Transcreva A Tabela Abaixo No Caderno E Complete-A Indicando O Fenótipo?

Qual é o meu fenótipo?

O que é fenótipo? – Fenótipo é a expressão observável de um genótipo, tal como um carácter morfológico, fisiológico, bioquímico ou mesmo molecular. Citando novamente as ervilhas de Mendel, quando falamos em ervilhas verdes ou amarelas, estamos nos referindo ao seu fenótipo, ou seja, às características observáveis.

  1. A cor do pelo de um animal, a textura do cabelo de uma pessoa e a altura de um indivíduo são exemplos de fenótipos.
  2. Não pare agora.
  3. Tem mais depois da publicidade 😉 Há fenótipos que não podem ser observáveis a olho nu, sendo necessário a realização de técnicas específicas.
  4. Esse é o caso, por exemplo, do nosso tipo sanguíneo,

Quando falamos que uma pessoa apresenta sangue A, B, AB ou O, estamos nos referindo ao seu fenótipo. A cor da pele pode sofrer alteração devido à exposição ao Sol. Vale salientar que o fenótipo é resultado da interação entre o genótipo do indivíduo e o ambiente no qual ele se encontra. Uma pessoa de pele clara, por exemplo, apresenta esse tom de pele devido aos genes que possui, entretanto, após a exposição ao Sol, a pele pode apresentar-se mais escura devido a um aumento da produção de melanina,

O que é fenótipo é exemplo?

O que é Fenótipo? – Fenótipo nada mais é que o conjunto de características que cada indivíduo tem, Altura, tipo de cabelo, textura de pele, cor dos olhos, tamanho do nariz são exemplos de sinais particulares que facilmente observamos nas pessoas. Tecnicamente, na biologia, esses atributos recebem o nome de fenótipo.

  • Mas aí também estão incluídas características que não são tão facilmente observadas, como aspectos bioquímicos, fisiológicos e comportamentais.
  • Dessa forma, o tipo sanguíneo, hipertensão, diabetes, ansiedade, esquizofrenia, etc.
  • Também entram no conceito fenotípico.
  • Um importante ponto a ser entendido aqui é que essas características (mais nítidas ou nem tanto) provêm de duas fontes.

A primeira, interna, são inerentes às informações que constituem nosso código genético – desta forma nosso genótipo (conjunto de todos os nossos genes) tem um impacto relevante. Mas para definir de forma completa o conceito de fenótipo, tão importante quanto considerar nossa constituição genética, devemos levar em conta fatores externos.

Como saber o genotipo e Fenotipo?

A diferença entre genótipo e fenótipo está no fato de que o genótipo refere-se aos genes, e o fenótipo, às características físicas, morfológicas e comportamentais. Alguns termos em Genética são extremamente importantes para a compreensão dessa disciplina.

O que é fenótipo y genótipo?

Revisão – O que é genótipo? Genótipo é a composição genética formada pelo conjunto de alelos presentes em um indivíduo, que foram herdados de seus pais. O que é fenótipo? Fenótipo é o conjunto de traços (observáveis ou que podem ser mensurados) de um indivíduo. É resultado da interação do ambiente (fatores ambientais e estilo de vida) com o genótipo. O que é penetrância? Penetrância é a proporção de indivíduos que têm uma determinada alteração genética patogênica e que manifestam o fenótipo esperado (ou seja, os sinais e sintomas). O que é expressividade? Expressividade diz respeito à variação da manifestação dos sintomas de uma alteração genética patogênica no fenótipo dos indivíduos que têm a condição.

Quais os fenótipo?

Exemplos de fenótipo são o formato dos olhos, a tonalidade da pele, cor e textura do cabelo, dentre outros. Exemplos de fenótipos. Como dito, o fenótipo depende, também, da interação do meio com o organismo. Um exemplo disso é a alteração na coloração da pelagem das patas de alguns animais.

Como se forma o fenótipo?

Revisão – O que é genótipo? Genótipo é a composição genética formada pelo conjunto de alelos presentes em um indivíduo, que foram herdados de seus pais. O que é fenótipo? Fenótipo é o conjunto de traços (observáveis ou que podem ser mensurados) de um indivíduo. É resultado da interação do ambiente (fatores ambientais e estilo de vida) com o genótipo. O que é penetrância? Penetrância é a proporção de indivíduos que têm uma determinada alteração genética patogênica e que manifestam o fenótipo esperado (ou seja, os sinais e sintomas). O que é expressividade? Expressividade diz respeito à variação da manifestação dos sintomas de uma alteração genética patogênica no fenótipo dos indivíduos que têm a condição.

Qual o genótipo de AA?

O que é Genótipo? – Genótipo é a combinação dos alelos ou versões de cada gene, Quem não se lembra da escola, dos famosos alelos “A” e “a”? Usando um exemplo bem simples, se para um determinado gene existem esses dois alelos, os três possíveis genótipos serão formados pelas suas combinações:

Ou assim, AA Ou, Aa E também tem o, aa

Normalmente carregamos dois alelos ou duas versões de cada gene porque nossa espécie (humana) tem cromossomos aos pares. Dentro de cada uma de nossas células temos 46 cromossomos, sendo que 23 vêm da mãe e 23 vêm do pai. Então para cada gene que herdamos de nossa mãe, teremos o mesmo gene herdado de nosso pai.

Algumas vezes nossos genes podem ter versões (ou alelos) diferentes, como é o caso de recebermos um “A” e um “a”, que formam o genótipo Aa – chamado de heterozigoto. Mas pode acontecer de recebermos alelos idênticos dos nossos pais (“A” e “A” ou “a” e “a”), que irão formar os genótipos AA e aa – chamados de homozigotos.

Mas como nosso corpo é algo muito complexo e depende da ação de todos os nossos genes combinados. Também consideramos a definição de genótipo como sendo o conjunto de todos os genes que uma pessoa carrega, Ou seja, é a constituição gênica de cada pessoa – lembrando que são nos genes onde estão codificadas todas informações para que as nossas células produzam as proteínas necessárias para compor nosso corpo e fazer funcionar.

Como se escreve fenótipo?

O que é fenótipo? – Brasil Escola é um importante conceito adotado em e costuma ser definido como o conjunto de características observáveis de um organismo. Nesse sentido, incluem-se nesse conjunto as características morfológicas e fisiológicas de um indivíduo.

→ O que determina o fenótipo? Como dito anteriormente, o fenótipo nada mais é que a totalidade das características observáveis de um indivíduo, as quais são determinadas pelo conjunto de nossos genes, Diante disso, podemos dizer que o fenótipo é a expressão do genótipo. Entretanto, é importante salientar que o fenótipo não é determinado apenas pelos genes, sofrendo influência também do meio no qual esteja inserido um indivíduo.

Costuma-se resumir a relação entre genótipo e fenótipo da seguinte forma: Genótipo + Ambiente → Fenótipo Um exemplo fácil de ser compreendido em relação ao fenótipo é a cor da nossa pele. Imagine que uma pessoa apresente pele clara, mas, após alguns dias na praia, verifica-se o seu escurecimento por causa da produção de melanina.

  1. A cor de pele clara foi determinada geneticamente, entretanto, seu tom é influenciado pelo meio, nesse caso, pela exposição ao sol na praia.
  2. Não pare agora.
  3. Tem mais depois da publicidade 😉 Podemos perceber, portanto, que o fenótipo é variável ao longo do desenvolvimento de um indivíduo e que o apresentado no momento atual é dependente do fenótipo apresentado anteriormente pelo organismo.
You might be interested:  Tabela De Reajuste De Plano De Saude Por Idade?

Isso é facilmente notado quando observamos uma criança e suas mudanças ao longo dos anos de vida. → Todo o fenótipo é facilmente observável? Geralmente, quando falamos que o fenótipo é uma característica observável, enfatizamos características como pele, cabelo e olhos.

Entretanto, o fenótipo não é apenas a aparência física do organismo. Um exemplo que gera confusão é o tipo sanguíneo. Quando dizemos que alguém tem sangue A, B, AB ou O, estamos referindo-nos a seu fenótipo que, apesar de não ser observado facilmente, pode ser identificado por meio de técnicas laboratoriais.

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos : O que é fenótipo? – Brasil Escola

Quantos tipos de fenótipo?

Ao conhecer a genética do sistema ABO, é possível entender como é formado cada um dos tipos sanguíneos. O sangue humano possui quatro diferentes fenótipos: tipo A, tipo B, tipo AB e tipo O, que formam o conhecido sistema ABO, A existência desses diferentes tipos sanguíneos, descoberta pelo médico austríaco Karl Landsteiner (1868-1943) no século XX, foi fundamental para a história da medicina, uma vez que permitiu o desenvolvimento de técnicas de transfusão. Os tipos sanguíneos são codificados graças a três alelos múltiplos : I A, I B e i. Como nós, humanos, somos diploides, esses alelos podem combinar-se em seis diferentes tipos: I A I A, I A i, I B I B, I B i, I A I B e ii., Entre os alelos I A e I B, ocorre codominância, ou seja, ambos os alelos expressam-se. Entretanto, esses alelos são dominantes sobre o alelo i. Podemos representar essa relação da seguinte maneira: I A = I B > i. Sendo assim, temos os seguintes fenótipos e genótipos: Cada um desses grupos sanguíneos é definido de acordo com a presença ou ausência de aglutinogênios e aglutininas. Denominamos de aglutinogênios determinados polissacarídios da membrana plasmática das hemácias que funcionam como antígenos. As aglutininas, por sua vez, estão no plasma e são anticorpos. Veja o quadro a seguir: Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Pessoas com genótipo I A I A ou I A i possuem aglutinogênio a em suas hemácias e aglutinina anti-b em seu plasma. Pessoas com genótipo I B I B ou I B i, por sua vez, apresentam aglutinogênio b em suas hemácias e aglutinina anti-a no plasma. Já o indivíduo com genótipo I A I B apresenta aglutinogênio a e b e não possui nenhuma aglutinina.

  • Por fim, temos o indivíduo com genótipo ii, que não possui aglutinogênio, entretanto possui aglutinina anti-a e anti-b.
  • Por intermédio de reações de aglutinação, é possível determinar o tipo sanguíneo de uma pessoa.
  • Primeiramente são obtidos dois soros: um anti-a e um anti-b.
  • Ao colocar esses soros no sangue, é possível testar a presença ou ausência de um determinado antígeno.

Colocando-se o soro anti-a em um sangue A, por exemplo, este sofre aglutinação. Se o mesmo soro fosse usado em um sangue tipo B, nada aconteceria, uma vez que seu aglutinogênio é b. Esse princípio é o mesmo utilizado pela transfusão de sangue. Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

O que é fenótipo resposta?

Revisão – O que é genótipo? Genótipo é a composição genética formada pelo conjunto de alelos presentes em um indivíduo, que foram herdados de seus pais. O que é fenótipo? Fenótipo é o conjunto de traços (observáveis ou que podem ser mensurados) de um indivíduo. É resultado da interação do ambiente (fatores ambientais e estilo de vida) com o genótipo. O que é penetrância? Penetrância é a proporção de indivíduos que têm uma determinada alteração genética patogênica e que manifestam o fenótipo esperado (ou seja, os sinais e sintomas). O que é expressividade? Expressividade diz respeito à variação da manifestação dos sintomas de uma alteração genética patogênica no fenótipo dos indivíduos que têm a condição.

O que é genótipo de um exemplo?

O que é genótipo? – Definimos como genótipo a constituição genética de um organismo, ou seja, o conjunto de genes que um indivíduo possui. Essa constituição genética é proveniente dos ancestrais que esse ser possui. Nos seres humanos, o genótipo é formado por uma combinação entre os genes do pai e da mãe.

Como indicar o genótipo?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ilustração da relação entre o genótipo e o fenótipo para a cor da pétala da ervilha, baseada no quadrado de Punnett, As letras B e b representam alelos para cor e as imagens mostram as flores resultantes. O genótipo é a parte da composição genética de uma célula e, portanto, de qualquer indivíduo, que determina uma de suas características ( fenótipo ).

O termo foi cunhado pelo botânico dinamarquês, fisiologista e geneticista Wilhelm Johannsen em 1903. O genótipo é um dos três fatores que determinam o fenótipo, juntamente com fatores epigenéticos hereditários e fatores ambientais não hereditários. Nem todos os organismos com o mesmo genótipo se parecem ou agem da mesma forma, porque a aparência e o comportamento são modificados pelas condições ambientais e de crescimento.

Da mesma forma, nem todos os organismos parecidos têm necessariamente o mesmo genótipo. Tipicamente, um refere-se ao genótipo de um indivíduo a relação entre gene particular de interesse e a combinação de alelos que o indivíduo carrega (veja homozigoto, heterozigoto ).

Os genótipos são frequentemente denotados com letras, por exemplo, Bb, em que B representa um alelo e b o outro e, normalmente, a letra escolhida para fazer tal representação á a primeira letra da característica descrita por aquele gene, no caso os alelos B e b poderiam estar vinculados ao fato de uma pessoa apresentar bruxismo ou não.

Mutações que são adquiridas ao longo da vida, e não herdadas ( mudanças hereditárias ), são chamadas mutações somáticas, por exemplo aqueles que causam cânceres, não fazem parte do genótipo do indivíduo. Por isso, quando cientistas e médicos se referem ao genótipo de um câncer particular, eles falam do da doença especificamente.

Qual a diferença de fenótipo?

Diferença entre genótipo e fenótipo – O genótipo diz respeito à informação presente no genoma de um indivíduo. Diferentemente do fenótipo, ele não é observável e raramente sofre alterações. O fenótipo, por sua vez, depende de uma combinação entre nosso genótipo e o ambient e e pode ser definido como as características observáveis de um indivíduo.

O que é fenótipo atividades?

Exercícios sobre genótipo e fenótipo – Mundo Educação Questão 1

  • O _ diz respeito aos diferentes tipos de alelos encontrados em um indivíduo, ou seja, à sua constituição genética.
  • O termo que completa corretamente a frase é:
  • a) gene.
  • b) fenótipo.
  • c) genótipo.
  • d) cariótipo.
  • e) heredograma.

Questão 2

  1. Imagine que você passou uma semana na praia e, ao voltar, notou que sua pele está mais escura que antes da viagem. Essa coloração ocorreu em decorrência de uma variação em seu:
  2. a) gene.
  3. b) fenótipo.
  4. c) genótipo.
  5. d) cariótipo.
  6. e) heredograma.

Questão 3 Algumas características morfológicas e até fisiológicas do indivíduo sofrem alterações em razão da interação com o meio ambiente. Sendo assim, podemos dizer que a manifestação do (1) é influenciada pela interação entre o (2) e o meio ambiente.

  • Marque a alternativa em que são indicadas as palavras que podem ser usadas corretamente para substituir, respectivamente, o número 1 e 2.
  • a) gene e fenótipo.
  • b) fenótipo e genótipo.
  • c) gene e cariótipo.
  • d) genótipo e fenótipo.
  • e) genótipo e gene.

Questão 4

  1. A afirmação de que o fenótipo é determinado exclusivamente pelo genótipo está correta?
  2. a) Sim, pois o fenótipo nada mais é do que a expressão dos genes.
  3. b) Sim, pois somente os genes podem determinar as características de um indivíduo.
  4. c) Não, pois o fenótipo depende também da interação entre o genótipo e o ambiente.
  5. d) Não, pois o fenótipo também se relaciona com o cariótipo do indivíduo.

Questão 5

  • (UFSCar-SP) Que é fenótipo?
  • a) É o conjunto de características decorrentes da ação do ambiente.
  • b) Influi no genótipo, transmitindo a este as suas características.
  • c) É o conjunto de características decorrentes da ação do genótipo.
  • d) É o conjunto de características de um indivíduo.
  • e) É o conjunto de caracteres exteriores de um indivíduo.
You might be interested:  Tabela De Corrente De Cabos Nbr 5410?

Respostas Resposta Questão 1 Alternativa “c”. O genótipo diz respeito aos diferentes tipos de alelos encontrados em um indivíduo, ou seja, à sua constituição genética. Resposta Questão 2 Alternativa “b”. A tonalidade de pele foi alterada em razão dos fatores ambientais que afetaram o fenótipo do indivíduo.

Nesse caso, o que ocorreu foi um aumento da produção de melanina em decorrência da exposição à radiação solar. Resposta Questão 3 Alternativa “b”. A manifestação do fenótipo é influenciada pela interação entre o genótipo e o meio ambiente. Resposta Questão 4 Alternativa “c”. O fenótipo é a manifestação do genótipo do indivíduo, que pode ser influenciada pela interação com o meio.

Resposta Questão 5 Alternativa “c”. O fenótipo pode ser definido como a expressão dos genes juntamente às modificações decorrentes de sua interação com o meio. : Exercícios sobre genótipo e fenótipo – Mundo Educação

O que é fenótipo questões?

Fenótipo: São as características internas ou externas de um ser vivo, geneticamente determinadas. Analise as alternativas e marque aquela que melhor define um gene dominante. a) Um gene dominante é aquele que bloqueia a expressão de outros alelos. b) Um gene dominante é aquele que apresenta dois alelos diferentes.

O que é relação fenotípica?

Genótipo em genética de populações – Esta área estuda a hereditariedade (leis de Mendel) em um grupo de seres vivos, isto é, estuda o fenômeno da hereditariedade em nível populacional, envolvendo vários seres. Assim, entende-se a população como um conjunto de organismos da mesma espécie que convivem e se reproduzem normalmente.

  • No contexto da genética de populações, a palavra genótipo representa a individualidade genética do(s) elemento(s) dentro de sua população,
  • Refere-se a um fenótipo correspondente a um, ou muitos genes, de um ou mais organismos que os identificam.
  • Por isso não é exagero referir-nos a um indivíduo como um genótipo.

Quando pensamos em relacionar características fenotípicas com determinados genótipos, existem estudos realizados, como o GWAS, Dessa maneira, torna-se mais fácil realizar estudos de sequenciamento para tratar fenótipos que são patológicos.

Qual será o fenótipo dos descendentes?

Meiose II: telófase II – Ao final da segunda meiose, as cromátides-imãs se separam. Os gametas formados possuem apenas um dos cromossosmos homólogos e, portanto, apenas um dos alelos do gene. Há 50% de chance de possuírem o alelo V e 50% de chance de possuírem o alelo v.

  1. Quando o ovócito e o espermatozóide se únem para dar início a um novo ser, mais uma vez haverá duas cópias do gene da cor da semente em cada célula do corpo da planta.
  2. Então, a 1ª lei de Mendel diz que cada característica é determinada por um par de fatores (alelos) que se separam na formação dos gametas (durante a meiose), de modo que cada gameta recebe apenas um dos fatores, sendo assim considerados puros.

Mas note que na primeira lei de Mendel é considerada a herança de apenas uma característica por vez. O termo híbrido, citado acima, caracteriza a prole gerada a partir de cruzamentos entre organismos que diferem em uma ou mais características. No caso das ervilhas, os híbridos foram obtidos do cruzamento entre plantas que produziam sementes amarelas e plantas que produziam sementes verdes.

Cada indivíduo de uma espécie possui uma combinação de traços (alelos) que o torna único; Esses traços são herdáveis; Todos os descendentes de progenitores que diferem em apenas uma característica expressarão o fenótipo de apenas um dos alelos, no caso, o do traço dominante. Na formação dos gametas, os progenitores segregam (separam) os alelos aleatoriamente, de modo que cada gameta formado recebe apenas um alelo.

Qual deve ser o genótipo dos pais para que possa ter um filho albino?

Exercícios sobre genética – Mundo Educação Respostas Resposta Questão 1 Alternativa “c”. Gregor Mendel foi considerado o pai da Genética em razão dos seus trabalhos realizados com ervilhas. Esses estudos foram os responsáveis por dar origem à lei conhecida como Segregação dos Fatores.

  1. Resposta Questão 2 Alternativa “b”.
  2. O genótipo pode ser definido como a constituição genética de um organismo, ou seja, todos os genes que ele possui.
  3. Resposta Questão 3 Alternativa “a”.
  4. O gene é considerado a unidade básica da hereditariedade e pode ser definido como um pedaço de DNA que contém as informações necessárias para a síntese de uma determinada proteína.

Resposta Questão 4 Alternativa “c”. O esquema gráfico utilizado em Genética para analisar uma característica em determinada família é chamado de heredograma. Resposta Questão 5 Alternativa “c”. O fenótipo pode ser definido como as características expressas em decorrência da ação de um gene.

O fenótipo pode sofrer alterações pela ação do meio. Resposta Questão 6 Alternativa “d”. Como o pai e a mãe apresentam pigmentação normal da pele, ambos apresentam o alelo dominante A. Para terem um filho, cada um deve fornecer um alelo recessivo, portanto, obrigatoriamente, o desses pais deve ser Aa.

Resposta Questão 7 Alternativa “d”. Um casal (Aa x Aa), poderá produzir os seguintes descendentes AA, Aa, Aa e aa. Desse modo, a probabilidade de ele ter um filho normal é de 75% (AA, Aa e Aa) Resposta Questão 8 Alternativa “c”. Esse é um caso de, pois o heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário em relação aos homozigotos.

  • Resposta Questão 9 Alternativa “d”.
  • Os gametas gerados por esse indivíduo são: PR, Pr, pR, pr.
  • Resposta Questão 10 Alternativa “c”.
  • De acordo com a, os fatores separam-se na formação dos gametas, nos quais eles ocorrem em dose simples, portanto, um indivíduo Aa produzirá gametas A e a.
  • Resposta Questão 11 Alternativa “a”.

Se o do tipo B for doado para um indivíduo do grupo A, as do doador serão aglutinadas pelas aglutininas anti-B do receptor. Resposta Questão 12 Alternativa “a”. As galinhas aleijadas apresentam Nn, portanto, caso ocorra o acasalamento, poderão formar indivíduos com os seguintes genótipos: NN, Nn, Nn e nn.

Quais são os tipos de genótipos para os fenótipos identificados?

→ Genética do Sistema ABO

Tipos sanguíneos ( fenótipo ) Genótipo dos tipos sanguíneos
A I A I A ou I A i
B I B I B ou I B i
AB I A I B
O ii

Qual é a função do genótipo?

O que é genótipo? – Brasil Escola É extremamente importante para o entendimento da Genética compreender o de, Quando analisamos um indivíduo, precisamos ter em mente que ele apresenta características determinadas por e por outros fatores, como o meio ambiente.

Ao conjunto dessas características damos o nome de fenótipo. Os genes estão relacionados ao genótipo. → Como podemos definir o genótipo? O genótipo é definido como a composição genética de um indivíduo, ou seja, o conjunto de todos os genes daquele organismo. O gene, por sua vez, pode ser definido como uma sequência específica de nucleotídeos do DNA que armazena as informações hereditárias.

Eles apresentam informações que serão responsáveis por uma dada característica. Cada indivíduo possui um genótipo específico que é composto por genes provenientes de seus pais e que será mantido por toda a vida do organismo. Essa informação é importante para diferenciar genótipo de fenótipo, pois, enquanto o genótipo não é alterado, o fenótipo pode sofrer diversas modificações durante o desenvolvimento do organismo.

  • O genótipo sempre determina um mesmo fenótipo? Não pare agora.
  • Tem mais depois da publicidade 😉 O fenótipo é definido como a expressão observável da constituição genética de um indivíduo, ou seja, é o conjunto das características físicas e fisiológicas de um ser.
  • Apesar de as características serem determinadas pelo genótipo, o fenótipo é variável ao longo da vida e depende também das interações com o meio.

Um exemplo dessa interação são as hortênsias. O pH do solo influencia diretamente na cor da flor, que pode ser azul, rosa ou branca, por exemplo. Nesse caso, é possível verificar facilmente a ação do ambiente naquela planta, o que nos permite concluir que, apesar de algumas plantas apresentarem o mesmo gene para uma característica, o meio influencia em como aquela característica será manifestada.

You might be interested:  Tabela De Calorias Gastas Em Atividades Do Dia A Dia?

O que é fenótipo PDF?

O fenótipo é a expressão observável de um genótipo como um caráter morfológico, bioquímico ou molecular. Por exemplo, o gene que determina a cor da flor em várias espécies de plantas. Existe um único gene controla a cor das pétalas, podendo haver diferentes versões desse mesmo gene.

O que é fenótipo de uma pessoa?

Revisão – O que é genótipo? Genótipo é a composição genética formada pelo conjunto de alelos presentes em um indivíduo, que foram herdados de seus pais. O que é fenótipo? Fenótipo é o conjunto de traços (observáveis ou que podem ser mensurados) de um indivíduo. É resultado da interação do ambiente (fatores ambientais e estilo de vida) com o genótipo. O que é penetrância? Penetrância é a proporção de indivíduos que têm uma determinada alteração genética patogênica e que manifestam o fenótipo esperado (ou seja, os sinais e sintomas). O que é expressividade? Expressividade diz respeito à variação da manifestação dos sintomas de uma alteração genética patogênica no fenótipo dos indivíduos que têm a condição.

Quantos tipos de fenótipo?

Ao conhecer a genética do sistema ABO, é possível entender como é formado cada um dos tipos sanguíneos. O sangue humano possui quatro diferentes fenótipos: tipo A, tipo B, tipo AB e tipo O, que formam o conhecido sistema ABO, A existência desses diferentes tipos sanguíneos, descoberta pelo médico austríaco Karl Landsteiner (1868-1943) no século XX, foi fundamental para a história da medicina, uma vez que permitiu o desenvolvimento de técnicas de transfusão. Os tipos sanguíneos são codificados graças a três alelos múltiplos : I A, I B e i. Como nós, humanos, somos diploides, esses alelos podem combinar-se em seis diferentes tipos: I A I A, I A i, I B I B, I B i, I A I B e ii., Entre os alelos I A e I B, ocorre codominância, ou seja, ambos os alelos expressam-se. Entretanto, esses alelos são dominantes sobre o alelo i. Podemos representar essa relação da seguinte maneira: I A = I B > i. Sendo assim, temos os seguintes fenótipos e genótipos: Cada um desses grupos sanguíneos é definido de acordo com a presença ou ausência de aglutinogênios e aglutininas. Denominamos de aglutinogênios determinados polissacarídios da membrana plasmática das hemácias que funcionam como antígenos. As aglutininas, por sua vez, estão no plasma e são anticorpos. Veja o quadro a seguir: Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Pessoas com genótipo I A I A ou I A i possuem aglutinogênio a em suas hemácias e aglutinina anti-b em seu plasma. Pessoas com genótipo I B I B ou I B i, por sua vez, apresentam aglutinogênio b em suas hemácias e aglutinina anti-a no plasma. Já o indivíduo com genótipo I A I B apresenta aglutinogênio a e b e não possui nenhuma aglutinina.

Por fim, temos o indivíduo com genótipo ii, que não possui aglutinogênio, entretanto possui aglutinina anti-a e anti-b. Por intermédio de reações de aglutinação, é possível determinar o tipo sanguíneo de uma pessoa. Primeiramente são obtidos dois soros: um anti-a e um anti-b. Ao colocar esses soros no sangue, é possível testar a presença ou ausência de um determinado antígeno.

Colocando-se o soro anti-a em um sangue A, por exemplo, este sofre aglutinação. Se o mesmo soro fosse usado em um sangue tipo B, nada aconteceria, uma vez que seu aglutinogênio é b. Esse princípio é o mesmo utilizado pela transfusão de sangue. Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Qual é o meu genótipo?

Homozigoto e heterozigoto – Quando os alelos em um genótipo são iguais (ambos recessivos ou ambos dominantes), dizemos que o indivíduo é homozigoto para esse gene; já quando os alelos em um genótipo são diferentes (um dominante e outro recessivo), o indivíduo é heterozigoto.

O que é fenótipo racial?

Duvidas Frequentes – Cotas Étnico-raciais | Coordenadoria de Ações Afirmativas O que são as cotas? As cotas são ações afirmativas adotadas por diferentes países para reduzir desigualdades sociais, econômicas e educacionais. O sistema de cotas reserva vagas nas universidades públicas para candidatos que cursaram todo o Ensino Médio em escola pública, podendo participar negros/as, indígenas, pessoas com deficiência e estudantes de baixa renda.

  1. As cotas nas universidades federais tornaram-se lei desde 2012 (Lei 12.711/12).
  2. Como ingressar pelas cotas na UFG? O ingresso por cotas na UFG é regulamentado pela Lei n.12.711/12, alterada pela Lei n.13.409/16, conhecida como Lei de Reserva de Vagas, e ainda pela Resolução CONSUNI/UFG n.20/2010, alterada pela Resolução CONSUNI/UFG n.031/2012, que trata do Programa UFGInclui.

A Lei de Reserva de Vagas é a que garante 50% das matrículas por curso e turno nas universidades federais e institutos federais de educação, ciência e tecnologia a estudantes oriundos integralmente do Ensino Médio (1º, 2º e 3º Anos e nos Instituto Federais, 4 º ano) público, em cursos regulares ou da educação de jovens e adultos.

  1. Os demais 50% das vagas são destinadas para Ampla Concorrência.
  2. Na UFG, é possível ingressar por cotas por meio dos seguintes processos seletivos: Sistema de Seleção Unificada (SiSU) Gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior aos estudantes participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e que obtiveram nota superior a zero na redação.

O candidato deve definir se deseja concorrer a vagas de Ampla Concorrência ou a vagas da Lei de Reserva de Vaga. Processo Seletivo de Cursos que exigem Verificação de Habilidades e Conhecimentos Específicos (VHCE) Inclui os cursos de Música da Regional Goiânia, não contemplados no SiSU.

A verificação dos requisitos dos candidatos aprovados pela Lei de Reserva de Vagas na UFG é realizada pelas Comissões de Escolaridade, de Acessibilidade, de Análise da Realidade Socioeconômica e de Verificação da Autodeclaração. COTAS RACIAIS O que são? As cotas raciais são reservas de vagas para grupos étnico-raciais, como as populações negras e indígenas, que sofreram um processo de exclusão ao longo da história do Brasil. Quem tem direito? Estudantes negros/as (pretos/as e pardos/as) e indígenas que estudaram todo o Ensino Médio em escola pública, Como comprovar? Através da autodeclaração e da heteroidentificação. É um documento no qual o/a candidato/a se autodeclara preto/a, pardo/a ou indígena.

É um procedimento complementar à autodeclaração conduzido pela Comissão de heteroidentificação da UFG. A verificação é realizada por meio de entrevista presencial (no caso de candidatos/a autodeclarado/a negro/a (preto/a e pardo/a) e quilombola) e análise de documentação (no caso de candidato/a autodeclarado/ indígena e quilombola).

A comissão leva em conta as características observáveis, os aspectos fenotípicos do/a candidato/a. Não será analisado o fenótipo dos familiares, e sim apenas do/a candidato/a, em um procedimento que lhe garante o contraditório e a ampla defesa. A Comissão de heteroidentificação busca fiscalizar e garantir a aplicação das políticas de ações afirmativas da UFG e evitar fraudes.

É bom saber que. Fenótipo é aparência e/ou características físicas de um determinado grupo racial. No caso do Brasil, o fenótipo dos afro-brasileiros se observa pelo formato do nariz e da boca; pela cor da pele e pela textura e aparência de cabelo crespo.

Podem estar conjugadas todas essas características ou apenas parte delas. Qual é o percentual de reserva de vagas destinado às cotas raciais? A lei n° 12.711/12, que dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio, estabelece que serão reservadas em cada concurso seletivo para ingresso nos cursos de graduação, por curso e turno, no mínimo 50% (cinquenta por cento) de suas vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Do total de vagas reservadas a estudantes oriundos de escolas públicas, a legislação determina que as cotas raciais terão percentual igual a proporção respectiva de pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência na população da unidade da Federação onde está instalada a instituição, segundo o último censo da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.