Tabela Fipe Do Classic 2011?

Qual é o preço de tabela do Classic 2011?

Preço FIPE R$ 22.376.

Qual é o valor do Classic 2011 2012?

Preço FIPE R$ 22.341.

Qual é o consumo do Classic 2011?

G1 andou no Chevrolet Classic 1.0 VHCE O Portal de Notícias da Globo 30/08/09 – 14h50 – Atualizado em 31/08/09 – 11h42 Modelo, que custa R$ 25.607, é o sedã mais barato do país. Carro mudou pouco desde o seu lançamento em 1995. Paulo Guilherme Do G1, em São Paulo O Chevrolet Classic é praticamente o mesmo carro desde que foi lançado há 16 anos pela General Motors, quando era chamado de Corsa Sedan.

  1. Sofreu poucas mudanças estéticas ao longo do tempo, e mudou de nome com a nova configuração do Corsa de três volumes em 2003.
  2. Este ano, o Chevrolet Classic ganhou um tanque um pouco maior e um motor mais potente (1.0 VHCE), passando de 70 cv (gasolina) e 72 cv (álcool), para 77 cv (gasolina) e 78 cv (álcool).

A mudança no motor foi uma exigência à adequação à resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente que passou a exigir níveis mais baixos de emissão de poluentes. O resultado foi um carro com um pouquinho mais de “pegada” e que honra a relação custo/benefício. Se o proprietário quiser incluir muitos opcionais no modelo, como ar condicionado e direção hidráulica, a nova configuração pode invadir a área de preços de outro sedã da própria Chevrolet, o Prisma (a partir de R$ 27,8 mil), e se aproximar da versão básica do Corsa Sedan 1.4 (R$ 33,6 mil).

  1. O Classic sobrevive para ser um carro com perfil “pé-de-boi”: acabamento simples e prático.
  2. Por isso, a GM retirou do mercado outras versões do modelo.
  3. O Classic se mostra valente no uso urbano.
  4. Tem um consumo econômico de combustível 13,3 km/l com gasolina e 9,5 km/l se abastecido com álcool, segundo a GM, o que faz do modelo um dos preferidos dos frotistas.

Com peso de 980 kg, tem agilidade para escapar das armadilhas do trânsito e não compromete diante dos outros veículos de motorização maior na disputa por espaço nas vias. Mas é preciso lembrar sempre a que o carro se propõe, por isso o modelo abre mão de um conforto interno maior como isolamento acústico e ar condicionado.

Na estrada, dê passagem aos outros veículos. O Classic anda bem na faixa entre 100 km/h e 110 km/h. Dá para chegar a 120 km/h, mas já passa a exigir demais do motor. Mais do que isso, é comprometer o consumo e a dirigibilidade. A GM não revela até quando vai manter a vida longa do modelo. A montadora já prepara novas estratégias de renovação de frota, como o Projeto Viva, que vai lançar carros que poderá substituir a família do Corsa Sedan, e o Projeto Ônix, que mira o Celta e o Prisma.

Enquanto isso, o Classic vai sobrevivendo. Devagar e sempre. : G1 andou no Chevrolet Classic 1.0 VHCE

Qual o valor da tabela FIPE do Classic 2010?

Preço FIPE R$ 20.467 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor do Classic 2011 4 portas?

Preço FIPE R$ 22.341.

Qual o valor do Corsa Classic 2010 2011 Básico?

Preço iCarros R$ 23.203.

Qual é a tabela do Corsa sedan 2011?

Preço FIPE R$ 25.440 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor da tabela FIPE do Classic 2012 completo?

Preço FIPE R$ 25.231 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Quantos litros de gasolina cabe no tanque do Corsa Classic 2011?

Chevrolet Classic 2011

Altura (mm) 1.387
Peso (Kg) 920
Tanque (L) 54
Entre-eixos (mm) 2.443
Porta-Malas (L) 390

Qual o valor do Corsa sedan 1.0 2011?

Preço iCarros R$ 23.130.

Quantos litros pega a reserva do Classic 2011?

Em geral, a reserva do tanque de um carro tem entre 3 a 10 litros de combustível.

Qual a tabela FIPE do Classic 2010 2011?

Preço FIPE R$ 22.376 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor do Corsa Classic 2010 4 portas?

Preço FIPE R$ 20.375 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual é o preço do Corsa Classic 2010 completo?

Preço FIPE R$ 20.467.

Qual motor do Classic 2011?

Visão geral do modelo – O Chevrolet Classic 2011 LS é um sedan compacto, que tem motor 1.0 com aspiração natural e 4 cilindros em linha, capaz de gerar até 78 cv de potência e 9,7 kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas e direção mecânica.

You might be interested:  Tabela Do Brasileirão 2022 Flamengo?

Quantos cavalos tem o motor do Classic 2011?

Um dos sedãs mais vendidos da história do País ganha alterações no visual para ficar ainda mais atraente –

  • Em sua versão 2011, o Chevrolet Classic evolui sem deixar de lado os atributos que o tornaram o sedã preferido dos brasileiros
  • Modelo já superou a expressiva marca de um milhão de unidades vendidas

São Caetano do Sul (SP). Campeão de vendas da Chevrolet, o Classic 2011 chega ao mercado brasileiro neste mês de abril de 2010 com novidades estéticas importantes, que o deixaram ainda mais atual para competir no concorrido segmento de sedãs, no qual o modelo, em seus 14 anos de vida, liderou por 10 anos.

  • Estas mudanças no visual chegam no momento em que o Chevrolet Classic 2011 comemora seu ingresso no seleto grupo de modelos comercializados no Brasil que superaram a marca de 1.000.000 unidades emplacadas.
  • Além disso, o Chevrolet Classic deve fechar 2010 como o sedã mais vendido na história da Chevrolet no País e o segundo sedã em toda indústria automobilística nacional.

Hoje, ele ocupa a terceira posição, perdendo somente para o VW Sedan (Fusca) e para o Chevette, cuja versão sedã vendeu mais de 1.065.000 unidades, entre 1973 e 1994. Em 2009 foram emplacadas 108.434 unidades contra 103.828 de 2008, um recorde histórico.

O modelo da Chevrolet, que é um fenômeno de vendas em seus 14 anos de vida, registrou no mês de junho de 2009 um recorde histórico mensal de vendas, quando foram emplacadas 12.532 unidades do modelo, o que lhe rendeu a melhor marca já registrada desde dezembro de 1995, quando foi lançado. “O Chevrolet Classic é um carro com custo-benefício excelente, que atende às necessidades dos clientes, com a vantagem de estar agora ainda mais bonito”, observa Jaime Ardila, presidente da GM do Brasil e Mercosul.

José Carlos Pinheiro Neto, vice-presidente da GM do Brasil, salienta que ultrapassar a marca de 1.000.000 de unidades vendidas não é para qualquer um. “O Chevrolet Classic oferece versatilidade, um porta-malas com 390 litros de capacidade e um excelente espaço interno, itens que certamente colaboraram para alcançarmos esta marca”, acrescenta.

  1. Mudanças foram implementadas na dianteira e na traseira O Chevrolet Classic 2011 recebeu importantes mudanças estéticas.
  2. Na dianteira, novos faróis, capô com vincos marcantes e para-choque redesenhado e envolvente.
  3. Outra novidade é a grade frontal, onde se destaca a gravata dourada na barra cromada.
  4. Para completar, as laterais do Chevrolet Classic 2011 ganharam indicadores de direção nos para-lamas dianteiros, na cor cristal, e frisos laterais, retrovisores e maçanetas das portas pintadas na cor do veículo.

A traseira do sedã também foi renovada. As lanternas ficaram mais envolventes e avançam sobre a nova tampa do porta-malas, tornando todo o conjunto mais requintado e atraente. O parachoque também ganhou novas linhas. Com base nestes aspectos e com as mudanças estéticas, o Chevrolet Classic reforça ainda mais sua presença no mercado nacional.

  • O Chevrolet Classic continua sendo a melhor opção de custo-benefício e agora, muito mais bonito e moderno”, avalia Marcos Munhoz, diretor geral de Marketing e Vendas da Chevrolet.
  • O Chevrolet Classic 2011 será comercializado em uma única versão, a LS, nos quase 560 pontos-de-vendas da Chevrolet em todo o País.

No total, são cinco configurações, desde a mais básica até a completa, que inclui ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros com acionamento elétrico e travas elétricas das portas. Desempenho está entre os melhores da categoria O motor 1.0 Flexpower VHCE está entre os melhores da categoria.

Ele recebeu recentemente importantes alterações, propiciando mais potência e torque, além de se enquadrar à nova resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama 315/02), que entrou em vigor em 2009. O Chevrolet Classic 1.0 Flexpower VHCE desenvolve 78 cavalos de potência e tem 9,7 kgfm de torque, quando abastecido com o álcool.

Com gasolina, o modelo desenvolve 77 cavalos de potência e oferece 9,5 kgfm de torque. O sedã da Chevrolet está entre os modelos mais econômicos do mercado. Quando abastecido com gasolina, sua autonomia pode chegar a 900 quilômetros, aspecto muito importante para os consumidores que querem um veículo econômico e com mais comodidade para o seu dia-a-dia.

O Chevrolet Classic possui diversos itens de série, tais como desembaçador elétrico do vidro traseiro, imobilizador eletrônico, vidros verdes, pára-brisa laminado, preparação para som, barras de segurança, entre outros. Ele ainda oferece como opção, ar quente, ar-condicionado, protetor de cárter e direção hidráulica.

Como todos os produtos da Chevrolet, o sedã Classic também oferece uma extensa gama de itens de personalização. Os acessórios do pacote “Estilo” são faróis com máscara negra, protetor de soleira, rodas de alumínio aros 13 e 14 polegadas e lâmpada azul (Blue Vision) para o farol e faróis auxiliares.

  • Os itens de “Conforto” são a alça de segurança do teto, acendedor de cigarros, cinzeiro, direção hidráulica (para veículos com ar-condicionado), vidros elétricos dianteiros, travas elétricas, alarme com controle remoto, quebra-sol direito com espelho, calha de chuva, geladeira e cabide.
  • A lista dos acessórios do pacote “Proteção” inclui: adesivos refletivos, tapetes de carpete e borracha e protetor de cárter.

Já no que se refere a “Entretenimento”, são oferecidos CD Players, alto-falantes triaxiais dianteiro e traseiro de 45W e 60W e GPS. Classic 2011 é produzido em três das quatro fábricas da GM no Mercosul O Chevrolet Classic 2011 é o único modelo da Chevrolet com passaporte para três das quatro fábricas da General Motors na Região do Mercosul, ou seja, o veículo pode ser produzido, ao mesmo tempo, em São José dos Campos e São Caetano do Sul, no Estado de São Paulo, e em Rosario, na Argentina.

  1. Isso acontece graças à flexibilidade das unidades industriais da empresa na região, o que significa uma grande vantagem competitiva em relação aos concorrentes.
  2. O principal benefício desta flexibilidade é que a General Motors consegue responder de forma mais rápida e ágil às demandas do mercado.
  3. Com isso conseguimos otimizar a alocação de nossa produção de acordo com o custo de montagem determinado de cada modelo”, observa José Eugênio Pinheiro, vice-presidente de Manufatura da GM na América do Sul.
You might be interested:  Tabela Do Seno Cosseno E Tangente 30 45 60?

Hoje, a fábrica da GM em São José dos Campos (SP) é capaz de produzir os seguintes modelos: os monovolumes Zafira e Meriva, os automóveis Corsa hatchback, Corsa sedã, Classic e a picape Montana – todos na mesma linha de montagem-, além das picape S10 Cabine Simples e S10 Cabine Dupla e do utilitário-esportivo Blazer, em outra linha.

Já a unidade de São Caetano do Sul produz os modelos Chevrolet Astra hatchback, Astra Sedã, Vectra GT (hatchback), Vectra Sedã e também o Classic. “Esta unidade já está preparada para fabricar novos modelos que vêm por aí”, acrescenta o executivo. Rosario, na Argentina, por sua vez, produz o Agile e também o Classic.

Devido à grande aceitação do recém-lançado Agile no Brasil, a unidade argentina passou a produzir o Classic apenas para abastecer o mercado local. José Eugênio Pinheiro salienta que “o Chevrolet Classic é realmente um marco na história da Chevrolet no Brasil, juntando-se a outros clássicos da marca de grande desempenho de vendas”.

  1. VW Sedan (Fusca) – 3.150.000 unidades
  2. Chevrolet Chevette (versão sedã) – 1.065.113 unidades
  3. Chevrolet Classic – 1.015.000 unidades (até final de março de 2010)

Evolução no tempo 1995 – Lançamento do Chevrolet Corsa Sedã no mercado brasileiro 1999 – Chegada das versões Wind e Milenium, equipadas com motorização 1.0 16V 2004 – Mudança do nome para Classic e criação de novas versões: Life, Spirit e Super 2006 – Introdução do motor 1.0 Flexpower de 72 cv de potência, conferindo maior flexibilidade e liberdade de escolha aos consumidores 2009 – Introdução do motor 1.0 VHCE de 78 cv de potência, com tanque de combustível de maior capacidade (54 litros) e, portanto, garantindo maior autonomia ao modelo 2010 – Lançamento do Classic 2011 com alterações estéticas e a marca de mais de um milhão de unidades comercializadas no Brasil Chevrolet Classic, o 3º sedã mais vendido na história do Brasil Ano Unidades emplacadas ● 1995 (dez) 1.076 ● 1996 22.747 ● 1997 22.008 ● 1998 46.573 ● 1999 59.832 ● 2000 79.665 ● 2001 82.719 ● 2002 96.924 ● 2003 62.361 ● 2004 69.750 ● 2005 67.669 ● 2006 76.382 ● 2007 95.691 ● 2008 103.828 ● 2009 108.434 A General Motors, um dos maiores fabricantes de veículos do mundo, tem origem em 1908.

  1. Com sede global em Detroit, a GM emprega 209.000 pessoas nas principais regiões do mundo e tem operações em 140 países.
  2. A GM, com seus parceiros estratégicos, produz veículos em 34 países, vendendo e proporcionando serviços para estes veículos através das seguintes marcas: Buick, Cadillac, Chevrolet, GMC, GM Daewoo, Holden, Opel, Vauxhall e Wuling.

O maior mercado da GM é o dos Estados Unidos, seguido de China, Brasil, Reino Unido, Canadá, Rússia e Alemanha. No Brasil a GM fabrica e comercializa veículos com a marca Chevrolet há 85 anos. Em 2009 a Chevrolet registrou recorde histórico de vendas no país com o volume de 595.536 veículos.

  • A companhia tem três Complexos Industriais que produzem veículos em São Caetano do Sul e São José dos Campos, ambos no estado de São Paulo, e Gravataí (RS).
  • Conta ainda com unidades em Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados), Sorocaba (Centro Distribuidor de Peças) e Indaiatuba (Campo de Provas), todas em SP, além de um moderno Centro Tecnológico de Engenharia e Design, em São Caetano do Sul, com capacidade para desenvolvimento completo de novos veículos.

A subsidiária brasileira é um dos cinco centros mundiais na criação e desenvolvimento de veículos, nos campos da engenharia, design e manufatura. Mais informações podem ser encontradas nos sites media.gm.com e gmnoticias.com.br,

Quantos km faz um Corsa Classic 1.0 2011?

G1 andou no Chevrolet Classic 1.0 VHCE O Portal de Notícias da Globo 30/08/09 – 14h50 – Atualizado em 31/08/09 – 11h42 Modelo, que custa R$ 25.607, é o sedã mais barato do país. Carro mudou pouco desde o seu lançamento em 1995. Paulo Guilherme Do G1, em São Paulo O Chevrolet Classic é praticamente o mesmo carro desde que foi lançado há 16 anos pela General Motors, quando era chamado de Corsa Sedan.

  • Sofreu poucas mudanças estéticas ao longo do tempo, e mudou de nome com a nova configuração do Corsa de três volumes em 2003.
  • Este ano, o Chevrolet Classic ganhou um tanque um pouco maior e um motor mais potente (1.0 VHCE), passando de 70 cv (gasolina) e 72 cv (álcool), para 77 cv (gasolina) e 78 cv (álcool).

A mudança no motor foi uma exigência à adequação à resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente que passou a exigir níveis mais baixos de emissão de poluentes. O resultado foi um carro com um pouquinho mais de “pegada” e que honra a relação custo/benefício. Se o proprietário quiser incluir muitos opcionais no modelo, como ar condicionado e direção hidráulica, a nova configuração pode invadir a área de preços de outro sedã da própria Chevrolet, o Prisma (a partir de R$ 27,8 mil), e se aproximar da versão básica do Corsa Sedan 1.4 (R$ 33,6 mil).

O Classic sobrevive para ser um carro com perfil “pé-de-boi”: acabamento simples e prático. Por isso, a GM retirou do mercado outras versões do modelo. O Classic se mostra valente no uso urbano. Tem um consumo econômico de combustível 13,3 km/l com gasolina e 9,5 km/l se abastecido com álcool, segundo a GM, o que faz do modelo um dos preferidos dos frotistas.

Com peso de 980 kg, tem agilidade para escapar das armadilhas do trânsito e não compromete diante dos outros veículos de motorização maior na disputa por espaço nas vias. Mas é preciso lembrar sempre a que o carro se propõe, por isso o modelo abre mão de um conforto interno maior como isolamento acústico e ar condicionado.

  • Na estrada, dê passagem aos outros veículos.
  • O Classic anda bem na faixa entre 100 km/h e 110 km/h.
  • Dá para chegar a 120 km/h, mas já passa a exigir demais do motor.
  • Mais do que isso, é comprometer o consumo e a dirigibilidade.
  • A GM não revela até quando vai manter a vida longa do modelo.
  • A montadora já prepara novas estratégias de renovação de frota, como o Projeto Viva, que vai lançar carros que poderá substituir a família do Corsa Sedan, e o Projeto Ônix, que mira o Celta e o Prisma.
You might be interested:  Como Colocar Tabela No Word?

Enquanto isso, o Classic vai sobrevivendo. Devagar e sempre. : G1 andou no Chevrolet Classic 1.0 VHCE

Quantos km Um Corsa Classic 1.0 2011 faz por litro?

Principal > Catálogo
Ficha Técnica
Urbano 7,4 km/l (A)
10,4 km/l (G)
Rodoviário 9,2 km/l (A)

Qual o valor do Corsa 2010 2011?

Preço FIPE R$ 24.968 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual é a tabela do Corsa Sedan 2011?

Preço FIPE R$ 25.440 Preço que representa a média de veículos no mercado nacional.

Qual o valor da tabela FIPE do Celta 2011?

Tabela de preços Fipe Chevrolet Celta 2011 –

Modelo Preço Código Fipe
Chevrolet Celta Spirit 1.0 VHCE (Flex) 2p R$21,458 004320-6
Chevrolet Celta Life 1.0 VHCE (Flex) 4p R$21,535 004319-2
Chevrolet Celta Spirit 1.0 VHCE (Flex) 4p R$25,857 004321-4
Chevrolet Celta LS 1.0 (Flex) 2p R$20,484 004318-4

Qual o motor do Classic 2011?

Corsa Classic LS 1.0 Flex 2011: fotos, preço, consumo e ficha técnica O Corsa Classic LS 2011 é o sedã compacto mais acessível do mercado. O modelo 0KM custa entre R$ 28.344 e R$ 35.433 na versão completa. No, um modelo 2011 com ar-condicionado e travas elétricas cai para R$ 25.500 reais, configurando-se em uma excelente opção em termos de custo x benefício.

  1. O Corsa Classic LS 2011 dispõe de um motor GM quatro cilindros Econo.flex 1.0 com 78 cv, associado com uma caixa de câmbio manual de cinco velocidades.
  2. Esse conjunto motor e câmbio do Corsa Classic 2011 mostra-se adequado a peso, permitindo ao sedã compacto da GM um comportamento ágil tanto em cidade quanto em estrada.

Os dados de consumo de combustível, segundo o, são os seguintes: Gasolina Ciclo urbano (cidade) : 10,2 km/l de gasolina Ciclo rodoviário (estrada) : 12,8 km/l de gasolina Álcool Ciclo urbano (cidade) : 6,8 km/l de álcool Ciclo rodoviário (estrada) : 8,5 km/l de álcool A desvalorização média do modelo 2012 no primeiro ano de uso fica na faixa de 13,3% – um dos menores índices do mercado, sendo que nos modelos 2011 e anteriores esse indicador é menor ainda.

  1. Os equipamentos incluídos no Classic 2011 são os seguintes: ar-condicionado, indicadores de direção nas laterais do veículo, trava suplementar nas portas traseiras (trava para criança), travas elétricas nas 04 portas, entre outros.
  2. Conclusão O Corsa Classic 2011 LS é uma opção do mercado de usados para o consumidor racional, que deseja um carro confiável, com ar-condicionado e econômico, semi-novo, mas não pretende gastar além de R$ 26.000 reais em janeiro de 2011.

Ficha Técnica – Corsa Classic 2011 Motor:

dianteiro transversal quatro cilindros 8 válvulas Cilindrada: 999 cm3 Diâmetro x curso: 71,1 x 62,9 mm Taxa de compressão: 12,6:1 Injeção Eletrônica MPFI Potência: 78 cavlos (álcool) e 77 cavalos (gasolina) @ 6.400 RPM Torque: 9,7 mKgf (álcool) e 9,5 mkgf (gasolina) @5.200 RPM Câmbio manual de cinco velocidades Tração dianteira Peso em ordem de marcha: 905 Kg Relação Peso/potência: 11,6 (álcool) / 11,8 (gasolina) Relação Peso/torque: 93,3 Kg/mKgf / 95,3Kg/mkgf

Pesos e dimensões

Porta-malas: 390 litros Carga útil (cinco passageiros mais bagagem) : 440 Kg Coeficiente de penetração aerodinâmica da carroceria: 0,35 Comprimento Total 4.152 mm Largura (carroceria) 1.608 mm Largura Total (espelho a espelho) 1.768 mm Altura (carga máxima) 1.367 mm Distância entre eixos 2.443 mm

Suspensão

Suspensão dianteira independente padrão McPherson Suspensão traseira em eixo de torção Pneus 165/70 R13 Rodas de aço em 13 polegadas.

Freios

Freios dianteiros a disco traseiros a tambor

Direção: mecânica de pinhão e cremalheira, 4 voltas de batente à batente, com assistência hidráulica opcional : Corsa Classic LS 1.0 Flex 2011: fotos, preço, consumo e ficha técnica

Qual o valor da tabela do Classic 2012?

Preço FIPE R$ 25.231.