Tabela Para Saque Do Pis 2019?

Como receber o PIS atrasado de 2019?

PIS/Pasep: Sai calendário de 2023, mas tem trabalhador que não sacou em 2022 e 2021 Publicado: 07 Março, 2023 – 11h43 | Última modificação: 30 Março, 2023 – 11h44 Escrito por: Redação CUT/Texto: André Accarini | Editado por: Marize Muniz A Caixa já liberou o pagamento do abono do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) 2023, referente ao ano-base 2021.

O calendário segue a data de nascimento para o PIS e do último número de inscrição no Pasep. V eja cronograma abaixo. No entanto, quase 400 mil trabalhadores da iniciativa privada, que tem direito ao PIS, e servidores públicos, que têm direito ao Pasep, ainda não sacaram o benefício em 2022 e 2021 referente aos anos-base anteriores 2019 e 2020,

Alguns trabalhadores ou seus herdeiros podem ter até três salários mínimos parados no banco. Mesmo quem perdeu o prazo para sacar nos anos anteriores, pode recorrer. Veja abaixo como fazer. Somente do ano base 2020, cerca 445 mil pessoas ainda não sacaram o abono do PIS/Pasep.

  • Estão nos bancos a espera dos trabalhadores ou herdeiros um total de R$ 357,9 milhões.
  • Outros 320 mil trabalhadores ou herdeiros não sacaram o abono do PIS/Pasep do ano base 2019, cujos pagamentos foram realizados em 2021.
  • Se juntar os valores devidos nos três anos-base, no caso de trabalhadores ou herdeiros não terem sacado os abonos em nenhum dos anos, alguns podem receber três salários mínimos, até um salário para cada ano-base, incluindo o que está sendo pago este ano.

Este ano, os pagamentos do abono do PIS/Pasep referentes ao ano-base de 2021 começaram a ser feitos no dia 15 de fevereiro e os trabalhadores têm até o último dia útil do ano (29/12/2023) para sacar. Mas, se perder o prazo, pode recorrer. É o caso também de quem perdeu o prazo para receber o abono salarial referente aos anos-base anteriores.

  • Portanto, quem perdeu o prazo para sacar o abono referente ao ano de 2020, cujo prazo terminou no 29 de dezembro do ano passado tem até 29 de dezembro de 2027 para fazê-lo.
  • Já no caso do abono do ano-base 2019, o prazo para sacar terminou no dia 31 de dezembro de 2021, mas o trabalhador tem até o último dia útil de 2026 para pedir o benefício.
  • Como recorrer?

Quem perdeu o prazo para receber os abonos de anos-base anteriores, como 2020 e 2019, precisará entrar com um recurso para ter direito ao benefício. Desde o dia 15 de fevereiro, o Ministério do Trabalho já está recebendo as solicitações. São três as formas disponibilizadas para o recurso e as mesmas valem para o PIS e para o Pasep.

Pode ser presencialmente, por telefone ou pela internet. Atenção: o pedido não pode ser feito nas agências da Caixa e Banco do Brasil, instituições pagadoras do benefício, Presencialmente : os trabalhadores que perderam o prazo podem se dirigir a um posto de atendimento do Ministério do Trabalho, tais como as superintendências regionais, agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e nas unidades móveis do trabalhador.

Por telefone : nesta opção, o trabalhador deve ligar para o número 158 – Central Alô Trabalhador – de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Em geral, a ligação é feita por atendimento eletrônico e não é cobrada quando feita a partir de um telefone fixo.

  1. Pela internet: o meio eletrônico inclui a possiblidade de o pedido do recurso ser feito via e-mail,
  2. Os endereços variam de estado para estado, com a unidade da federação antes do “@”.
  3. Basta escrever a sigla do seu estado (por exemplo: RS, SC, SP, RN, BA etc.,) seguida de @economia.gov.br.
  4. Desta forma se o trabalhador é de Minas Gerais, por exemplo, deverá enviar e-mail para,

Se for de São Paulo,, e assim sucessivamente. No corpo de e-mail é necessário descrever o pedido, informando o ano base e os dados do trabalhador, incluindo o número de inscrição no PIS ou no Pasep. Além do e-mail, um método mais usual é o aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

  • Nele constam as informações sobre os valores a serem pagos tanto no ano corrente como dos anos anteriores.
  • Pagamento O Ministério do Trabalho tem prazo de 30 dias para analisar o recurso.
  • Caso o trabalhador tenha, de fato, saldo a receber, os valores serão creditados no primeiro mês subsequente à aprovação do recurso.

Se o pedido foi feito e aprovado no mês de março, já no lote de abril o dinheiro será liberado. O pagamento do Abono Salarial do PIS pode ser realizado:

  • Por crédito em conta CAIXA, quando o trabalhador possui conta corrente ou poupança ou Conta Digital;
  • Por crédito pelo CAIXA Tem, em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela CAIXA;
  • Nos caixas eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes CAIXA Aqui utilizando o Cartão Social e senha;
  • Em agência da CAIXA, apresentando um documento oficial de identificação.

Já o pagamento Abono Salarial do Pasep é feito pelo Banco do Brasil. Se o servidor for correntista ou poupador do BB receberá o crédito referente ao Pasep em conta corrente ou poupança. Calendário 2023 – não perca o prazo O calendário de pagamentos dos abonos de PIS e Pasep referentes ao ano-base 2021, pagos agora em 2023 já começou.

  1. Serão beneficiados 22,9 milhões de trabalhadores, com R$ 22 bilhões.
  2. O cronograma de pagamentos teve início no dia 15 de fevereiro e prevê a liberação dos valores até o dia 17 de julho.
  3. São dois lotes a cada mês.
  4. Os valores ficam disponíveis até o dia 28 de dezembro de 2023.
  5. Quem perder o prazo terá de aguardar a abertura do prazo para recurso no ano que vem, para solicitar os valores ‘esquecidos’ Para o Programa de Integração Social (PIS), que pode ser sacado na Caixa e é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada, o calendário é de acordo com a data de nascimento do beneficiário.
You might be interested:  Como Decorar A Tabela De Seno Cosseno E Tangente?

Quem nasceu em janeiro e fevereiro já terá a liberação do abono no mês de fevereiro. Quem nasceu em março e abril, no dia 15 de março e, assim, sucessivamente. Veja a tabela:

Nascidos em Data de início
Janeiro 15/02/2023
Fevereiro 15/02/2023
Março 15/03/2023
Abril 15/03/2023
Maio 15/04/2023
Junho 15/04/2023
Julho 17/05/2023
Agosto 17/05/2023
Setembro 15/06/2023
Outubro 15/06/2023
Novembro 17/07/2023
Dezembro 17/07/2023

Já para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que pode ser sacado no Banco do Brasil, o calendário de pagamentos é de acordo com o número final da inscrição do beneficiário, Veja as datas:

N° final da inscrição Data de início
0 15/02/2023
1 15/03/2023
2 17/04/2023
3 17/04/2023
4 15/05/2023
5 15/05/2023
6 15/06/2023
7 15/06/2023
8 17/07/2023
9 17/07/2023

Quanto recebo? O valor do benefício para 2023 é proporcional aos meses trabalhados no ano-base de 2021, O valor máximo é um salário mínimo, hoje de R$ 1.302. Significa que por cada mês trabalhado o trabalhador tem direito a aproximadamente R$ 108,50,

  1. Isso porque, cada mês trabalhado equivale a 1/12 de salário mínimo no valor do benefício, sendo que o período igual ou superior a 15 dias conta como mês integral.
  2. Como recebo?
  3. O pagamento do Abono Salarial do PIS pode ser realizado:
  • Por crédito em conta CAIXA, quando o trabalhador possui conta corrente ou poupança ou Conta Digital;
  • Por crédito pelo CAIXA Tem, em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela CAIXA;
  • Nos caixas eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes CAIXA Aqui utilizando o Cartão Social e senha;
  • Em agência da CAIXA, apresentando um documento oficial de identificação.
  • Quem tem direito:
  • PIS: Terão direito ao abono os trabalhadores que trabalharam com registro em carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2020, com remuneração mensal de até dois salários mínimos à época.
  • É preciso:
  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.
  1. Pasep:
  2. Têm direito ao Pasep os servidores públicos que tiverem trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base 2021.
  3. É preciso:
  • Estar cadastrado no Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter tido, no ano base de referência, média mensal de até 2 salários mínimos (soma das remunerações auferidas e informadas por um ou mais empregadores);
  • Ter seus dados informados corretamente no Relatório Anual de Informações Sociais – RAIS – do ano base em referência.

: PIS/Pasep: Sai calendário de 2023, mas tem trabalhador que não sacou em 2022 e 2021

Como sacar o PIS de 2019 em 2022?

Pagamento do Abono Salarial – Consulte o calendário de pagamento do Abono Salarial e verifique a data de recebimento pois ela varia de acordo com o mês do seu aniversário. O pagamento do Abono Salarial pode ser realizado:

por crédito em conta CAIXA, quando o trabalhador possui conta corrente ou poupança ou Conta Digital;por crédito pelo CAIXA Tem, em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela CAIXA;nos caixas eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes CAIXA Aqui utilizando o Cartão Social e senha;em agência da CAIXA, apresentando um documento oficial de identificação.

Consulte as datas de pagamento do Calendário do Abono Salarial.

Qual é a tabela do PIS 2019?

Calendário da nova oportunidade de sacar o PIS 2019/2020

Nascidos em Recebem a partir de Recebem até
Setembro 15/9/2020 30/6/2021
Outubro 14/10/2020 30/6/2021
Novembro 17/11/2020 30/6/2021
Dezembro 15/12/2020 30/6/2021

Como saber se tenho direito ao PIS retroativo 2019?

Quem tem direito ao abono ‘esquecido’? – Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias naquele ano. É preciso que o trabalhador já estivesse inscrito no / há pelo menos 5 anos naquele ano, e com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

O é destinado aos trabalhadores do setor privado e é pago na Caixa Econômica Federal. O é pago para servidores públicos por meio do, Os trabalhadores podem consultar se têm direito ao abono salarial por meio do telefone 158, ou do aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Se o trabalhador já tem o aplicativo, é recomendado que ele faça a atualização.

: PIS/Pasep: pagamentos dos abonos de ano-base 2019 e 2020 ainda podem ser sacados; veja como

Como sacar o PIS antigo?

Como sacar os valores “esquecidos” do PIS/Pasep? – O saque das cotas pode ser feito totalmente online, pelo aplicativo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (). Ele estará disponível para trabalhadores com carteira assinada entre 1971 e 1988. Caso o contribuinte tenha falecido, ainda é possível ter acesso ao recurso.

Um herdeiro ou beneficiário conseguirá resgatar a verba com a documentação necessária. Os trabalhadores também podem se dirigir até uma agência do banco. No caso de servidores públicos, a consulta e saque deve ser feita junto ao, Para solicitar por meio do aplicativo, os trabalhadores devem selecionar “Você possui saque disponível” e depois “Solicitar o saque do PIS/Pasep” e escolher a forma de retirada, que pode ser realizada por meio de qualquer conta bancária.

Também é possível receber os valores em espécie com o “cartão cidadão”, com o valor limite de R$ 3 mil em unidades lotéricas, ou terminais de autoatendimento da,

O que houve com o PIS de 2019?

PIS/Pasep: Sai calendário de 2023, mas tem trabalhador que não sacou em 2022 e 2021 Publicado: 07 Março, 2023 – 11h43 | Última modificação: 30 Março, 2023 – 11h44 Escrito por: Redação CUT/Texto: André Accarini | Editado por: Marize Muniz A Caixa já liberou o pagamento do abono do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) 2023, referente ao ano-base 2021.

You might be interested:  Tabela De Preço Alongamento De Unha?

O calendário segue a data de nascimento para o PIS e do último número de inscrição no Pasep. V eja cronograma abaixo. No entanto, quase 400 mil trabalhadores da iniciativa privada, que tem direito ao PIS, e servidores públicos, que têm direito ao Pasep, ainda não sacaram o benefício em 2022 e 2021 referente aos anos-base anteriores 2019 e 2020,

Alguns trabalhadores ou seus herdeiros podem ter até três salários mínimos parados no banco. Mesmo quem perdeu o prazo para sacar nos anos anteriores, pode recorrer. Veja abaixo como fazer. Somente do ano base 2020, cerca 445 mil pessoas ainda não sacaram o abono do PIS/Pasep.

Estão nos bancos a espera dos trabalhadores ou herdeiros um total de R$ 357,9 milhões. Outros 320 mil trabalhadores ou herdeiros não sacaram o abono do PIS/Pasep do ano base 2019, cujos pagamentos foram realizados em 2021. Se juntar os valores devidos nos três anos-base, no caso de trabalhadores ou herdeiros não terem sacado os abonos em nenhum dos anos, alguns podem receber três salários mínimos, até um salário para cada ano-base, incluindo o que está sendo pago este ano.

Este ano, os pagamentos do abono do PIS/Pasep referentes ao ano-base de 2021 começaram a ser feitos no dia 15 de fevereiro e os trabalhadores têm até o último dia útil do ano (29/12/2023) para sacar. Mas, se perder o prazo, pode recorrer. É o caso também de quem perdeu o prazo para receber o abono salarial referente aos anos-base anteriores.

  • Portanto, quem perdeu o prazo para sacar o abono referente ao ano de 2020, cujo prazo terminou no 29 de dezembro do ano passado tem até 29 de dezembro de 2027 para fazê-lo.
  • Já no caso do abono do ano-base 2019, o prazo para sacar terminou no dia 31 de dezembro de 2021, mas o trabalhador tem até o último dia útil de 2026 para pedir o benefício.
  • Como recorrer?

Quem perdeu o prazo para receber os abonos de anos-base anteriores, como 2020 e 2019, precisará entrar com um recurso para ter direito ao benefício. Desde o dia 15 de fevereiro, o Ministério do Trabalho já está recebendo as solicitações. São três as formas disponibilizadas para o recurso e as mesmas valem para o PIS e para o Pasep.

  1. Pode ser presencialmente, por telefone ou pela internet.
  2. Atenção: o pedido não pode ser feito nas agências da Caixa e Banco do Brasil, instituições pagadoras do benefício,
  3. Presencialmente : os trabalhadores que perderam o prazo podem se dirigir a um posto de atendimento do Ministério do Trabalho, tais como as superintendências regionais, agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e nas unidades móveis do trabalhador.

Por telefone : nesta opção, o trabalhador deve ligar para o número 158 – Central Alô Trabalhador – de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Em geral, a ligação é feita por atendimento eletrônico e não é cobrada quando feita a partir de um telefone fixo.

  • Pela internet: o meio eletrônico inclui a possiblidade de o pedido do recurso ser feito via e-mail,
  • Os endereços variam de estado para estado, com a unidade da federação antes do “@”.
  • Basta escrever a sigla do seu estado (por exemplo: RS, SC, SP, RN, BA etc.,) seguida de @economia.gov.br.
  • Desta forma se o trabalhador é de Minas Gerais, por exemplo, deverá enviar e-mail para,

Se for de São Paulo,, e assim sucessivamente. No corpo de e-mail é necessário descrever o pedido, informando o ano base e os dados do trabalhador, incluindo o número de inscrição no PIS ou no Pasep. Além do e-mail, um método mais usual é o aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Nele constam as informações sobre os valores a serem pagos tanto no ano corrente como dos anos anteriores. Pagamento O Ministério do Trabalho tem prazo de 30 dias para analisar o recurso. Caso o trabalhador tenha, de fato, saldo a receber, os valores serão creditados no primeiro mês subsequente à aprovação do recurso.

Se o pedido foi feito e aprovado no mês de março, já no lote de abril o dinheiro será liberado. O pagamento do Abono Salarial do PIS pode ser realizado:

  • Por crédito em conta CAIXA, quando o trabalhador possui conta corrente ou poupança ou Conta Digital;
  • Por crédito pelo CAIXA Tem, em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela CAIXA;
  • Nos caixas eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes CAIXA Aqui utilizando o Cartão Social e senha;
  • Em agência da CAIXA, apresentando um documento oficial de identificação.

Já o pagamento Abono Salarial do Pasep é feito pelo Banco do Brasil. Se o servidor for correntista ou poupador do BB receberá o crédito referente ao Pasep em conta corrente ou poupança. Calendário 2023 – não perca o prazo O calendário de pagamentos dos abonos de PIS e Pasep referentes ao ano-base 2021, pagos agora em 2023 já começou.

  1. Serão beneficiados 22,9 milhões de trabalhadores, com R$ 22 bilhões.
  2. O cronograma de pagamentos teve início no dia 15 de fevereiro e prevê a liberação dos valores até o dia 17 de julho.
  3. São dois lotes a cada mês.
  4. Os valores ficam disponíveis até o dia 28 de dezembro de 2023.
  5. Quem perder o prazo terá de aguardar a abertura do prazo para recurso no ano que vem, para solicitar os valores ‘esquecidos’ Para o Programa de Integração Social (PIS), que pode ser sacado na Caixa e é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada, o calendário é de acordo com a data de nascimento do beneficiário.

Quem nasceu em janeiro e fevereiro já terá a liberação do abono no mês de fevereiro. Quem nasceu em março e abril, no dia 15 de março e, assim, sucessivamente. Veja a tabela:

Nascidos em Data de início
Janeiro 15/02/2023
Fevereiro 15/02/2023
Março 15/03/2023
Abril 15/03/2023
Maio 15/04/2023
Junho 15/04/2023
Julho 17/05/2023
Agosto 17/05/2023
Setembro 15/06/2023
Outubro 15/06/2023
Novembro 17/07/2023
Dezembro 17/07/2023

Já para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que pode ser sacado no Banco do Brasil, o calendário de pagamentos é de acordo com o número final da inscrição do beneficiário, Veja as datas:

You might be interested:  Tabela De Pagamento Governo Do Estado De Pernambuco?
N° final da inscrição Data de início
0 15/02/2023
1 15/03/2023
2 17/04/2023
3 17/04/2023
4 15/05/2023
5 15/05/2023
6 15/06/2023
7 15/06/2023
8 17/07/2023
9 17/07/2023

Quanto recebo? O valor do benefício para 2023 é proporcional aos meses trabalhados no ano-base de 2021, O valor máximo é um salário mínimo, hoje de R$ 1.302. Significa que por cada mês trabalhado o trabalhador tem direito a aproximadamente R$ 108,50,

  1. Isso porque, cada mês trabalhado equivale a 1/12 de salário mínimo no valor do benefício, sendo que o período igual ou superior a 15 dias conta como mês integral.
  2. Como recebo?
  3. O pagamento do Abono Salarial do PIS pode ser realizado:
  • Por crédito em conta CAIXA, quando o trabalhador possui conta corrente ou poupança ou Conta Digital;
  • Por crédito pelo CAIXA Tem, em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela CAIXA;
  • Nos caixas eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes CAIXA Aqui utilizando o Cartão Social e senha;
  • Em agência da CAIXA, apresentando um documento oficial de identificação.
  • Quem tem direito:
  • PIS: Terão direito ao abono os trabalhadores que trabalharam com registro em carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2020, com remuneração mensal de até dois salários mínimos à época.
  • É preciso:
  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.
  1. Pasep:
  2. Têm direito ao Pasep os servidores públicos que tiverem trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base 2021.
  3. É preciso:
  • Estar cadastrado no Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter tido, no ano base de referência, média mensal de até 2 salários mínimos (soma das remunerações auferidas e informadas por um ou mais empregadores);
  • Ter seus dados informados corretamente no Relatório Anual de Informações Sociais – RAIS – do ano base em referência.

: PIS/Pasep: Sai calendário de 2023, mas tem trabalhador que não sacou em 2022 e 2021

Quem vai receber o PIS de 2019?

Quem tem direito – Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos, e que tenha trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

  1. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).
  2. O valor do abono é proporcional ao período em que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2020.
  3. Cada mês trabalhado equivale a um benefício de R$ 101, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados como mês cheio.

Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada receberá o salário mínimo cheio, que atualmente é de R$ 1.212. O benefício não é pago aos empregados domésticos. Isso porque o abono salarial exige vínculo empregatício com uma empresa, não com outra pessoa física.

  • Jovens aprendizes também não têm direito.
  • A Agência Brasil preparou um guia para facilitar a busca por,
  • Além do abono salarial, o cidadão pode ter outras fontes de dinheiro esquecido, como cotas de fundos públicos, revisão de benefícios da Previdência Social, restituições na malha fina do Imposto de Renda e até pequenos prêmios de loterias.

* Colaborou Marcelo Brandão : Abono salarial de 2019 esquecido por trabalhadores já pode ser pedido

Como saber se recebi o PIS de anos anteriores?

PIS/Pasep: quase 400 mil trabalhadores têm dinheiro esquecido em abono salarial; veja como sacar A partir desta quarta-feira (15), cerca de 400 mil trabalhadores que não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep referente a 2020 podem solicitar o dinheiro ao Ministério do Trabalho.

Os valores ficaram disponíveis até 29 de dezembro do ano passado, mas quem perdeu o prazo tem até cinco anos para retirá-los, desde que entre com recurso administrativo. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, tem direito aos valores quem exerceu alguma atividade remunerada em 2020. O PIS (Programa de Integração Social) é destinado ao trabalhador da iniciativa privada e distribuído pela Caixa.

Enquanto o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) é usado pelos profissionais de empresas públicas e pago pelo Banco do Brasil. Segundo o Ministério do Trabalho, 399.975 pessoas não sacaram o abono salarial de 2020, dos quais 120.947 não retiraram o PIS e 279.028 não sacaram o Pasep.

XP Investimentos Cartão de crédito XP oferece 15% de Investback nesta Black Friday Abra a sua conta gratuita na XP para solicitar o seu agora

Quem processa as solicitações é sempre a Superintendência Regional do Trabalho de cada estado, mas o trabalhador pode dar entrada no processo em qualquer posto de atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Todos os endereços encontram-se no CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Os pedidos por telefone devem ser feitos por meio da Central Alô Trabalhador, no número 158.

As ligações são recebidas das 7h às 19h, sendo gratuitas para telefones fixos e cobradas para celulares Há ainda a possibilidade de fazer o pedido por e-mail. Em todos os casos, o endereço é: [email protected]. As letras UF (unidade federativa) devem ser substituídas pela sigla do estado em que o trabalhador reside.

O trabalhador tem ainda outros canais nos quais pode buscar auxílio para ingressar com o recurso para receber o auxílio PIS/Pasep referente ao ano-base 2020, que foi pago em 2022. É possível pedir o pagamento também de abonos com ano-base de cinco anos anteriores, caso não tenham sido sacados.

  1. No aplicativo Carteira Digital de Trabalho, disponível para celulares com plataforma Android e iOS, o trabalhador pode consultar se de fato tem direito ao benefício em anos anteriores, qual o valor disponível e como ele deve ser pago.
  2. Tais informações podem ser consultadas pelo telefone 153, no serviço Alô Trabalhador.

Leia também: