Tabela De Desconto Inss 2023?

Quanto pagar de INSS em Maio 2023?

Mudanças na nova Tabela de contribuição INSS 2023

Salário (de) Salário (até) Alíquota
0,00 1.320,00 7,5%
1.320,01 2.571,29 9,0%
2.571,30 3.856,94 12,0%
3.856,95 7.507,49 14,0%

Quem ganha 10.000 00 paga quanto de INSS?

Exemplo 3 – Por fim, imagine que um empregado receba R$ 10.000,00 por mês. Neste caso, como recebe acima do teto do INSS, o valor da sua contribuição terá o valor máximo. A propósito, vale ressaltar que a contribuição não incide sobre o valor recebido acima do teto do INSS. Em 2023, o teto do INSS é R$ 7.507,49. Portanto, o valor da contribuição só incide até este teto, conforme tabela abaixo:

Faixa salarial Alíquota Valor da contribuição
Até R$ 1.302,00 7,5% R$ 97,65
R$ 1.302,01 até R$ 2.571,29 9% R$ 114,24
R$ 2.571,30 até R$ 3.856,94 12% R$ 154,28
R$ 3.856,95 até R$ 7.507,49 14% R$ 511,08
 Total R$ 877,24

Ou seja, este empregado vai pagar R$ 877,24 para o INSS. E este é o valor máximo da contribuição previdenciária para empregados e trabalhadores avulsos no ano de 2023.

O que muda no INSS em 2023?

Quais as regras para se aposentar em 2023? – Após a reforma da Previdência, há cinco regras de transição para a aposentadoria: por pontos, por idade mínima progressiva, com pedágio de 50%, com pedágio de 100% e idade mínima na aposentadoria por idade das mulheres.

  1. A regra de pontos é uma das três que sofrem alteração todos os anos.
  2. Nela, o segurado precisa atingir uma pontuação mínima, ao somar a idade com o tempo de contribuição.
  3. Em 2023, os homens deverão ter pelo menos cem pontos, enquanto as mulheres precisarão de 90 para ter direito ao benefício.
  4. É preciso, ainda, pelo menos 30 anos de pagamentos ao INSS, no caso das mulheres, e 35 quando homem.

Na idade mínima progressiva, acrescenta-se seis meses à idade mínima que dá direito à aposentadoria a cada ano. Para solicitar o benefício em 2023, a segurada precisa ter pelo menos 30 anos de contribuição, além de 58 anos de idade. O segurado deve ter 35 anos ou mais de recolhimentos e 63 anos de idade.

O pedágio de 50% é válido apenas para os trabalhadores que estavam a até dois anos da aposentadoria quando a reforma entrou em vigor, ou seja, homens que tinham ao menos 33 anos de contribuição e mulheres que fizeram o recolhimento por pelo menos 28 anos até 13 de novembro de 2019. Esta regra diz que a pessoa precisa cumprir metade do tempo de contribuição que faltava na data de início da reforma, sendo que é exigido o tempo mínimo de 35 anos de pagamento à Previdência, para homens, e 30, para mulheres.

No pedágio de 100%, o segurado precisa trabalhar o dobro do tempo que faltava para se aposentar quando as novas regras entraram em vigor. Neste caso, também é necessário que homens tenham pelo menos 60 anos de idade e 35 de contribuição, e que as mulheres tenham 57 anos de idade e 30 de pagamentos ao INSS.

Vai ter INSS 2023?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) liberou o calendário de pagamento dos benefícios deste mês, com as transferências financeiras previstas para começar em 25 de outubro. Aproximadamente 37 milhões de aposentados e pensionistas têm previsão de receber seus pagamentos ao longo de 2023.

  1. As datas de pagamento variam de acordo com o valor do benefício, com distinção entre aqueles que recebem até um salário mínimo e aqueles com renda mensal superior a esse valor.
  2. Para determinar a data exata de pagamento, basta verificar o último dígito do cartão de benefício, desconsiderando o último dígito verificador após o traço.

Por exemplo, se o número do cartão termina em 123456789-0, o último dígito é 9.

Quanto é o desconto de CLT?

Quais os descontos salariais previstos por lei?

Salário Desconto Parcela dedutível
De R$ 2.112 até R$2.826,65 7,50% R$158,40
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 15,00% R$370,40
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 22,50% R$651,73
Acima de R$4.664,68 27,50% R$884,96

Qual desconto do Imposto de Renda 2023?

Leia também – A partir de agora, de acordo com o novo texto, quem ganha até R$ 2.112 por mês não terá mais que pagar o Imposto de Renda. A isenção, anteriormente, era para aqueles que recebem até R$ 1.903,98. Já os que recebem até R$ 3.751,05 devem pagar alíquota de 15% e R$ 370,4 é o valor da parcela a deduzir no Imposto de Renda.

Como calcular INSS e IR no salário?

A base para o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) é o salário bruto menos o desconto da contribuição previdenciária. Por exemplo: se o funcionário tem remuneração bruta de R$ 3.000,00 — sobre a qual incide INSS de R$ 263,06 (12%) — a base de cálculo do IRRF é de R$ 2.736,94.

Quem ganha mais de 7 mil paga quanto de INSS?

Hoje, o desconto do INSS varia entre 7% e 14%. Quem recebe acima de R$7.507,49 paga a mesma alíquota máxima de 14%, independentemente do salário bruto.

Quem ganha 15.000 paga quanto de INSS?

Como calcular o desconto do INSS 2023: veja tabela | Exame O cálculo do desconto do INSS na folha de pagamento é um procedimento essencial para os trabalhadores brasileiros. Por meio de faixas salariais e alíquotas progressivas, determina-se a contribuição previdenciária a ser deduzida.

Compreender como funciona o desconto do INSS na folha de pagamento é fundamental para garantir a correta retenção e repasse dos valores, assegurando benefícios futuros aos trabalhadores. O desconto do INSS é uma obrigação financeira que o trabalhador deve cumprir mensalmente. Para aqueles com empregos formais, o valor é deduzido automaticamente de seus salários, ou seja, não é necessário realizar o desconto de forma manual.

Em contrapartida, os e os profissionais autônomos também estão sujeitos a essa obrigação, mas precisam realizar o repasse de maneira manual. No caso dos MEIs, a contribuição para o INSS já está incorporada à taxa regular paga mensalmente. Já no contexto dos autônomos, o desconto pode ser efetuado por meio da emissão do Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) sempre que esses profissionais prestarem serviços para empresas ou atenderem pessoas físicas.

  • O desconto referente ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) consiste em uma porcentagem aplicada sobre o salário do funcionário, com o propósito de contribuir para a previdência e garantir benefícios futuros,
  • Essa quantia é deduzida diretamente do contracheque do trabalhador, antes mesmo de receber o valor líquido de seu salário.
  • Vale notar, ainda, que o desconto do INSS é aplicado apenas aos colaboradores contratados sob o regime CLT.
  • Dessa forma, é responsabilidade da empresa empregadora efetuar essa contribuição em lugar do empregado celetista, informando-o sobre os montantes repassados à previdência.
  • Para entender na folha de pagamento, é importante saber que os descontos são realizados diretamente pela empresa, que calcula a alíquota proporcional ao salário.

Essa dedução ocorre mensalmente e de forma progressiva. É válido ressaltar que o valor não é retido pela empresa, mas sim repassado à Previdência Social.

  1. Primeiramente, é importante destacar que existem duas formas para isso: a fórmula real, que é mais complexa, e uma forma simplificada, onde muitas pessoas utilizam um fator de dedução apresentado na primeira tabela deste conteúdo.
  2. Além disso, é fundamental compreender que o cálculo do desconto do INSS passou a ser progressivo desde 2020,
  3. A seguir, é possível verificar um exemplo que ajuda a entender qual a porcentagem de desconto do INSS de maneira prática:
  4. Salário: R$ 2.000,00

Faixa 1 → Até R$ 1.320,00 Faixa 2 → De R$ 1.320,01 a R$ 2.571,29 Primeiramente, é necessário calcular o desconto da primeira faixa salarial. Multiplicando R$ 1.320,00 por 7,5%, obtemos o valor de R$ 99,00. Agora, é preciso calcular o desconto da segunda faixa salarial.

  • Subtraindo o valor da primeira faixa do salário total: R$ 2.000,00 – R$ 1.320,00 = R$ 680,00.
  • Em seguida, multiplica-se R$ 680,00 por 9%, resultando em R$ 61,20.
  • Para obter o valor total do desconto, basta somar os valores calculados nas duas faixas salariais: R$ 99,00 + R$ 61,20 = R$ 160,20.
  • Portanto, o desconto do INSS para um salário de R$ 2.000,00 é de R$ 160,20,

Saber esses valores e quanto se vai ganhar é fundamental para aprender a, A alíquota do desconto do INSS não segue um valor fixo. Ela é progressiva e varia de acordo com o salário bruto do contribuinte. Isso significa que, quanto maior o salário, maior será o valor destinado ao órgão.

Em outras palavras, aqueles que têm rendimentos mais elevados contribuem com quantias maiores, enquanto os que ganham menos desembolsam valores menores. No cenário atual, a alíquota do desconto do INSS abrange uma faixa entre 7% e 14%. Nos casos em que o rendimento ultrapassa os R$ 7.507,49, a mesma alíquota máxima de 14% é aplicada, independentemente do valor total do salário bruto.

Portanto, para determinar a porcentagem exata do desconto do INSS, o trabalhador deve identificar em qual categoria de renda seu salário se encaixa. Atualmente, existem cinco categorias, cada uma com sua respectiva alíquota a ser deduzida. Como já mencionado, o desconto é de 7,5% sobre os salários de até R$ 1320,00.

  1. Para quem ganha entre R$ 1.320,01 e R$ 2.571,29, a alíquota é de 9%.
  2. Entre R$ 2.571,30 e R$ 3.856,94, a taxa é de 12%.
  3. Por fim, a alíquota máxima de 14% se destina para quem tem salário entre R$ 3.856,95 e R$ 7.507,49, ou mais.
  4. Vale informar que os descontos citados acima são referentes aos trabalhadores formais, ou seja, a alíquota para quem ou for contribuinte individual é diferente.

Para calcular o valor do INSS, é necessário dividir o salário em faixas salariais e somar as respectivas porcentagens.

Salário Dedução
Até R$1320 7,5%
Entre R$ 1.320,01 e R$ 2.571,29 9%
Entre R$ 2.571,30 e R$ 3.856,94 12%
Entre R$ 3.856,95 e R$ 7.507,49 14%

O fator de dedução é utilizado para simplificar o cálculo da contribuição do INSS. Com esse valor de referência, é possível saber quanto é o desconto do INSS, Sabendo o desconto do INSS, é possível organizar suas finanças e conseguir aplicar dinheiro no fim do mês,

  • O teto de desconto do INSS em 2023 é de R$ 1.501,50.
  • Isso significa que, independentemente do valor da receita ou salário do contribuinte, o desconto máximo do INSS será limitado a esse montante para aqueles que possuem a alíquota de 20%.
  • O teto de desconto do INSS em 2023 é de R$ 1.501,50.
  • Essa quantia estabelece um limite para o desconto máximo do INSS, independentemente do valor de sua receita ou salário.

Em outras palavras, mesmo que o indivíduo tenha uma renda superior ao teto estabelecido, o desconto previdenciário não ultrapassará os R$ 1.501,50 que constam na tabela de desconto do inss.

  • Essa medida visa evitar que os contribuintes de maior renda sejam sobrecarregados com descontos excessivos, garantindo uma distribuição equitativa das contribuições ao sistema previdenciário.
  • É importante estar ciente desse limite ao calcular os descontos do INSS na folha de pagamento, pois isso ajuda a organizar o orçamento ou outro investimento.
  • De fato, é importante verificar o quanto sobra do salário ao fim do mês ao fim de cada mês, após todas as deduções efetuadas, considerando também o desconto do INSS 2023,
  • Esse valor remanescente é denominado salário líquido e é obtido por meio da subtração dos descontos do salário bruto, e esse valor já é apresentado na folha de pagamento.
  • Além dos descontos comuns, como plano de saúde, vale-transporte, empréstimos e contribuição sindical, é imprescindível destacar que existem deduções compulsórias, tais como o desconto do INSS,
  • Vale lembrar que as deduções mudam de acordo com a faixa salarial, número de dependentes e a variedade de descontos possíveis, então é preciso considera todos esses fatores.
  • O cálculo do INSS já consta na folha de pagamento, que descrimina todos os valores descontados – além de eventuais bonificações, como horas adicionais, bônus de insalubridade, entre outros.
  • Considerando um salário bruto de R$2000, para o cálculo do salário líquido considerando apenas os descontos de INSS e IR, temos:
  • Salário Bruto – Desconto do INSS – Taxa de IR

R$ 2.000,00 – R$ 160,20 – (R$ 2.000,00 x 15% – R$ 354,80) R$ 2.000,00 – R$ 160,20 + R$ 54,80 = R$ 1.893,60 Portanto, o salário líquido para um salário de R$ 2.000,00, considerando os descontos de INSS e IR, é de R$ 1.893,60. O INSS é descontado do salário dos trabalhadores com o objetivo de garantir a proteção social a esses trabalhadores em diferentes fases de suas vidas, especialmente durante a aposentadoria e em situações de incapacidade para o trabalho.

  • O desconto visa ao longo da vida do trabalhador, para que ele possa se aposentar quando atingir a idade ou o tempo de contribuição necessários.
  • Além disso, o INSS oferece amparo financeiro aos trabalhadores em caso de incapacidade para o trabalho devido a acidentes ou doenças.
  • O salário líquido é o valor que o trabalhador recebe após a dedução de impostos, contribuições e outros descontos.

Sendo assim, para fazer o cálculo é preciso considerar os descontos obrigatórios na folha de pagamento, como o INSS e o IRRF. Para fazer o cálculo descontando a alíquota do INSS, o trabalhador deve saber em qual categoria de renda seu salário se encaixa.

Isso porque o desconto não é único para todos os trabalhadores, ou seja, a porcentagem a ser descontada depende do salário bruto do contribuinte. Vale lembrar, no entanto, que o trabalhador pode ter outros descontos. Por isso é fundamental aprender a organizar as contas pessoais e poder investir, seja em renda fixa,, ações ou outros ativos.

Foi possível entender como calcular o desconto do INSS na folha de pagamento? Saiba mais sobre finanças pessoais, investimentos e economia com os artigos abaixo:

: Como calcular o desconto do INSS 2023: veja tabela | Exame

Qual é a nova regra do INSS?

Como ficou a nova regra? Quem começou a contribuir depois da reforma precisa cumprir os seguintes requisitos para se aposentar: Homem: 65 anos de idade e pelo menos 20 anos de contribuição ao INSS. Mulher: 62 anos de idade e pelo menos 15 anos de contribuição ao INSS.

Qual a nova mudança no INSS?

O trabalhador que passou a contribuir com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) depois de 13 de novembro de 2019, quando a reforma da Previdência entrou em vigor, vai se aposentar pela regra permanente, com idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

Qual foi a nova mudança do INSS?

A reforma da Previdência acrescenta seis meses às idades mínimas a cada ano até atingirem 62 anos (mulheres) e 65 anos (homens) em 2031. Nos dois casos, o tempo mínimo de contribuição exigido é de 30 anos para as mulheres e 35 anos para homens.

Qual é o percentual de INSS pago pelo empregador?

Como calcular o INSS na folha de pagamento?

Salário Alíquota do INSS Função de Multiplicação
até R$ 1.320 7,5% 0,075
de R$ 1.320,01 até R$ 2.571,29 9% 0,09
de R$ 2.571,30 até R$ 3.856,94 12% 0,12
de R$ 3.856,95 até R$ 7.507,49 14% 0,14

Qual o valor da contribuição para o INSS?

Esta é a situação mais simples: a contribuição do empregado será de apenas 7,5% do salário mínimo. Em 2023, o valor do salário mínimo é R$ 1.302,00. Portanto, o valor da contribuição para o INSS será R$ 97,65 neste caso.

Qual o valor da contribuição do contribuinte individual?

A obrigação do contribuinte individual é efetuar o recolhimento de 20% da sua remuneração mensal, até o limite do Teto da previdência social.