Tabela Do Campeonato Baiano 2022?

Quem foi o campeão baiano 2023?

Bahia é campeão baiano e se torna a segunda equipe do Brasil a conquistar 50 títulos estaduais A história do passa pelo sucesso no Campeonato Baiano, título conquistado pela primeira vez no ano de fundação do Tricolor, em 1931. Na tarde deste domingo, 92 anos após a primeira conquista, o Esquadrão comemorou o 50º título estadual de sua história ao vencer o Jacuipense por, na Arena Fonte Nova, um aproveitamento de 54% das taças disputadas.

Além disso, o Bahia se tornou a segunda equipe a alcançar 50 títulos estaduais no Brasil. O primeiro clube a alcançar tal feito foi o ABC, em 2008. Atualmente, o clube de Natal possui um total de 57 conquistas do Campeonato Potiguar.1 de 3 Elenco do Bahia no Campeonato Baiano 2023 — Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação Elenco do Bahia no Campeonato Baiano 2023 — Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação O Bahia conquistou o Baianão 2023 após vencer nove partidas, empatar uma e perder três.

O Tricolor ainda fez 20 gols e sofreu outros 12. Títulos estaduais do Bahia

Período Títulos Quantidade
De 1931 a 1940 1931, 1933, 1934, 1936, 1938 e 1940 Seis taças
De 1941 a 1950 1944, 1945, 1947, 1948, 1949 e 1950 Seis taças
De 1951 a 1960 1952, 1954, 1956, 1958, 1959 e 1960 Seis taças
De 1961 a 1970 1961, 1962, 1967 e 1970 Quatro taças
De 1971 a 1980 1971, 1973, 1974.1975, 1976, 1977, 1978 e 1979 Oito taças
De 1981 a 1990 1981, 1982, 1983, 1984, 1986, 1987 e 1988 Sete taças
De 1991 a 2000 1991, 1993, 1994, 1998 e 1999 Cinco taças
De 2001 a 2010 2001 Uma taça
De 2011 a 2020 2012, 2014, 2015, 2018, 2019 e 2020 Seis taças
Desde 2021 2023 Uma taça

Em uma temporada conturbada, com a e algumas atuações abaixo da expectativa, o Tricolor encontrou no Campeonato Baiano o equilíbrio necessário para ganhar confiança de olho na sequência da temporada. A estreia no Brasileirão acontecerá no dia 15 ou 16 de abril, contra o Bragantino, em Bragança Paulista-SP.

O desempenho do Bahia na temporada começou a cair na Copa do Nordeste, iniciada em 22 de janeiro, com, Na ocasião, o Tricolor já acumulava três vitórias no Campeonato Baiano e figurava na vice-liderança. Na sequência, a derrota diante do Jacobinense não trouxe danos porque o Esquadrão venceu o clássico Ba-Vi e outros três jogos seguidos para garantir, além da classificação às semifinais, a liderança da primeira fase.

O conforto com a classificação antecipada fez o Bahia utilizar times alternativos nas duas últimas rodadas da primeira fase.2 de 3 Kayky marcou o gol do Bahia no clássico vencido por 1 a 0, na Fonte Nova — Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia Kayky marcou o gol do Bahia no clássico vencido por 1 a 0, na Fonte Nova — Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia Jogos do Bahia na primeira fase

Bahia Juazeirense | 11 de janeiro | 1ª rodada do Campeonato Baiano Jacuipense Bahia | 15 de janeiro | 2ª rodada do Campeonato Baiano Bahia Atlético de Alagoinhas | 18 de janeiro | 3ª rodada do Campeonato Baiano Jacobinense Bahia | 25 de janeiro | 4ª rodada do Campeonato Baiano Bahia Vitória | 29 de janeiro | 5ª rodada do Campeonato Baiano Barcelona de Ilhéus Bahia | 1º de fevereiro | 6ª rodada do Campeonato Baiano Bahia Bahia de Feira | 8 de fevereiro | 7ª rodada do Campeonato Baiano Doce Mel Bahia | 11 de fevereiro | 8ª rodada do Campeonato Baiano Itabuna Bahia | 26 de fevereiro | 9ª rodada do Campeonato Baiano

Quem é o atual campeão baiano de 2022?

O Campeonato Baiano de Futebol de 2022 foi a 118ª edição da competição, realizado no estado da Bahia e organizado pela Federação Baiana de Futebol. O Atlético de Alagoinhas campeão no ano anterior, conquistou o bicampeonato em cima do Jacuipense.

Quantos Campeonato Baiano?

O Bahia venceu o Jacuipense e conquistou o Campeonato Baiano pela 50ª vez, aumentando ainda mais a distância para o arquirrival Vitória, com 29 títulos. Além dos dois clubes, outras 19 equipes já se sagraram campeãs. Ranking dos campeões baianos: Bahia – 50 títulos (1931, 1933, 1934, 1936, 1938, 1940, 1944, 1945, 1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1954, 1956, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1967, 1970, 1971, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1978, 1979, 1981, 1982, 1983, 1984, 1986, 1987, 1988, 1991, 1993, 1994, 1998, 1999, 2001, 2012, 2014, 2015, 2018, 2019, 2020 e 2023) Vitória – 29 títulos (1908, 1909, 1953, 1955, 1957, 1964, 1965, 1972, 1980, 1985, 1989, 1990, 1992, 1995, 1996, 1997, 1999**, 2000, 2002, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2009, 2010, 2013, 2016 e 2017) Ypiranga – 10 (1917, 1918, 1920, 1921, 1925, 1928, 1929, 1932, 1939 e 1951) Botafogo-BA – 7 (1919, 1922, 1923, 1926, 1930, 1935 e 1938) Galícia – 5 (1937, 1941, 1942, 1943 e 1968) Atlético de Alagoinhas – 2 (2021 e 2022) Fluminense de Feira – 2 (1963 e 1969) Fluminense de Salvador – 2 (1913 e 1915) São Salvador – 2 (1906 e 1907) AAB – 1 (1924) Leônico – 1 (1966) Santos Dumont – 1 (1910) Bahiano de Tênis – 1 (1927) Internacional-BA – 1 (1914) Sport-BA – 1 (1911) Atlético de Salvador – 1 (1912) Bahia de Feira – 1 (2011) Colo Colo – 1 (2006) Guarany – 1 (1946) Internacional de Cricket – 1 (1905) República – 1 (1916)

Quem é o maior campeão do Campeonato Baiano?

Campeonato Baiano de Futebol – Wikipédia, a enciclopédia livre

Esta página, mas que todo o conteúdo, Ajude a, Conteúdo não pode ser,— Encontre fontes: • • ( • • ) ( Janeiro de 2010 )

Campeonato Baiano Campeonato Baiano Dados gerais Organização Edições 119 desde (118 anos) Outros nomes Baianão Local de disputa, Número de equipes 10 Sistema (fase classificatória em grupos seguida de fase final)

Dados históricos
Primeiro vencedor (1905)
Último vencedor ()
Maior vencedor (50 títulos)

table>

Ascensão e descenso Promove para
Rebaixa para

table>

Informações adicionais Transmissões:

  • (2004; 2006; 2021-)
  • (2005; 2011-2020)
  • () (2007-2010)
  • () (2011-2020)
  • (2011-2020)

Divisões

  • 1.ª Divisão
  • ( extinta )

O Campeonato Baiano de Futebol é uma disputada no estado da tendo como organizadora a (FBF). Ele é o segundo campeonato estadual mais antigo do estando sendo disputado dês de A competição é a mais antiga da e a segunda do, ficando atrás apenas do (criado em ), sendo realizada ininterruptamente desde, O maior vencedor da competição é o, com 50 títulos conquistados.

Quem é o maior da Bahia time?

Os maiores clubes de futebol da Bahia e reconhecidos nacionalmente são o Bahia e o Vitória, ambos de Salvador. O Bahia, maior vencedor da história do Campeonato Baiano, campeão brasileiro em 1959 e 1988, um dos fundadores do Clube dos 13, e atualmente, disputa a Série A do Campeonato Brasileiro.

Qual é o maior clube do estado de São Paulo?

O maior campeão na soma de todo e qualquer título nacional é o Palmeiras (17 títulos).

Qual é o valor da premiação do Campeonato Baiano?

FBF anuncia premiação do Campeonato Baiano 2022; decisão será no próximo domingo A Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou, nesta quarta-feira (6), a premiação do Campeonato Baiano 2022. A competição mantém os valores do ano passado. O campeão receberá R$ 135 mil, o vice R$ 100 mil, o terceiro colocado (Bahia de Feira) R$ 66 mil e o quarto (Barcelona de Ilhéus) R$ 33 mil.

A decisão ocorrerá no próximo domingo (10), às 16h, no estádio Eliel Martins, o Valfredão. O primeiro jogo, que terminou com empate em 1 a 1 entre Altético de Alagoinhas e Jacuipense, foi no último domingo (3), no Antônio Carneiro. Também pelo segundo ano consecutivo, serão entregues troféu e medalhas ao vice-campeão.

: FBF anuncia premiação do Campeonato Baiano 2022; decisão será no próximo domingo

Quem é o atual campeão baiano de futebol?

Bahia é campeão baiano e se torna a segunda equipe do Brasil a conquistar 50 títulos estaduais | bahia | ge.

Quantas vezes o Bahia ganhou o Campeonato Baiano?

Campeonato Baiano de Futebol – Wikipédia, a enciclopédia livre

You might be interested:  Tabela Desconto Produtor Rural Honda Motos 2022?
Esta página, mas que todo o conteúdo, Ajude a, Conteúdo não pode ser,— Encontre fontes: • • ( • • ) ( Janeiro de 2010 )

Campeonato Baiano Campeonato Baiano Dados gerais Organização Edições 119 desde (118 anos) Outros nomes Baianão Local de disputa, Número de equipes 10 Sistema (fase classificatória em grupos seguida de fase final)

Dados históricos
Primeiro vencedor (1905)
Último vencedor ()
Maior vencedor (50 títulos)

table>

Ascensão e descenso Promove para
Rebaixa para

table>

Informações adicionais Transmissões:

  • (2004; 2006; 2021-)
  • (2005; 2011-2020)
  • () (2007-2010)
  • () (2011-2020)
  • (2011-2020)

Divisões

  • 1.ª Divisão
  • ( extinta )

O Campeonato Baiano de Futebol é uma disputada no estado da tendo como organizadora a (FBF). Ele é o segundo campeonato estadual mais antigo do estando sendo disputado dês de A competição é a mais antiga da e a segunda do, ficando atrás apenas do (criado em ), sendo realizada ininterruptamente desde, O maior vencedor da competição é o, com 50 títulos conquistados.

São Paulo é maior que Bahia?

São Paulo: 44.420.459 de pessoas (21,88% do total do país); Minas Gerais: 20.538.718 de pessoas (10,11%); Rio de Janeiro: 16.054.524 de pessoas (7,91%); Bahia: 14.136.417 de pessoas (6,96%);

Qual é a maior torcida do Estado da Bahia?

O Tricolor de Aço aparece isolado como o clube mais popular entre aqueles sediados no Nordeste.

Qual foi a maior goleada do Bahia em cima do Vitória?

Estatísticas – Atualizado até 29 de janeiro de 2023 (inclui jogos pelo Torneio Início).

Números totais do clássico
Jogos disputados 492
Vitórias do 192 ( 39,02% )
Vitórias do 151 ( 30,69% )
Empates 148 ( 30,28% )
Gols marcados pelo Bahia 643 ( 54,03% )
Gols marcados pelo Vitória 549 ( 46,14% )
Total de gols marcados 1194

ul>

  • Maior goleada do Bahia: 10×1, de, ;,
  • Maior goleada do Vitória: 7×1, de, ;,
  • Maior goleador da história dos Ba-Vis: Juvenal ( do Vitória nos e ), 25 gols.
  • Maior goleador do Bahia em Ba-Vis: ( do clube nos e ), 21 gols.
  • Maior goleador do Bahia num único Ba-Vi: Vareta, 5 gols (Bahia 10×1 Vitória, de ).
  • Maior(es) goleador(es) do Vitória num único Ba-Vi:, 4 gols (Vitória 6×5 Bahia, de );, 4 gols (Vitória 7×3 Bahia, de ).
  • Maior série invicta do Bahia: 17 jogos (8 vitórias e 9 empates, de a de ).
  • Maior série invicta do Vitória: 14 jogos (7 vitórias e 7 empates, de a de ).
  • Competição Jogosdisputados Triunfos do Vitórias do Empates Gols marcadospelo Bahia Gols marcadospelo Vitória Total degols marcados
    (Séries A, B e C) 35 10 12 13 38 39 77
    16 5 8 3 20 30 50
    348 133 104 111 454 395 848
    Torneios nacionais 12 5 4 3 11 11 22
    Torneios estaduais e/ou soteropolitanos 35 11 17 7 41 41 82
    50 22 11 17 92 69 161
    Total 495 185 156 154 655 585 1240

    table>

    Competições nacionais, regionais e estaduais 2 0 4 4 50 29 9 11 3 3 Total 66 47

    table>

    Campeonato Baiano a 1909 0 2 a 1919 0 0 a 1929 0 0 a 1939 5 0 a 1949 6 0 a 1959 6 3 a 1969 4 2 a 1979 9 1 a 1989 7 3 a 1999 5 6 a 2009 1 8 a 2019 5 4 a 2029 1 0 Total 49 29 Copa do Nordeste a 1999 0 2 a 2009 2 1 a 2019 1 1 a 2029 1 0 Total 4 4 Torneio Início da Bahia a 1929 0 1 a 1939 5 0 a 1949 0 5 a 1959 1 3 a 1969 2 1 a 1979 1 0 a 1989 0 1 Total 9 11 Taça Estado da Bahia a 2009 3 3 Total 3 3

    ol>

  • Bahia 1×1 Vitória, 97.240, de (neste jogo, foram mais de 100.000 pessoas presentes)
  • Bahia 0x1 Vitória, 90.000, de
  • Bahia 0x3 Vitória, 87.725, de
  • Bahia 2×1 Vitória, 87.117, de
  • Bahia 1×0 Vitória, 84.785, de
  • Bahia 0x0 Vitória, 84.359, de
  • Bahia 0x0 Vitória, 78.881, de
  • Bahia 0x0 Vitória, 76.281, de
  • Bahia 2×4 Vitória, 75.044, de
  • Bahia 1×0 Vitória, 74.591, de
  • Bahia 0x1 Vitória, 72.834, de
  • Bahia 3×0 Vitória, 70.160, de
    1. Bahia 3×3 Vitória, 79.821, de
    2. Vitória 1×1 Bahia, 67.385, de
    3. Bahia 1×1 Vitória, 67.086, de
    4. Bahia 1×0 Vitória, 64.078, de
    5. Vitória 1×1 Bahia, 60.270, de
    6. Bahia 0x0 Vitória, 57,890, de
    7. Bahia 1×0 Vitória, 57.276, de
    8. Bahia 0x1 Vitória, 56,677, de
    9. Bahia 4×0 Vitória, 53.683, de
    10. Bahia 0x1 Vitória, 49.558, de

    Obs.: Os dados acima se referem apenas a públicos pagantes.

    Vitórias do Bahia Empate Vitórias do Vitória

    Em negrito, o nome da equipe vencedora. Entre parênteses, o placar no intervalo do jogo. Série A

    # Data Estádio Mandante Visitante Placar Gols (casa) Gols (visitante)
    01 12 de novembro de Bahia Vitória 0 – 0 (0 – 0)
    02 11 de novembro de Bahia Vitória 0 – 1 (0 – 1) 44′
    03 23 de março de Bahia Vitória 1 – 1 (1 – 1) Picolé 42′ 7′
    04 7 de setembro de Bahia Vitória 1 – 1 (1 – 1) 34′ 23′
    05 7 de setembro de Bahia Vitória 0 – 0 (0 – 0)
    06 13 de novembro de Bahia Vitória 1 – 0 (1 – 0) 31′
    07 23 de abril de Bahia Vitória 0 – 1 (0 – 0) Sivaldo 47′
    08 9 de julho de Bahia Vitória 4 – 0 (4 – 0) Altimar 7′ 38′ 35′ Toninho 42′
    09 7 de outubro de Bahia Vitória 1 – 2 (1 – 0) 35′ Pita 55′ 63′
    10 7 de setembro de Bahia Vitória 1 – 0 (1 – 0) 8′
    11 5 de novembro de Vitória Bahia 1 – 2 (0 – 2) Renato 52′ 7′ 17′
    12 3 de dezembro de Bahia Vitória 0 – 3 (0 – 1) Hugo 26′ 65′ 67′
    13 9 de setembro de Bahia Vitória 0 – 1 (0 – 1) Júnior Xavier 20′
    14 17 de fevereiro de Bahia Vitória 0 – 1 (0 – 0) Júnior Guimarães 59′
    15 5 de novembro de Bahia Vitória 1 – 1 (1 – 0) 45′ Wilson 68′
    16 13 de outubro de Vitória Bahia 1 – 1 (1 – 1) 31′ 21′
    17 27 de julho de Bahia Vitória 3 – 3 (2 – 1) Zinho 13′ Emerson 20′ ()Everton Luiz 86′ 31′ 62′ 72′
    18 4 de outubro de Bahia Vitória 1 – 0 (1 – 0) 25′
    19 21 de outubro de Vitória Bahia 1 – 1 (1 – 0) 6′ 54′
    20 3 de novembro de Vitória Bahia 1 – 0 (1 – 0) 38′
    21 15 de junho de Bahia Vitória 2 – 1 (1 – 1) 19′ 59′ 34′
    22 12 de outubro de Vitória Bahia 2 – 1 (1 –1 ) Alexandro Goiano 32′ Samir 80′ 23′
    23 21 de julho de Vitória Bahia 0 – 0 (0 – 0)
    24 9 de outubro de Bahia Vitória 2 – 0 (2 – 0) 16′ 26′
    25 11 de maio de Bahia Vitória 1 – 1 (0 – 1) 38′ 90+1′
    26 21 de setembro de Vitória Bahia 2 – 1 (1 – 1) 8′ Luiz Gustavo 52′ 5′
    27 2 de julho de Vitória Bahia 0 – 0 (0 – 0)
    28 22 de outubro de Bahia Vitória 2 – 1 (0 – 0) 46′ 88′ 82′
    29 22 de julho de Bahia Vitória 4 – 1 (2 – 0) 14′ 25′ 65′ 66′ 72′
    30 11 de novembro de Vitória Bahia 2 – 2 (1 – 1) Léo Ceará 7′ Léo Ceará 66′ 38′ Ramires 70′

    Série B

    # Data Estádio Casa Visitante Placar Gols (casa) Gols (visitante)
    01 4 de junho de Bahia Vitória 0 – 0 (0 – 0)
    02 4 de julho de Vitória Bahia 4 – 1 (1 – 0) Guilherme Mattis 4′ 63′ 76′ 90+4′ 86′
    03 3 de outubro de Bahia Vitória 1 – 3 (1 – 1) 1′ 28′ 58′ 83′

    Série C

    # Data Estádio Casa Visitante Placar Gols (casa) Gols (visitante)
    01 2 de novembro de Vitória Bahia 1 – 2 (0 – 1) 78′ Elias 43′ Ednei 46′
    02 5 de novembro Bahia Vitória 1 – 2 (0 – 1) André Pastor 87′ 37′ Jorge Henrique 79′

    Bahia 2×1 Vitória (1976) O Vitória saiu na frente com, de, no 1° tempo. No 2° tempo, houve mais um pênalti contra o Bahia, Osni cobrou e o goleiro defendeu. Logo depois da defesa, o Bahia contra-atacou e empatou com Douglas e depois virou o placar. Esse jogo representou a largada para o tetra estadual do Bahia.

    1. Bahia 4×0 Vitória (1978),
    2. Um triunfo por mais de dois gols de diferença valia três pontos, e o Bahia precisava disso.
    3. Pela primeira vez, as palavras do locutor do : o Bahia goleou o Vitória “com os gols mais bonitos da rodada!”.
    4. Realmente, foi uma tarde de lindos gols, todos no primeiro tempo: dois do meia Altimar (o primeiro logo no início, encobrindo de primeira, e de fora da área, o bom goleiro ), outro do artilheiro Beijoca (em tabelinha espetacular, de quatro toques, com Douglas) e o último, do lateral direito Toninho (num chute de fora da área, no ângulo).

    Bahia 1×0 Vitória (1979) O Vitória era favorito ao título baiano, mas no 2° tempo o tricolor deu chute forte do “meio da rua” e o goleiro rubro-negro Gelson cometeu uma falha. Bahia heptabaiano. Bahia 3×0 Vitória (1988) O Bahia bateu fácil seu rival. No 3° gol, o goleiro leonino agrediu o atacante tricolor Osmar, gerando uma verdadeira batalha campal.

    You might be interested:  Tabela De Traço De Concreto?

    A diretoria do Vitória tentou pedir em vão anulação do jogo, alegando que a partida não tinha acabado e todos os jogadores foram expulsos (com exceção do agredido Osmar). O tricampeonato baiano foi confirmado para o Bahia. Bahia 1×1 Vitória (1994) Foi o clássico Ba-Vi de maior público no, O Bahia começou mal o estadual, mas deu a volta por cima, chegando na final contra o Vitória precisando apenas do empate.

    No 1° tempo, o Bahia domina, perde grandes chances com Uéslei e Zé Roberto e no final desta etapa Dão fez 1 a 0 para o rubro-negro. No 2° tempo, o Vitória domina o jogo e também perde chances de conquistar o título através de Fabinho e, Nos acréscimos do jogo, quando a torcida tricolor saía do estádio decepcionada, em contraste com a alegria da torcida leonina, ocorre o inesperado quando o goleiro Jean toca a bola para Missinho, que lança para Advaldo, que resvalou de cabeça para Souza, que também resvalou de cabeça para, aos 46 mim do segundo tempo, empatar o jogo.

    Delírio total da massa tricolor e desespero para torcida leonina. Bahia bi-baiano. Vitória 2×2 Bahia (2002) Vitória chegou como favorito ao título do Campeonato do Nordeste de 2002 na final contra o Bahia. Na partida de ida, na Fonte Nova, o Bahia venceu o rival por 3 a 1. Na partida de volta, no, o Vitória teria que vencer por dois gols de diferença para ganhar este campeonato.

    No 2° tempo, aos 6 minutos, fez 1 a 0 para o Vitória, mas empatou aos 17 para o Bahia. Aos 21, desempatou de pênalti a favor do Vitória. A taça parecia que iria ficar com o rubro-negro, em função da pressão contra o Bahia, mas aos 41 minutos, num contra-ataque, Nonato empatou de cabeça e deu o título ao Bahia.

    • Bahia Bi da, e consagração de Nonato, maior artilheiro do Bahia no século XXI.
    • Vitória 1×4 Bahia (2008) O Bahia havia ganhado os dois primeiros Ba-Vis do ano.
    • Uma vez no Barradão (2 a 0) e outra vez em (1 a 0), mas foi nesse Ba-Vi que a torcida do Bahia fez a sua verdadeira festa.
    • O Tricolor deu um banho de bola no rival rubro-negro.

    Com gols de, Elias e Rogério (duas vezes), o Bahia goleou por 4 a 1. Bahia 3×3 Vitória (2012) Uma semana antes, o Bahia havia empatado primeira partida da final no Barradão por 0 a 0 e precisava de um simples empate para ser campeão, já que tinha feito melhor campanha durante primeira fase do, enquanto que só um triunfo interessava ao Vitória para levar o título.

    • Em um completamente lotado, o Vitória tomou iniciativa do jogo logo nos minutos iniciais, e com apenas 4 minutos de partida abriu o placar com gol de,
    • Mas alguns minutos depois o Bahia chegou ao empate com gol de,
    • Aos 46 minutos, o Bahia virou o placar com gol de e o primeiro tempo terminou 2 a 1 para o Bahia.

    Aos 8 minutos do segundo tempo, novamente Neto Baiano, desta vez cobrando pênalti, empatou novamente o clássico. Apenas três minutos depois, aos 11, fez o gol e decretou mais uma virada na partida, desta vez para o lado rubro-negro.3 a 2. Com esse placar o Vitória levaria o título, mas aos 26 minutos Diones empatou a partida outra vez.3 a 3.

    • O resultado decretou o 44º título estadual do Bahia, após um jejum de 11 anos, já que o último título estadual do clube foi em 2001.
    • Festa tricolor em Pituaçu, num dos Ba-Vis mais emocionantes da história recente.
    • Vitória 4×3 Bahia (1956) Válido pela decisão do Campeonato Baiano de 1955, pela primeira vez Vitória e Bahia decidiam o estadual na antiga,

    O Vitória chegou a fazer 4 a 1, mas o Bahia encostou no marcador trazendo mais emoção aos minutos finais do jogo. O detalhe curioso é que a partida foi jogada em de, data do aniversário do tricolor. Vitória 3×1 Bahia (1972) Com um timaço que até hoje é considerado um dos melhores formado pelo Vitória, o “Leão da Barra” chegou à decisão de em grande desvantagem.

    • Para levar o título tinha por obrigação de vencer as duas partidas decisivas.
    • Um único empate em qualquer das partidas dava o título ao Tricolor.
    • Mas o onze vermelho e preto que contava com feras como, e o matador não se intimidou com a vantagem do Bahia e venceu a primeira partida por 2 a 1 com dois gols de Mário Sérgio.

    Na decisiva, triunfo ainda mais folgado, 3 a 1, com dois gols de Osni e soberba atuação de André Catimba. Vitória 1×0 Bahia (1992) Gol de, o Vitória jogava com nove jogadores desde o início do primeiro tempo e mesmo assim dominou o jogo e venceu o Bahia.

    • Vitória 3×2 Bahia (2003) Em 23 de fevereiro de 2003, o Bahia vencia por 2 a 0 até o finalzinho do segundo tempo.
    • Faltando quinze minutos para o final do jogo, o atacante entrou em campo e marcou três gols, decretando a vitória de virada para delírio da torcida rubro-negra.
    • Vitória 6×2 Bahia (2005) Clássico realizado no em 20 de fevereiro de 2005 e válido pelo Campeonato Baiano de Futebol de 2005.

    O jogo foi destacável pelo amplo domínio do aplicado pelo Vitória, que pressionou seu arquirrival do início ao fim e foi premiado com uma das maiores goleadas da história do Ba-Vi. Vitória 2×2 Bahia (2005) Válido também pelo Campeonato Baiano daquele ano, só que desta vez no primeiro jogo da final.

    1. O Vitória jogava por dois empates.
    2. O Bahia fez 1 a 0 logo no início do jogo.
    3. O zagueiro Marcelo Heleno, então, empatou, e protagonizou uma comemoração inusitada, mastigando a grama da em sinal de “raça”.
    4. O Bahia novamente abriu vantagem e aos 44 minutos do segundo tempo o meia Xavier emocionou a todos com o gol de empate, que seria o gol do título, já que o jogo de volta terminou empatado em 0 a 0.

    Bahia 5×6 Vitória (2007) Jogo realizado no dia 22 de abril, também válido pelo Campeonato Baiano de 2007, mas agora na fase do Quadrangular Final. Um jogo histórico.65 mil pessoas compareceram ao Estádio da Fonte Nova, e viram o Bahia marcar o primeiro gol do jogo logo aos quatro minutos do 1° tempo, com Danilo Rios.

    Depois de trinta minutos de domínio tricolor, o rubro-negro empatou e virou a partida em cinco minutos com, aos 30, e, aos 35 minutos. Fausto, aos 38, e novamente Danilo Rios, aos 45, viraram mais uma vez a partida, dessa vez para o tricolor. O 2° tempo já começou com um marcado para o Vitória, que Índio bateu e fez: 3 a 3.

    A arrancada rubro-negra viria em apenas cinco minutos com e novamente Índio, com dois gols aos 20 e 25 minutos, respectivamente, fazendo 5 a 3 para o Leão. O jogo parecia definido, os dois times exaustos dentro de campo, rubro-negros vibrando e tricolores lamentando.

    Mas Ba-Vi é Ba-Vi: em três minutos o Bahia conseguiu arrancar o empate num jogo dito como terminado com Fábio Saci e, aos 41 e 44 minutos. Sensação de decepção nos jogadores do Vitória e de realização nos do Bahia, por terem arrancado um empate tão heroicamente. Mas ainda restavam alguns segundos de jogo, boa parte da torcida já ia embora quando Índio, que já havia marcado um na partida, dominou a bola fora da área tricolor e chutou no canto do goleiro, completando um histórico 6 a 5, que fez com que toda a massa rubro-negra delirasse nas arquibancadas.

    Ao final da partida, alguns segundos depois, ainda era difícil de acreditar, tanto tricolores como rubro-negros pareciam incrédulos, apesar de demonstrarem essa sensação bem diferentemente, uns choravam e outros gritavam de alegria, embora todos soubessem o que acabavam de ter testemunhado: um dos maiores clássicos de todos os tempos.

    1. Bahia 1×5 Vitória (2013) Jogo que marcou a inauguração da, válido pela 4ª rodada do,
    2. Sem deixar dúvidas, o Vitória goleia impiedosamente o Bahia num jogo espetacular, calando a torcida tricolor que detinha o mando de campo.
    3. Marcou o primeiro gol da Arena e entrou para a história do novo estádio.
    4. Somente pelo fato desta edição do clássico ter marcado a inauguração de um dos estádios da Copa do Mundo, o jogo ganhou muito mais repercussão do que os anteriores, foi acompanhado ao vivo por torcedores de todo o através do canal a cabo, e teve até divulgação internacional através do site da,

    Os demais gols da partida foram marcados por,, e, finalizando o 5 a 1 que ficará marcado na história do clássico Ba-Vi e, principalmente, da recém-inaugurada, Bahia 3×7 Vitória (2013) Novamente em partida válida pelo, desta vez no primeiro jogo da final, realizado na Arena Fonte Nova e outra vez com mando de campo tricolor.

    You might be interested:  Tabela De Itens Uf Índice De Participação Dos Municípios?

    Mesmo tendo a vantagem do empate por ter feito melhor campanha durante o estadual, o Vitória vem à campo extremamente motivado, com um time nitidamente mais entrosado em suas jogadas, de maior qualidade técnica e precisão nas conclusões, e cerca de um mês depois do 5 a 1, desta vez faz 7 gols e aplica mais uma goleada sobre o seu rival.

    O foi o grande artilheiro da partida, com quatro gols, e os outros três foram marcados por Gabriel Paulista, e Maxi Biancucchi. O Bahia venceu as finais de 1947 (3 a 1), 1950 (2×1, 3×4 e 3×1), 1958 (1×0), 1959 (1×1), 1974 (1×0), 1975 (0x0), 1976 (2×1 e 1×0), 1979 (2×1, 0x0 e 1×0), 1981 (2×1), 1993 (0x0), 1998 (2×0 e 0x1), (0x0 e 3×3), (2×0 e 2×2), (2×1 e 1×0).

    No total, 14 vezes. O Vitória ganhou as finais de 1955 (3×0, 1×2 e 4×3), 1957 (2×0), 1964 (2×1, 1×2, 2×1), 1972 (2×1 e 3×1),1992 (3×3), 1997 (3×0 e 0x1), 2000 (1×1 e 3×1), 2004 (1×1 e 1×0), 2005 (2×2 e 0x0), (2×1 e 2×2), (1×0 e 1×2), (7×3 e 1×1), (2×0 e 0x1) e (1×1 e 0x0). No total, 14 vezes. O Bahia ganhou a final na edição de 2002 (3×1 e 2×2).

    O Vitória venceu as finais em 1997 (3×0 e 1×2) e (2×0 e 0x1).

    • 1º Ba-Vi da história: ( de, ), Bahia 3 x 0 Vitória –,
    • 1º Ba-Vi na : ( de ), Bahia 2 x 3 Vitória – Campeonato Baiano.
    • 1º Ba-Vi no : ( de ), Vitória 0 x 0 Bahia – Campeonato Baiano.
    • 1º Ba-Vi em : ( de ), Bahia 0 x 2 Vitória – Campeonato Baiano.
    • 1º Ba-Vi na : ( de ), Bahia 1 x 5 Vitória – Campeonato Baiano.
    • 1º empate em Ba-Vis: ( de, Campo da Graça ), Bahia 1 x 1 Vitória – Campeonato Baiano.
    • 1º Ba-Vi sem gols: ( de, Campo da Graça), Vitória 0 x 0 Bahia – Campeonato Baiano.
    • 1º Ba-Vi pelo : ( de, Fonte Nova), Bahia 0 x 0 Vitória –,
    • 1º Ba-Vi pelo : ( de, Fonte Nova), Bahia 0 x 0 Vitória.
    • 1º Ba-Vi pelo : ( de, Barradão), Vitória 1 x 2 Bahia.
    • 1º Ba-Vi pela : ( de, Fonte Nova), Vitória 3 x 0 Bahia.
    • 1º amistoso em Ba-Vis : ( de, Campo da Graça), Bahia 3 x 4 Vitória.
    • 1ª vitória do Vitória em Ba-Vis: ( de, Campo da Graça), Vitória 4 x 1 – Campeonato Baiano.
    • 1ª goleada do Bahia em Ba-Vis:( de, Campo da Graça), Bahia 3 x 0 Vitória – Campeonato Baiano.
    • 1ª goleada do Vitória em Ba-Vis: ( de, Campo da Graça), Vitória 4 x 1 – Campeonato Baiano.
    • Partida com maior número de gols: 12 gols no jogo Bahia 10 x 2 Vitória, no Campo da Graça – Campeonato Baiano de 1938 (1º campeonato).
    • 1º gol do Bahia em Ba-Vis: Guarani, (3 a 0 para o Bahia) em de – Campeonato Baiano.
    • 1º gol do Vitória em BaVis: Mila, (3 a 2 para o Bahia) em de – Campeonato Baiano.
    • Menor público em Ba-Vis: 860 pagantes no Campo da Graça, no jogo Vitória 4 x 1 Bahia – Campeonato Baiano de 1934.
    • 1º Ba-Vi fora de Salvador: Jogo realizado em ( de ), Vitória 1 x 0 Bahia.
    • Gol mais rápido em Ba-Vis: Jogo realizado na ( de ), marcado por (Bahia) aos 19 segundos do 1º tempo –,
    • 35 jogos foram disputados entre Bahia e Vitória por Brasileiros, sendo 30 pela Série A, três pela Série B e mais dois pela Série C. O rubro-negro venceu doze, o tricolor dez e ainda ocorreram treze empates.

    Abaixo estão listados livros sobre o Ba-Vi.

    • A História do Ba-Vi, de Newton Calmon, edição do autor,,
    • Raudinei aos 46, de Luís Antonio Gomes, edição do autor,,
    • , de Raphael Carneiro, editoraplus.org,,
    • Negô!Baêa! – A invenção da torcida Baiana, de Paulo Leandro, Editora da Universidade Federal da Bahia (UFBA),,
    • Nêgo: Um nome na história, de Matheus Araújo Caldas, Editora da Universidade Federal da Bahia (UFBA), 2018.
    1. ↑ Portal Terra., Consultado em 11 de outubro de 2020
    2. , Esporte Interativo.30 de abril de 2015, Consultado em 30 de maio de 2015
    3. Rafael Luis Azevedo (22 abril 2015)., Verminosos por Futebol, Consultado em 17 de junho de 2015, Bahia x Vitória (Ba-Vi), o maior clássico para 19 dos 23 jurados, liderou a pontuação final, ficando à frente de Sport x Santa Cruz (Clássico das Multidões), segundo, e Ceará x Fortaleza (Clássico-Rei), terceiro. No top 25 da rivalidade nordestina, são citados 35 clubes, de todos os estados da região.
    4. ,,29 de abril de 2016, Consultado em 1 de maio de 2016
    5. , futebolbahiano.com.10 de Fevereiro de 2008
    6. ↑, futebolbahiano.com.23 de Fevereiro de 2008
    7. BAENA CUNHA, Loris. A verdadeira história do futebol brasileiro, 1ª ed. página 114.
    8. , leituraesportiva.com.br.10 de Abril de 2012
    9. , oclassicobaiano.wordpress.com.31 de Março de 2012
    10. , flagrantesurbanos.webnode.com.br
    11. , Terra Esportes.3 de maio de 2010, Consultado em 2 de julho de 2015
    12. ↑, bavi.com.br
    13. , globoesporte.globo.com.7 de Abril de 2012, Consultado em 7 de Abril de 2012
    14. , sportv.globo.com.7 de Abril de 2013, Consultado em 7 de Abril de 2013
    15. , tribunadabahia.com.br.4 de Abril de 2013, Consultado em 4 de Abril de 2013
    16. (em inglês). fifa.com.5 de Abril de 2013, Consultado em 5 de Abril de 2013
    17. (autor: Redação Galáticos Online, colaboração de Marcelo Monteiro); postado em 7 de Abril de 2013.
    18. Gabriel Rodrigues (6 de abril de 2013)., ibahia.com
    19. , globoesporte.globo.com.7 de abril de 2012, Consultado em 7 de abril de 2012

    Obtida de “”

    Quem é o atual campeão baiano de futebol?

    Bahia é campeão baiano e se torna a segunda equipe do Brasil a conquistar 50 títulos estaduais | bahia | ge.

    Quem é o campeão baiano de futebol?

    Jequié é o campeão da Série B do Campeonato Baiano.

    Quantas vezes o Bahia ganhou a Copa do Nordeste?

    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Nota: Se procura por outra acepções de “Nordestão”, consulte: Nordestão,

    Copa do Nordeste de Futebol
    Nordestão
    Logomarca atual
    Dados gerais
    Organização Liga do Nordeste (2010) FAF (1994) CBF (1997–2003 e 2013–atualmente)
    Edições 20
    Outros nomes Nordestão Campeonato do Nordeste Lampions League
    Local de disputa Nordeste do Brasil
    Número de equipes 20
    Sistema Fase Preliminar Grupos (1ª fase) Mata-mata (2ª fase)
    Dados históricos

    /td>

    Ascensão e descenso

    /td>

    Estatísticas

    /td>

    Informações adicionais

    /td> Edição atual editar

    A Copa do Nordeste de Futebol (também conhecida como Nordestão, Campeonato do Nordeste e Lampions League ) é uma competição de futebol disputada entre equipes da Região Nordeste do Brasil, Considerado um dos campeonatos regionais mais importantes do país (por alguns, o mais importante), o ” Nordestão ” foi uma competição intermitente no calendário do futebol brasileiro em seus primeiros anos.

    Organizada oficialmente pela primeira vez em 1994, o torneio foi disputado continuamente entre 1997 e 2003, época em que passou a ser organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Teve quase todas suas edições canceladas entre 2004 e 2012, com exceção da edição de 2010, Retornou novamente ao calendário do futebol brasileiro em 2013,

    Entre as edições de 1997 e 1999, o campeão garantiu também uma vaga na Copa Conmebol, mas a partir das edições de 2000 até 2013 o campeão não garantiu vaga porque a Copa Conmebol foi extinta. Entre as edições de 2014 a 2016, os campeões obtiveram vaga para a Copa Sul-Americana do mesmo ano.

    1. Em 2017 a 2019, o campeão garantiria vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil do ano seguinte.
    2. A partir de 2020, o campeão também obterá vaga no torneio nacional do ano seguinte, só que na terceira fase.
    3. Nas 19 edições realizadas, houve nove clubes campeões.
    4. Bahia e Vitória (clubes rivais de Salvador, que duelam o clássico Ba-Vi ) são os maiores vencedores do ” Nordestão “, com quatro títulos cada.

    O Sport e o Ceará foram campeões em 3 oportunidades e o Fortaleza foi campeão por 2 vezes. América de Natal, Campinense, Santa Cruz e Sampaio Corrêa possuem uma conquista cada. O Campinense e o Sampaio Corrêa, campeões das edições de 2013 e 2018, respectivamente, foram os únicos a conquistarem o torneio sem levar nenhum gol em seus domínios.

    • O confronto mais vezes repetido em toda a história da competição é entre Vitória e América de Natal, com 21 jogos.
    • Foram 14 vitórias do rubro-negro baiano, 4 do alvirrubro potiguar, além de 3 empates.
    • Em 2022, o vice-presidente do torneio, Constantino Júnior, confirmou que agora serão 36 equipes ao invés de 20 a fim dar oportunidade a mais times de participarem da competição.

    Serão três mata-matas, o que pode impulsionar a criação uma segunda divisão da Copa do Nordeste e estabelecer um sistema de acesso e rebaixamento entre as séries.

    Quantos títulos tem o Vasco da Gama?

    Ao todo, o Gigante da Colina soma quatro conquistas do principal título nacional : 1974, 1989, 1997 e 2000. Em termos de quantidade, o Cruz-Maltino fica atrás de apenas cinco clubes: Palmeiras, Santos, Flamengo, Corinthians e São Paulo.