Tabela De Progressão Dos Tecnicos Administrativos Em Educação?

Quanto ganha um técnico administrativo da UFC?

Estrutura do vencimento básico do PCCTAE a partir de 1º de maio de 2023

Níveis
Classes de Capacitação Valor
P19 R$ 2.879,29
P20 R$ 2.991,58
P21 R$ 3.108,25

O que é o vencimento base?

VENCIMENTO – Gestrado Autores/as: HENRIQUE LANZA NETO Em sentido amplo, é espécie de retribuição composta por parcelas distintas definidas em termos gerais para uma categoria, mas sem caráter unitário. É a retribuição pecuniária devida ao servidor pelo exercício do cargo, cujo valor deverá ser fixado em lei.

  1. Em sentido estrito, é denominado de vencimento básico e corresponde à retribuição básica, alusiva ao valor inicial e isolado fixado pela lei que criou o cargo.
  2. A remuneração compreende o vencimento básico e as vantagens pecuniárias estabelecidas em lei, permitindo-se afirmar que vencimento é uma das parcelas integrantes da remuneração.

A palavra “vencimentos” é empregada com ambiguidade, a exigir, em cada caso, a identificação do sentido em que vem atribuído. Em regra geral, a palavra vencimentos é utilizada pela Constituição da República como equivalente à soma do vencimento básico com o valor global das vantagens permanentes gerais (CR/88 – Constituição da República de 1988, art.37, X, XII, XIII e XV).

  • Por vezes, de modo pouco técnico, é empregada também como significado restrito equivalente a “vencimento básico” (art.73, §3º da CR/88 e art.17 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias – ADCT), valor isolado pago conjuntamente com as denominadas vantagens permanentes.
  • Os direitos e vantagens dos servidores públicos estão dispostos nos artigos 40 a 115 da Lei nº 8.112/90, onde, nos artigos 40 a 48, são tratados dos temas “vencimento” e “remuneração” dos servidores.

A Lei nº 8.852/94 regulamenta a matéria no âmbito da União, dispondo sobre a aplicação dos artigos 37, XI e XII e 39, §1º, da CR/88. O parágrafo único do artigo 40 da Lei n.8.852/94 assegura ao servidor não receber, a título de vencimento, importância inferior ao salário mínimo, direito garantido pelo §3º do art.39 da CR/88.

Já o §3º do art.41 da Lei nº 8.852/94 assegura aos servidores a irredutibilidade de vencimentos prevista na Constituição da República, devendo-se respeitar os seguintes limites (artigo 37, XI da CR/88) para os ocupantes de cargos, funções e empregos públicos: 1) Como regra geral, o subsídio mensal, em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal; 2) Nos Municípios, o subsídio mensal, em espécie, do Prefeito; 3) Nos Estados e Distrito Federal: o subsídio mensal, em espécie: a) do Governador no âmbito do Poder Executivo; b) Dos Deputados Estaduais e Distritais no âmbito do Poder Legislativo; c) o subsídio mensal, em espécie, dos Desembargadores do Tribunal de Justiça, limitado a noventa inteiros e vinte e cinco centésimos por cento do subsídio mensal, em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal no âmbito do Poder Judiciário, aplicável este limite aos membros do Ministério Público, aos Procuradores e aos Defensores Públicos.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil, Brasília: Senado Federal, 1988. BRASIL. Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais.

  • Diário Oficial da União, Brasília, 19 abr.1990. BRASIL.
  • Lei nº 8.852, de 4 de fevereiro de 1994.
  • Dispõe sobre a aplicação dos arts.37, incisos XI e XII, e 39, § 1º, da Constituição Federal, e dá outras providências.
  • Diário Oficial da União, Brasília, 05 abr.1994.
  • MICHAELIS, H.
  • Moderno dicionário da língua portuguesa,

São Paulo: Melhoramentos, 1998. MODESTO, P. Conceito de remuneração e de vencimentos na Constituição de 1988:remuneração do cargo e remuneração dos agentes: vantagens remuneratórias extensíveis aos inativos. Revista Diálogo Jurídico, Salvador, n.10, jan.2002.

Qual é a função de um técnico administrativo?

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO: Planejar, organizar, controlar e assessorar as organizações nas áreas de recursos humanos, patrimônio, materiais, informações, financeira, tecnológica, entre outras; implementar programas e projetos; elaborar planejamento organizacional; promover estudos de racionalização e controlar o

Quanto ganha um servidor público da UFC?

Os salários de Servidor Público Federal na Universidade Federal do Ceará (UFC) estão entre R$11.245 e R$11.998.

Quanto ganha um professor doutor na UFC?

O salário mensal do cargo de Professor Universitário na empresa Universidade Federal do Ceará (UFC) varia de R$ 3.308 a R$ 18.829. Estimativa baseada em 20 relatório(s) de salários publicados por funcionários com o cargo de Professor Universitário na empresa Universidade Federal do Ceará (UFC) ou métodos estatísticos.

Qual é a diferença entre salário e vencimento?

Vencimento é a retribuição pecuniária pelo efetivo exercício do cargo, correspondente ao símbolo ou nível fixado por lei. Remuneração é a retribuição pecuniária pelo efetivo exercício do cargo, correspondente ao vencimento mais as vantagens asseguradas por lei.

Como é calculado o salário base?

Ele é o resultado do salário bruto com todos os descontos trabalhistas aplicados como IRRF e INSS, além do desconto de faltas, atrasos ou contribuições sindicais.

Quanto ganha um técnico administrativo da UFPA?

O concurso UFPA está em andamento. A Universidade Federal do Pará (UFPA) oferta 94 vagas para a carreira de Técnico-Administrativo em Educação. As remunerações chegam a R$ 4.556,92, São oportunidades para candidatos com níveis médio, técnico e superior, em diversas especialidades.

  • Situação atual
  • Remuneração e Benefícios
  • Cargos e vagas
  • Carreira
  • Etapas de prova
  • Último concurso
  • Materiais gratuitos
  • Resumo do concurso UFPA
  • Assinatura Ilimitada

Qual a diferença de assistente administrativo e técnico administrativo?

A principal diferença entre auxiliar administrativo e técnico administrativo é exatamente o curso técnico em administração. Essa categoria de qualificação profissional é relativamente rápida, com duração de um a dois anos e uma média de 800 a 1.200 horas de aulas.

Qual a diferença entre técnico de administração e assistente administrativo?

Entenda a diferença entre o administrador e o auxiliar administrativo Na hierarquia de competências e atribuições, é possível observar que as funções do administrador e auxiliar administrativo são diferentes e complementares no ramo da administração de empresas, sendo as duas de vital importância para o sucesso de uma empresa.

You might be interested:  Tabela Fipe Polo Sedan 2013 1.6 Completo?

Assim, o administrador é aquele que lidera a organização, com o desenvolvimento de planejamentos, ações, definição de metas e gerenciamento múltiplo dos demais setores da empresa, e o auxiliar administrativo é quem, sendo uma espécie de braço direito do administrador.Dessa maneira, entre as atividades desempenhadas pelo auxiliar administrativo estão tarefas como arquivamento, coordenação das ações gerais do escritório, além de redigir os respectivos relatórios, entre outros. Asscom | Grupo Tiradentes

: Entenda a diferença entre o administrador e o auxiliar administrativo

Qual a diferença entre técnico administrativo e técnico em administração?

O curso técnico administrativo, também conhecido como técnico em Administração, é uma alternativa para quem deseja atuar na área e ainda não possui Ensino Superior completo. Encontre bolsas de estudo de até 80% para Administração A formação também é uma opção para quem pretende ingressar de forma mais rápida no mercado de trabalho, já que o curso tem uma duração menor que os de nível superior. O que é um técnico administrativo? O técnico administrativo é o profissional responsável por prestar apoio ao administrador, que possui diploma de graduação, nas atividades do dia a dia. É comum que pessoas com nível técnico administrativo assumam cargos como o de assistente,

As funções atribuídas ao técnico de Administração são relacionadas à rotina do setor administrativo, como a organização de documentações, verificação de dados, gestão de recursos e relacionamento com fornecedores, Leia mais: + Qual é a diferença entre auxiliar e assistente administrativo? + Quais são as áreas de atuação da Administração? + Quanto ganha um profissional com curso técnico? Devido à versatilidade do curso, o técnico pode expandir seu campo de atuação para outras áreas, como marketing, logística, gestão de pessoas e de finanças, por exemplo, tanto em instituições públicas quanto privadas.

Para atuar como um técnico administrativo, é necessário ter a formação em Administração no nível técnico. Veja também: Teste Vocacional de Administração Tudo o que você precisa saber sobre o curso técnico administrativo O curso técnico é uma formação que tem como objetivo capacitar pessoas no âmbito teórico e prático de uma de uma determinada área.

No caso do curso técnico administrativo, a capacitação é voltada para a Administração. Existem instituições que exigem aprovação em processo seletivo para ingressar na formação, entretanto, outras costumam solicitar apenas a entrega de documentações para realização da matrícula. Leia também: + Teste: Você tem perfil para cursar Administração? + É preciso fazer prova para entrar em um curso técnico? Quem pode fazer o curso técnico administrativo? O curso técnico administrativo, assim como qualquer formação técnica, é voltado para quem está cursando ou já concluiu o Ensino Médio,

É comum algumas instituições também exigirem uma idade mínima durante a matrícula, de 16 anos, Leia mais: + Os 6 melhores cursos técnicos para trabalhar com Administração + Saiba quais são os 5 cursos técnicos que mais empregam

Qual o maior salário do servidor público do Brasil?

Por esfera federativa. O valor máximo recebido por um servidor, em 2022, foi de R$ 302,2 mil mensais – quase oito vezes o teto vigente à época e 54 vezes o salário médio de um funcionário público no País, que no ano passado somava R$ 5,6 mil.

Qual o maior salário no serviço público?

Procurador-Geral da República – O cargo de Procurador-Geral da República, responsável pela chefia do Ministério Público Federal, possui um dos salários mais elevados no serviço público brasileiro. De acordo com informações disponíveis no portal da transparência, o salário pode chegar a valores acima de R$ 33.000,00.

Qual é o salário mais alto do Brasil?

Pesquisa revela as profissões que recebem os maiores salários do Brasil Dados apresentados nesta segunda-feira (2/10) pela economista Janaína Feijó, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-IBRE), dão um panorama sobre os maiores salários em diversas profissões no Brasil. Na contramão, os desenvolvedores de página de internet e multimídia tiveram a maior valorização salarial, com 91% na remuneração média. Médicos especialistas; matemáticos, atuários e estatísticos; médicos gerais; geólogos e geofísicos; engenheiros mecânicos, ocupam o top 5 dos profissionais que apresentam os maiores rendimentos no segundo trimestre de 2023. Apenas quatro profissões tiveram valorização salarial no comparativo de 2012, aumento médio que varia de 30% a 90%, quase todas que passaram a pagar mais são da área de Tecnologia da Informação (Ti). Matemáticos, atuários e estatísticos, por exemplo, somaram 50% de alta.

Quanto ganha um Professor titular?

Faixa de salário base BRL 7 mil – BRL 21 mil /mês Média salarial 44 salários Média : R$ xx.xxx Intervalo : R$ xx.xxx A média salarial de Profesor Titular é de R$ 13.452 por mês nessa localidade (Brasil). A remuneração variável de Profesor Titular em Brasil é de R$ 2.747, variando entre R$ 1.055 e R$ 94.994.

Qual é o salário de um Professor Universitário?

Aumento salarial e carreira – COM A NOVA CARREIRA, NOVOS INSTITUTOS FEDERAIS E UMA NOVA UNIVERSIDADE GOVERNO CONCEDE REAJUSTE A TODOS OS PROFESSORES DE ENSINO SUPERIOR DA REDE FEDERAL O Governo Federal propôs um plano de carreira, a vigorar a partir de 2013, às entidades sindicais dos professores dos Institutos e das Universidades Federais. A proposta permite visualizar uma mudança na concepção das universidades e dos institutos federais, na medida em que estimula a titulação, a dedicação exclusiva e a certificação de conhecimentos.

  • Reduz de 17 para 13 níveis a carreira, como forma de incentivar o avanço mais rápido e a busca da qualificação profissional e dos títulos acadêmicos.
  • O Governo Federal vem cumprindo integralmente as propostas negociadas em 2011.
  • Aplicou em 2012, por meio da medida provisória 568, editada em maio, com efeito retroativo a março, o reajuste de 4% nos salários e a incorporação das gratificações aos vencimentos básicos.

Na reunião realizada com os representantes sindicais dos professores, coordenada pelo secretário de Relações do Trabalho do MPOG, Sérgio Mendonça, com a presença de representantes do Ministério da Educação, o Governo Federal propôs o seguinte plano: 1.

Todos os docentes federais de nível superior terão reajustes salariais, além dos 4% concedidos pela MP 568 retroativo a março, ao longo dos próximos três anos. Confira abaixo a evolução do seu salário e da sua carreira. Confira a nova tabela de evolução detalhada para docente do magistério superior e docente de ensino básico, técnico e tecnológico,2.

O salário inicial do professor com doutorado e com dedicação exclusiva será de R$ 8,4 mil. Os salários dos professores já ingressados na universidade, com título de doutor e dedicação exclusiva passarão de R$ 7,3 mil para R$ 10 mil.3. Ao longo dos próximos três anos, a remuneração do professor titular com dedicação exclusiva passará de R$ 11,8 mil para R$ 17,1 mil.4.

No caso dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, além da possibilidade de progressão pela titulação, haverá um novo processo de certificação do conhecimento tecnológico e experiência acumulados ao longo da atividade profissional de cada docente. Desta forma, o Governo Federal atende a reivindicação histórica dos docentes, que pleiteavam um plano de carreira que privilegiasse a qualificação e o mérito.

Além disso, torna a carreira mais atraente para novos profissionais e reconhece a dedicação dos professores mais experientes. Finalmente, com a sanção da lei 12.677\2012, o Governo Federal criou 77 mil novos cargos para professores e técnicos para as universidades e institutos federais.

You might be interested:  Tabela De Pagamento Do Pdp 2019?

Qual é o salário de um Professor de Harvard?

Como a média salarial de US$ 122.135 – US$ 218.004 se aproxima da realidade para você?

Qual é o salário de um Professor da USP?

Qual é o salário de Professor na empresa Universidade de São Paulo (USP)? A média salarial estimada do cargo de Professor na empresa Universidade de São Paulo (USP) é de R$ 13.220 por mês. O salário mensal do cargo de Professor na empresa Universidade de São Paulo (USP) varia de R$ 1.481 a R$ 110.253.

Qual o salário de um Professor da Estácio?

A média salarial estimada do cargo de Professor Universitário na empresa Universidade Estácio de Sá é de R$ 7.708 por mês. O salário mensal do cargo de Professor Universitário na empresa Universidade Estácio de Sá varia de R$ 2.142 a R$ 25.940.

Quanto uma pessoa ganha no UFC?

Quanto ganha um lutador de MMA iniciante? – Para início de conversa, vamos esclarecer que os lutadores do UFC, mesmo de contrato assinado, não ganham um salário mensal e sim por luta. Os lutadores mais renomados também podem ganhar uma fatia do pay per view como acontece com os detentores de cinturão do UFC ou os lutadores que são estrelas de um card principal do UFC, Este é um assunto até polêmico no mundo da luta, pois muitos acham pouco o valor, um lutador iniciante no UFC vindo sem nenhum destaque ganha de US$ 10 mil a US$ 12 mil (de R$52,9 mil até R$63,5 mil) por luta e isso vai crescendo de acordo com o sucesso do lutador no programa.

Como é o salário do UFC?

UFC: Dana White diz que nunca vai aumentar drasticamente salário de lutadores e critica cifras do boxe: ‘Foi destruído’ – ESPN 12 de ago, 2022, 17:22 O presidente do, Dana White, disse que o salário dos lutadores na organização não mudará drasticamente enquanto ele estiver em sua posição atual, dizendo à GQ em um vídeo publicado na quinta-feira que acredita que os lutadores “recebem o que deveriam receber”,

O tema de pagamento dos lutadores tem sido um assunto quente no MMA há anos e foi empurrado ainda mais para os holofotes pelo YouTuber que virou boxeador Jake Paul nos últimos meses. White disse que acredita que os boxeadores de alto nível são pagos em excesso e reiterou na entrevista da GQ que acredita que os lutadores do UFC são pagos de forma mais razoável.

“O boxe foi absolutamente destruído, por causa do dinheiro e de todas as coisas que acontecem”, disse White. “Isso nunca vai acontecer enquanto eu estiver aqui. Acredite em mim, esses caras recebem o que deveriam receber. Eles comem o que matam, Eles recebem uma porcentagem das compras do pay-per-view. Além de todo o conteúdo ESPN, com o Combo+ você tem acesso ao melhor do entretenimento de Star+ e às franquias mais amadas de Disney+. Assine já! O UFC paga aos lutadores cerca de 20% de sua receita, de acordo com dados descobertos durante o processo em andamento movido por alguns ex-lutadores contra a promoção.

  • Outras grandes ligas esportivas, como a, e MLB, compartilham cerca de metade de sua receita com os jogadores, mas essas ligas são sindicalizadas e os atletas podem negociar coletivamente por meio de associações de jogadores.
  • Os lutadores de MMA, e lutadores do UFC especificamente, não têm nada parecido no momento.

Os lutadores do UFC são classificados como contratados independentes, o que pode dificultar a negociação coletiva legalmente. Várias tentativas de sindicalizar os lutadores do UFC falharam nos últimos 10 anos, incluindo uma do ex-agente de beisebol Jeff Borris.

  • Não há muitas coisas que você possa falar sobre o UFC”, disse White à GQ.
  • Se você olhar para o que fizemos com o negócio nos últimos 22 anos, é incrível.
  • Nunca foi feito, nunca, as coisas que fizemos no negócio de luta.
  • Você sempre tem que ter algo para reclamar, eu acho.
  • E os lutadores sempre querem ganhar mais dinheiro.

” White e executivos da empresa controladora do UFC, Endeavor, argumentaram que o salário dos lutadores aumentou exponencialmente na última década, embora a receita do UFC também tenha crescido acentuadamente desde então. “Nenhuma grande organização esportiva paga seus atletas tão mal quanto Dana White e UFC”, twittou Paul em resposta aos comentários de White na GQ.

Se você não vê isso, então você é uma das ovelhas de Dana, Eles continuam falando em vender 21 eventos seguidos, mas nunca falando em aumentar o salário dos lutadores, dando a eles saúde e divisão justa de receita.” A ação movida contra o UFC em 2014 por ex-lutadores, incluindo Cung Le, alega que a promoção é um monopólio ou monopsônio, controlando a grande maioria da participação de mercado do esporte, travando os lutadores em contratos restritivos que não permitem que eles testem seu valor no mercado aberto e suprimir os salários.

O processo é liderado por lutadores da MMA Fighters Association, que não quer a sindicalização. Em vez disso, a MMAFA gostaria que a Lei Muhammad Ali do boxe, que dá proteção contratual aos boxeadores, fosse estendida ao MMA. Essa extensão ao MMA foi apresentada como um projeto de lei à Câmara dos Deputados pelo deputado Markwayne Mullin, R-Okla., em 2017, mas desde então está preso no limbo legislativo.

  1. O UFC gastou centenas de milhares fazendo lobby contra a possível lei.
  2. Em 2020, um juiz federal disse que concederia certificação de classe no caso, tornando-a uma ação coletiva que permitiria que um número maior de combatentes recebesse uma parte do que poderia ser bilhões em danos.
  3. O juiz, Richard Boulware, não oficializou a certificação de classe, e o caso parece prestes a continuar por muitos anos.

“O UFC estabeleceu uma estrutura de pagamento que paga aos lutadores menos de 20% da receita”, disse o fundador da MMAFA, Rob Maysey, à ESPN, “A única maneira de determinar quais lutadores ‘devem ser pagos’ é remover as restrições contratuais que o UFC impõe e trazer uma verdadeira competição por serviços de lutador para o mercado.” : UFC: Dana White diz que nunca vai aumentar drasticamente salário de lutadores e critica cifras do boxe: ‘Foi destruído’ – ESPN

You might be interested:  Tabela De Calibragem De Pneus De Moto Honda Bros 160?

Quanto ganha um estudante da UFC?

1 Programa Ajuda de Custos O Programa Ajuda de Custos concede ajuda de custo aos estudantes dos cursos de graduação que desejam apresentar trabalhos em eventos de natureza diversa ou em eventos promovidos por entidades estudantis e grupos organizados de estudantes.

Apoia o Diretório Central dos Estudantes (DCE), os Centros Acadêmicos (CAs) e as Associações Atléticas na participação em eventos do movimento estudantil e das Atléticas, com representação de delegados e equipes de modalidades esportivas, e também apoia na promoção de eventos acadêmicos, políticos, culturais e esportivos locais.

Para saber como obter a Ajuda de Custos, acesse: http://www.prae.ufc.br/ajuda-de-custo/60-como-obter-ajuda-de-custo 2 Programa Auxílio Moradia O Programa Auxílio Moradia tem por objetivo viabilizar a permanência de estudantes matriculados nos cursos de graduação dos campi da Universidade Federal do Ceará (UFC) em Sobral, Cariri e Quixadá, com comprovada situação de vulnerabilidade econômica, assegurando-lhes auxílio institucional para complementação de despesas com moradia e alimentação durante todo o período do curso ou enquanto persistir a mesma situação.

Importante! A vinculação dos estudantes ao Programa Auxílio Moradia não os impede de receber, por mérito, qualquer uma das bolsas dos diversos programas da UFC, de agências de fomento ou de empresas. Para saber como participar do Processo de Seleção do Programa Auxílio Moradia, acesse: http://www.prae.ufc.br/auxilio-moradia/10-processo-de-selecao-do-programa-auxilio-moradia 3 Bolsa de Administração O Programa Institucional de Bolsas de Administração (Pibad) tem como finalidade promover a inserção dos estudantes nas unidades administrativas e acadêmicas da Universidade Federal do Ceará, por meio da interação dos conhecimentos inerentes a rotinas administrativas necessárias à gestão dessas unidades, nos moldes estabelecidos em edital.

Para mais informações, acesse: http://www.pradm.ufc.br/.4 Bolsa de Cultura e Arte Entende-se por Bolsa de Cultura e Arte o auxílio financeiro dispensado a uma ação de extensão, pago a estudantes da UFC, selecionados pela Coordenação da Ação, de acordo com o desempenho das atividades vinculadas à ação escolhida.

  • Tem o objetivo de apoiar, por meio de concessão de Bolsas de Cultura e Arte, o desenvolvimento de programas ou projetos de extensão, essencialmente voltados para a produção artística e cultural em execução na UFC.
  • Para mais informações, acesse: www.prex.ufc.br.5 Bolsa de Extensão O Programa de Extensão Universitária destina bolsa de extensão, como auxílio financeiro, ao estudante de graduação vinculado a uma ação de extensão, orientado e acompanhado por um professor ou técnico de nível superior, vinculado ao quadro ativo permanente ou inativo da UFC, e tem como objetivos: a) apoiar, por meio da concessão de bolsas de extensão, os alunos regularmente matriculados em cursos de graduação da UFC, proporcionando o desenvolvimento de ações de extensão, com vistas à formação cidadã e à transformação social; b) viabilizar a participação de discentes no processo de interação entre a universidade e outros setores da sociedade por meio de atividades acadêmicas que contribuam para a sua formação acadêmica e profissional e para o exercício da cidadania; c) incentivar os processos educativos, culturais, científicos e tecnológicos, como forma de aprendizagem da atividade extensionista, articulados com o ensino e a pesquisa de forma indissociável e que viabilizem a relação transformadora entre a universidade e outros setores da sociedade, contribuindo de forma qualitativa para a inclusão social; d) fomentar o interesse em extensão universitária e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação, assim como contribuir para a formação e a qualificação de cidadãos socialmente comprometidos.

Para mais informações, acesse: www.prex.ufc.br.6 Bolsas de Estudos Internacionais A Coordenadoria de Assuntos Internacionais divulga e intermedeia programas e bolsas de estudos vinculados a instituições de ensino estrangeiras. Para mais informações, acesse: http://www.cai.ufc.br/.7 Bolsa de Informática A Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) promove a seleção de estudantes dos cursos de graduação presenciais da UFC, devidamente matriculados, para o Programa de Desenvolvimento Institucional em Tecnologia da Informação.

  • As bolsas têm como objetivo incentivar atividades acadêmicas e administrativas vinculadas ao uso da informática nos diversos órgãos e unidades da UFC.
  • Para mais informações, acesse: http://www.sti.ufc.br/.
  • Link Edital 2015 http://www.ufc.br/images/_files/noticias/2015/pdf_150123_edital_bolsa_de_ti.pdf 8 Bolsa de Iniciação Acadêmica O Programa Bolsa de Iniciação Acadêmica tem por objetivo propiciar aos estudantes de cursos de graduação presenciais da UFC – em situação de vulnerabilidade socioeconômica comprovada –, especialmente os de semestres iniciais, condições financeiras para sua permanência e desempenho acadêmico satisfatório, mediante atuação, em caráter de iniciação acadêmica, nas diversas unidades da instituição.

Para mais informações, acesse: www.prae.ufc.br.9 Bolsa de Iniciação Científica A Coordenadoria de Pesquisa tem como objetivos registrar, fomentar e auxiliar na elaboração e execução dos projetos de pesquisa realizados no âmbito da UFC. Para mais informações, acesse: www.prppg.ufc.br.10 Bolsa de Incentivo ao Desporto O Programa Bolsa de Incentivo ao Desporto tem por objetivo incentivar os estudantes a incrementarem seu desempenho desportivo e acadêmico, mediante atuação em atividades relativas à gestão desportiva e ao rendimento desportivo.

Para mais informações, acesse: www.prae.ufc.br.11 Bolsa de Monitoria de Aprendizagem Cooperativa Os estudantes de graduação que atuam como bolsistas do Programa de Aprendizagem Cooperativa em Células Estudantis (PACCE) se dedicam a atividades formativas em aprendizagem cooperativa e organização e facilitação de grupos de estudo com outros estudantes da UFC.

A remuneração, atualmente, é de R$ 400,00 por mês, e os selecionados precisam dedicar 12 horas semanais às atividades da bolsa. Para mais informações, acesse: www.prograd.ufc.br.12 Bolsa de Monitoria de Iniciação à Docência O Programa de Iniciação à Docência (PID) é desenvolvido em duas modalidades: monitoria remunerada e monitoria voluntária.

Na primeira, o monitor recebe uma bolsa de auxílio para desempenhar as funções e, por isso, não deve participar de qualquer outra atividade remunerada, seja pública ou privada. Na segunda, o monitor desempenha as atividades de maneira voluntária, sem o recebimento do auxílio. Para mais informações, acesse: www.prograd.ufc.br.13 Bolsa de Monitoria de Projetos de Graduação Os projetos para implementação ou renovação de Monitoria de Projetos de Graduação podem ser propostos por coordenadores de Programas Acadêmicos, coordenadores dos cursos de graduação e/ou professores da UFC.

Aqueles que tiverem seus projetos aprovados deverão promover processo de seleção para monitores mediante edital específico, divulgado pela Diretoria da unidade acadêmica e/ou Coordenação de curso. Para mais informações, acesse: www.prograd.ufc.br.14 Programa de Educação Tutorial (PET) Cada grupo do PET-UFC é formado por um professor tutor, um professor cotutor e um máximo de doze estudantes bolsistas e seis voluntários.

PET-SI PET conexões de saberes

Para mais informações, acesse: www.prograd.ufc.br.

Tem Administração na UFC?

Como é o curso na UFC – Autorizado em julho de 1976 e reconhecido em 1988, o curso de Administração da UFC é ofertado desde 1996 em dois turnos: diurno e noturno. Atualmente, são oferecidas 80 vagas para o curso diurno (40 para o primeiro semestre e 40 para segundo) e 80 vagas para o curso noturno (distribuídas da mesma forma que o diurno).