Tabela Fipe Da Bros 160 2022?

Qual o valor de tabela Fipe da Bros 160 2022?

Qual é o preço da Bros 2022 completa? – A Bros 160 2022 chega às concessionárias Honda apenas em setembro em três opções de cores: branca, preta e vermelha. O preço sugerido do modelo passou de R$ 13.910 para R$ 14.600 – o valor tem como base o Distrito Federal e não inclui frete e seguro.

Qual o preço da Bros 160 2022 completa?

Versões e Cores disponíveis – Preço público sugerido. Frete não incluso. Preço público sugerido. Frete não incluso. Preço público sugerido. Frete não incluso.

Qual é a tabela da Bros 2023 160?

O preço médio da Honda NXR 160 Bros FlexOne na Tabela de Preços Bros 2023 da Fipe é de R$ 14.200,00.

Qual é o preço da moto Bros 2022?

Galeria: Honda NXR 160 Bros 2022 – A nova Honda NXR 160 Bros (esse é o nome oficial dela) 2022 vai desembarcar em todas as lojas nacionais da marca a partir de setembro. As cores oferecidas serão vermelha com detalhes brancos, branca com detalhes pretos e preta com detalhes dourados.

Quanto tá custando a Bros 160 hoje?

Versões e Cores disponíveis – Preço público sugerido. Frete não incluso. Preço público sugerido. Frete não incluso. Preço público sugerido. Frete não incluso.

Qual o preço da tabela Fipe da Bros 160 completa?

O preço médio da Honda NXR 160 Bros FlexOne na Tabela de Preços Bros 2023 da Fipe é de R$ 14.200,00.

Qual é o preço da Bros 160 2023?

Galeria: Honda Bros 160 2022 – Primeiras impressões – Enquanto Biz, CG e Elite ao menos receberam uma nova opção de pintura para a linha 2023, justificando de certa forma aumentos pequenos de preço, o mesmo não pode ser dito da Honda Bros 160. Ela chega à linha 2023 do mesmo jeito que chegou ao modelo 2022, ainda em setembro de 2021.

  • Ainda assim, a moto está saindo agora por R$ 17.100, o que representa um aumento de R$ 500 sobre os R$ 16.600 cobrados anteriormente.
  • Os valores não incluem frete.
  • Toda a parte ciclística e mecânica da moto foi mantida.
  • Permanece o monocilíndrico flex de 162,7 cm³ com arrefecimento a ar.
  • Ele é capaz de entregar até 14,7 cv de potência a 8.500 rpm e 1,6 kgfm de torque a 5.500 rpm quando abastecida com etanol.

Com gasolina, respectivamente, são 14,5 cv e 1,46 kgfm com pico nas mesmas rotações. O câmbio segue sendo mecânico de 5 marchas com transmissão final por corrente. Outro elemento que se manteve, mas não de forma positiva, foi a lista de equipamentos bem enxuta. A moto conta com painel de instrumentos digital com iluminação blackout, partida elétrica e bagageiro integrado às alças do garupa com reforço para instalação de bauleto.

  • Dentro da Honda, quem quiser computador de bordo, ABS e conta-giros precisa pular para a XRE 190.
  • Da mesma forma, a moto continua equipada com suspensão telescópica na dianteira com 180 mm de curso e suspensão traseira monoamortecida com 150 mm de curso.
  • Os freios são a disco nas duas rodas com freios combinados.

Nas medidas, tem comprimento de 2.067 mm, largura de 810 mm, altura do assento de 836 mm e entre-eixos de 1.356 mm. O peso a seco declarado é de 122 kg. Leia mais:

O que vai mudar na Bros 2023?

Quais as versões da Bros 2023? Só quem anda de moto entende a paz, a aventura e a liberdade que a estrada traz. Pensando nisso, trouxemos para você um pouco sobre o novo lançamento da Honda, a trail mais vendida do Brasil, a Honda Bros 2023. Nesse novo lançamento, a Honda não trouxe grandes mudanças em relação ao seu lançamento de 2022.

  1. Assim, a Bros 2023 traz o mesmo design, mais arrojado, que combina força e modernidade, além do protetor de suspensão responsivo e seu clássico motor de 160cc.
  2. Sendo assim, no modelo 2022 e 2023, a diferença em suas versões se limita nas opções de cores: vermelho, branco e preto.
  3. Entretanto, mesmo não trazendo alterações na parte ciclística e mecânica, a Honda Bros 2023 continua uma motocicleta completa e que oferece uma experiência prazerosa e praticidade aos condutores, a relação de custo-benefício acaba sendo uma grande vantagem desse modelo versátil em qualquer terreno.

Dessa maneira, se manteve o monocilíndrico flexível de 162,7 cc refrigerado a ar, que é capaz de entregar até 14,7 cavalos de potência a 8.500 rpm e 1,6 kgfm de torque a 5.500 rpm quando abastecido com etanol, já com gasolina, respectivamente, são 14,5 cv e 1,46 kgfm com pico nas mesmas rotações.

  1. A transmissão da Honda Bros 2023 segue sendo mecânica de 5 velocidades com transmissão final por corrente.
  2. A Bros 160 ainda conta com suspensão telescópica na dianteira com 180 mm de curso e suspensão mono-traseira, amortecedor com 150 mm de curso.
  3. Para garantir uma pilotagem mais segura, o guia previne o escape da corrente de transmissão, enquanto o protetor evita o atrito da corrente com objetos indesejados e proporciona ainda mais proteção ao garupa.
You might be interested:  14 Salario Tabela De Pagamento?

Os freios contam com tecnologia CBS (Combined Brake System) e freio a disco nas duas rodas com freios combinados, entregando garantia de estabilidade e segurança em todos os tipos de terreno. Em termos de medidas, a Honda Bros 2023 tem comprimento de 2.067 mm, largura de 810 mm, altura do assento de 836 mm e distância entre eixos de 1.356 mm.

Os pneus de uso misto da nova Bros 160 2023 proporcionam o máximo de versatilidade e segurança para você conhecer diversos lugares, dentro ou fora da cidade. Portanto, com tudo isso, a nova versão da Bros prova que é a parceria certa em todas as suas versões. E você, já conhecia a Honda Bros 2023? Quer saber mais sobre esse modelo? Então venha até a Auge Motos e fale com um dos nossos consultores.

: Quais as versões da Bros 2023?

Quanto custa a Bros 160 à vista?

A partir de R$ 25.000 Preço público sugerido.

Qual o último ano da bros 160?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

NXR 160 BROS
Bros 160.jpg
Fabricante Honda
Apelido Bros
Produção 2014-atualmente
Predecessora Honda NXR 150 BROS
Motor Mono-cilíndrico, 4 tempos, OHC, 162,7 cc, alimentação por injeção eletrônica, partida elétrica e flex.
Potência Gasolina: 14,5 cv a 8.500 rpm/Etanol: 14,7 cv a 8.500 rpm
Torque Gasolina: 1,46 kgf.m a 5.500 rpm/Etanol: 1,60 kgf.m a 5.500 rpm
Transmissão 5 velocidades
Suspensão Dianteira – Garfo telescópico com 180 mm de curso Traseira – Mono-shock com 150,3 mm de curso
Freios Dianteiro – Disco (ESDD) Tambor (ES) Traseiro – Tambor (ES) Disco (ESDD)
Pneus Dianteiro – 90/90-19M/C Traseiro – 110/90-17M/C
Altura Total – 1158 mm Do assento – 842 mm (ES) 836 (ESDD)
Entre Eixos 1.356 mm
Comprimento 2.067 mm
Peso seco 120 kg
Tanque 12 lt
Similar Yamaha XTZ Crosser 150

A Honda NXR 160 BROS é uma motocicleta fabricada pela Honda, Desde o fim de sua predecessora, 150 BROS, é uma das motos mais vendidas do Brasil, Pertecence à categoria on-off road. Desde 2019 é fabricada apenas a versão ESDD:

Electric Starter(ES): Partida elétrica e freio mecânico a tambor nas duas rodas. (Fora de linha desde 2019) Electric Starter Dual Disc (ESDD): Partida elétrica e freio a disco na roda dianteira e traseira. (Versão ainda em fabricação)

Quantos km a Bros 160 2023 faz com 1 litro de gasolina?

Em situações de pouco ou quase nenhum trânsito, e abastecida somente com gasolina, a NXR 160 Bros ESDD faz a incrível marca de 46 km/litro, enquanto na cidade o consumo gira em torno de 35 km/litro.

Qual a diferença entre a Bros 160 NXR e ESDD?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

NXR 160 BROS
Bros 160.jpg
Fabricante Honda
Apelido Bros
Produção 2014-atualmente
Predecessora Honda NXR 150 BROS
Motor Mono-cilíndrico, 4 tempos, OHC, 162,7 cc, alimentação por injeção eletrônica, partida elétrica e flex.
Potência Gasolina: 14,5 cv a 8.500 rpm/Etanol: 14,7 cv a 8.500 rpm
Torque Gasolina: 1,46 kgf.m a 5.500 rpm/Etanol: 1,60 kgf.m a 5.500 rpm
Transmissão 5 velocidades
Suspensão Dianteira – Garfo telescópico com 180 mm de curso Traseira – Mono-shock com 150,3 mm de curso
Freios Dianteiro – Disco (ESDD) Tambor (ES) Traseiro – Tambor (ES) Disco (ESDD)
Pneus Dianteiro – 90/90-19M/C Traseiro – 110/90-17M/C
Altura Total – 1158 mm Do assento – 842 mm (ES) 836 (ESDD)
Entre Eixos 1.356 mm
Comprimento 2.067 mm
Peso seco 120 kg
Tanque 12 lt
Similar Yamaha XTZ Crosser 150

A Honda NXR 160 BROS é uma motocicleta fabricada pela Honda, Desde o fim de sua predecessora, 150 BROS, é uma das motos mais vendidas do Brasil, Pertecence à categoria on-off road. Desde 2019 é fabricada apenas a versão ESDD:

Electric Starter(ES): Partida elétrica e freio mecânico a tambor nas duas rodas. (Fora de linha desde 2019) Electric Starter Dual Disc (ESDD): Partida elétrica e freio a disco na roda dianteira e traseira. (Versão ainda em fabricação)

Quantos quilômetros por litro faz a bros 160?

Em situações de pouco ou quase nenhum trânsito, e abastecida somente com gasolina, a NXR 160 Bros ESDD faz a incrível marca de 46 km/litro, enquanto na cidade o consumo gira em torno de 35 km/litro.

Qual o valor da 300 2023?

A partir de R$ 22.370 Preço público sugerido.

Quanto vai custar a Bros 2024?

A partir de R$ 16.760 Preço público sugerido.

Qual é o valor da 160 2024?

A partir de R$ 15.350 Preço público sugerido.

Quanto custa uma Bros 2023 à vista?

Bros 160 ESDD Com um motor de 160cc, essa moto oferece boa potência e desempenho, além de ser econômica no consumo de combustível. O preço médio desse modelo na tabela Fipe de 2023 é de R$ 12.500.

Em que ano foi lançada a primeira bros 160?

Evolução da 150, moto ficou mais forte para briga com a Yamaha Crosser.Com conjunto interessante, modelo de uso misto tem preço alto. – Rafael Miotto Do G1, em São Roque (SP) Criada para ser uma espécie de para rodar em pisos mais irregulares, a Honda NXR Bros se distancia cada vez mais de sua “irmã”.

You might be interested:  Imposto De Renda 2022 Tabela?

E, pela primeira vez, desde seu lançamento, em 2003, o modelo acaba de recebe motor diferente ao de sua familiar. Com o aumento na cilindrada, a moto passa a se chamar, com previsão de início das vendas em dezembro de 2014. Veja os preços: Honda Bros ESD (freio a disco na dianteira ): R$ 9.350 Honda Bros ESDD (freio a disco na dianteira e traseira): R$ 9.650 Aos poucos, este será o fim da NXR 150 Bros, a mais vendida no segmento trail (uso misto em asfalto e terra) e que figura entre os 5 modelos mais vendidos no país.

Ela deve ficar até o começo do próximo ano nas concessionárias, enquanto ainda persistem os estoques. Mais simples e barata, a Bros 125 continuará em linha, mas é de segmento inferior. O fato de estrear novo motor se deve ao tamanho sucesso dos modelos trail no Brasil, e também à chegada de uma concorrente interessante: a, Honda NXR 160 Bros pode enfrentar terra e asfalto (Foto: Caio Kenji/G1) Antes de o modelo chegar às lojas, o G1 rodou com a Bros 160 por estradas de asfalto e terras, além de trilhas (assista a vídeo exclusivo acima), Além do conjunto novo em mecânica, chassi e dimensões, a moto teve seu visual atualizado: apesar de manter a essência do modelo anterior, a esportividade foi aumentada.

  1. Com nítida inspiração em motos de cross, o modelo ganhou novo farol na dianteira, carenagens mais modernas, envolvendo o tanque, que também é novo, apesar de manter os 12 litros de capacidade.
  2. Na traseira, a novidade é a lanterna com “efeito 3D”, que busca imitar LED.
  3. O desenho das laterais, do assento e do motor também mudou (compare a moto antes e depois das mudanças ao fim da reportagem),

Mais confortável Desenvolvida para ser uma moto multiuso, a Bros 160 pode ser definida como “uma moto com cara de Brasil”. Apesar de a CG ainda ser, a Bros se mostra mais preparada para superar pisos irregulares, como os encontrados na maior parte do país. No entanto, por ser mais cara que a CG 150, que é vendida a partir de R$ 7.010, dificilmente irá ultrapassá-la. De acordo com a Honda, a Bros 160 é destinada a um público que procura uma moto utilitária, porém, com um visual mais imponente e que ofereça, sobretudo, conforto.

A Bros 150 já era muito confortável, mas este ponto evoluiu ainda mais na 160. Sua geometria foi alterada, resultando em uma pequena melhoria no conforto. O assento ficou mais alto e fino, passando de 829 milímetros para 842 mm, enquanto a pedaleira se tornou mais baixa: de 302 mm para 292 mm. Na prática, isso faz com que as pernas possam ficar menos flexionadas, o que é melhor para longos percursos.

Mesmo assim, a maior altura não prejudica o alcance dos pés ao solo. O banco, com novo desenho, também melhora a acomodação. O guidão ficou mais próximo do corpo, com uma largura maior, chegando a 15.766 mm, contra 14.761 mm da versão anterior. Isso também favorece uma tocada mais relaxada.

Com o objetivo de possibilitar mais estabilidade para a estrada, o entre-eixos foi aumentado em 3 mm, somando 1.356 mm no total. O ângulo de cáster (inclinação da suspensão dianteira) também foi levemente aumentado, com maior ângulo. Base de tudo, o chassi também é novo e tem o centro de gravidade mais baixo que o anterior.

São mudanças bem sutis, mas que causaram bom efeito dinâmico para a Bros. Por que 160? A cilindrada mais comum dos modelos de baixa cilindrada é geralmente 150, mas por que, afinal, a Honda buscaria o estranho volume de 160 cc? Além do marketing de “atacar” a principal concorrente com um número maior – a Crosser é 150 -, a Bros 150 se mostrava fraca demais em algumas situações e um pouco mais de potência e torque eram bem-vindas. Honda NXR 160 Bros (Foto: Caio Kenji/G1) Mas o efeito mais importante foi o de melhorar retomadas e deixar de lado a apatia do motor anterior, nítida em subidas. É importante ressaltar que ainda não há nenhuma exuberância no motor da Bros: ela é uma moto extremamente mansa, mas agora está mais apta para superar obstáculos em pequenas trilhas ou mesmo subidas íngremes na cidade.

Outro motivo divulgado pela marca para a criação deste novo motor, inédito mundialmente e desenvolvido especificamente para o Brasil, foi já se antecipar à nova fase das regras de emissões de gases, prevista para entrar em vigor em 2016 no país. Com a maior cilindrada, ficou mais fácil se adequar, sem “amarrar” muito o motor.

Questionada sobre a possibilidade de este motor ser utilizado em outro modelo da empresa, como a CG, a empresa diz que estuda essa possibilidade, mas que não há nada confirmado. Briga boa De acordo com a Honda, as vendas no segmento trail não caíram durante este período de baixa que enfrenta o setor de motocicletas no Brasil. Honda NXR 160 Bros (Foto: Caio Kenji/G1) A chegada da Crosser 150, no começo deste ano, foi muito importante para o nicho. Além de ser um produto de qualidade, a moto fez com que a rival mudasse a bem-sucedida Bros. “Com a chegada da Yamaha, o segmento cresceu e a Crosser conquistou mercado”, acrescenta Alcântara.

A expectativa da Honda, com a nova Bros 160, é manter as cerca de 14 mil unidades mensais vendidas da 150, o que a coloca em 4º lugar de vendas no país, com base em números de emplacamentos, segundo a Fenabrave, a federação dos concessionários. Enquanto isso, a Crosser segue “escalando” o ranking de vendas: foi a 10ª na lista de outubro, com cerca de 2,5 mil unidades emplacadas.

Ainda é pouco comparado à Bros, mas somente o fato de a Yamaha colocar mais uma moto no top 10 já incomoda a Honda. Para tornar a Bros mais atraente frente à Crosser, a riva oferece 3 anos de garantia para o novo modelo, o que antes só era feito com a CG. Honda NXR 160 Bros (Foto: Caio Kenji/G1) O novo modelo inova com uma versão, a ESDD, mais cara, com freio a disco tanto na dianteira quanto na traseira, o que a Crosser não oferece. Aliás, não há mais versão da Bros com freio a tambor dianteiro. A de “entrada”, ESD, tem freio a disco na dianteira e a tambor na traseira.

O preço equivale ao da Crosser ED, que segue a mesma “receita”. Mas a Yamaha ainda oferece a Crosser com freio a tambor nas duas rodas, por R$ 9.050. Com Bros 160 e XTZ 150 Crosser, o segmento está mais evoluído do que nunca. Enquanto a Yamaha apostou em uma moto com visual “jovem”, quase uma supermotard, com para-lama baixo, a Honda evoluiu o motor e também trouxe mais emoção ao conjunto.

O resultado são motos interessantes, porém, cada vez mais caras. Honda NXR 160 Bros (Foto: Caio Kenji/G1) Honda NXR 150 Bros (Foto: Divulgação) Honda NXR 160 Bros (Foto: Divulgação) Honda NXR 150 Bros (Foto: Divulgação) Honda NXR 160 Bros (Foto: Divulgação) tópicos: : Primeiras impressões: Honda NXR 160 Bros

You might be interested:  Tabela De Tarifas Vigente Disponível No Site Da Caixa?

Qual a diferença entre a Bros 160 NXR e ESDD?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

NXR 160 BROS
Bros 160.jpg
Fabricante Honda
Apelido Bros
Produção 2014-atualmente
Predecessora Honda NXR 150 BROS
Motor Mono-cilíndrico, 4 tempos, OHC, 162,7 cc, alimentação por injeção eletrônica, partida elétrica e flex.
Potência Gasolina: 14,5 cv a 8.500 rpm/Etanol: 14,7 cv a 8.500 rpm
Torque Gasolina: 1,46 kgf.m a 5.500 rpm/Etanol: 1,60 kgf.m a 5.500 rpm
Transmissão 5 velocidades
Suspensão Dianteira – Garfo telescópico com 180 mm de curso Traseira – Mono-shock com 150,3 mm de curso
Freios Dianteiro – Disco (ESDD) Tambor (ES) Traseiro – Tambor (ES) Disco (ESDD)
Pneus Dianteiro – 90/90-19M/C Traseiro – 110/90-17M/C
Altura Total – 1158 mm Do assento – 842 mm (ES) 836 (ESDD)
Entre Eixos 1.356 mm
Comprimento 2.067 mm
Peso seco 120 kg
Tanque 12 lt
Similar Yamaha XTZ Crosser 150

A Honda NXR 160 BROS é uma motocicleta fabricada pela Honda, Desde o fim de sua predecessora, 150 BROS, é uma das motos mais vendidas do Brasil, Pertecence à categoria on-off road. Desde 2019 é fabricada apenas a versão ESDD:

Electric Starter(ES): Partida elétrica e freio mecânico a tambor nas duas rodas. (Fora de linha desde 2019) Electric Starter Dual Disc (ESDD): Partida elétrica e freio a disco na roda dianteira e traseira. (Versão ainda em fabricação)

Qual é o valor da Pop 2023?

Preço público sugerido. Frete não incluso. Preço público sugerido. Frete não incluso. Preço público sugerido. Frete não incluso.

Qual é a velocidade máxima de uma bros 160?

Motorização, desempenho e consumo – A Bros 160 está equipada com motor de 162,7 cc do tipo OHC, monocilíndrico de 4 tempos e arrefecido a ar. (Foto: Divulgação/Honda) Esse propulsor entrega 14,5 cv de potência a 8.500 rpm com gasolina e 14,7 cv a 8.500 rpm com etanol.

O torque máximo chega a 1,46 e 1,60 kgf.m com gasolina e etanol, respectivamente, a 5.500 rpm em ambos combustíveis. A velocidade máxima da moto é de 110 km/h e em condições normais o consumo médio de combustível fica entre 46 km/l, o que lhe daria autonomia de 550 km com o tanque de 12 litros, cheio.

Além disso, a Bros chega com o sistema de partida elétrica e transmissão manual de 5 velocidades. (Foto: Divulgação/Honda) Confira abaixo a ficha técnica completa da Honda Bros 160 2023:

Honda Bros 160 2023
Motor 162,7 cc do tipo OHC, monocilíndrico de 4 tempos e arrefecido a ar.
Potência/Torque Potência: 14,5 cv a 8.500 rpm (Gasolina) / 14,7 cv a 8.500 rpm (Etanol) / Torque: 1,46 kgf.m a 5.500 rpm (Gasolina) / 1,60 kgf.m a 5.500 rpm (Etanol)
Transmissão Manual de 5 velocidades
Suspensão Dianteiro: Garfo telescópico e curso de 180 mm / Traseiro: Mono Shock e curso de 150 mm
Consumo 46 km/l
Roda e Pneus Dianteiro: 90/90 19M/C – Traseiro: 110/90 -17M/C
Freios Dianteiro: A disco ‘ 240 mm / Traseiro: A disco ‘ 220 mm
Peso 122 kg
Dimensão Comprimento: 2.067 mm / Largura: 810 mm / Altura: 1.151 mm / Altura do assento: 836 mm / Distância entre eixos: 1.356 mm / Distância mínima do solo: 247 mm
Capacidade Tanque: 12 L
Preço A partir de R$ 17.100,00

table>

Honda Bros 160 2023 Conjunto mecânico ★ ★ ★ ☆ ☆ Espaço interno ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ Tecnologia ★ ★ ★ ☆ ☆ Conectividade ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ Acabamento ★ ★ ★ ☆ ☆ Impressões ao volante ★ ★ ★ ☆ ☆ Vale a pena comprar? ★ ★ ★ ☆ ☆

Honda Bros 160 2023: ficha técnica, tecnologia e motorização

Quantos litros de gasolina e a reserva da bros 160?

NOS ENVIE UMA PROPOSTA E LOGO ENTRAREMOS EM CONTATO

Altura do assento 842 mm
Suspensão traseira/Curso Mono shock / 150,3 mm
Tanque de combustível/Reserva 12,0 litros
Tipo Berço Semi duplo
Tipo OHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecimento a ar