Tabela Fipe Celta 2008 4 Portas?

Qual o valor do Celta 2008 básico 4 portas?

Preço FIPE R$ 17.899 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual a tabela do Celta 2008 4 portas?

Preço FIPE R$ 19.051 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual é o valor do Celta 2008 na Tabela Fipe?

Tabela de preços Fipe Chevrolet Celta 2008 –

Modelo Preço Código Fipe
Chevrolet Celta Life 1.0 VHC (Flex) 4p R$17,846 004319-2
Chevrolet Celta Life 1.0 VHC (Flex) 2p R$16,231 004318-4
Chevrolet Celta Spirit 1.0 VHC (Flex) 2p R$17,608 004320-6
Chevrolet Celta Super 1.0 VHC (Flex) 2p R$17,819 004316-8
Chevrolet Celta Spirit 1.0 VHC (Flex) 4p R$19,051 004321-4

Qual o valor do Celta Básico 2008?

Preço FIPE R$ 16.294 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor do Celta 1.0 4 portas?

Preço FIPE R$ 13.539.

Qual o valor da tabela FIPE do Classic 2008?

Tabela de preços Fipe Chevrolet Classic 2008 –

Modelo Preço Código Fipe
Chevrolet Classic Corsa Sedan Spirit 1.0 (Flex) R$19,810 004273-0
Chevrolet Classic Corsa Sedan Life 1.0 VHC (Flex) R$17,556 004272-2

Qual o valor do Celta 4 portas 2009?

Preço iCarros R$ 20.765.

Qual a tabela FIPE do Celta 2007 4 portas?

Preço FIPE R$ 15.760 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor do Celta 4 portas 2008 2009?

Preço iCarros R$ 19.017.

Qual é o valor de um carro Celta?

O Chevrolet Celta foi o último carro popular da marca americana no Brasil. Vendido por aqui entre 2000 e 2015, foi um grande sucesso, com cerca de 1,6 milhão de unidades emplacadas nesses 15 anos, Ainda assim, não teve um sucessor direto, já que o Onix, lançado em 2012 era mais caro e refinado,

E esse quadro também não deve mudar nos próximos anos, já que a Chevrolet disse que não há planos para um novo carro popular, Assim, a única opção para ter um modelo realmente acessível é buscando exemplares usados do Celta, Autoesporte preparou um guia de compra da última versão do Celta, vendida de 2012 a 2015.

A linha 2012 do Celta foi lançada ainda no início de 2011, Foi também a última mudança significativa no desenho do hatch compacto, Entre as novidades, grade reestilizada com uma das barras na cor da carroceria, para-choques redesenhados e faróis e lanternas com máscara escurecida. Chevrolet Celta estreou padrão de nomenclaturas atual em 2012 — Foto: Divulgação Também houve uma mudança na nomenclatura das versões, com a adoção dos padrões que são seguidos até hoje. Assim, o Celta 2012 trazia no catálogo as opções LS e LT, A primeira era a única com possibilidade de carroceria duas portas. Já a opção de quatro portas era oferecida nas duas configurações. Chevrolet Celta 2012 — Foto: Divulgação Em 2012, airbags frontais e freios ABS ainda não eram exigidos pela legislação brasileira. Assim, o Celta só adotaria tais itens no ano seguinte, já como linha 2014. Veja abaixo os principais itens de série e opcionais de cada versão:

LS : vidros verdes, para-choque na cor da carroceria, conta-giros.

Opcionais : limpador e desembaçador traseiro, ar-quente, ar-condicionado, direção hidráulica e protetor de cárter.

LT : mesmos itens da LS mais vidros e travas elétricos e limpador e desembaçador traseiro.

Opcionais : ar quente, ar-condicionado e direção hidráulica. Motor 1.0 do Chevrolet Celta tem bons números de potência e torque — Foto: Divulgação Um dos pontos positivos do Celta é o desempenho – acima da média para os carros 1.0 da época. Com uma carroceria leve (menos de 900 kg), o pequeno hatch era capaz de ir de 0 a 100 km/h em pouco mais de 13 segundos,

Isso graças ao motor 1.0 de quatro cilindros da família VHCE. Com 78 cv e 9,7 kgfm, quando abastecido com etanol, possui números parecidos com o dos motores dos modelos de entrada oferecidos atualmente. Até mesmo os índices de consumo são razoáveis para os padrões de hoje. Com etanol, o Celta 2012 roda 9,5 km/l na cidade e 12,2 km/l na estrada,

Quando abastecido com gasolina, os números são, respectivamente, 13,8 km/l e 16,9 km/l, Chevrolet Celta teve mais de 1,6 milhão de unidades vendidas — Foto: Divulgação De acordo com a tabela Fipe, o Celta 2012 na versão LT está avaliado em R$ 28.120, Em sites de anúncios, porém, é possível encontrar unidades por valores até mais baixos, partindo de R$ 23 mil, Celta 2014 é a nossa recomendação de usados — Foto: Divulgação Nos classificados online, no entanto, com alguma pesquisa são encontradas unidades por menos de R$ 30 mil. Outra vantagem da linha 2014 é que a versão LT já trazia ar-condicionado e direção hidráulica como itens de série, ao contrário dos exemplares um pouco mais antigos.

Outro ponto positivo é que é possível encontrar veículos menos rodados – ainda assim estamos falando de hodômetros com pelo menos 100 mil km. No caso dos Celta equipados com as bolsas infláveis, também é preciso ficar de olho se o proprietário anterior atendeu ao recall referente aos airbags mortais da Takata,

O reparo é gratuito.

You might be interested:  Tabela De Custas Tjsc 2019?

manutenção fácil e baratadesempenho (para um carro 1.0)consumo de combustível

espaço interno limitadoacabamento simplesnem todas as versões trazem direção hidráulica ou ar-condicionado

Qual o valor do Celta 2006 4 portas?

Preço FIPE R$ 15.948 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Quantos quilômetros por litro faz um Celta 2008?

Principal > Catálogo
Ficha Técnica
Urbano 7,6 km/l (A)
10,7 km/l (G)
Rodoviário 8,7 km/l (A)

Qual o Celta é o mais econômico?

Modelo recebe alterações internas e externas e nova nomenclatura das versões Motor 1.0 VHCE que equipa o carro é o mais potente da categoria, com 78 cv

Porto Alegre (RS) – A Chevrolet apresenta neste início de ano o Celta 2012, líder de vendas da marca, que passou por importantes modificações externas, internas e de conteúdo que o deixaram ainda mais competitivo no segmento dos compactos. O carro, que já agradava os clientes ficou ainda mais atraente, porém mantendo os diferenciais expressivos já reconhecidos pelo mercado, como o eficiente motor 1.0 VHCE, o mais potente da categoria, o baixo custo de manutenção e seguro, menor desvalorização do mercado brasileiro e grande robustez.

  • Com vendas mensais de 13.000 unidades, em média, o Chevrolet Celta, junto com o Prisma (outro carro fabricado no Complexo Industrial de Gravataí, no Rio Grande Sul), supera a marca de 1,5 milhão de unidades produzidas desde o seu lançamento em 2000.
  • Uma das novidades está na nomenclatura do Chevrolet Celta 2012, disponível agora em duas versões: LS e LT.

A LS está disponível com carroceria de duas e quatro portas, enquanto a LT, a mais completa da linha, com quatro portas. Há ainda uma ampla gama de acessórios que atende aos consumidores que desejam personalizar o modelo. “Confiabilidade, robustez e economia são alguns dos atributos do Chevrolet Celta que, com estas alterações passa a ter uma imagem ainda mais fortalecida no mercado.

Além disso, ele possui características que atendem perfeitamente a seu público alvo, composto por pessoas que buscam um carro compacto, com excelente custo-benefício”, observa Denise Johnson, presidente da General Motors do Brasil. Ronaldo Znidarsis, diretor geral de Marketing e Vendas da General Motors do Brasil, salienta ainda que o Celta costuma ser o primeiro Chevrolet de jovens consumidores.

“São pessoas que se sentem satisfeitas em ter um carro do porte do Celta, moderno e que combina com estilo de vida deles”, destaca o executivo. Nova grade enfatiza a gravata dourada da Chevrolet As modificações do Celta 2012 começam pelo exterior: nova grade, tendo a barra central na cor do veículo e a gravata dourada ao centro, seguindo a nova identidade visual da Chevrolet, além dos faróis com superfície interna escurecida “Dark Chrome”, reforçando e destacando ainda mais a esportividade do modelo.

Os parachoques (dianteiro e traseiro) são na cor do veículo para todas as versões e os emblemas “LS” ou “LT” que as identificam ficam no canto inferior das portas dianteiras. Outras novidades são: design das calotas aro 13 polegadas, lanternas escurecidas e localização da gravata da Chevrolet, bem ao centro da tampa traseira, além da disponibilidade de uma nova cor: Cinza Orium, que complementa as outras opções sólidas e metálicas da linha.

A área de Pós-Vendas da Chevrolet disponibiliza cerca de 80 itens de acessórios para personalizar o modelo, entre componentes de segurança, aparência, conforto e conveniência, e sistema de som. Alguns deles são: spoiler dianteiro e traseiro, aerofólio, farol de neblina, saias laterais, adesivos de coluna, rack de teto, alarme antifurto, direção hidráulica, ar-condicionado, navegador com GPS, geladeira, cabide, películas para escurecer os vidros e diversos equipamentos de som com vários recursos de entretenimento.

  1. Volante, painel e tecidos dos bancos são totalmente novos A Chevrolet ainda fez modificações internas no Celta.
  2. O volante é novo, com uma empunhadura melhorada e novo design: sua parte central é em alto relevo, tendo a nova gravata ao centro.
  3. Há uma diferença na cor da parte interna do volante conforme a versão: na LS ela é cinza e na LT, prateada.

Os bancos no Chevrolet Celta 2012 têm novo desenho e seus tecidos são mais claros em algumas partes do assento, seguindo tendências modernas de grafismos, além de deixar o interior mais “clean” e com percepção de maior espaço. Existem no modelo novos porta-objetos dispostos em locais de fácil acesso e que melhoram ainda mais a vida bordo, com destaque para os porta-copos próximos da alavanca de freio de mão.

  1. Os porta-objetos nas portas dianteiras foram aumentados e agora têm espaço para uma garrafa pequena de refrigerante ou água.
  2. O Chevrolet Celta 2012 vem ainda com espelho na sombreira e alça no teto, ambos do lado do passageiro.
  3. O painel do Chevrolet Celta também está diferente.
  4. Os instrumentos têm novos grafismos e iluminação “Ice Blue”, assim como em outros modelos da Chevrolet (Agile, Nova Montana, S10, Malibu e Camaro).
You might be interested:  Tabela De Medidas De Rolamentos?

Os botões de controle do ar-quente e ar-condicionado possuem novo design e contornos com anéis cromados. “Além de todas estas características, o Chevrolet Celta traz outros benefícios que podem ser definitivos no momento da compra. Econômico e com excelente autonomia, o modelo se destaca pelo baixo custo de manutenção e reparabilidade, baixo valor de seguro e ótimo valor de revenda”, atesta Ronaldo Znidarsis.

Motor 1.0 VHCE é o mais potente da categoria O motor 1.0 Flexpower VHCE, que equipa o Chevrolet Celta é o mais potente da categoria dos compactos. Com esta motorização, o modelo desenvolve 78 cavalos de potência e tem 9,7 kgfm de torque, quando abastecido com o etanol. Com gasolina, ele desenvolve 77 cavalos de potência e oferece 9,5 kgfm de torque.

O Chevrolet Celta 1.0 VHCE está entre os mais econômicos do mercado. Quando abastecido com gasolina, sua autonomia pode chegar a 900 quilômetros, aspecto muito importante para os consumidores que querem um veículo econômico e com mais comodidade para o dia-a-dia.

  1. Chevrolet Celta: foco na qualidade O Chevrolet Celta 2012 recebeu uma série de melhorias de qualidade implementadas a partir de demandas detectadas pelo mercado, seja através de pesquisas com clientes ou provenientes das informações geradas pelas concessionárias da Rede Chevrolet.
  2. Essas mudanças de qualidade são feitas ao longo de toda a vida do produto.

Algumas delas são solicitações dos clientes e outras observadas durante avaliações constantes feitas pela Engenharia e pela a Área de Pós-Vendas da GM em todos os carros à venda no Brasil”, observa Mônica Azzali, diretora geral de Qualidade da General Motors para a América do Sul.

As melhorias da qualidade abrangem várias partes do Chevrolet Celta 2012. Entre elas a nova iluminação do hodômetro, agora em LED, em vez de lâmpadas, mais eficiente, durável e confiável. A preocupação com a qualidade do Chevrolet Celta também é evidente no pacote para ampliar o conforto dos passageiros.

Para o motor, foram colocados novos isoladores acústicos (mantas) na parte interna do compartimento do motor, aumentando ainda mais o silêncio para dentro do habitáculo. A qualidade do Chevrolet Celta tem aumentado significativamente, em função de um importante trabalho conjunto entre as várias áreas da General Motors, com participação maciça das concessionárias de todo o País.

“Temos um sistema de comunicação permanente entre os vários setores, além de reuniões técnicas que envolvem as áreas de Qualidade, Engenharia, Pós-Vendas e a Rede Chevrolet onde detectamos as oportunidades e fazemos análises para que todas sejam implementadas, beneficiando sempre o consumidor final”, explica Mônica Azzali.

Modelo tem o melhor valor de revenda do mercado Além de econômico e robusto, o Celta possui o melhor valor de revenda entre todos os modelos vendidos no Brasil, segundo o índice sobre depreciação de veículos das agências Autoinforme e Molicar, especializadas em mercado automotivo.

O estudo levou em conta a variação de preço nos últimos doze meses de 488 versões de carros e comerciais leves, considerando as opções de carroceria, motorização e acabamento, incluindo também os importados pelas montadoras instaladas no Brasil. A pesquisa revelou que, na média, o carro brasileiro perde 15,1% do preço após um ano de uso.

Apenas quatro modelos perdem menos do que isso. E, neste grupo, dois são as versões Life e Spirit (ambas quatro portas) do Chevrolet Celta. O índice de depreciação dos dois modelos é de 10,3% depois de um ano de uso. Custos de manutenção e preço do seguro entre os mais baratos Outro atributo do Chevrolet Celta é baixo custo de manutenção, graças a um trabalho realizado no modelo já no processo de criação até a sua fabricação.

“Quando a engenharia da General Motors iniciou o desenvolvimento do Celta, ela já teve a preocupação em fazer o desmembramento de peças, ou seja, pensar os componentes separadamente para que no momento da manutenção o custo de reparo seja menor para o consumidor”, explica Isela Costantini, diretora geral de Pós-Vendas da General Motors do Brasil.

Um exemplo: no caso de um carro que se envolve em uma colisão e precisa fazer o reparo na oficina, quando os componentes são desmembrados e independentes, fica muito mais fácil, rápido e econômico o reparo daquele item. Outra vantagem proporcionada para os clientes dos modelos Chevrolet, incluindo o Celta, relativa à área de Pós-Vendas da GM é a divulgação (no site da Chevrolet e na Rede de Concessionárias) dos preços das revisões programadas e recomendadas no Manual do Proprietário, desde os 10.000 até 70.000 quilômetros rodados.

Trata-se de uma demonstração incontestável da transparência da GM, ao garantir baixo custo de manutenção dos produtos e qualidade dos serviços Chevrolet. O Chevrolet Celta também se destaca em relação ao preço do seguro. Em um comparativo realizado pela revista Quatro Rodas em 2010, o modelo teve o valor mais baixo se comparado aos modelos do mesmo segmento.

A revista encomendou a uma corretora com atuação em todo o País a cotação de seguro com perfis de motorista de “alto risco” (solteiro, estudante, até 25 anos) e “baixo risco” (casado, 40 anos), em sete capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Campo Grande.

  • Nos dois casos, o Celta é sempre mais barato.
  • Maior capacidade produtiva para a fábrica do Chevrolet Celta O Chevrolet Celta é produzido no Complexo Industrial Automotivo de Gravataí, no Rio Grande do Sul, que se encontra em processo de ampliação, permitindo o aumento de 65% da atual capacidade de 230 mil para 380 mil veículos por ano, três vezes maior que a inicial.
You might be interested:  Plano De Saude Hbc Tabela De Preços?

A unidade gaúcha é uma das mais modernas e produtivas entre as fábricas da GM no mundo. O projeto de ampliação contempla investimentos da ordem de R$ 2 bilhões, sendo R$ 1,4 bilhão utilizado na adequação e na modernização da linha de montagem da unidade gaúcha.

  1. A fábrica de Gravataí vai ampliar suas instalações em 74 mil metros quadrados aos atuais 216 mil metros quadrados de área útil.
  2. O incremento de cerca de 35% totalizará uma área útil de 290 mil metros quadrados – o equivalente a 70 campos de futebol.
  3. O investimento para ampliação da fábrica e para a produção de uma nova família de veículos é focado em tecnologia.

Um exemplo será a aquisição de 250 novos robôs de produção que, somados aos atuais 240, irão compor uma ainda mais avançada linha de produção em tecnologia automotiva mundial. Os robôs trabalham simultaneamente em áreas como linha da produção, pintura, estofaria e montagem geral.

  1. Esta segunda expansão da unidade de Gravataí ocorre poucos anos depois da primeira ampliação, ocorrida no biênio 2005/2006.
  2. Naquela época o complexo recebeu investimentos da ordem de R$ 480 milhões, que resultaram no lançamento do Chevrolet Prisma, em outubro de 2006.
  3. Histórico do compacto da Chevrolet Desde o seu lançamento em 2000, o Chevrolet Celta já passou por várias alterações importantes.

Isso demonstra a preocupação da General Motors em estar sempre desenvolvendo seus produtos para atender ao mercado nacional. Veja: 2000 – Início da produção do Chevrolet Celta no Complexo Industrial de Gravataí (RS) 2002 – Introdução do motor com 70 cv de potência / Lançamento da versão de cinco portas 2003 – Introdução do motor 1.4 Energy 2004 – Lançamento da versão Celta Off-Road 2005 – Introdução do motor Flexpower (bicombustível) 2005 – Ampliação do complexo de Gravataí 2006 – Lançamento do Celta Nova Geração, com mudanças estéticas e de conteúdo 2009 – Introdução do motor 1.0 VHCE, o mais potente da categoria / lançamento da série especial Celta Energy (kit Energy) 2011 – Lançamento do Celta 2012, com alterações externas e internas, além de novas versões LS e LT ### A General Motors, um dos maiores fabricantes de veículos do mundo, tem origem em 1908.

Com sede global em Detroit, a GM emprega 209 mil pessoas nas principais regiões do mundo e tem operações em mais de 120 países. A GM, com seus parceiros estratégicos, produz veículos em 31 países, vendendo e proporcionando serviços para estes veículos com as seguintes marcas: Buick, Cadillac, Chevrolet, GMC, Daewoo, Holden, Isuzu, Jiefang, Opel, Vauxhall e Wuling.

O maior mercado nacional da GM é o da China, seguido pelos Estados Unidos, Brasil, Reino Unido, Alemanha, Canadá e Rússia. A subsidiária OnStar da GM é o líder em serviços de segurança veicular e informação. A General Motors adquiriu operações da General Motors Corporation em 10 de julho de 2009, e referências a períodos anteriores nesse comunicado à imprensa e outros materiais de imprensa referem-se a operações da antiga General Motors Corporation.

  1. Para maiores informações sobre a nova General Motors, acesse www.gm.com,
  2. No Brasil a GM fabrica e comercializa veículos com a marca Chevrolet há 85 anos.
  3. Em 2010 a Chevrolet registrou recorde histórico de vendas no país com o volume de 657.724 veículos.
  4. A companhia tem três Complexos Industriais que produzem veículos em São Caetano do Sul e em São José dos Campos, ambos em São Paulo, além de Gravataí (RS).

Conta ainda com unidades em Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados), Sorocaba (Centro Distribuidor de Peças) e Indaiatuba (Campo de Provas), todas em SP, além de um moderno Centro Tecnológico de Engenharia e Design, em São Caetano do Sul (SP), com capacidade para desenvolvimento completo de novos veículos.

Quanto que o Celta 1.0 faz por litro?

Chevrolet Celta 2007

Motorização 1.0
Consumo cidade (km/l) 9,8 13,7
Consumo estrada (km/l) 12,2 18
Câmbio manual de 5 marchas
Tração dianteira

Qual o valor do Celta 2009 básico?

Preço FIPE R$ 20.165.

Qual o valor do Celta 4 portas flex?

Preço FIPE R$ 17.846.

Qual a tabela FIPE do Celta 2007 4 portas?

Preço FIPE R$ 15.760 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor do Celta 4 portas 2009?

Preço iCarros R$ 20.765.

Quantos quilômetros por litro faz um Celta 2008?

Principal > Catálogo
Ficha Técnica
Urbano 7,6 km/l (A)
10,7 km/l (G)
Rodoviário 8,7 km/l (A)