Um Aluno Estava Analisando A Tabela Periodica E Encontrou Varios Conjuntos?

Um Aluno Estava Analisando A Tabela Periodica E Encontrou Varios Conjuntos

Quantos grupos possui a tabela?

Resumo sobre a tabela periódica –

A tabela periódica organiza os elementos químicos em ordem crescente de número atômico. Todos os 118 elementos químicos estão distribuídos ao longo de 18 grupos e sete períodos. Os grupos são as colunas da tabela periódica e reúnem elementos com propriedades similares e igual número de elétrons de valência. Os períodos são as linhas da tabela periódica e acomodam elementos com o mesmo número de camadas eletrônicas ocupadas. A disposição dos elementos na tabela revela algumas propriedades que se repetem de forma recorrente, sendo chamadas de propriedades periódicas. As principais propriedades periódicas são o raio atômico, a energia de ionização, a afinidade eletrônica, a eletronegatividade, a densidade e os pontos de fusão e de ebulição. Apesar de a criação da tabela periódica ser atribuída a Dmitri Mendeleev, a sua concepção teve contribuição de diversos estudiosos. A tabela periódica é uma ferramenta essencial ao desenvolvimento da ciência e está em constante evolução.

Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉

Quais são os 5 grupos de classificação dos elementos químicos?

A classificação dos elementos na Tabela Periódica é feita em cinco grupos: metais, semimetais, ametais, gases nobres e hidrogênio.

Qual o último grupo da Tabela Periódica?

Características dos Grupos ou Famílias A classificação em grupos ou família pode ser assim resumida: • Grupo 1 – Grupo dos Metais Alcalinos : todos eles, à exceção do hidrogênio, reagem com a água formando o hidróxido correspondente. Todos os elementos deste grupo tendem a perder o único elétron de seu último nível, tornando-se, assim um cátion de carga +1 ; assim, a configuração eletrônica na camada de valência é de 1 elétron,

Esse grupo está composto por: Hidrogênio (H), Lítio (Li), Sódio (Na), Potássio (K), Rubídio (Rb), Césio (Cs) e Frâncio (Fr). • Grupo 2 – Grupo dos Metais Alcalino-Terrosos : O nome do grupo data da época dos alquimistas medievais, que denominam as substâncias que não se fundiam e não sofriam transformações com o calor, com os meios de aquecimento da época, de “terrosos”.

Todos os elementos deste grupo tendem a perder os dois elétrons de seu último nível, tornando-se assim, um cátions de carga +2, A configuração eletrônica na camada de valência é de 2 elétrons, Compõe o grupo: Berílio (Be), Magnésio (Mg), Cálcio (Ca), Estrôncio (Sr), Bário (Ba) e Rádio (Ra).

Grupos 3 a 12 – Grupos dos Metais de Transição : assim denominados devido ao fato de terem o último nível completo, enquanto que o penúltimo fica incompleto. • Grupo 13 – Também chamado ” subgrupo do boro “, já que este é o primeiro elemento do grupo. O boro é o único metalóide existente neste grupo, todos os demais são metais.

Seus elementos possuem a configuração da camada de valência com 3 elétrons. Esse grupo é composto por: Boro (Br), Alumínio (Al), Gálio (Ga), Índio (In) e Tálio (Tl). • Grupo 14 – Também chamado ” subgrupo do carbono “. O carbono é um dos principais elementos.

  1. Devido ao fato dele poder estabelecer um infinito número de ligações, ele pode formar milhares (senão milhões) de compostos.
  2. Neste grupo, o carbono é o único ametal.
  3. O silício e o germânio são metalóides, e os demais são metais.
  4. Os elementos deste grupo possuem a configuração eletrônica com 4 elétrons na última camada, o que lhes confere a possibilidade de estabelecerem quatro ligações ao mesmo tempo.

É composto por: Carbono (C), Silício (Si), Germânio (Ge), Estanho (Sn) e Chumbo (Pb). • Grupo 15 – Também chamado ” subgrupo do nitrogênio “. Neste grupo, o nitrogênio e o fósforo são os únicos ametais, o arsênio é semi – metal e os demais são metais. A configuração eletrônica da camada de valência com 5 elétrons.

  • É composto por: Nitrogênio (N), Fósforo (P), Arsênico (As), Antimônio (Sb) e Bismuto (Bi).
  • Grupo 16 – Grupo dos calcogênios : O nome calcogênio significa ” gerador de cal “, isso porque se tinha como norma de que, quando se queimava uma substância em presença de um calcogênio (que, geralmente, era o oxigênio do ar), gerava-se cal.

Na verdade, o que acontecia era uma oxidação de substância, se o fizermos em presença de enxofre, é muito provável que se forme o sulfeto correspondente. Todos os elementos deste grupo são não-metais, e o polônio é o único deles que é radioativo. São caracterizados pela configuração eletrônica na camada de valência com 6 elétrons.

Este grupo é formado por: Oxigênio (O), Enxofre (S), Selênio (Se), Telúrio (Te) e Polônio (Po). • Grupo 17 – Grupo dos Halogênios: O nome halogênios significa “gerador de sal”, posto que os constituintes deste grupo sejam abundantes em sais marinhos. Eles são caracterizados pela configuração eletrônica na sua última camada de valência com 7 elétrons.

Este grupo é formado por: Flúor (F), Cloro (Cl), Bromo (Br), Iodo (I) e Astato (At). • Grupo 18 – Grupo dos Gases Nobres, Eles são caracterizados pela configuração eletrônica na camada de valência com 8 elétrons com exceção do hélio que tem 2 elétrons.

Como possuem a última camada totalmente preenchida de elétrons, estes elementos são quimicamente inertes. Estes elementos são encontrados na natureza como gases monoatômicos, não reativos. O grupo dos gases nobres ou raros, ou ainda, inertes, é formado pelos elementos: Hélio (He), Neônio (Ne), Argônio (Ar), Criptônio (Kr), Xenônio (Xe) e Radônio (Rn).

• Série dos Lantanídeos e Série dos Actinídeos : Estes grupos de elementos estão localizados no grupo 3; os nomes desses dois grupos derivam dos primeiros elementos de cada um (lantânio e actínio). Devido às suas características, eles são dispostos à parte na tabela.

You might be interested:  Observe Na Tabela A Medida Do Lado Em Cm?

Como e feita a divisão da Tabela Periódica?

Organização da tabela periódica – A tabela periódica moderna é composta por 118 elementos e é organizada de acordo com o número atômico de cada espécie, em ordem crescente, da esquerda para a direita. Os elementos são distribuídos ao longo de 18 grupos, representados pelas colunas verticais, e em sete períodos, que são as linhas horizontais.

Essa configuração foi proposta por Dmitri Mendeleev, em 1869, depois de ele ter notado padrões entre os elementos químicos e percebido que poderia agrupá-los conforme tais similaridades. Assim, apenas pela localização de um elemento na tabela periódica, é possível conhecer algumas de suas características químicas.

A tabela periódica ainda pode ser organizada em blocos que se relacionam à distribuição eletrônica dos elementos. Nessa abordagem, a tabela é dividida de acordo com o subnível ocupado de maior energia, ou seja, a subcamada que contém os elétrons mais externos.

Bloco Subnível mais energético Quem faz parte?
s s Grupos 1 e 2
p p Grupos 13 a 18
d d Grupos 3 a 12
f f Séries dos lantanídeos e actinídeos

Tabela periódica dividida em blocos denominados s, p, d e f. De modo mais amplo, os elementos podem ser ainda divididos em metais e não-metais, de acordo com características físico-químicas. Os metais englobam a maior parte dos elementos e ainda se dividem em subclasses.

Em geral, são aqueles que possuem brilho e condutividade térmica e elétrica. Os não-metais, ou ametais, incluem apenas 11 elementos químicos: carbono, nitrogênio, fósforo, oxigênio, enxofre, selênio, flúor, cloro, bromo, iodo e astato. Por fim, os constituintes da tabela ainda podem serem divididos entre elementos de transição e elementos representativos, contudo essa classificação vem sendo pouco utilizada.

Elementos representativos estão presentes nas extremidades esquerda e direita da tabela, englobando os grupos 1, 2, 14, 15, 16, 17 e 18. Já os elementos de transição são aqueles situados na região central, englobando os grupos 3 a 11. O grupo 12 é comumente classificado como elemento de transição, no entanto é importante destacar que esse grupo não cumpre os requisitos para isso, que seria possuir um subnível d incompleto.

Como os elementos em um grupo da tabela periódica são semelhantes entre si?

Os elementos químicos pertencentes a uma mesma família ou grupo possuem propriedades químicas similares em razão de possuírem igual quantidade de elétrons na camada de valência.

Quantos são os grupos Na tabela periódica?

Na Tabela Periódica atual, os elementos químicos são agrupados em quatro grupos principais segundo as suas propriedades físicas e químicas: metais, semimetais, ametais e gases nobres. O hidrogênio, entretanto, é um elemento estudado à parte de tais grupos, pois suas propriedades são distintas.

Metais: Os metais constituem a maior parte dos elementos da Tabela Periódica, representando dois terços deles, o que resulta em um total de 87. Alguns exemplos são a prata, ouro, cobre, zinco, ferro, alumínio, platina, sódio, potássio, entre outros.

Todos os elementos pertencentes a esse grupo possuem as seguintes propriedades principais: – Brilho metálico; – São sólidos, com exceção do mercúrio, que é líquido em temperatura ambiente; – Conduzem corrente elétrica; – Conduzem calor; – São maleáveis, formando lâminas; – São dúcteis, formando fios; – Têm a tendência de perder elétrons e formar cátions. Exemplos de metais

Ametais: São 11 elementos (carbono (C), nitrogênio (N), fósforo (P), oxigênio (O), enxofre (S) ( está na imagem abaixo ), selênio (Se), flúor (F), cloro (Cl), bromo (Br), iodo (I) e astato (At)) que possuem propriedades opostas às dos metais:

– Não possuem brilho; – Não conduzem eletricidade; – Não conduzem calor; – Fragmentam-se; – Têm a tendência de ganhar elétrons e formar ânions. O enxofre é um ametal

Semimetais: São 7 elementos (boro (B), silício (Si) ( está na imagem abaixo ), germânio (Ge), arsênio (As), antimônio (Sb), telúrio (Te) e polônio (Po)) que possuem propriedades intermediárias aos metais e ametais: Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉

– Apresentam brilho metálico; – Pouca condução de eletricidade; – Fragmentam-se. O silício é um semimetal

Gases nobres: São os elementos pertencentes à família 18 (VIIIA ou zero) da Tabela Periódica. Eles são hélio (He) – usado para encher balões como na imagem abaixo –, neônio (Ne), argônio (Ar), criptônio (Kr), xenônio (Xe) e radônio (Rn).

Eles são assim chamados porque além de serem gases em condições ambientes, eles possuem como principal característica a inércia química, sendo encontrados na natureza na forma isolada, sendo muito raro tê-los combinados com outros elementos. O gás hélio usado para encher balões é um gás nobre

You might be interested:  Tabela Fipe Do Classic 2011?

Hidrogênio: O hidrogênio é diferente de qualquer outro elemento químico, pois não se enquadra em nenhum dos grupos mencionados. Por isso, em algumas tabelas, ele aparece na parte central acima. Na maioria das Tabelas Periódicas, ele vem na família 1 (família dos metais alcalinos), porque ele possui apenas um elétron em sua camada de valência, mas as suas propriedades não são semelhantes aos membros dessa família.

O hidrogênio não pertence a nenhum grupo da Tabela Periódica Por Jennifer Fogaça Graduada em Química Aproveite para conferir nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

Qual o nome do grupo 2 da tabela periódica?

Os metais alcalinoterrosos são os elementos que compõem a família IIA ou grupo 2 da Tabela Periódica. Os elementos desse grupo receberam o nome alcalinoterroso porque são encontrados em vários minerais presentes na terra, além de formarem com muita frequência substâncias básicas, Os elementos químicos que compõem a família dos metais alcalinoterrosos são:

Berílio (Be); Magnésio (Mg); Cálcio (Ca); Estrôncio (Sr); Bário (Ba); Rádio (Ra).

As principais características físicas e químicas que os metais alcalinoterrosos apresentam são:

possuem característica metálica; apresentam dois elétrons na camada de valência (última camada de uma distribuição eletrônica). Veja a distribuição eletrônica de três elementos para comprovar essa característica:

apresentam a tendência de perder dois elétrons (já que são metais e possuem dois elétrons na camada de valência);

Observação : Como são metais e apresentam a tendência de perder dois elétrons, os metais alcalinoterrosos são representados sempre da seguinte forma: X +2

na natureza, são encontrados apenas associados a outros átomos e nunca na forma pura; são metais de baixa dureza (capacidade de riscar outros materiais); Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 apresentam cor branco-prateada; formam óxidos, sais e bases em grande número; formam compostos iônicos, com exceção do Berílio, que, por ter uma elevada energia de ionização, forma compostos covalentes; apresentam raio atômico menor do que os metais alcalinos (IA), ou seja, seus átomos são menores; apresentam energia de ionização maior do que os metais alcalinos; possuem pontos de fusão e ebulição maiores do que os metais alcalinos; são elementos mais densos do que os metais alcalinos; são menos reativos do que os metais alcalinos.

Como os elementos alcalinoterrosos formam um grande número de substâncias, eles apresentam um grande número de aplicações, dentre as quais, destacamos:

Produção de materiais pirotécnicos, sendo responsáveis pelas colorações verde e vermelho em fogos de artifício (estrôncio e bário); Produção de cimento (cálcio); Produção de gesso (cálcio); Produção de cal viva (cálcio); Participam da composição de estruturas corporais como ossos, dentes etc. (cálcio); Produção de ligas leves (para uso aeronáutico) (berílio e magnésio); Produção de fertilizantes (cálcio); Produção de medicamentos (estrôncio); Tratamento do câncer (rádio e bário).

Como se identifica um elemento químico?

Os elementos químicos são um conjunto de átomos com o mesmo número atômico, ou seja, possuem igual quantidade de prótons no núcleo. Essa característica define um elemento químico, o diferencia dos demais e determina suas propriedades físico-químicas.

Quais os 4 grupos da tabela periódica?

Na Tabela Periódica atual, os elementos químicos são agrupados em quatro grupos principais segundo as suas propriedades físicas e químicas: metais, semimetais, ametais e gases nobres.

Quais os 3 grupos da tabela periódica?

Elementos químicos das famílias da Tabela Periódica – Cada família ou grupo é composto por um conjunto de elementos químicos. Veja a descrição dos elementos químicos que compõem cada família:

Grupo 1: lítio, sódio, potássio, rubídio, césio, frâncio, Grupo 2: berílio, magnésio, cálcio, estrôncio, bário, rádio, Grupo 3: escândio, ítrio, série dos lantanídeos e série dos actinídeos. Grupo 4: titânio, zircôni o, háfnio e rutherfórdio, Grupo 5: vanádio, nióbio, tântalo e dúbnio, Grupo 6: cromo, molibdênio, tungstênio e seabórgio, Grupo 7: manganês, tecnécio, rênio e bóhrio, Grupo 8: ferro, rutênio, ósmio e hássio, Grupo 9: cobalto, ródio, irídio e meitnério. Grupo 10: níquel, paládio, platina e darmstadtio. Grupo 11: cobre, prata, ouro e roentgênio. Grupo 12: zinco, cádmio, mercúrio e copérnico. Grupo 13: boro, alumínio, gálio, índio e tálio. Grupo 14: carbono, silício, germânio, estanho, chumbo e fleróvio. Grupo 15: nitrogênio, fósforo, arsênio, antimônio e bismuto, Grupo 16: oxigênio, enxofre, selênio, telúrio, polônio e livermório. Grupo 17: flúor, cloro, bromo, iodo e astato. Grupo 18: hélio, neônio, argônio, criptônio, xenônio e radônio,

Importante: O elemento químico hidrogênio é um caso particular, pois apesar de estar localizado junto ao grupo 1, não faz parte da família dos metais alcalinos, por não compartilhar de propriedades químicas similares. Saiba mais: Quais são os elementos radioativos da Tabela Periódica?

Como identificar período e família na Tabela Periódica?

Períodos e Famílias da Tabela Periódica Na Tabela Periódica, os elementos químicos estão dispostos em ordem crescente de número atômico, o que faz com que eles estejam posicionados em colunas horizontais (períodos) e colunas verticais (famílias). A Tabela Periódica apresenta sete colunas horizontais, portanto, sete períodos, que indicam a quantidade de níveis que um átomo de um elemento apresenta.

  1. Isso quer dizer que, quanto maior o número do período do elemento, maior será a quantidade de níveis que cada um dos átomos do elemento apresenta.
  2. Se um determinado elemento está posicionado no 5 o Período da Tabela Periódica, por exemplo, quer dizer que cada um de seus átomos apresenta cinco níveis eletrônicos ou cinco camadas eletrônicas.
You might be interested:  Tabela De Presunção Lucro Presumido?

Veja alguns exemplos:

Na (terceiro período) = seus átomos apresentam três níveis; Po (sexto período) = seus átomos apresentam seis níveis; H (primeiro período) = seus átomos apresentam um nível; Cu (quarto período) = seus átomos apresentam quatro níveis.

As colunas verticais, que são em número de 18, são denominadas de famílias, A Tabela apresenta 18 colunas, que formam apenas 16 famílias divididas em oito do tipo A e oito do tipo B. Representação das 18 colunas verticais da Tabela Periódica As famílias A são formadas pelas duas primeiras e pelas seis últimas colunas verticais da Tabela. Sendo assim, cada uma das colunas recebe a seguinte indicação:

coluna 1 = Família IA (com exceção do Hidrogenio-quadrado azul na tabela) coluna 2 = Família IIA coluna 13 = Família IIIA coluna 14 = Família IVA coluna 15 = Família VA coluna 16 = Família VIA coluna 17 = Família VIIA coluna 18 = Família VIIIA

Representação das famílias “A” da Tabela Periódica Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Já as famílias B são compostas pelas colunas de 3 a 12. É importante observar que temos um total de 10 colunas que formam as famílias B. Por que então só consideramos oito famílias? Os elementos químicos que compõem as colunas 8 (coluna do ferro), 9 (coluna do cobalto) e 10 (coluna do níquel) apresentam características semelhantes e, por isso, consideramos essas três colunas como sendo uma única família.

coluna 3 = Família IIIB coluna 4 = Família IVB coluna 5 = Família VB coluna 6 = Família VIB coluna 7 = Família VIIB coluna 8, 9 e 10 = Família VIIIB coluna 11 = Família IB coluna 12 = Família IIB

Representação das Famílias B da Tabela Periódica Observação: As duas colunas horizontais localizadas do lado de fora da Tabela Periódica pertencem, respectivamente, ao sexto e sétimo períodos da família IIIB. Elas foram posicionadas assim para não descaracterizarem a tabela, já que cada uma delas apresenta 15 elementos diferentes. Representação do sexto e sétimo períodos da família IIIB : Períodos e Famílias da Tabela Periódica

O que são grupos e períodos?

Ao organizar a tabela periódica em ordem crescente de número atômico, Moseley estruturou os elementos químicos formando colunas horizontais (períodos) e verticais (famílias ou grupos).

Quais são os grupos da tabela?

Classificação dos Elementos Químicos na Tabela Periódica – Manual da Química Na Tabela Periódica atual, os elementos químicos são agrupados em quatro grupos principais segundo as suas propriedades físicas e químicas: metais, semimetais, ametais e gases nobres.

Metais: Os metais constituem a maior parte dos elementos da Tabela Periódica, representando dois terços deles, o que resulta em um total de 87. Alguns exemplos são a prata, ouro, cobre, zinco, ferro, alumínio, platina, sódio, potássio, entre outros.

  • Todos os elementos pertencentes a esse grupo possuem as seguintes propriedades principais:
  • – Brilho metálico; – São sólidos, com exceção do mercúrio, que é líquido em temperatura ambiente;
  • – Conduzem corrente elétrica;
  • – Conduzem calor;
  • – São maleáveis, formando lâminas; – São dúcteis, formando fios;
  • – Têm a tendência de perder elétrons e formar cátions.
  • Exemplos de metais

Ametais: São 11 elementos (carbono (C), nitrogênio (N), fósforo (P), oxigênio (O), enxofre (S) ( está na imagem abaixo ), selênio (Se), flúor (F), cloro (Cl), bromo (Br), iodo (I) e astato (At)) que possuem propriedades opostas às dos metais:

  1. – Não possuem brilho; – Não conduzem eletricidade;
  2. – Não conduzem calor; – Fragmentam-se;
  3. – Têm a tendência de ganhar elétrons e formar ânions.
  4. O enxofre é um ametal

Semimetais: São 7 elementos (boro (B), silício (Si) ( está na imagem abaixo ), germânio (Ge), arsênio (As), antimônio (Sb), telúrio (Te) e polônio (Po)) que possuem propriedades intermediárias aos metais e ametais: Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉

  • – Apresentam brilho metálico; – Pouca condução de eletricidade;
  • – Fragmentam-se.
  • O silício é um semimetal

Gases nobres: São os elementos pertencentes à família 18 (VIIIA ou zero) da Tabela Periódica. Eles são hélio (He) – usado para encher balões como na imagem abaixo –, neônio (Ne), argônio (Ar), criptônio (Kr), xenônio (Xe) e radônio (Rn).

Eles são assim chamados porque além de serem gases em condições ambientes, eles possuem como principal característica a inércia química, sendo encontrados na natureza na forma isolada, sendo muito raro tê-los combinados com outros elementos. O gás hélio usado para encher balões é um gás nobre

Hidrogênio: O hidrogênio é diferente de qualquer outro elemento químico, pois não se enquadra em nenhum dos grupos mencionados. Por isso, em algumas tabelas, ele aparece na parte central acima. Na maioria das Tabelas Periódicas, ele vem na família 1 (família dos metais alcalinos), porque ele possui apenas um elétron em sua camada de valência, mas as suas propriedades não são semelhantes aos membros dessa família.

  1. O hidrogênio não pertence a nenhum grupo da Tabela Periódica
  2. Por Jennifer Fogaça
  3. Graduada em Química
  4. Aproveite para conferir nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça : Classificação dos Elementos Químicos na Tabela Periódica – Manual da Química

Quais são os grupos da Tabela Periódica?

Elementos representativos

Grupo Família Elementos
1 1A Li, Na, K, Rb, Cs e Fr
2 2A Be, Mg, Ca, Sr, Ba e Ra
13 3A B, Al, Ga, In, Tl e Nh.
14 4A C, Si, Ge, Sn, Pb e Fl.