Tabela De Vazão De Água Em Tubos Pvc?

Qual a vazão de um cano de 25mm por hora?

HD Multijato de 1′ DN 25mm Vazão Nominal: 5,0m³/h Vazão Máxima: 10,0m³/h, Classe B (H), Comprimento 260mm.

Qual a vazão do tubo de 100mm?

4.1 Vazão | Hidráulica Agrícola A vazão, ou descarga, é o volume de líquido que atravessa uma seção transversal por unidade de tempo (Eq.). \ Em unidades do SI é expressa em m 3 /s. No entanto, na prática, essa é uma vazão muito grande para muitas situações.

Por isso, é muito comum utilizar outras unidades, como m 3 /h (irrigação por aspersão), L/min (torneiras e chuveiros residenciais), L/h (irrigação por gotejamento), entre outras. Considerando que um volume infinitesimal da seção é calculado pela equação \(Vol = A \cdot s\) e que a velocidade é definida como \(V = \frac \), podemos modificar a equação acima para uma forma mais conveniente: \ Assim, a vazão pode ser determinada pela multiplicação da área da seção transversal pela velocidade média do escoamento nesta seção (Eq.).

Exemplo 4.1 (Vazão) Calcular a vazão que flui a uma velocidade de 2 m/s em uma tubulação de 50 mm de diâmetro. Solução, \(Q = A \cdot V = \frac \cdot 2 = 0,0039 m^3/s = 3,9 L/s\) Exemplo 4.2 (Vazão: calcular velocidade) Por uma tubulação cujos tubos possuem 100 mm de diâmetro, circulam 6 L/s de água.

Qual a velocidade média de escoamento da água na tubulação? Solução, \(V = \frac = \frac = 0,76 m/s\) Exemplo 4.3 (Vazão: cálculo do diâmetro) Em um projeto, determinou-se que a vazão necessária é de 32 m 3 /h. Qual deve ser o diâmetro mínimo do tubo para que a velocidade da água não ultrapasse 2 m/s? Solução,

\(D = \sqrt } = \sqrt } = 0,075 m\) Veja a resolução dos 3 exercícios anteriores em vídeo: : 4.1 Vazão | Hidráulica Agrícola

Qual a vazão de um tubo de 50 mm?

TABELA DE VAZÃO DE ÁGUA A 15°C ATRAVÉS DE TUBOS SCHEDULE 40
Vazão l/min. V V
40 0,308 0,689
50 0,385 0,861
60 0,462 1,03

Como calcular a vazão de um tubo?

Vazão = Volume / Tempo

Caso queira saber a vazão em outra unidade de medida como por exemplo em metros cúbicos por hora, temos que fazer a transformação das unidades: transformar o volume de litros para metros cúbicos e a tempo de segundo para hora:

Vazão =Volume/Tempo

  • 1 metros cubico = 1000 litros
  • 1hora = 3600 segundos
  • Portanto temos:
  • Vazão = Volume*1000 / (Tempo*1/3600), simplificando chegamos em:
  • Vazão = 3,6*Volume/Tempo
  1. Colocando o Volume em litros e o Tempo em segundos você terá a Vazão em metros cúbicos por hora,
  2. Exemplo: Demorou 9 segundos para completar com água um balde de 5 litros. Aplicando na formula, temos:
  3. Vazão = 3,6 * 5 / 9 = 2 m³/h

Portanto a vazão na tubulação é de 2m³/h ou 2.000L/h. Isto significa que em 01 hora podemos encher um recipiente de 2.000 litros. Com essa formula foi construída uma tabela na qual podemos obter o resultado de maneira direta. Como no exemplo: para um volume de 5 litros (em azul) e um tempo de 9 segundos (em vermelho) para encher completamente o volume, temos uma vazão de 2 m³/h (em negrito).

Qual a vazão de um tubo de 150 mm?

TABELA DE VAZÃO DE ÁGUA A 15°C ATRAVÉS DE TUBOS SCHEDULE 40
Vazão l/min. V V
100 0,770 0,350
150 1,15 0,524
200 1,54 0,699

Como se calcula a vazão?

Vazão específica (l/s/km²) = (Vazão média mensal / área da estação) * 1000 AD Estação (área da estação) = km² m³/s * 1000 = l/s l/s / km² = vazão específica * * É uma variável hidrológica de relação entre a vazão e a área da bacia hidrográfica.

Como fazer o cálculo de vazão de água?

Vazão específica (l/s/km²) = (Vazão média mensal / área da estação) * 1000 AD Estação (área da estação) = km² m³/s * 1000 = l/s l/s / km² = vazão específica * * É uma variável hidrológica de relação entre a vazão e a área da bacia hidrográfica.

Qual a vazão de um cano de 60mm?

R$ 624,00 Em até 1x de R$ 624,00 sem juros ou R$ 592,80 à vista via depósito Trasferência Bancária R$ 592,80 – desconto de 5% PagSeguro (parcela mínima de R$ 5,00) 1x de R$ 624,00 – Total: R$ 624,00 S/ Juros 2x de R$ 323,70 – Total: R$ 647,40 C/ Juros 3x de R$ 218,44 – Total: R$ 655,33 C/ Juros 4x de R$ 165,83 – Total: R$ 663,31 C/ Juros 5x de R$ 134,27 – Total: R$ 671,36 C/ Juros 6x de R$ 113,24 – Total: R$ 679,46 C/ Juros 7x de R$ 98,24 – Total: R$ 687,65 C/ Juros 8x de R$ 86,99 – Total: R$ 695,93 C/ Juros 9x de R$ 78,25 – Total: R$ 704,25 C/ Juros 10x de R$ 71,26 – Total: R$ 712,61 C/ Juros 11x de R$ 65,55 – Total: R$ 721,06 C/ Juros 12x de R$ 60,80 – Total: R$ 729,56 C/ Juros Calcule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região

Descrição

DISPOSITIVO HIDROJATO INOX QUADRADO ENCAIXE C/ TUBO PVC MONT SERRAT Principais utilizações deste Dispositivo

  • Indicado para piscinas e Spas;
  • Indicado para piscina de Alvenaria;
  • Com tubo PVC 60mm
  1. Usar bomba de 1/3cv por bico
  2. Vazão 3,60m3/h
  3. Quadrado 73mm
  4. Código: 024-011-12
  5. Produto: Dispositivo Hidrojato
  6. Corpo: Aço Inox AISI 316
  7. Encaixe: ABS / PVC
  8. Quadrado: 73mm
  9. Massa: 1175g
  10. Vazão Máxima: 3.6 m³/h aprox.
You might be interested:  Tabela De Medidas De Rolamentos?

Qual é a vazão da água da rua?

Falta de Pressão nas Saídas de Agua? Saiba como solucionar!! Falta de pressão nas saídas de água? Saiba o porquê e como solucionar! Pouquíssimos são os lares que nunca sofreram com a falta de pressão nas saídas de água, seja ela em torneiras ou chuveiros. Isso pode resultar em, além de muita dor de cabeça, queima da resistência de chuveiros elétricos e aquecedores de água. Você sabe por quê isso acontece ? E como resolver esse problema ? Descubra aqui algumas dicas que podem ajudar na hora de diagnosticar esta complicação.

  1. A água que utilizamos sai da estação de tratamento e chega em nossas casas através de tubulações subterrâneas,
  2. Assim, a água que vem diretamente da rua deve possuir pressão mínima de 10 mca (metros de coluna d’água), segundo a de 2017.
  3. Ou seja, o poder público deve garantir que a água que chega nos edifícios em todo o município possua uma pressão suficiente que a faça atingir uma altura mínima de 10 metros.

Acima disso, por exemplo, em prédios com 3 andares ou mais, é necessário instalar uma bomba que permita que a água chegue até o reservatório. A falta de pressão pode ser resultado de diversas fontes, entre elas: a falta de diferença de altura entre a caixa de água e as saídas de água. A despressurização também pode estar relacionada ao modelo de chuveiro e torneira utilizados, assim é necessário revisar os equipamentos e, se preciso, utilizar peças com pressurizadores. Caso o problema seja local, por exemplo a falta de pressão em um único chuveiro, fique atento a possíveis vazamentos ou então ao acúmulo de partículas e sedimentos nos equipamentos que podem entupir a livre passagem da água.

Nessa segunda situação, para resolver basta limpar o interior do chuveiro ou da torneira. É importante ressaltar que para limpar o chuveiro deve-se desligar o disjuntor ou a chave-geral a fim de evitar maiores contratempos. Já para limpar as torneiras, basta desatarraxar sua extremidade e limpar o cartucho, que é a peça cilíndrica dela.

Outro método simples e eficaz é verificar se os registros principais e de água localizados, respectivamente, no hidrômetro e próximos às saídas de água estão totalmente abertos, possibilitando o seu fluxo normal. Além disso, quando há falta de água no reservatório é provável que haja a formação de bolhas de ar que criam uma barreira nas tubulações e diminuem a pressão da água. Todavia, a longo prazo também é possível instalar tubos de ventilação ou ventilação de coluna na caixa de água, Uma solução eficiente que expele as bolhas automaticamente ao sair do reservatório e que, consequentemente, também pode aperfeiçoar o funcionamento dos equipamentos hidráulicos.

Entretanto, na grande maioria das vezes, a falta de pressão nas saídas de água está diretamente relacionada à falta de um projeto de instalações hidráulicas anterior à construção do imóvel. A falta desse passo fundamental no planejamento resulta em erros de cálculo que poderiam ser facilmente evitados.

Por exemplo o tamanho inadequado das bitolas (diâmetro) usado nas tubulações, o que influencia imediatamente na pressão e na vazão da água. Por isso, também é sempre válido chamar um profissional qualificado para resolver tais problemas, principalmente se estes persistirem.

Evitando assim mais dores de cabeça e consequências ainda piores. Em casos um pouco mais graves é necessário remodelar o sistema hidráulico de sua construção. Mas fique tranquilo, nós podemos te ajudar!! A EESC jr. conta com profissionais capacitados para realizar todos os projetos necessários para que você não precise mais se preocupar com a falta de pressão nas saídas de água.

Marque uma reunião sem compromisso conosco!! Texto escrito por Marcela Machado Ohara, Consultura do Núcleo de Engenharia Civil e Arquitetura da EESC jr. – Empresa Júnior de Engenharia e Arquitetura da USP São Carlos. : Falta de Pressão nas Saídas de Agua? Saiba como solucionar!!

Qual a vazão de um tubo de 75 mm?

Analisando a Tabela 2 e a Figura 1, percebe-se que a vazão de 3,393 L/s, para o diâmetro de 75 mm, apresenta o máximo gradiente hidráulico, ou seja, 8 m/km.

Qual a vazão do cano de 40mm?

TABELA DE VAZÃO DE ÁGUA A 15°C ATRAVÉS DE TUBOS SCHEDULE 40
Vazão l/min. V V
30 0,231 0,517
40 0,308 0,689
50 0,385 0,861

Como calcular vazão de água por hora?

Como calcular a vazão de um poço artesiano? – É importante saber que o teste de vazão possui um custo. Mas um jeito mais prático e simples de medir a vazão de um poço manualmente é vendo quanto tempo ele demora para encher um balde. Para isso, é necessário saber a capacidade do balde — o recomendável é que ele seja de 10 litros, para facilitar o cálculo — e ter um cronômetro para se saber com mais precisão o tempo gasto — em segundos —.

Qual a relação entre pressão e vazão?

Vazão e pressão: em que consiste essas duas atividades? A vazão é o volume de um fluido ou gás que transita em um ponto específico do sistema, conforme uma unidade de tempo. A pressão é a força exercida pelo fluido em uma determinada área.

Qual a medida da vazão?

A vazão mássica é medida em kg/s (unidades SI) enquanto a vazão volumétrica é medida em m3/s (unidades SI). No caso de fluídos incompressíveis, as vazões mássica e volumétrica são relacionadas pela densidade ρ do fluído.

Como calcular a vazão pela pressão?

MEDIÇÃO DE VAZÃO COM O TRANSMISSOR DE PRESSÃO VPT10-P | Vivace Process Instruments Introdução A vazão é a terceira grandeza mais medida nos processos industriais. As aplicações são muitas, indo desde aplicações simples como a medição de vazão de água em estações de tratamento e residências, até medição de gases industriais e combustíveis, passando por medições mais complexas.

  • exatidão desejada para a medição
  • tipo de fluido: líquido ou gás, limpo ou sujo, número de fases
  • condutividade elétrica, transparência etc.
  • condições termodinâmicas: por exemplo, níveis de pressão e temperatura nos quais o medidor deve atuar
  • espaço físico disponível
  • custo etc.

Como podemos definir vazão? Vazão pode ser definida como sendo a quantidade volumétrica ou mássica de um fluido que escoa através de uma seção de uma tubulação ou canal por unidade de tempo. Vazão Volumétrica – É definida como sendo a quantidade em volume que escoa através de certa secção em um intervalo de tempo considerado.

  • As unidades volumétricas mais comuns são: m3/s, m3/h, l/h, l/min, GPM (galões por minuto), Nm3/h (normal metro cúbico por hora), SCFH (normal pé cúbico por hora), entre outras.
  • Qv = V/t onde: V = volume, t = tempo, Qv = vazão volumétrica.
  • Vazão Mássica – É definida como sendo a quantidade em massa de um fluido que escoa através de certa secção em um intervalo de tempo considerado.
You might be interested:  Tabela Do Campeonato Francês 2019?

As unidades de vazão mássica mais utilizadas são: kg/s, kg/h, t/h, lb/h. Qm = V/t onde: m = massa, t = tempo, Qm = vazão mássica Medidores de Diferencial de Pressão O princípio de funcionamento baseia-se no uso de uma mudança de área de escoamento, através de uma redução de diâmetro ou de um obstáculo, ou ainda através de uma mudança na direção do escoamento.

  • Estas mudanças de área ou de direção provocam uma aceleração local do escoamento, alterando a velocidade e, em conseqüência, a pressão local.
  • A variação de pressão é proporcional ao quadrado da vazão.
  • São medidores já bastante conhecidos, normalizados e de baixo custo.
  • Estima-se que abranjam 50% de utilização na medição de vazão de líquidos.

São compostos de um elemento primário e um elemento secundário. O elemento primário está associado à própria tubulação, interferindo com o escoamento e fornecendo o diferencial de pressão. O elemento secundário é o responsável pela leitura deste diferencial e pode ser um simples manômetro de coluna líquida, em suas diferentes versões, ou até mesmo um transdutor mais complexo, com aquisição e tratamento eletrônico do valor de pressão lido. Escoamento com Estrangulamento A equação de Bernoulli aplicada ao escoamento ideal, entre os pontos 1 e 2 da figura, resulta na equação seguinte: onde o primeiro termo representa a energia cinética, o segundo a energia de pressão, proveniente do trabalho de escoamento, enquanto o terceiro termo representa a energia potencial. Idênticas parcelas existem do lado direito, para o ponto 2. Esta igualdade significa que a soma das três parcelas é uma constante ao longo de uma linha de corrente, não havendo perdas por atrito. Sendo A a área da seção transversal e β a razão entre os diâmetros do medidor e da tubulação, β = D2/D1 (ou d/D, conforme a notação), pode-se isolar uma das velocidades, obtendo-se a equação seguinte: A vazão pode ser então obtida, multiplicando-se esta velocidade pela respectiva área. A vazão no caso é uma vazão ideal, pois foi obtida através da equação de Bernoulli, para o escoamento ideal. Tomando-se o caso mais extremo, em que o ponto 2 está situado sobre a vena contracta, pode-se definir um coeficiente de contração da veia principal, que é a razão entre a área da vena contracta A2, e a área de passagem do medidor, Am. Assim: A vazão real pode ser obtida multiplicando-se a vazão ideal por um coeficiente de correção Cv. Este coeficiente inclui as correções relativas à perda de energia entre os pontos 1 e 2, entre os quais se obtém o diferencial de pressão. Parte deste diferencial é decorrente da aceleração do escoamento e parte provém da perda de carga. O coeficiente Cc difere da unidade apenas na placa de orifício, quando as tomadas de pressão não são as de canto (corner taps). No caso deste tipo de tomada a vena contracta existe, mas a pressão está sendo lida junto à placa, de forma que a área A2 pode ser considerada como a área do orifício Am.

  • Medidor de Vazão por Placa de Orifício
  • Configurando o VPT10-P para Medição de Vazão
  • O VPT10 está disponível com os protocolos de comunicação HART ® 7 e Profibus PA, sendo uma solução robusta e altamente confiável para as medições de pressão, nível e vazão e garantindo resultados eficientes em seus processos com segurança e alta disponibilidade.

Atualmente, há inúmeras tecnologias para medição de vazão no mercado, mas sem dúvida, a medição com placa de orifício ainda é a mais usada pelo seu baixo custo. A placa de orifício consiste num disco com um orifício central com saída em ângulo que deve ser montado concêntrico ao eixo do conduto cilíndrico, provido de duas tomadas de pressão, uma a jusante e outra a montante do disco.

É um trecho de tubulação com uma restrição que cria uma queda de pressão no fluido sendo escoado. Um bocal ou tubo de Venturi também são exemplos de restrições que podem ser usadas. Entretanto, a placa fina com orifício central é o tipo de restrição mais empregado. À medida que o fluido se aproxima da placa há um ligeiro aumento na pressão, e depois há uma súbita queda após a passagem pelo orifício.

A pressão continua a cair até atingir um ponto de pressão mínimo chamado “vena contracta”. É quando a pressão começa a subir novamente até atingir a pressão máxima após a placa. Essa pressão será sempre menor que a pressão antes da placa. A diferença entre elas é chamada de “perda de carga” e é importante para dimensionar bombas e outros elementos da tubulação, o que também significa energia perdida devido à restrição imposta na linha pela placa. O VPT10-P pode calcular vazão mássica ou volumétrica. Para a medição de vazão, o usuário deve configurar a medição primária para vazão (Flow) e o tipo de linearização para extração de raiz quadrada (ou Tabela + Extração de Raiz). Além disso, de acordo com a figura abaixo, observe que existe um ponto a ser definido, onde tem-se o corte de zero (Low Flow Cutoff) e também um ponto onde a resposta da medição de vazão deixa de ser linear com a pressão e passa a atender à extração de raiz quadrada, conforme a pressão diferencial aplicada (Flow Lin Sqr Point). Conclusão Pudemos ver através deste breve artigo algumas carcaterísticas sobre o VPT10-P, transmissor de pressão com sensor capacitivo inteligente, e detalhes básicos sobre a medição de vazão. Para mais detalhes, consulte: https://www.vivaceinstruments.com.br/pt/produtos/Pressão/transmissor-de-pressao

  1. Referências
  2. Sobre o autor

Material de Treinamento Profibus – César Cassiolato César Cassiolato é presidente e diretor de Qualidade da Vivace Process Instruments. É também conselheiro administrativo da Associação PROFIBUS Brasil América Latina desde 2011, onde foi presidente de 2006 a 2010; diretor técnico do Centro de Competência e Treinamento em PROFIBUS; diretor do FDT Group no Brasil; e engenheiro certificado na Tecnologia PROFIBUS e Instalações PROFIBUS pela Universidade de Manchester.

Qual a vazão de uma mangueira de 1 polegada?

Mangueira: Ø 1′ / com 50 Metros / para abastecimento.

You might be interested:  Tabela Do Jogo Do Bicho Para Imprimir?

Qual a vazão de uma mangueira de 1 2 polegada?

Vazão: 3 a 12m³ / hora / metro linear (a vazão vai variar a partir da quantidade da pressão de ar). Pressão: até 2 Kg. Diâmetro externo: 1 polegada. Diâmetro interno: 1/2 polegada.

Qual a vazão de uma mangueira de 2 polegadas?

Além disso, é totalmente testada, a bomba triplex é acionado por motor elétrico, tendo como principal característica altas vazões de até 54L/min e pressões de até 7.000 psi.

Qual é a vazão?

MegaWhat ⚡ Qual é a definição de vazão? Vazão pode ser definida como a quantidade volumétrica ou mássica de um fluido que escoa por uma seção de uma tubulação ou canal por unidade de tempo. A quantidade total de fluido deslocado pode ser medida em unidades de volume (litros, mm 3, cm 3, m 3, galões, pés cúbicos) ou em unidades de massa (g, kg, toneladas, libras).

  1. A Vazão é expressa em uma das unidades acima referidas, divididas por uma unidade de tempo (litros/minuto, m 3 /hora, galões/hora, etc.).
  2. No caso de gases e vapores, a Vazão pode ser expressa, por exemplo, em kg/h (usual para vapor), ou em m 3 /h (usual para gases).
  3. Quando se mede a Vazão em unidades de volume, devem ser especificadas as “condições base” consideradas.

Assim, no caso de líquidos, é importante indicar que a Vazão se considera “nas condições de operação”, ou a 0ºC, a 20ºC, ou a outra temperatura qualquer. Na medição de gases, é comum indicar a Vazão em Nm 3 /h (metros cúbicos “normais” por hora, ou seja, à temperatura de 0ºC e à pressão de 760 mm de mercúrio), ou em scfm (pés cúbicos ” standard ” por minuto – à temperatura de 60ºF e 14,696 psia de pressão atmosférica.

– Vazão afluente: Vazão que chega a um aproveitamento hidrelétrico. – Vazão turbinada: Vazão que passa através das turbinas da hidrelétrica. – Vazão defluente: Vazão que sai da usina.

– Vazão vertida: Vazão liberada por um reservatório hidrelétrico através do vertedouro. Esta não é utilizada para geração de energia pela hidrelétrica. O vertimento é uma situação indesejada na operação do sistema, mas em alguns momentos, pode ser necessária.

O que é vazão de água? É o volume de água que escoa em um curso de rio em determinado período, medida em metros cúbicos por segundo (m3/s). A vazão é um dos fatores que podem determinar, por exemplo, a potência de uma hidrelétrica. Na geração hidrelétrica, um dos principais interesses é conhecer e prever vazões, uma vez que os conceitos de ENA, energia elétrica que pode ser gerada a partir da vazão natural de um determinado rio, e de Energia Armazenada (EAR), energia elétrica possível de ser gerada a partir da força da água armazenada nos reservatórios de usinas hidrelétricas, estão diretamente ligados à água que chega à montante das usinas.

Como funciona a vazão de água? A vazão é formada pelas águas das chuvas que chegam às bacias, seja infiltrando no solo, seja escoando até os rios. Como os regimes de chuvas variam ao longo do ano, a vazão é medida em determinados pontos dos rios das diversas bacias hidrográficas, em diversos horários e dias, para formar uma série histórica.

Uma primeira forma de se analisar a relação entre vazão e chuvas é a que procura relacionar diretamente a quantidade de água que cai à montante da usina (rio acima, antes da barragem) e as variações de vazão produzidas. Histórico: os dados sobre vazões se tornaram fundamentais desde que o Brasil iniciou a exploração de sua vocação hidrelétrica.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) possui relatórios com os dados de medições mensais e diárias das vazões de todas as usinas desde 1931 (confira os detalhes na MegaBase de Dados ). : MegaWhat ⚡

O que é a vazão da água?

Vazão é o volume de fluido que passa por uma seção por determinado período de tempo. Tratando-se de água, essa seção pode ser um rio, canal, estação de tratamento e até residência. Um cálculo específico é utilizado para medir a vazão de um rio, que considera a área e o tempo.

Como calcular vazão por hora?

Como calcular a vazão de um poço artesiano? – É importante saber que o teste de vazão possui um custo. Mas um jeito mais prático e simples de medir a vazão de um poço manualmente é vendo quanto tempo ele demora para encher um balde. Para isso, é necessário saber a capacidade do balde — o recomendável é que ele seja de 10 litros, para facilitar o cálculo — e ter um cronômetro para se saber com mais precisão o tempo gasto — em segundos —.

Qual a vazão de um tubo de 250mm?

No entanto, analisando a Tabela 2 e a Figura 2, percebe-se que a vazão de 78,128 L/s, para o diâmetro de 250 mm, apresenta o máximo gradiente hidráulico, ou seja, 8 m/km, sendo que esse valor de vazão, para o diâmetro de 300 mm, apresenta velocidade superior a 0,6 m/s.

Como calcular vazão de água por minuto?

Formula Cálculo Vazão Portanto temos: Vazão = Volume*1000 / (Tempo*1/3600), simplificando chegamos em: Vazão = 3,6*Volume/Tempo

Como calcular a velocidade de vazão?

Vazão = Volume / Tempo

Caso queira saber a vazão em outra unidade de medida como por exemplo em metros cúbicos por hora, temos que fazer a transformação das unidades: transformar o volume de litros para metros cúbicos e a tempo de segundo para hora:

Vazão =Volume/Tempo

  • 1 metros cubico = 1000 litros
  • 1hora = 3600 segundos
  • Portanto temos:
  • Vazão = Volume*1000 / (Tempo*1/3600), simplificando chegamos em:
  • Vazão = 3,6*Volume/Tempo
  1. Colocando o Volume em litros e o Tempo em segundos você terá a Vazão em metros cúbicos por hora,
  2. Exemplo: Demorou 9 segundos para completar com água um balde de 5 litros. Aplicando na formula, temos:
  3. Vazão = 3,6 * 5 / 9 = 2 m³/h

Portanto a vazão na tubulação é de 2m³/h ou 2.000L/h. Isto significa que em 01 hora podemos encher um recipiente de 2.000 litros. Com essa formula foi construída uma tabela na qual podemos obter o resultado de maneira direta. Como no exemplo: para um volume de 5 litros (em azul) e um tempo de 9 segundos (em vermelho) para encher completamente o volume, temos uma vazão de 2 m³/h (em negrito).