dados, junto com o valor truncado. Sensacional, não?

    O que significa a palavra String no banco de dados?

    Sumário

    Introdução Conexão padrão Conexão confiável Conexao a uma instância Utilizando uma porta diferente Conexão via endereço IP (Internet protocol) Conclusão Referências

    As strings de conexão ou cadeia de caracteres de conexao especificam informações necessárias para se conectar à um banco de dados. Elas podem conter informações de autenticação, direcionamento e especificações de segurança. Neste artigo o tema abordado são as strings de conexão com banco de dados.

    1. Entendendo a utilidade e quando utilizar cada parâmetro apresentado da forma correta.
    2. Para manter a segurança necessária neste processo e evitar erros.
    3. A conexão padrão é composta por propriedades básicas que indicam o servidor, o título do banco ao qual o programa deve se conectar e informações de autenticação (usuário e senha).

    Veja abaixo: Server=myServerAddress;Database=myDataBase;User Id=myUsername;Password=myPassword; Acima podemos ver a estrutura de uma conexão padrão com as propriedades exibidas na ordem em que foram descritas. Esta estrutura é descrita como padrão por ser o suficiente para a maior parte dos projetos.

    Porém a mesma definição de padrão pode variar de acordo com a tecnologia utilizada para desenvolvimento ou serviço de dados. A propriedade Server : É definida aqui através do domínio ao qual o servidor do banco de dados pode estar relacionado assim como pode ser um endereço ip ou nome de uma instância local (veremos mais a frente).

    A propriedade Database : Esta propriedade deve receber o nome do banco de dados. A propriedade User Id : também conhecida como nome do usuário ou username deve ser usada para identificar quem ou qual usuário está tentando se conectar através desta conexão.

    A propriedade Password : Deve ser preenchida com a palavra-passe ou senha definida para o mesmo usuário que foi definido na propriedade User Id. Neste modo de conexão o SQL Server autentica o usuário através de um token (referente à entidade do windows). Este formato é o formato padrão do SQL Server e considerado mais seguro que a autenticação do SQL Server (usuário e senha).

    Uma conexão confiável pode ser estabelecida adicionando o parâmetro Trusted_Connection : Ao adicionar este parâmetro você está permitindo que os usuários sejam autenticados através das credenciais do windows. Server=myServerAddress;Database=myDataBase;Trusted_Connection=True; Utilizando este recurso é possível atribuir permissões a grupos de usuários do sistema que podem ser criados e configurados através do próprio windows (no caso do MSSQL Server).

    1. E posteriormente estes terem acesso ao servidor de dados.
    2. Conectar à uma instância nada mais é que especificar através do nome a instalação do banco de dados que você deseja utilizar.
    3. Podemos ter várias versões do mesmo banco em uma única máquina e ao conectar sem declarar este nome, estamos nos conectando à instância padrão.
    You might be interested:  Tabela Do Campeonato Mineiro Módulo 2?

    Ao adicionarmos a propriedade Server : Podemos além de declarar o nome ou endereço do servidor, a instância que desejamos nos conectar. Veja no exemplo abaixo: Server=myServerName\myInstanceName;Database=myDataBase;User Id=myUsername;Password=myPassword; Partindo da string de conexão padrão existem casos onde o servidor do nosso banco de dados está configurado para permitir conexões a partir de uma porta “não padrão”.

    No caso do SQL Server esta porta é atualmente a porta 1433. Mas para apontar uma porta iremos utilizar poucas modificações na string de conexão padrão. Sendo necessário adicionar apenas uma vírgula após o nome do Servidor e logo em seguida a porta que desejamos. Veja o exemplo: Server=myServerAddress, 1433;Database=myDataBase;User Id=myUsername;Password=myPassword; Nas conexões deste tipo não utilizamos a propriedade Server e sim Data Source para especificar onde está nosso banco de dados.

    Como valor este campo pode receber o endereço IP do servidor e por padrão terá a porta 1433. Caso a porta configurada seja outra podemos configurar conforme vimos no tópico acima. A propriedade Network Library : Especifica o valor da conexão com o banco de dados.

    Podendo ser: DBNMPNTW (Pipes nomeados), DBMSRPCN (Multiprotocol/RC), DBMSVINN (Banyan vines), DBMSSPXN (IPX/SPX) e DBMSSOCN (TCP/IP) que é o padrão. Na propriedade Initial Catalog : Devemos especificar o nome do banco de dados e os demais campos seguem como padrão. Veja o exemplo: Data Source=190.190.200.100,1433;Network Library=DBMSSOCN;Initial Catalog=myDataBase;User ID=myUsername;Password=myPassword; Este artigo desenvolveu definições para casos frequêntes do uso de strings de conexões.

    Veja que tratamos das propriedades mais comuns. Existem algumas outras propriedades que especificam atributos como criptografia e tempo de conexão. Se você está utilizando este artigo como material de estudo sugiro que instale uma instância de banco de dados e configure de forma a testar um conjunto de configurações especificas para cada instância.

    O que é o erro SQL?

    “O SQL Server não existe ou o acesso foi negado” – Esse erro geralmente significa que o cliente não consegue localizar a instância do SQL Server. Este problema ocorre por um dos seguintes motivos:

    • O nome do computador que está hospedando o SQL Server está incorreto.
    • A instância não resolve o IP correto.
    • O número da porta TCP não foi especificado corretamente.

    O que é um exemplo de um valor binário da vida cotidiana?

    Por| 24 de Junho de 2014 às 11h45 Como funciona o sistema binário? Você já deve ter ouvido falar que todos os computadores “pensam” apenas em 0 e 1. E é verdade. Todas as informações e tudo o que o seu computador está fazendo neste exato momento está sendo processado em dados compostos apenas de 0 e 1. Isso é o Sistema Binário.

    O que é binário exemplos?

    Sistema binário – O sistema binário consiste em um sistema numérico também conhecido como base 2, porque as suas unidades são potências de 2. Qualquer número natural pode ser representado pelo sistema binário. Assim, um número do sistema decimal pode ser representado de acordo com o código binário, ou seja, 0 e 1.

    O que significa a palavra binário?

    Significado de Binário (O que é, Conceito e Definição) Binário é o adjetivo masculino que indica algo que tem duas unidades ou algo que é composto por dois elementos de informação, O sistema de numeração binário é usado em várias áreas do conhecimento como matemática e física e foi criado no século XVII pelo matemático alemão Leibniz.

    O que é é como funciona o código binário?

    Podemos definir o Código Binário como a linguagem utilizada em computadores, ou seja, trata-se da forma de comando de softwares para que o armazenamento de dados seja feito. Tal linguagem é denominada ‘Código Binário’ porque um computador é capaz de decodificar apenas dois algarismos: 0 ou 1.

    Como descobrir códigos binários?

    Como traduzir palavras para código binário? – A conversão de palavras para o código binário é feita por meio de códigos de caracteres, como American Standard Code for Information Interchange (ASCII) e Unicode, que definem uma correspondência entre caracteres e sequências binárias.

    • Nessas tabelas, cada caractere é associado a uma sequência binária específica com oito bits.
    • Para converter uma palavra ou um número em código binário, basta procurar cada caractere na tabela e anotar a respectiva sequência binária.
    • Por exemplo, o código binário 01000001 é traduzido para a letra “A”.
    • Para ler o código binário, basta separar os bits em grupos de oito, cada um representando um caractere, e traduzir cada grupo usando o sistema de codificação.

    É importante salientar que o código binário também diferencia maiúsculas de minúsculas, acentos, símbolos e letras especiais. Veja alguns exemplos. Dessa forma, a palavra “locaweb” em código binário é representada por: 01101100 01101111 01100011 01100001 01110111 01100101 01100010 00001010

    Qual é outro nome para os dígitos do sistema binário?

    Código Binário –

    O sistema de numeração decimal tem sido usado por muitas civilizações ao longo do tempo e consiste em dez dígitos que variam de 0 a 9, com os quais formamos infinitos números.No entanto, como os computadores funcionam de maneira diferente, eles usam o sistema binário, Para executar suas tarefas, os computadores precisam processar muitos dados, estes são compostos de dígitos binários ou ” bits “. Cada bit representa um único número: 0 ou 1, e quando combinados, criam unidades maiores, como:

    Bytes (B): 8 Bits Kilobytes (KB): 1024 Bytes Megabytes (MB): 1024 Kilobytes Gigabytes (GB): 1024 Megabytes

    Que determinam o tamanho dos nossos arquivos. Quanto maior o arquivo, mais bits ele possui, por exemplo, um vídeo de alta resolução é composto de milhões de zeros e uns.